Archive for the 'Rede Brasil Atual' Category

SITE RBA ENUNCIA DIZERES DE LULA: “NUNCA O BRASIL PRECISOU TANTO DO PT COMO AGORA”

PT ESTADUAL SP

Lula defendeu que para sair da crise política é preciso governar para os mais pobres do país, ao participar da posse de Luiz Marinho na Assembleia Legislativa neste sábado (10)
por Redação RBA publicado 10/06/2017 14h27, última modificação 10/06/2017 21h21
 
Futura Press/Folhapress
Lula na posse do diretorio estadual do pt.jpg

Lula: desafio para o futuro governo será enfrentar uma guerra para desmontar os projetos de Michel Temer

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (10) na Assembleia Legislativa de São Paulo que a sociedade brasileira não pode ser tomada pela desesperança. “E o Brasil neste momento está precisando do PT”, disse, referindo-se à crise política. “Nunca o Brasil precisou tanto do PT como agora”, afirmou em meio a aplausos, durante discurso na cerimônia de posse Luiz Marinho, o novo presidente estadual do partido.

Lula defendeu que para sair da crise política é preciso governar para os mais pobres do país. “A gente pode ter uma sociedade mais justa, mais igual, uma sociedade onde todo mundo possa subir um degrauzinho. A gente não quer tirar nada deles, o que nós queremos é que o pobre vá subindo, vá subindo… Como é bom a gente ter emprego, como é bom a gente receber o salário do final do mês, como é bom a gente poder comprar as coisas para dentro de casa, poder comprar presente para os filhos. Não tem coisa mais triste do que levantar de manhã e não ter o que comer em casa”, afirmou. “E hoje, na rua, lá em São Bernardo do Campo voltou a ter criança na rua pedindo esmola”, destacou ainda referindo-se aos moradores de ruas e pessoas sem direitos em todo o país.

O ex-presidente também destacou que a hipótese de um novo governo popular no país terá a missão de restituir os direitos e a seguridade social ameaçada com os projetos do governo de Michel Temer. “Vamos ter que enfrentar uma guerra para desmontar a desgraceira que eles estão fazendo lá”, afirmou, referindo-se aos projetos e medidas do governo, como as reformas trabalhista e da Previdência. “Quero que vocês saibam que minha vontade de brigar é muito grande”, afirmou.

O ex-presidente falou também sobre a importância da educação voltar a ser acessível no país. Deu como exemplo o fato de que um curso de medicina em escola particular tem mensalidade em torno de R$ 6 mil, o que impede que filhos de trabalhadores possam seguir a carreira médica. “Todos deveriam ter as mesmas oportunidades e que vença aquele que estudar mais”, disse Lula. “O papel do Estado é dar oportunidade”, defendeu ainda. “Eu só quero que a filha da empregada doméstica tenha a mesma oportunidade que a filha da patroa”, afirmou.

Referindo-se à Lava Jato, o ex-presidente afirmou que “não é o Lula que está em julgamento, o que o Lula está passando é pouco diante de milhões e milhões de brasileiros”. Ele destacou que a situação de desemprego que o país enfrenta faz com que famílias inteiras estejam desempregadas neste momento. “E não há perspectiva por mais que setores da imprensa defendam que está tudo maravilhoso”, continuou.

Sobre as alegações finais do Ministério Público em seu processo na Lava Jato, Lula disse que “vocês vão perceber que se houver Justiça neste país deviam pedir a condenação dos procuradores da Lava Jato. Não pode pessoas criarem uma imagem como eles estão criando”. Ele também disse que “o que está em julgamento não é o Lula, o que está em julgamento é uma coisa que o povo julgou e aprovou, o meu governo com 87% de apoio quando eu deixei a presidência”.

Anúncios

PESQUISA CUT-VOX POPULI: 89% QUEREM ELEIÇÕES DIRETAS

Ladeira abaixo

Segundo levantamento, 85% acham que Temer deve ter o mandato cassado pelo TSE. Avaliação negativa do presidente sobe de 65% para 75%
por Redação RBA publicado 05/06/2017 17h35
Coletivo Diretas Já
Diretas Já

Para 89% dos entrevistados, o novo presidente, em caso de cassação de presidente pelo TSE, deveria ser escolhido por eleição direta, número semelhante ao do levantamento anterior (90%), divulgado em abril

São Paulo – Pesquisa CUT-Vox Populi divulgada na tarde desta segunda-feira (5) mostra que a ampla maioria dos brasileiros defende a cassação de Michel Temer e quer eleições diretas para escolher seu substituto. A sondagem, realizada entre sexta (2) e domingo (4), conta com 2 mil entrevistas em 118 municípios do país.

De acordo com a pesquisa, quando perguntados se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve cassar o presidente em função de irregularidades cometidas na campanha que elegeu a chapa Dilma/Temer, 85% acreditam que ele deveria perder o mandato, enquanto 8% discordam. Para 89%, o novo presidente, em caso de cassação, deveria ser escolhido por eleição direta, número semelhante ao do levantamento anterior (90%), feito em abril. Os que defendem a escolha por via indireta somam 5%. O TSE julga o caso amanhã (6).

À pergunta sobre o desempenho de Michel Temer à frente da Presidência da República, 75% dos entrevistados avaliam seu governo como ruim/péssimo, ante 65% da última sondagem. Somente 3% consideram o governo bom/ótimo. A impopularidade de Temer é maior na região Nordeste, onde 83% apontam seu desempenho como ruim/péssimo. O presidente é mais rejeitado entre as mulheres: a avaliação negativa chega a 77%. Entre os homens, é de 73%.

“Ninguém quer mais um golpe que coloque na Presidência outro subordinado ao mercado”, diz o presidente da CUT, Vagner Freitas. “Além da tragédia do desemprego que está batendo à porta de mais de 14,5 milhões de brasileiros, com os golpistas, seja Temer ou outro que ocupe seu lugar pelo voto indireto, corremos o risco de perder a aposentadoria, a CLT e programas sociais de combate a fome e a miséria”, aponta.

NOSSO BRADO DO RIO DE JANEIRO PARA O MUNDO HOJE É: FORA TEMER E DIRETAS JÁ!

É hoje nosso povo! quem está no Rio de Janeiro todos a Copacabana a partir das 11 horas.

Após a decretação do Estado de Sítio fajuto em Brasília no dia 24 de maio onde trabalhadores foram violentados com gás de pimenta, tiros, bombas, cacetetes e a cavalaria a pisotear manifestantes que protestavam contra as votações que retiram direitos trabalhistas,  previdenciários, e contra a corrupção envolvendo os golpistas, as Centrais Sindicais e Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo e demais movimentos sociais decidiram fazer na cidade do Rio de Janeiro um grande evento político, artístico, cultural contra o desgoverno golpista das elites parasitárias e corruptas comandadas por Michel Temer promovendo um Fora Temer e Diretas Já!

'Temer não se sustenta mais na presidência. Agora é hora de escolhermos nosso caminho', afirma a organização

O show, espetáculo, musical, político reunirá os artistas acima, sindicalistas, políticos  e outros mais, com a regência maior do povo pelas Diretas já na praia de Copacabana a partir das 11 h e se estenderá por todo o dia.

Segundo os organizadores  “isso não é um movimento de esquerda nem de direita. Isso é pela democracia. Vamos pressionar para tirar esse Temer de onde ele nunca deveria ter chegado. Temos o direito de escolher o próximo presidente”, completa o ator Wagner Moura. O ato conta com a organização das frentes Povo sem Medo e Brasil Popular. “É um fato: Temer não se sustenta mais na presidência. Agora é hora de escolhermos o nosso caminho”, enunciam os artistas construtores da democracia.

Artistas como Wagner Moura, Fábio Assunção, Gregório Duvivier, Lúcio Mauro Filho e Emanuelle Araújo divulgaram vídeos convidando o povo para esse grande evento que vai fazer Temer temer a democracia produzida pelo povo. Os golpistas, como diz aquela música do Rock Cabocão, “os ladrões vão pedir reza.”

ALIADOS ACONSELHAM TEMER A RENUNCIAR. VOTAÇÕES DE REFORMAS SERÃO SUSPENSAS. TEXTO DA SÁBIA JORNALISTA HYLDA CAVALCANTE, PARA A RBA

Noite longa

Capital federal vive noite de manifestações e reuniões. Situação do presidente é considerada “gravíssima”. Ambiente de desânimo domina o governo

brasilia2.jpg

Brasília – A divulgação da notícia de gravações de conversas nas quais o presidente Michel Temer discute com o empresário Joesley Batista o pagamento de propina para compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na noite desta quarta-feira (17), tumultua a capital do país, que vive uma noite de movimentação. A Esplanada dos Ministérios e a praça em frente ao Palácio do Planalto recebem pessoas que chegam a todo momento portando bandeiras do Brasil, aos gritos de “Fora, Temer!” e pedidos de renúncia do presidente. Embora várias reuniões ainda não tenham terminado duas situações são dadas como certas. Primeiro, que a agenda de votação das reformas será suspensa. A segunda, confirmada nos bastidores por políticos do governo, é que caso não consiga reverter o quadro rapidamente, o presidente renuncie ao cargo.

“O Congresso não pode ficar calado. Estamos num ambiente de fim, um sentimento de que o governo acabou. A solução tem que ser ou a renúncia, ou um impeachment ou diretas já”, disse o líder da oposição na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE). O pedido de impeachment de Temer foi protocolado pouco tempo depois da divulgação da gravação pelo deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), na Câmara, enquanto a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou o teor da gravação, que foi feita pelo dono da empresa JBS, Wesley Batista, e apresentada em delação premiada.

No Supremo Tribunal Federal (STF) ainda há informações de que há magistrados reunidos para discutir o caso, mas um pronunciamento oficial da suprema corte ou de algum dos ministros só será feito nesta quinta-feira (18), segundo informações da secretaria de Comunicação.

Já em relação a Temer, por volta das 21h30 o Palácio do Planalto divulgou nota oficial afirmando que o presidente “jamais solicitou” pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. O documento destaca, ainda, que Temer “não participou nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar”. Apesar das declarações, o presidente confirma, neste comunicado, que recebeu, sim, Joesley Batista em março passado, no Palácio do Jaburu.

Michel Temer permaneceu dentro do Palácio do Planalto reunido com vários ministros da sua equipe, líderes da base aliada, deputados e senadores e até alguns governadores para discutir a melhor saída da crise política até por volta das 22h30. Ele saiu para o Palácio do Jaburu, onde reside, e continua a reunião lá, ao lado de políticos mais próximos.

‘Tudo perdido’

Entre os deputados e senadores de todos os partidos, o ambiente é de nervosismo. Todos, quando abordados por jornalistas e questionados – seja em reservado ou publicamente – classificam a situação como “gravíssima”.

O líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), chegou a pedir aos repórteres que evitem precipitações neste momento e evitou falar em adiamentos na votação das reformas, mas não conseguiu convencer.

As contas feitas por parlamentares da oposição e da base do governo são de que, no caso da reforma da Previdência, o Planalto contava, na manhã de hoje, com 225 votos favoráveis e 123 indecisos. Com a presença de governadores e prefeitos, que vieram a Brasília para participar de um seminário e acompanhar a votação da proposta que refinancia dívidas dos estados, a intenção do governo era conseguir o convencimento de mais 123 parlamentares – de modo a garantir os votos que faltam. Com a notícia da gravação, as articulações neste sentido foram interrompidas. “Está tudo perdido. Não há como falar em votação nenhuma neste momento”, disse um senador peemedebista.

Impeachment, Diretas ou STF?

No Congresso, parlamentares da oposição discutem a posição a ser adotada daqui por diante no sentido de pressionar pela saída de Temer. Lindbergh Farias (PT-RJ) defende pressão para acolhimento, o quanto antes, pelo presidente da Câmara ou do Senado, do pedido de impeachment. Mas um outro movimento dos oposicionistas trabalha para que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara, vote com urgência a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 227/16 que trata de eleições diretas para a Presidência da República.

No final da noite, outra possibilidade discutida foi de o tema ser decidido pelo Judiciário, por meio de um pedido a ser feito junto ao STF para abertura de processo contra Michel Temer por obstrução de Justiça. Caso o colegiado da mais alta corte do país decida pela abertura do processo, o presidente terá de deixar o cargo.

DIANTE DE LULA MORO SENTE PORQUE O COMANDANTE ENCONTRA-SE PRESO NO CORAÇÃO DO POVO BRASILEIRO

AFINPRESS – Direto de Curitiba –  PR. No dia primeiro de janeiro de 2015 fizemos, juntos com os candangos Bosco e Maria a cobertura da posse da presidente Dilma Vanna Rousseff eleita com 54.501.118 votos. Aquela festa foi maravilhosa. Assim como nestes dois dias na cidade verde vermelha do Brasil vivenciamos o encontro com milhares, mais de 50 mil brasileiros que vieram trazer seu apoio, sua solidariedade ao melhor e maior presidente do Brasil: Luís Inácio Lula da Silva.

O que aconteceu nestes dois dias aqui foi de arrepiar. Há vários momentos que são indescritíveis. A chegada das caravanas por todos os meios de transportes. Ônibus, carros, vans e aviões. Os alojamentos e a solidariedade entre as pessoas, o ataque com rojões e fogos de artifícios nos alojamentos do MST, a chegada de Lula para depor, as vigílias, os eventos, as conversas e a chegada de Lula e Dilma na Praça Santos Andrade, ou Praça da Democracia no centro de Curitiba em frente da Universidade Federal do Paraná. Mas o principal de tudo, foi o encontro tão esperado por Lula de defrontar-se com Sérgio Moro. Lula lavou a alma. Lula colocou os promotores e Sérgio Moro no lugar deles. Lula estava seguro porque sabia que os acusadores não teriam nenhuma prova contra ele. E a prova que resolveria tudo isso é a titularidade registrada em cartório de que o presidente seria o dono do tal triplex, quadrúplex. Nada. “Necas que ti biribas.” A partir daí Lula bailou. Chamou para roda os acusadores. Disse que estava sendo julgado por causa de um power point “estou sendo julgado por um power point e por uma tese eminentemente política”. Neste power point acusaram o presidente de ser o comandante do crime organizado.

Mas show mesmo foi suas considerações finais onde disse que a Lava Jato vazou todas as informações para a imprensa. Que um blog nos Estados Unidos fica sabendo com antecedência o que se trata na operação. Desfilou como a imprensa golpista o persegue. Folha de São Paulo, Estadão, Jornal O Globo, Revista Veja, Isto é, Época e o Jornal Nacional que nos últimos tempos dedicou 18 horas falando mal dele. Segundo Lula, equivale a 12 partidas de futebol entre Barcelona e Atlético de Madrid. Várias vezes Sérgio Moro tentou interromper a fala do presidente trabalhador e este pedia para falar porque era preciso esclarecer os fatos. Falou que é o político mais perseguido neste país e “eu sabia que não tinha o direito de errar porque se errasse nunca mais alguém do andar de baixo seria eleito presidente da República”. Falou da importância da Petrobras, da descoberta do pré-sal e da contratação de trabalhadores que a empresa fazia. Mas chama atenção na sua fala isto: pelas perguntas que o Ministério Público formulou a acusação não era nem para ter sido recebida.

O que aconteceu hoje, dia 10 de maio de 2017 aqui em Curitiba é um dos temas que chamamos de evento. Nesse evento há uma subjetividade. A subjetividade é a construção da democracia. E a democracia se produz na Ágora, na praça pública. Cada brasileiro que viveu aqui estes dias e cada brasileiro que vivenciou, acompanhou nos mais distantes recantos deste país, como uma estrela que formou uma constelação está produzindo o novo, está construindo novas formas de ver, sentir e criar um país digno e soberano.

O que aconteceu nestes dias em Curitiba marcará cada brasileiro e é um aviso para os senhores donos da casa grande. Aqui viemos, participamos da festa e não era preciso ter gasto exorbitante somas de dinheiro com a segurança. Sugerimos que Moro investigue porque foi gasto a quantia que dava para comprar três triplex. Quem compareceu a Curitiba veio prestar solidariedade, veio trazer alegria, veio participar de uma festa. A festa da Jornada da democracia.

A cidade verde vermelhou. Apoiadores de Moro. Oito, depois 15, no final 50. Preferiram ficar em frente ao Museu Oscar Niemayer. Que contradição. Os vendedores de bandeira do Brasil, camisa verde amarela da corrupta CBF e bonecos de Lula declinaram que tinha mais repórteres do que gente (coxinhas).

Chegamos ao outono. Deu uma chuva torrencial. Antes que o frio chegue a Curitiba que torna os dias mais escuros e à noite há necessidade de muito aquecedor e edredons vamos nos despedindo e partindo para outras manifestações que virão. Brasília. Valeu! Nós estaremos sempre unidos povo de Lula, Dilma e do Brasil. Valeu Movimentos Sociais, Centrais Sindicais, igrejas, MST, Povo Sem Medo, militantes, jornalistas, Blogs Sujos, MTST, camponeses, Frente Brasil Popular,  todos, todos que prestaram solidariedade a Lula e que ajudaram Moro prender Lula cada vez mais no coração do povo brasileiro. Nossa caminhada para o Palácio do Planalto está começando.

 

O VÍCIO CONFIRMA (NÃO PODIA SER DIFERENTE, É VÍCIO) INSTITUTO DAS MÍDIAS REACIONÁRIAS DATAFOLHA REAFIRMA: LULA DISPARADO

Para medir a dimensão preferencial do eleitorado brasileiro, na sequência das demais pesquisas que já indicavam o vício, antes da greve nacional do dia 28 de abril de 2017, que teve a participação de mais de 40 milhões de trabalhdores, depois das delações da Odebrecht e da encenação de Léo Pinheiro da OAS o instituto das mídias reacionárias Datafolha foi às cidades e aos interiores do Brasil na quarta e quinta-feira fazer um levantamento de como vai a intenção de votos para 2018 ou antes de 2018.

Não deu outra. O vício foi reconfirmado. Não tem pra ninguém. Só dá Lula. Vamos aos números-numerantes:

Lula tem entre 29 e 30% no primeiro turno;

Aécio Neves ficou com 8%, mas já teve 25%

Alckmin, o Santo não vem sendo venerado tem 6%, quem diria, um Santo.

Dória, que chamou os trinta e cinco milhões de trabalhadores de vagabundos é aceito só pelos de sua laia – 9%

Desdobramentos

: <p>Aécio</p>

Na última pesquisa do Datafolha de dezembro passado, numa disputa, com Aécio, Lula disparou de 25% para 30% e Bolsonaro foi de 9% para 15%. Marina, que não tem mais o apoio do dono da Natura caiu de 15% para 14%; Aécio foi de 11% para 8%. Ciro Gomes não perde seus 5%. Temer que nunca esteve dentro, o nulo foi de 4% para 2%. Despencou. Despencou o quê?

Noutro quadro entre Lula e o Santo Alckmin, Lula tinha 26% e atingiu 30%. O da plumagem amarela e preta, bicudo foi de 8% para 6%. Marina deixou os 17% e ficou com 16%. O elogiador de torturador foi de 8% e parou nos 14%. Ciro manteve os 6% e Temer saiu dos 4% para os 2%.

Assim que acabamos de produzir o texto acima, Fernando Brito do Tijolaço divulga as informações abaixo:

MAIS UMA MANCADA DO DATAFOLHA. MAS DESTA VEZ, PARECE SÓ ERRO. OU DELÍRIO.

 

https://i0.wp.com/www.tijolaco.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/04/mancada.jpg

Eu tinha percebido a maluquice e, agora, um amigo chama-me a atenção.

Eles também, tanto que, neste momento, falta o “Cenário 4” na lista que apresentam na página da Folha na internet.

É que, quando apresentam uma variação onde não parece Lula como candidato (Temer também não está, mas com seus 2% isso não faz diferença alguma), a disputa ficaria entre Marina (45%) e Bolsonaro (44%), vindo a seguir Ciro (30%) e o petiz quase sessentão João Doria, com 20%. Logo depois, a Marina do PSOL, Luciana Genro, com 15%, Eduardo Jorge, o tucano verde com 10% e Ronaldo Caiado Com 2%. Brancos, nulos e “não sei” somariam 31%.

Deve o esperto leitor e a atilada leitora ter percebido que, neste caso, a soma das percentagens dá modestos 197%.

No jornal impresso, que reproduzo também, acima, volta-se aos 100% e à realidade.

Ou não, porque quem se descuida com aritmética pode muito bem se descuidar com estatística.

Ao menos, desta vez, parece ter sido só mancada. Porque, da outra, esconderam o desejo por novas eleições diretas, sumindo com a pergunta que o Tijolaço achou, esquecida nos servidores do Datafolha.  Diretas que, agora, “só” são desejadas por 85% dos brasileiros.

O vício por ser vício é grudante, as bocas de chupar ovo ovoscuem, santos se dessantizam e Dória o dono da Avenida Paulista é só Dor para quem não produz bons encontros. Valeu nosso vício.

 

 

UM 17 DE ABRIL PARA NÃO ESQUECERMOS. NOSSA PRESIDENTE E A DEMOCRACIA FORAM GOLPEADAS E O MEDONHO NOS RODEIA

Completa um ano hoje que o medonho caiu sobre o Brasil e os brasileiros. Há um ano o povo que vestiu verde e amarelo comemoravam o golpe. Estavam nas ruas. Onde estão hoje esses coxinhas? Onde foram parar seus narizes vermelhos numa ofensa aos palhaços de circo que tanta alegria proporcionaram e ainda por algumas partes deste Brasil proporcionam? O povo de verde amarelo estão como seus deputados e senadores. Todos delatados. Todo defensor de ladrão de dinheiro do trabalhador é ladrão. Não tem como se defender dum delito desse.

Completa-se um ano do golpe. E bastou esse um ano para quebrarem com o Brasil. Eles que construiriam um ponte para o futuro. A ponte rachou. A ponte caiu. A Odebrecht agora demonstra que sua infraestrutura no Brasil só não ganhou mais dinheiro porque Fernando Henrique Cardoso não investiu em infraestrutura.

O golpe continua. Neste momento, comentaristas, inclusive Leonardo Boff alerta para um possível golpe militar. Nossas instituições são fortes mas seus operadores na sua grande maioria estão todos envolvidos em corrupção a começar pelo dublê de presidente que em uma emissora de televisão disse como e porque foi tramado e colocado em prática o golpe que derrubou a presidente Dilma Rousseff.

Várias decisões já foram tomadas pelos golpistas. Já aprovaram a PEC da morte, reforma do Ensino Médio, sem desfaçatez estão dizendo que vão votar a reforma da Previdência para acalmar o mercado financeiro. Nada do que esses golpistas já tomaram como decisão está valendo. Só há uma coisa válida. Todos já deveriam estar na penitenciária.

Um outro ponto que não devemos esquecer e que também está sendo tratado por vários articulistas é sobre o depoimento de Lula para Moro no dia 03 de Maio próximo. As delações da Odebrecht já denunciaram as vestais da moralidade: Dos eternos candidatos do PSDB não há um que desponte para a eleição de 2018. Todos estão delatados. Nos depoimentos que Moro colheu de mais de 70 ouvidos, nenhum incriminou Lula. Lula não se incriminará. Lula não roubou. Mas Moro aposta no depoimento do dia 20 de abril de Leo Pinheiro da OAS. Se a Odebrecht com todos os seus executivos, seu dono Emílio e o filho Marcelo não incriminaram Lula, nem Dilma, não vai ser Leo Pinheiro que vai incriminar Lula. Moro não tem como prender e nem inabilitar Lula para 2018. Se isto acontecer é mais um golpe que o Brasil e os brasileiros sofrerão.

É muito importante nestes dias que todos os brasileiros permaneçam vigilantes e observem os comandos das principais lideranças dos trabalhadores, das Centrais Sindicais, dos movimentos Sociais, dos analistas na construção da grande Greve Geral da classe trabalhadora no dia 28 de abril de 2018; bem como acompanhe as iniciativas do MST com o Abril vermelho e outras iniciativas para mudarmos o que está acabando com o Brasil neste momento.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,052,365 hits

Páginas

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031