Colcha de Retalhos

A Associação Filosofia Itinerante – AFIN é uma entidade sem fins lucrativos que atua em Manaus, há 9 anos burocraticamente constituída, e que trabalha com os fluxos comunitários filosóficos, buscando promover encontros ético-estético-afetivo-políticos para discussão da existência das pessoas no mundo, sua rua, bairro, cidade, estado, país, etc, para além do cotidiano constituído e codificado. Para tal, tem como aliados no devir filosófico intemporal os filósofos Nietzsche, Espinoza, Bergson, Deleuze, Foucault, Guattari, dentre outros. Trabalha com Vetores, que são atividades que “carregam” os temas e que convidarão os participantes a interagir e construir novos saberes e compreensões acerca do seu cotidiano, dos entendimentos e afetos que são produzidos ao seu redor, a fim de que possam, caso queiram, construir seus próprios afetos em contato com o mundo e os outros.

A AFIN tem entre seus membros pessoas que trabalham com o teatro comunitário, teatro de rua, desde a década de 1960, sempre fazendo uma arte que seja alternativa ao que se constitui em Manaus e no Brasil em geral como “arte oficial”, com montagens de peças de autoria própria ou de autores que tenham construído em suas existências uma zona de vizinhança com os temas comunitários, como Brecht, Kafka, Sófocles, por exemplo. Peças como “Luz nas Trevas”, “O Troco”, “Pés Descalços no Asfalto Quente”, “O Auto da Barca do Inferno” e “Édipo Rei” foram algumas obras apresentadas na rua.

VETORES AFINANTES

Teatro Maquínico, que procura fazer a montagem de vetores teatrais, criados pelos próprios afinados, e que tem como objetivo promover discussões acerca de temas de importância comunitária, como por exemplo a política e as eleições. Vetores como “Saúde, Doutor!” (1998), “Doutor, a Justiça é Cega” (2000), “Caso Comum de Trânsito” (2001), “O Filósofo Fernando Que Não Era Só Pessoa” (2001), “O Político” (2002), “Quanto Custa o Ferro?” (2003), “Para Criar um Candidato” (2004), “Diálogo Psicanalítico” (2005), “O Candidato Mais Ético” (2006) e “À Procura de um Candidato” (2008/2009) são levadas numa estética criada pela AFIN e que privilegia o texto e o distanciamento brechtiano, com pouco ou nenhum figurino e praticamente sem adereços cênicos, a fim de que o próprio público possa compor a partir dos signos e códigos que carrega um entendimento acerca do que a AFIN se propõe a construir em coletividade com a platéia. Os atores são membros da AFIN, pessoas interessadas em participar do vetor. Não são atores profissionais, mas pessoas que emprestam seu corpo e sua criatividade para compor os personagens e criar as situações da cena. Os mesmos atores são os que promovem a discussão acerca do tema. Atualmente em cartaz, os vetores “A exceção e a regra” de Bertolt Brecht, “À Procura de Um Candidato”, “Diálogo Psicanalítico” e “Anotações à Margem do Viver com AIDS”.

Teatrosófico: procura construir encontros a partir de temas como a linguagem comunitária e a comunicação de massas, ecosofia, afectos comunitários e a codificação do sujeito, incentivando as pessoas a construírem comunidades permeáveis a novos afetos, a partir do conhecimento que eles mesmos possam produzir e da forma que quiserem desenvolver para expressar este conhecimento e estabelecer linhas de afetos com outras comunidades.

Phylum: vetor literário da AFIN, que traz textos de diversos “afinados” do Brasil e internacionalmente, sempre com uma temática de interesse comunitário e com a preocupação de noticiar aos interessados uma perspectiva que a mídia oficial não possui. Publicado sazonalmente, com recursos dos próprios afinados.

Atendimento Esquizo-Terapêutico: a psicologia, enquanto ciência burguesa, entende a neurose como uma desordem na unidade funcional do ser humano, enquanto entidade concreta. Para o “Atendimento Esquizo-Terapêutico” da AFIN, o que existem são ressentimentos: afecções paralisantes decorrentes das paixões tristes que compõem a subjetividade capitalística, e que infectam os corpos, tornando-os reativos, incapazes de agir. A terapêutica esquizoafinante propõe uma mobilização destas afecções através da construção de linhas de ruptura na política das paixões, do fortalecimento dos corpos enquanto potência de agir e do inconsciente enquanto rizoma que engloba e transborda ao social. Os atendimentos ocorrem na sede da AFIN e podem ser marcados pelos telefones (92) 3234-3799 / 3667-4030 / 9190-1949 /8807-3402

Filosofia Constitutiva: na tentativa de participar da criação de novos modos de existência que não coincidam com as relações determinadas da subjetividade capitalística e se aproximando ao máximo do real movimento, a AFIN propõe uma filosofia constitutiva, que em vez de dar voltas em torno da realidade constituída, adentra nela e questiona as experiências surgidas. Questionamentos “puros”, uma vez que propõe um entendimento da realidade a partir das experiências de cada um e não a padronização das experiências a partir da realidade constituída.

Kinemasófico: experiências ótico-sonoras para além da laminação perceptiva da mídia e da indústria de cinemas norte-americana. Sessões kinemáticas onde os cortes e os planos engendram outras perspectivas e a produção de dizeres sobre a existência e a comunalidade. As sessões ocorrem tanto na sede da AFIN quanto pelas escolas Manaus afora, através de afinados que trabalham ou são convidados para a festa cognitiva.

Linhas de Corte na Expressão Plástica: O ponto. A linha. As cores. De que maneira pode-se liberar as formas para que cheguem ao momento do rompimento com os padrões, de ultrapassagem de uma simples ilustração? Todo mundo sabe desenhar, independente dos padrões estabelecidos pelas instituições que capturam as cores e as formas, limitando-as. O vetor “Linhas de Corte na Expressão Plástica” envolve crianças e jovens numa busca pelo impulsionamento das formas, e aquele desenho mapeado e calculado se transforma no fluxo-desenho como condição de emancipação e atualização de meios para a criação de experiências alegres e gratificantes.

Bibliosofia: Localizada na sede da AFIN, auxilia estudantes (escolares ou não) a partir: da locação de livros, cinemas, músicas; das conversas filo-psi-pedagógicas; das sessões do Kinemasófico; e das animações de diversas atividades lúdicas.

PONTUAÇÃO BUROCRÁTICA

AFIN – Associação Filosofia Itinerante Contato: (92) 3234-3799/  3667-4030 /  9190-1949 /8807-3402

Emeio: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Leia também a outra edição deste Bloguinho Intempestivo em:

http://esquizofia.wordpress.com

Anúncios

95 Responses to “Sobre a AFIN”


  1. 1 claudia souza domingo, 21 fevereiro, 2010 às 1:27 am

    PORQUE ESTE SITE NÃO LIBERA A LISTA DE CONVOCADOS DA SEDUC AM, ESTA COM PROLBEMAS AINDA BEM QUE SALVEI NO MEU PC, JA QUE ESTE SITE NÃO LIRA……….. ESTÃO MULTADOS?????/ LIBERA A LSITA PARA OUTROS VERIFICAR A COLOCAÇÃO…..

  2. 2 jessica barros domingo, 7 março, 2010 às 7:04 pm

    como ja dizia o poeta,”e agora josé a luz acabou”,aqui em manaus é assim e pessoal a agua acabou o pagamento atrasou os onibus nao tem e as ruas só buracos e as outoridades? em brasília “preoculpados rsrsrsrsr”continuem assim afinsophia voce s estao serticimos.beijosssssssssss

  3. 3 edmilson lima domingo, 21 março, 2010 às 12:17 am

    Nos caminhos e descaminhos acabamos nos encontrando, pois os vetores sempre irão atrair os caminhos para a felicidade que é o destino último dos homens, vamos lá afin estou afim…

  4. 4 afinsophia domingo, 21 março, 2010 às 4:27 pm

    Gatinho,tu e a Sol sempre estiveram AFIN. Sempre como percursos criativos nas produções dos desejos desterritorializantes para um novo pensamento.

    Não esquece de não esquecer.

    Abraços afinados!

  5. 5 eked de yemanja quinta-feira, 1 abril, 2010 às 5:33 pm

    convidos para participar do camdomblé de ogum de pai james ti’ogum no dia 11/04/2010 para m,ais informações ligar 84223967 ou 88015999

  6. 6 shirlene colares segunda-feira, 5 abril, 2010 às 4:59 pm

    esse blog deveria ter uma divulgaçao maior, pois é de opiniões de pessoas como vocês q precisamos ouvir, para deixarmos de simplismente ser “mais um” no meio do caos em q vivemos.
    PARABÉNS!!

  7. 7 mustafa domingo, 25 abril, 2010 às 9:31 pm

    filosofar é preciso

  8. 8 CLEO JOSE ALVES DA SILVA terça-feira, 27 abril, 2010 às 8:08 am

    Gostaria de obter uma minuta do Plano de Curso de Filosofia – 1, 2 e 3 ano – do ensino médio.

  9. 10 leo quinta-feira, 29 abril, 2010 às 9:20 am

    Queridos adoro o blog de vcs , mais ainda ñ postarão as fotos de sabado na casa da mãe orny.
    adoramos a sua visita voltem sempre há na sexta dia 30/04/2010 ela vai faze toque para a dona maria padilha.estão convidados.

  10. 11 shirla rodrigues segunda-feira, 3 maio, 2010 às 2:32 pm

    achei muito interessante tudo que lhi aqui no blog,aguardo novidades interessantes,shirlene

  11. 12 OGAN BETINHO DE OXALÁ. domingo, 9 maio, 2010 às 1:15 pm

    Gostaria de parabenizar as pessoas que levam a frente este maravilhoso blog, continuem sem desistir! a religião afro precisa muito de espaço para sua propagação.

    abraços e que os orixás abençoe a vida de cada um que faz parte deste trabalho.

  12. 13 OGAN BETINHO DE OXALÁ. domingo, 9 maio, 2010 às 1:25 pm

    Gostaria de pedir autorização dos donos do blog para divulgar nas minhas duas comunidades no orkut, Candomble de Manaus e Candomblé e Umbanda o site de vocês.

    Precisamos que mais pessoas a cada dia conheça e tenha acesso a nossa religião.

    Aqui vai o link das comunidades pra quem quiser adicionar:

    Candomblé e Umbanda:
    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1406942

    Candomblé de Manaus:
    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=25882057

    abraços.

  13. 14 afinsophia domingo, 9 maio, 2010 às 3:02 pm

    Ogan Betinho,
    nem precisa pedir autorização, pode usar. Este bloguinho é um serviço público gratuito que busca auxiliar na liberação de linhas de atuação livres de preconceitos; neste caso, das religiões afro, pela liberdade de culto…
    Abraços afinados!

  14. 15 J.Vogel sexta-feira, 21 maio, 2010 às 7:35 pm

    Parabéns pelo trabalho, parece bom!

    obrigada!

  15. 16 Lionel Ferreira sábado, 5 junho, 2010 às 1:59 am

    Gostei da edição da matéria sobre a intervenção na FAF… A BOLA MURCHA tá a cara da FAF e do nosso futebol, claro se o filho não tem a cara do pai, surge dúvida portanto, o futebol Amazonense tem a CARA DA FEDERAÇÃO AMAZONENSE DE FUTEBOL… Tudo pela falta de credibilidade dos dirigentes. Ainda bem que o dia deles tá chegando.

  16. 17 Lionel Ferreira quarta-feira, 21 julho, 2010 às 1:37 pm

    Tô triste… Passo na Constantino Nery e vejo o Vivaldão sendo demolido, DÁ UMA DOR NO PEITO. Ao mesmo tempo, vejo o América tendo que sair de Manaus para jogar em Rio Preto da Eva… Como pode, uma cidade de quase 2 milhões de habitantes, sub sede da Copa do Mundo de 2014 chegar a tal estágio…
    E agora, será que mesmo tendo ido a leilão o Prédio da FAF pelo não repasses ao INSS e Prefeitura, das cotas retirada dos Borderôs dos jogos pela Diretoria da FAF, e o Pedido de Ministério Público para afastamento dos atuais Dirigentes(?), eles irão continuar por lá impedindo e entravando o desenvolvimento do FUTEBOL NO AMAZONAS? Estão lá a 18 anos.
    Quando eu cantava o HINO NACIONAL antes do jogo AMERICA X CRISTAL em Rio Preto da Eva, me flagrei com as lágrimas escorrendo em meu rosto, disfarcei, mas minha esposa me afagou e disse: Eu sei o porque de seu sentimento mas, ACREDITE, existe justiça, ACREDITE.
    Quero dizer que eu acredito sim… e vou vê a justiça ser feita…
    Mas que DÓI, DÓI…

  17. 18 leo sexta-feira, 6 agosto, 2010 às 11:09 am

    QUERIDO MAURICIO SOU FILHA DE SANTO DA MAE ORY , E ASSESANDO O SITE , NAO DEU PARA VER AS FOTOS DA FESTA DE PRETO VELHO NO TERREIRO DO PAI TOTA , TENS COMO VC MANDAR PRA O MEU E-MAIL , UMA POR UMA NAO TEM POBLEMA TA.

  18. 19 ednelza terça-feira, 10 agosto, 2010 às 6:03 pm

    Gostaria de pedir que vocês mostre a comunidade escolar que a Secretaria de Municipal de Educação não esta nem um pouco preocupada com os alunos pois já se vão quase dois anos da gestão do nosso prefeito e as criancas ainda usam as fardas deixadas pelo ex prefeito Serafim.As fardas estão furada sem cor,remendas e até agora nada. A prefeitura esta preocupada se professor chega atrasado ou vai embora mais cedo instalando sistema impressão digital para fiscalizar os professores.o sindicato não faz nada pois ate onde eu sei professor e horista não pode ter cartão digital nem bater impressão digital para entrar e sair das escolas.Vamos ser obrigados a merendar todo dia nescau com nescau ou mingau de arroz.

  19. 20 joelma carvalho dos santos terça-feira, 21 setembro, 2010 às 2:53 am

    o tabalho de v. está de parabens, é educação popular mesmo. convido vs a presentarem o teatro maquinico no primeiro bazar popular itinerante ADECAM dia 09/10, é possível? se for me informem e enviarei mas detalhes.meu contato é 91769287. joelma

  20. 21 joelma carvalho dos santos terça-feira, 21 setembro, 2010 às 2:56 am

    entrem em contato tambem por e-mail obrigada

  21. 22 convite quinta-feira, 28 outubro, 2010 às 12:37 pm

    CONVITE
    MAURICIO ESTAMOS CONVIDANDO VC PARA JUNTOS COMEMORAR-MOS MAIS UMA ERA DO SEU ZÉ PILINTRA NA COROA DA MÃE ORNY DE OXUM NO DIA 05/11/2010 AS 21H NO BAIRRO SÃO FRANCISCO

  22. 23 convite quinta-feira, 4 novembro, 2010 às 1:36 pm

    A CASA DA MÃE ORNY TEM CONVIDAR VCS , PARA MAIS UMA ERA DO SEU ZÉ PILINTRA , QUE SERÁ REALIZADO AMANHÃ AS 21:00 H NO BAIRRO SÃO FRANCISCO CASA 100.RUA MILTON MOURÃO !!!
    COM COM VCS !!!

  23. 24 rogger.gerseg@ig.com.br domingo, 5 dezembro, 2010 às 12:00 am

    Bom dia!

    Gostaria de saber se aconteceu alguma coisa com o Pai FRANCISCO, pois ele não está respondendo mais as mensagens.

    No aguardo

    Rogger

  24. 25 boscobarbosa7@yahoo.com.br segunda-feira, 14 fevereiro, 2011 às 6:52 pm

    Abaixo envio uma cópia da carta escrita por uma professora, que trabalha no Colégio Estadual Mesquita, à revista Veja. Esta carta é uma resposta a uma reportagem em que a jornalista defende a idéia de que as aulas sejam cronometradas a fim de medir o tempo que o professor fica em sala de aula e o tempo em que “efetivamente está dando aula”. Peço, por favor, que a repassem. Vale a pena ler.

    RESPOSTA À REVISTA VEJA

    Sou professora do Estado do Paraná e fiquei indignada com a reportagem da jornalista Roberta de Abreu Lima “Aula Cronometrada”. É com grande pesar que vejo quão distante estão seus argumentos sobre as causas do mau desempenho escolar com as VERDADEIRAS razões que geram este panorama desalentador.
    Não há necessidade de cronômetros, nem de especialistas para diagnosticar as falhas da educação. Há necessidade de todos os que pensam que: “os professores é que são incapazes de atrair a atenção de alunos repletos de estímulos e inseridos na era digital” entrem numa sala de aula e observem a realidade brasileira. Que alunos são esses “repletos de estímulos” que muitas vezes não têm o que comer em suas casas quanto mais inseridos na era digital? Em que pais de famílias oriundas da pobreza trabalham tanto que não têm como acompanhar os filhos em suas atividades escolares, e pior em orientá-los para a vida? Isso sem falar nas famílias impregnadas pelas drogas e destruídas pela ignorância e violência, causas essas que infelizmente são trazidas para dentro da maioria das escolas brasileiras. Está na hora dos professores se rebelarem contra as acusações que lhes são impostas. Problemas da sociedade deverão ser resolvidos pela sociedade e não somente pela escola.
    Não gosto de comparar épocas, mas quando penso na minha infância, onde pai e mãe, tios e avós estavam presentes e onde era inadmissível faltar com o respeito aos mais velhos, quanto mais aos professores e não cumprir as obrigações fossem escolares ou simplesmente caseiras, faço comparações com os alunos de hoje “repletos de estímulos”. Estímulos de quê? De passar o dia na rua, não fazer as tarefas, ficar em frente ao computador, alguns até altas horas da noite, (quando o têm), brincando no Orkut, ou o que é ainda pior envolvidos nas drogas. Sem disciplina seguem perdidos na vida. Realmente, nada está bom. Porque o que essas crianças e jovens procuram é amor, atenção, orientação e disciplina.
    Rememorando, o que tínhamos nós, os mais velhos, há uns anos atrás de estímulos? Simplesmente: responsabilidade, esperança, alegria. Esperança que se estudássemos teríamos uma profissão, seríamos realizados na vida. Hoje os jovens constatam que se venderem drogas vão ganhar mais. Para quê o estudo? Por que numa época com tantos estímulos não vemos olhos brilhantes nos jovens? Quem, dos mais velhos, não lembra a emoção de somente brincar com os amigos, de ir aos piqueniques, subir em árvores? E, nas aulas, havia respeito, amor pela pátria.. Cantávamos o hino nacional diariamente, tínhamos aulas “chatas” só na lousa e sabíamos ler, escrever e fazer contas com fluência. Se não soubéssemos não iríamos para a 5ª. Série. Precisávamos passar pelo terrível, mas eficiente, exame de admissão. E tínhamos motivação para isso.
    Hoje, professores “incapazes” dão aulas na lousa, levam filmes, trabalham com tecnologia, trazem livros de literatura juvenil para leitura em sala-de-aula (o que às vezes resulta em uma revolução), levam alunos à biblioteca e a outros locais educativos (benza, Deus, só os mais corajosos!) e, algumas escolas públicas onde a renda dos pais comporta, até a passeios interessantes, planejados minuciosamente, como ir ao Beto Carrero. E, mesmo, assim, a indisciplina está presente, nada está bom. Além disso, esses mesmos professores “incapazes”, elaboram atividades escolares como provas, planejamentos, correções nos fins-de-semana, tudo sem remuneração;
    Todos os profissionais têm direito a um intervalo que não é cronometrado quando estão cansados. Professores têm 10 minutos de intervalo, quando têm de escolher entre ir ao banheiro ou tomar às pressas o cafezinho. Todos os profissionais têm direito ao vale alimentação, professor tem que se sujeitar a um lanchinho, pago do próprio bolso, mesmo que trabalhe 40 h.semanais. E a saúde? É a única profissão que conheço que embora apresente atestado médico tem que repor as aulas. Plano de saúde? Muito precário. Há de se pensar, então, que são bem remunerados… Mera ilusão! Por isso, cada vez vemos menos profissionais nessa área, só permanecem os que realmente gostam de ensinar, os que estão aposentando-se e estão perplexos com as mudanças havidas no ensino nos últimos tempos e os que aguardam uma chance de “cair fora”.Todos devem ter vocação para Madre Teresa de Calcutá, porque por mais que esforcem-se em ministrar boas aulas, ainda ouvem alunos chamá-los de “vaca”,”puta”, “gordos “, “velhos” entre outras coisas. Como isso é motivante e temos ainda que ter forças para motivar. Mas, ainda não é tão grave. Temos notícias, dia-a-dia, até de agressões a professores por alunos. Futuramente, esses mesmos alunos, talvez agridam seus pais e familiares.
    Lembro de um artigo lido, na revista Veja, de Cláudio de Moura Castro, que dizia que um país sucumbe quando o grau de incivilidade de seus cidadãos ultrapassa um certo limite. E acho que esse grau já ultrapassou. Chega de passar alunos que não merecem. Assim, nunca vão saber porque devem estudar e comportar-se na sala de aula; se passam sem estudar mesmo, diante de tantas chances, e com indisciplina… E isso é um crime! Vão passando série após série, e não sabem escrever nem fazer contas simples. Depois a sociedade os exclui, porque não passa a mão na cabeça. Ela é cruel e eles já são adultos.
    Por que os alunos do Japão estudam? Por que há cronômetros? Os professores são mais capacitados? Talvez, mas o mais importante É QUE HÁ DISCIPLINA. E é isso que precisamos e não de cronômetros. Lembrando: o professor estadual só percorre sua íngreme carreira mediante cursos, capacitações que são realizadas, preferencialmente aos sábados. Portanto, a grande maioria dos professores está constantemente estudando e aprimorando-se.
    Em vez de cronômetros, precisamos de carteiras escolares, livros, materiais, quadras-esportivas cobertas (um luxo para a grande maioria de nossas escolas), e de lousas, sim, em melhores condições e em maior quantidade. Existem muitos colégios nesse Brasil afora que nem cadeiras possuem para os alunos sentarem. E é essa a nossa realidade! E, precisamos, também, urgentemente de educação para que tudo que for fornecido ao aluno não seja destruído por ele mesmo
    Em plena era digital, os professores ainda são obrigados a preencher os tais livros de chamada, à mão: sem erros, nem borrões (ô, coisa arcaica!), e ainda assim se ouve falar em cronômetros. Francamente!!!
    Passou da hora de todos abrirem os olhos e fazerem algo para evitar uma calamidade no país, futuramente. Os professores não são culpados de uma sociedade incivilizada e de banditismo, e finalmente, se os professores até agora não responderam a todas as acusações de serem despreparados e “incapazes” de prender a atenção do aluno com aulas motivadoras é porque não tiveram TEMPO. Responder a essa reportagem custou-me metade do meu domingo, e duas turmas sem as provas corrigidas.

  25. 26 Otto domingo, 3 abril, 2011 às 11:37 am

    http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=55167

    Frei Betto

    Escritor e assessor de movimentos sociais

    Adital

    Ao visitar nosso país, Obama pediu à presidente Dilma que o Brasil assinasse, como coautor, a resolução para o Conselho de Direitos Humanos da ONU investigar inúmeras denúncias de violações no Irã, atribuídas ao governo de Mahmoud Ahmadinejad.

    Proposta pela Casa Branca, a resolução foi aprovada em Genebra, na quinta, 24∕3, por 22 votos – inclusive o do Brasil -, 7 contra e 14 abstenções.

    A posição do governo Dilma contraria a do governo Lula. Este jamais se submeteu a Washington em matéria de política externa. Em novembro do ano passado, o Brasil se absteve ao votar resolução da Assembléia Geral da ONU condenando desrespeito aos direitos humanos no Irã.

    A embaixadora Maria Nazareth Farani Azevedo, representante do nosso país no Conselho de Direitos Humanos da ONU, justificou seu voto, em nome do governo Dilma, alegando não se tratar de posição contrária ao Irã, e sim a favor dos direitos humanos. E negou ter sido barganha para o Brasil obter uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU – o que Dilma pediu a Obama e este respondeu apenas que ouvira com “apreço” e mais não disse…

    Lula tinha duas razões para se abster de condenar o Irã. Entre os países árabes, é com a antiga Pérsia que o Brasil mantém maior fluxo comercial. Nos próximos cinco anos o intercâmbio entre os dois países pode atingir a elevada soma de US$ 10 bilhões.

    A segunda razão é que Lula não vê moral no governo dos EUA para cobrar do Irã respeito aos direitos humanos e tentar impedir que o governo de Ahmadinejad faça uso pacífico da energia nuclear.

    Por que EUA, Europa ocidental e Brasil podem fazê-lo e o Irã não? Porque as intenções deste país, diz a Casa Branca, são bélicas. Ao que Lula respondeu: Por que EUA, Israel, Índia, Paquistão e tantos países europeus podem ter armas nucleares e o Irã não? Ou se promove o desarmamento geral ou basta de cinismo…

    Sou inteiramente a favor de se condenar violações de direitos humanos no Irã, onde os adeptos da religião Bahá’i são duramente perseguidos e a pena de morte por apedrejamento é legal. Porém, o Brasil não pode adotar posições dúbias em sua política internacional.

    Se o governo Dilma pretende pautar sua política externa pelo tema dos direitos humanos, deve exigir da ONU investigar o país que mais comete violações: os EUA. Que o digam os iraquianos e os afegãos.

    Obama perdeu uma rara oportunidade de, em sua visita ao Brasil, Chile e El Salvador, pedir desculpas a essas nações pelas ditaduras nelas implantadas, graças à Casa Branca, nas décadas de 60 e 70. Todas patrocinadas pela CIA e armadas pelo Pentágono.

    Foram milhares de presos, exilados, mortos e desaparecidos, sem que o governo dos EUA dissesse uma única palavra de censura aos generais brasileiros, a Pinochet e aos Esquadrões da Morte que, em El Salvador, assassinaram, em março de 1980, monsenhor Oscar Romero, arcebispo de San Salvador, e seis padres jesuítas, em novembro de 1989.

    A presidente Dilma teria falado com Obama – que usou o Brasil como púlpito para decretar guerra contra a Líbia – sobre os cinco cubanos injustamente presos nos EUA desde 1998?

    Antonio Guerrero, Fernando González, Gerardo Hernández, Ramon Labañino e René González viviam nos EUA para evitar atos terroristas contra Cuba, planejados em Miami. Graças aos cinco – cuja saga Fernando Morais descreve em livro a ser lançado nos próximos meses – cerca de 200 ações terroristas foram abortadas. No entanto, continuam em liberdade nos EUA os terroristas treinados pela CIA e que, nas últimas décadas, cometeram 681 ações contra Cuba, causando a morte de 3.478 crianças, mulheres e homens, e lesões irreparáveis em 2.099 pessoas.

    Usar a base naval de Guantánamo em Cuba como cárcere clandestino de supostos terroristas muçulmanos não é violar os direitos humanos? Cadê a promessa de Obama de fechar aquele antro de perversidades? Obama haverá de incriminar Bush que, em sua autobiografia, admite ter autorizado torturas contra suspeitos de terrorismo? (Ver denúncia do “Washington Post” de 15∕10∕2008).

    Obama destituirá das Forças Armadas os militares responsáveis por sequestros de muçulmanos suspeitos de terrorismo, transportados em vôos clandestinos através de aeroportos europeus? Obama levará ao banco dos réus os culpados, nos EUA, pela pratica de “waterboarding”, que consiste em submeter prisioneiros à simulação de afogamento?

    E com que cara o Brasil fala em direitos humanos em outros países se aqui ocorrem cerca de 40 mil assassinatos por ano; a polícia civil de São Paulo acusa grupos de extermínio formados por PMs de matar 150 pessoas entre 2006 e 2010 (61% sem antecedentes criminais); e o Ministério do Trabalho divulga que há cerca de 25 mil pessoas em regime de trabalho escravo.

    Bem questiona Jesus: “Como você se atreve a dizer ao irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco de seu olho’, quando você mesmo tem uma trave no seu?” (Mateus 7, 4).

    [Frei Betto é escritor, autor de “Diário de Fernando – nos cárceres da ditadura militar brasileira” (Rocco), entre outros livros. http://www.freibetto.org – twitter:@freibetto
    Copyright 2011 – FREI BETTO – Não é permitida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor. Assine todos os artigos do escritor e os receberá diretamente em seu e-mail. Contato – MHPAL – Agência Literária (mhpal@terra.com.br)].

  26. 27 Otto quarta-feira, 20 abril, 2011 às 7:41 pm

    Silas Malafaia e sua Limousine em Porto Seguro/Ba

    http://www.jornalbahiaonline.com.br/index.asp?noticia=12008

    http://www.pimenta.blog.br/?p=72227

    Aberto na terça-feira (19) e com encerramento previsto para o próximo sábado (23), o 12º Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro, extremo sul da Bahia, reúne milhares de evangélicos de várias partes do Brasil, transformando o evento em um dos mais importantes no calendário religioso do município.

    Silas Malafaia.
    Mas este ano, apesar de uma megaestrutura montada no Centro de Convenções de Porto Seguro, o evento ficou em segundo plano. O comentário mais frequente nas rodas de bate-papo da cidade está por conta do luxo apresentado por uma das maiores estrelas do evento: o polêmico pastor Silas Malafaia, que está gastando R$ 7 mil por dia para desfilar pela cidade numa limusine.

    Desde segunda-feira (18) na cidade, o pastor percorre ruas, frequenta restaurantes à beira-mar, sempre no interior de uma limusine especialmente alugada para ele. Depois de muitas tentativas, uma fonte do Jornal Bahia Online conseguiu fotografar o veículo estacionado em frente à “Cabana do Gaúcho”, localizada na orla de Porto Seguro. Silas Malafaia estava almoçando no local.

    Confira a história na íntegra acesso o Jornal Bahia Online

    +++++++++

    Aberto na terça-feira (19) e com encerramento previsto para o próximo sábado (23), o 12º Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro, extremo sul da Bahia, reúne milhares de evangélicos de várias partes do Brasil, transformando o evento em um dos mais importantes no calendário religioso do município. Mas este ano, apesar de uma mega-estrutura montada no Centro de Convenções de Porto Seguro, o evento ficou em segundo plano. O comentário mais frequente nas rodas de bate-papo da cidade está por conta do luxo apresentado por uma das maiores estrelas do evento: o polêmico pastor Silas Malafaia.

    Desde segunda-feira (18) na cidade, o pastor percorre ruas, frequenta restaurantes à beira-mar, sempre no interior de uma limousine especialmente alugada para ele. Depois de muitas tentativas, uma fonte do Jornal Bahia conseguiu fotografar o veículo estacionado em frente à “Cabana do Gaúcho”, localizada na orla de Porto Seguro. Silas Malafaia estava almoçando no local.

    O pastor Silas Malafaia é o vice-presidente da Convenção Geral das Igrejas Assembléias de Deus, é o mesmo que ficou famoso ao anunciar que comprou um avião em um culto que realizou em uma igreja em Boca Raton, nos Estados Unidos. Segundo vários brasileiros presentes, o Pastor teria dito que foi uma “galinha morta”, já que o preço pago foi de 12 milhões de dólares (cerca de R$20.800.000,00), sendo que o avião vale 16 milhões de dólares (cerca de R$27.840.000,00).

    Em Porto Seguro, o tema central do 12º Congresso de Resgate da Nação é “O Reino de Deus e o Princípio da Honra”. No site oficial do evento, os organizadores convocam os participantes a pensar sobre “o que recebemos e ampliando o que vamos receber”. O passaporte para o Congresso Evangélico está custando 250 reais por pessoa. A diária da limousine custa, segundo apurado pelo Jornal Bahia Online, cerca de 7 mil reais.

  27. 28 Tânia Marques quinta-feira, 21 abril, 2011 às 2:43 am

    Estive visitando este blog e a-m-e-i o que vi e li. Estou levando um texto, com os devidos créditos, para o meu. Se houver alguma oposição, avisem-me. Beijos

  28. 29 afinsophia sexta-feira, 22 abril, 2011 às 5:00 am

    Tânia,
    não há oposição entre nós, mas apenas confluência afetiva nas proximidades singulares num encontro produtor de uma potência democrática.
    Por tal, fique sempre à vontade para sacar deste bloguinho os dizeres que, a seu ver, façam passar o entendimento liberador e a prática da ação no mundo…
    Braços afinados!

  29. 30 vraie terça-feira, 28 junho, 2011 às 8:43 pm

    Vim visitá-lo. Achei seu blog interessante. Parabéns!

  30. 31 natieny santos quinta-feira, 8 dezembro, 2011 às 12:56 pm

    gostaria de fazer uma reclamação sobre a biblioteca publica deste estado…..

    porque a mesma não é aberta a toda a população?

    todos os estados brasileiros dispõe de suas respectivas biliotecas,porém a nossa ilustre capital, permace à margem dessa realidade. Será que trata-se de mais uma manobra política, hein?! Deixar os manauaras privados de enriquecimento mental? ou seria a internet? garanto que a busca nos livros é mil vezes mais motivadora e segura.

    algumas pessoas não possuem um ambiente propício ao estudo, os poderosos não acham que a biblioteca seria uma boa alternativa?

    O local encontra-se, há tempos, fechado para reforma…Pq que a referida reforma não apresenta um prazo,exato, para a entrega?!

    Nós amazonenses, que pagamos os nossos impostos, merecemos usufruir de um espaço que incentive a cultura.

    Pensem bem,incentivar a educação sempre foi a melhor saída…

    obrigado pela atenção…

    ass:Natieny santos de amorim

  31. 32 Júnior segunda-feira, 23 janeiro, 2012 às 9:19 pm

    Sou professor contratado, meu contrato teve início em 08/09,tendo sido renovado, até quando posso permanecer nos quadros da SEDUC? receberemos os salários de janeiro/2012? alguém tem alguma informação a esse respeito? grato

  32. 33 Anônimo domingo, 1 abril, 2012 às 6:20 pm

    Fiz uma viagem pela cidade nova entrei no mutirão e saí na grande circular proocurando a AFIN e não achei… Sabe de quem é a culpa, do Anderson que não atende o telefone e do Marcos que não usa.
    Abraço em todos de lá…

    P.S.: Quero vê o teatro da afim com a peça o ” O SANTO E A PORCA” de Ariano Suassuna – Ed. José Olympio

  33. 34 Lionel Ferreira de Souza domingo, 1 abril, 2012 às 6:21 pm

    Fiz uma viagem pela cidade nova entrei no mutirão e saí na grande circular proocurando a AFIN e não achei… Sabe de quem é a culpa, do Anderson que não atende o telefone e do Marcos que não usa.
    Abraço em todos de lá…

    P.S.: Quero vê o teatro da afim com a peça o ” O SANTO E A PORCA” de Ariano Suassuna – Ed. José Olympio

  34. 36 Juliano domingo, 21 outubro, 2012 às 12:59 pm

    Necessito dos arquivos [Peças] dos Teatros apresentados pela AFIN.

    Já mandei email [veja caixa de spam], mensagem via SMS e nada.

  35. 37 Luis Felipe Bruno domingo, 7 abril, 2013 às 9:29 pm

    This is amazing website, Out of ordinary one, Congrats for its team!

  36. 38 PAULO RAMIRO DE PAIVA FRANCO quarta-feira, 31 julho, 2013 às 8:44 pm

    GOSTARIA DE DEIXAR O MEU CONTATO AQUI NESSE BLOG SE POSSIVEL.
    BABALORISÁ PAULO RAMIRO T’ OSÒOGYIÔN
    FACEBOOK: https://www.facebook.com/paulo.ramiro.33
    JOGOS DE BÚZIOS E ORIENTAÇÕES ESPIRITUAIS
    ASÉ OPÔ AFONJÁ NAÇÃO KETU
    TEL. 92 93076871, VIVO, 92 81995984, TIM 92 84438799, CLARO.

  37. 39 paulo henrique sexta-feira, 13 fevereiro, 2015 às 2:42 pm

    gostari de um contato de vcs

  38. 40 lilian segunda-feira, 28 dezembro, 2015 às 10:12 pm

    boa noite por favor poderia me enviar o numero actual de contato de vcs estou precizando encarecidamente de ajuda para desmanchar o que esta em cima de mi e da minha familia
    muito obrigado e saudacoes

  39. 41 jeferson domingo, 6 novembro, 2016 às 6:37 pm

    Olá
    Gostaria de saber como funciona os encontros são abertos ao público?
    Um dia desses eu conheci uma mãe de santo mãe de uma amigo meu e ela me disse que eu era ”Dos Tres Caminhos” o que isso significa/??


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,049,282 hits

Páginas

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

%d blogueiros gostam disto: