Archive for the 'Rostidade' Category

PROCURA-SE INIMIGO DO TRABALHADOR E DA DEMOCRACIA? AQUI SE ENCONTRA! VEJAM AS CARAS QUE VERÃO A SENSIBILIDADE, INTELIGÊNCIA E ÉTICA! AMAZONENSES, NÃO ESQUEÇAM PAUDERNEY, O DE SEMPRE

EX-DEPUTADO FEDERAL FRANCISCO PRACIANO, O PRAÇA, CONFIRMA NIETZSCHE: “NA ESCOLA BÉLICA DA VIDA O QUE NÃO ME MATA ME FORTALECE”

IMG-20170409-WA0144.jpg

AFINPRESS – O Blog Afinsophia  fazendo a cobertura  deste PED do Partido dos Trabalhadores, ontem, dia 9 de abril  tem a alegria de anunciar que está entre nós, Ele, Francisco Ednaldo Praciano, o Praça, ex-vereador, ex-deputado Federal do Amazonas, referência de compromisso com a ética e trabalho visando o bem comum do povo do Estado do Amazonas.

Como Deputado Federal foi uma referência. Discursava, defendia nosso Estado. Fez inúmeras proposições repassando verbas parlamentares para investimentos em Hospitais, como o Getúlio Vargas, para educação, ciência e para as artes. Foi combativo. Quando veio o golpe, nosso Praça não estava mais na praça. Mas, se presente no parlamento e nas ruas teria sido uma voz contra o medonho.

Acometido de uma bactéria o cearamazonense retornou à sua terra Natal para se recuperar. A volta à sua terra, a energia que daquele torrão emitia sua força fez com que o guerreiro Praça não fosse ao mundo de Eurídice.

Revigorado, alegre, Praça conversou conosco e com outros seus correligionários, explicou a situação que viveu com a enfermidade, o coma, a UTI, o emagrecimento e o afinamento de suas pernas grossas. Recuperado, quando olhou para as pernas e viu o estado de caneta que se encontravam disse: “nunca mais vou andar”.

Aquele que nunca mais ia andar está aí. Andou por vários locais de votação na cidade e o Blog Afinsophia teve a grata satisfação de encontrá-lo na Escola Estadual Dom Milton Correa Pereira, ciceroneado pelo ex-prefeito de Maués, Carlos Góes, no Núcleo 12 da Cidade Nova II. Ouvimos dele também que neste momento não está pensando em candidatura, quer estar envolvido com a militância, ir para as ruas onde se constrói e produz a democracia.

Mas, a recuperação de Praça e a possibilidade de sua candidatura em 2018 não nos surpreende, pois em entrevista com Mãe Luci em Janeiro de 2016, depois que o medonho aconteceu ela previu este fato que divulgamos novamente.

“Em tempo-imóvel obstruindo o movimento real democrático por força da estupidez, cobiça e indigência existencial, saber de possíveis prospectivas que possam auxiliar nas manifestações futuras, O Blog Afinsophia, movido por seu engajamento no devir Afrosófico, foi até a Casa da Mãe Luci para ouví-la e saber quais as suas previsões para o ano de 2017.

BA – Já que a senhora está falando sobre esses poderes, significa então que poderemos ter nas de 2018, para deputados algumas surpresas, já que os funcionários públicos ao tomarem consciência de suas importâncias para a sociedade, podem votar conscientemente, não votarem mais nesses golpistas atuais, e elegerem verdadeiros democratas.

ML – Certíssimo. Mas eu tenho uma previsão, nessa questão, para 2018.

BA (Ansiosos) – Qual?

ML (Sorrindo baforando) – O ex-deputado Francisco Praciano vai se candidatar, e ganhar com uma votação estrondosa.”

O que mãe Luci fala, com essa onividência, nos transporta ao filósofo alemão, Friedrich Wilhelm Nietzsche; Praça ficou doente, na doença buscou forças para ter saúde, contrariou todos os diagnósticos médicos, mas não contrariou o filósofo do Anticristo, do Aurora, da Gaia Ciência e a mais recente flecha filosófica, Tagarelando em Nietzsche, do filósofo, teórico da Psiquiatria Materialista, teatrólogo, encenador, membro da AFIN, Marcos José, de onde extraímos estes enunciados:

” A condição sadia da doença como transposição a cura, a felicidade, a vida que vingou é que levam Nietszche afirmar “na escola bélica da vida o que não me mata me fortalece”. O que não me mate mostra minha felicidade.

Continua o Tagarelando: “Aquela energia para o absoluto isolamento de despreendimento das relações habituais, a imposição de não mais me deixar curar, servir, socorrer – isso trai a incondicional certeza de instinto sobre o que, então era mais que tudo necessário. Tomei a mim mesmo em mãos, curei a mim mesmo: a condição para isso qualquer fisiólogo admitirá – é ser no fundo sadio. Um ser tipicamente mórbido não pode ficar são, menos ainda curar-se a si mesmo; para alguém tipicamente são, ao contrário, o estar enfermo pode até ser um enérgico estimulante ao viver, ao mais viver. De fato, assim me parece aquele longo tempo de doença; descobri a vida a mim mesmo como que de novo, saboreei todas as boas e mesmo pequenas coisas, como os outros não saberiam saborear – fiz da minha vontade de saúde, de vida, a minha filosofia…Pois atente-se para isso: Foi durante os anos de minha menor vitalidade que deixei de ser um pessimista; o instinto de auto restabelecimento proibiu-me uma filosofia da pobreza e do desânimo… E como se reconhece, no fundo a vida que vingou? Um homem que vingou faz bem aos nossos sentidos; ele é talhado em madeira dura, delicada e cheirosa ao mesmo tempo. Só encontra sabor no que lhe é salutar; seu agrado, seu prazer cessa, onde a medida do salutar é ultrapassada. Inventa meio de curas para injúrias; utiliza acasos ruins em seu proveito; o que não o mata o fortalece. De tudo o que vê, ouve e vive forma instintivamente sua soma; ele é um princípio seletivo, muito deixa de lado. Está sempre em sua companhia, lide com homens, livros ou paisagens; honra na medida em que elege, concede, confia.”

Este fragmento, para Francisco Ednaldo Praciano, neste dia histórico em que o Partido dos Trabalhadores escolhe dirigentes municipais, delegados para o 6º Congresso Nacional Marisa Letícia Lula da Silva, é um tema para dizer, que nosso guerreiro Praça, que não é um guerreiro bélico, mais um  Nietzcheano, uma pessoa que tem na sua singularidade um comprometimento com a humanidade, com o povo e com a democracia.

O ex-deputado Praciano terá sempre o carinho, a consideração deste Blog e se fazendo cumprir as previsões de Mãe Luci, estaremos com esse guerreiro como candidato a Deputado Federal para construirmos um parlamento democrático que ajudará o maior e melhor presidente do Brasil a mudar de novo tudo a partir de 2018 que já está em marcha com Praça na praça.

SÓ HÁ UMA SAÍDA CONTRA OS DEGENERADOS E AS ABERRAÇÕES: ELEIÇÕES DIRETAS PARA PRESIDENTE, SENADORES E DEPUTADOS FEDERAIS. E O POVO TEM UM CANDIDATO

O Brasil está muito mal. Há entre nós nazi-facistas. A violência urbana está fora de controle. Os golpistas por serem aberrações não inspiram segurança a ninguém. Causam mais insegurança. Isto está demonstrado com a indicação do dublê de ministro policial para o STF. De golpista não podemos esperar nada que promova o bem estar da população. Os golpistas que  derrubaram Dilma Rousseff tinham um objetivo. “Estancar essa porra da Lava Jato.”

O enredo foi pensado tendo como personagens Aécio Never, Eduardo Cunha, Renan Calheiros, MT, STF, PGR, Moro e mais de 300 picaretas que compõem o Congresso Nacional.

O resultado do golpe de Estado está ai. Quebradeira geral da Engenharia brasileira. Sucateamento das grandes empreiteiras. Desemprego. Mais de 12 milhões de trabalhadores desempregados. Fome, muita fome. Necessidade que nos governos de Lula e Dilma foi varrida do mapa da fome do Brasil.

A violência nos presídios, hoje no Espírito Santo, demonstra o país que temos. Um país fruto de um desgoverno predatório, entreguista, que deve ser responsabilizado nas cortes internacionais porque todos seu membros são ladrões, corruptos e estão citados na Lava Jato que só persegue o presidente Lula porque Lula é do povo e eles tem medo do povo.

Neste momento só há uma saída para o Brasil e para os brasileiros e brasileiras. Lutar por eleições diretas para todos os cargos já, não aceitar as indicações do ministro policial para o STF, não aceitar o gato angorá com status de ministro, não aceitar as reformas da previdência e trabalhista e nas ruas, em casa, na escola, no trabalho, no campo, onde o povo estiver, debater, questionar tudo que esses lacaios, vendilhões da pátria estão fazendo para prejudicar milhares de brasileiros e brasileiras.

E o povo tem um candidato. Um candidato que nas horas felizes e tristes como nesta imagem registrada pela lentes do fotógrafo Ricardo Stuckert durante o funeral de Marisa Letícia, comprova que na equação Lula, povo, trabalhadores temos uma subjetividade que a fotosofia clicou e que chamamos de TRANSLULAÇÃO.

É isso isso golpistas, degenerados, aberrações. Lula é superior. Lula será o  futuro presidente da República do Brasil.

ENTIDADES DE DIREITOS HUMANOS, SINDICATOS E MOVIMENTOS SOCIAS CONDENAM A TRUCULÊNCIA DA PM DE ALCKMIN CONTRA ESTUDANTES

O fato já é comum, embora tenha tido da sociedade racional profunda contestação. Sempre que estudantes se reúnem para manifestarem insatisfação contra alguma decisão dos governos que lhes atingem de forma negativa, logo aparece a reação (de força pétrea psicológica reacionária) em forma de violência provocada pela polícia desses governos.

A população brasileira mais uma vez presenciou, ou teve notícia, da truculência da Polícia Militar do governo Alckmin, do PSDB, partido da burguesia-ignara, contra estudantes que realizavam manifestações na Avenida Paulista contestando o aumento da tarifa do transporte público que passou de R$ 3,50 para R$3,80.

O resultado da truculência policial deixou dezenas de jovens feridos por estilhaços de bombas, balas de borracha e cassetetes. De acordo com o Movimento Passe Livre (MPL) foram 20 estudantes feridos.

Foi mais um déjà vu policial, expressão de como os governos do PSDB não sabem trata com temas relativos à educação. Dias passados, o mesmo braço repressor de Alckmin usou de violência contra estudantes que protestaram contra o plano de “reorganização” do ensino público que o governado queria impor aos estudantes, seus país e a comunidade.

Em nota a Anistia Internacional condenou a truculência da PM de Alckmin. Ela considerou “muito grave que a Polícia Militar de São Paulo continue reprimindo protestos pacíficos com uso excessivo e desnecessário da força e detenções arbitrárias”.

“A politica aplicada pelo governador de São Paulo de criminalizar os movimentos sociais e reprimir manifestações como a de ontem mostra cada vez mais a face autoritária e repressora de Geraldo Alckmin que não condiz com o Estado Democrático de Direito que vivemos.

Saímos às ruas por não pactuar com mais um aumento abusivo dos transportes públicos, por acreditar no nosso direito em acessar a cidade e entender que esse aumento vai contra isso”, disse Ângela Meyer, presidenta da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES).

“É uma violência lamentável, muito ruim que o governo Alckmin siga essa truculência. A policia está cada vez mais equipada para empregar a violência. Agora não pode mais se manifestar? Tem que escolher o que a polícia quer? E o direito de ir e vir? A Constituição foi rasgada pelo governador nesse episódio”, sentenciou Martim de Almeida Sampaio, diretor da Comissão de Direitos Humanos da OAB(SP).

“Esta atitude não condiz com uma sociedade democrática onde é legítimo o direito de manifestação de todo cidadão. Não podemos aceitar a forma covarde e violenta com que o governador Alckmin e os governos do PSDB em outros estados tem agido para reprimir toda e qualquer ação da sociedade civil organizada, seja do movimento sindical durante as greves, dos movimentos sociais e mais recentemente as agressões a alunos, pais e professores contra o fechamento de escolas no estado de São Paulo”, observou , em nota, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de São Paulo.

“Foi um ataque covarde. Mais um ataque covarde contra manifestantes pacíficos”, disse a Central Sindical Conlutas.

Vejam os vídeos que mostram o “carinho” usado pela polícia contra os estudantes. Mas na mídia burguesa, como a Globo, os estudantes são colocados como agressores. Por sua vez, o secretário de Segurança, Alexandre de Moraes, teceu elogios à ação da PM. “Ótima a alteração da estratégia”.

A INCONFUNDÍVEL ROSTIDADE DOS COXINHAS: INVEJA E ÓDIO

e196060b-a6d8-4b89-a7ca-f60395210f8aO amigo perguntou: “Você viu os rostos dos coxinhas? Que loucura! Ódio e inveja!”

Você viu o rosto dele? Tinha uma profunda expressão de ódio. Quando ela chegou já deu para perceber que ela não estava para conversa. Verdade. Cara de inveja pela promoção de Cláudia.

Não se nasce com rosto. O rosto é uma inscrição que se processa durante a existência das pessoas. O que há é cabeça, não rosto, dizem os filósofos Deleuze e Guattari. No lugar do que vai ser tido como rosto há um muro branco. Local de inscrição dos signos e das redundâncias. Mas um sujeito não se reduz a signos, redundância-significante. Há uma subjetivação que “não existe sem um buraco negro (D/G)”. O buraco negro é “onde aloja sua consciência, sua paixão, suas redundâncias (D/G)”. Dois estratos.

O rosto começa no muro branco para aparecer vagamente no buraco negro como rostidade pai, mãe, patrão, criança, policial, professor, etc., como traços significantes indexados específicos. A subjetivação necessita do rosto para escava o buraco negro por onde atravessa.

Mas a rostidade como significante e subjetivação não se mostra apenas no processo muro branco-buraco negro. Ela se mostra também nos objetos que também estão rostificados. Uma casa, uma cadeira, uma roupa, uma paisagem que se conectam a máquina abstrata de rostificação. “Essa roupa me olha”. Ou melhor, os objetos me olham. Me olham de acordo com minha rostidade. Meus significantes, minha consciência, minhas paixões.

No caso do rosto de Cristo. Ou rostos de Cristo, há também traços do agenciamento realizado pela máquina abstrata de rostificação. Há o rosto de Cristo o amante, o que não acusa, o que não cobra, que não julga, não persegue e que só ama seu próximo. O Cristo alegre. O rosto que Barrabás e Judas viram. E há o rosto de Cristo criado por Paulo. O rosto do crucificado que rostifica compaixão, dívida, julgamento, castigo, condenação, perdão compensatório e sem amor ao próximo, como liberdade. Esse segundo, a rostidade do homem ocidental onde a superstição, tida por religião, e o capitalismo fazem uso para manter a opressão ambiciosa. “Cristo de mercado. Cristo-tirânico (D/G)”.

Jornalistas livre e pessoas, também livres, se preocuparam em interpretar a redundância-significante dos cartazes exibidos pelos coxinhas, analfabetos políticos. Mas o que havia nos cartazes? Dizeres contra Dilma, Lula e o Partido dos Trabalhadores? Não. Os cartazes exibiam a rostidade dos coxinhas. “Deviam ter mortos todos”, dizia uma rostidade. “Somos Todos Cunha”, se exibia outro. Não havia Dilma, Lula e PT, mas só a rostidade coxinha.

O amigo viu a rostidade coxinha nos cartazes. Um cartaz expressava todos. “Viu os rostos deles?”. A gatinha, a madame mal-amada, o homem-fálico-narcisista, o jovem caráter-anal obsessivo, o bombado, o homofóbico, o racista, o arrivista, o misógino, estavam no muro brando-buraco negro dos cartazes. Foram 795 mil rostos no Brasil? Não. Uma rostidade só. Uma única inscrição. Uma rostidade redundância-significante e uma subjetividade-golpista-nazifascistas. Uma rostidade burguesa-branca, ponto-molar paranoico. Eu atribuível como rostidade determinada sem possibilidade de traços a-significantes e a-subjetivos.

Deleuze e Guattari nos dizem: “Se o rosto é uma política, desfazer o rosto também o é, engajando devires reais, todo um devir-clandestino. Desfazer o rosto é o mesmo que atravessar o muro do significante, sair do buraco negro da subjetividade”.

Mas os coxinhas não querem sair dessa opressão rostificadora. Eles querem continuar a cultuar o rosto do Cristo crucificado como ressentimento e má consciência. Quer dizer: eles não podem. Desfazer o rosto é a morte com quem eles não sabem lidar como criação para o novo. Eles não podem desejar. Eles são estratificados por linhas duras muito bem segmentadas e estriadas. Muito bem estratificadas como identidade, organização e subjetivação molar. Não qualquer possibilidade de variável, resíduos, neles.

Essa a inconfundível rostidade dos coxinhas: inveja e ódio.  

         

            

JOGADORES ALEMÃES IMITANDO MACACOS, RELACIONANDO-OS A BRASILEIROS, MOSTRAM SUAS REAIS CORTESIAS PARA AS CONSCIÊNCIAS COLONIZADAS GERMANÓFILAS. ELAS MERECEM

http://p5.focus.de/img/fotos/origs3991304/5184519079-w467-h274-o-q75-p5/foto-show.jpg

Os jogadores alemães enquanto estiveram no Brasil simularam uma cortesia e uma educação que só os germanófilos obstruídos, ou escotomizados, não viam. Além de uma grande parte de brasileiros germanófilos tecerem-lhes abundantes elogios, muitos dos chamados grandes comentaristas de futebol do Brasil se rasgaram em exaltações aos conterrâneos de Hitler. Até a ESPN, do consciente Trajano, caiu na simulação e gastou inúmeras matérias elogiando a simulação. Uma verdadeira república de germanófilos.

 Pois bem, levaram a Copa e quando chegaram de volta à sua terra, mostraram o que esse blog já havia afirmado. A cortesia e a educação não passavam de pura simulação. “Os bons moços”, que os germanófilos brasileiros cobriram de referências notáveis, mostraram o quanto carregam de ódio e desprezo pelos brasileiros.

Os jogadores Klose, Schürrle, Mustafi, Götze, Weidenfeller e Kroos, amados pelos germanófilos brasileiros, desfilaram na passarela quase de cócoras imitando macacos, gritando: ”Assim andam os gaúchos!” Gaúchos para eles são os brasileiros. E lentavam, gritando, em pés: “Assim andam os alemães!” Numa prepotência que o mundo já conhece de miserável lembrança.

Tem mais. Neuer, Schweinsteiger, Höwedes, Grosskreuz, Draxler Matthias e Günter entraram em fila indiana imitando como os jogadores brasileiros entravam em campo. Mostrando um total desprezo por nossos jogadores. E com o apoio do público alemão. Isto é muito perigoso.

O psiquiatra alemão criador da Bioenergética, Wilhelm Reich, certa vez, comentado a ascensão do nazismo, afirmou que estava convencido que sua vitória não fora resultado da propaganda desencadeada por Hitler, mas, sim, porque o povo alemão a desejava. Ao observar o comportamento nazista dos jogadores alemães nos deixa uma preocupação em relação ao mundo atual onde grupos neonazistas estão proliferando.

Aqui mesmo no Brasil já se observa essa ameaça. Esse ano tem eleição para Presidência da República e há anos materializou-se uma campanha, como esta, para destruir os governos populares e impedir que Dilma seja reeleita. Uma campanha que tenta ofender Dilma de todas as formas. Um exemplo próximo, a burguesia-ralé usando a pornofonia, linguagem sui generis dessa classe, contra a presidenta no Estádio Itaquerão. Explícito comportamento nazifascista.

Como o nazismo é composto de corpos que carregam partículas sadomasoquistas, é possível que os germanófilos brasileiros tenham gostado das expressões dos jogadores alemães. É só constatar que eles estão excitados pela volta do patrão Fundo Monetário Internacional (FMI).

Veja o vídeo e confirme como se mantém vivo o nazismo.

TORTURADORES NORTE-AMERICANOS NÃO USAM SÓ HEAVY METAL PARA TORTURAR, MAS TAMBÉM MÚSICAS DO PROGRAMA INFANTIL VILA SÉSAMO

Segundo antigas informações de 2008, divulgadas pela imprensa norte-americana, os militares torturadores norte-americanos usam, em sua sessões de tortura contra presos no Iraque e Afeganistão, músicas do heavy metal de bandas como Metálica e AC/DC, como “playlist” imposto pelo exército.

Mas, não é só o heavy metal que é usado pelos torturadores. Eles também usam as músicas do programa educativo infantil, Vila Sésamo, que surgiu nos Estados Unidos, em 1969, e que no Brasil   foi apresentado na década de 70 e 2007. Assim, não é somente o som pesado, como se identifica o metal, mas também as musicas ditas leves que são usadas nas sessões de torturas.

A rede de TV Al Jazeera, que fez a revelação através de um documentário que mostra as torturas na base militar norte-americana em Guantánamo, em Cuba, entrevistou o compositor das músicas do programa Vila Sésamo, Christopher Cerf, e ele se mostrou aterrorizado ao saber como seu trabalho estava sendo usado.

“Minha primeira reação foi: isso não pode ser verdade”, exclamou Christopher Cerf.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,963,642 hits

Páginas

maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031