Archive for the 'Índios' Category

A QUADRA MOMESCA ATIVA. ENQUANTO O BLOCO DE OLINDA FREVA O “FORA TEMER”, CAIADO, ACUSADO DE EXPLORAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO, QUER CPI CONTRA A IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE.

CARNAVAL

Imperatrizleopoldinense.com.br/Reprodução

“Sempre é carnaval, sempre é carnaval, vamos embora pessoal”. Fundado no ano de 1976 com o objetivo de contestar a ditadura civil-militar, o Bloco Eu Acho É Pouco”, de Olinda, continua mantendo a verve e o ativismo. É o que confirma a comemoração dos seus carnavalescos 40 anos.

Esse ano, estimulado pela contribuição alegórica dos golpistas, ele vai desfilar com indumentária ressaltando o golpista-mor: “Fora Temer”. Além de outras enunciações políticas na indumentária como “Lutaremos pela Liberdade Sempre”, Trumpocalipse, Golpe e Regresso, Por uma Mídia Democrática”. Enunciações que já se tornaram palavras de ordem e que são ressaltadas nas cores vermelho e amarelo. Cores do ouro.

Aqui a programação do Eu Acho é Pouco.

  • 4 de fevereiro: Baile Vermelho e Amarelo – Eu Acho é Pouco.
  • 25 de fevereiro: Eu Acho É pouco.
  • 27 de fevereiro: Eu Acho é Pouquinho.
  • 28 de fevereiro: Eu Acho é Pouco.

E fora do ritmo, já que burguês além de não descender de Dionísio, mas Mamon (deus da cobiça), sua alegria é compensatória como alimento material, lucro, e não a alegria que aumenta a potência de agir, como afirma o filósofo Spinoza, o senador Caiado (DEM/GO), fundador da União Democrática (imaginem que tipo de democracia) Ruralista (UDR), cuja família é acusada de exploração do trabalho escravo, vai propor ao Senado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar quem são os financiadores da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense que vem com o Samba Enredo criado pela sensibilidade, inteligência, ética e engajamento dos sambistas Moises Santiago, Adriano Ganso, Jorge do Finge e Aldir Senn. Não esquecer que Caiado, apesar de caiado, é campeão do agronegócio.

O Samba Enredo toca no tema explorador realizado pelo agronegócio que envolve as terras indígenas e quilombolas. Aí a represália do senador latifundiário.

Olha a letra e o áudio aí, gente! E com a participação especial do amazonense David Assayag que foi além do Boi Bumbá.

Compositores: Moisés Santiago, Adriano Ganso, Jorge do Finge e Aldir Senna
Participação especial: David Assayag
Intérpretes: Tinga, Celino Dias, Tuninho Júnior e Tinguinha

BRILHOU… A COROA NA LUZ DO LUAR!
NOS TRONCOS A ETERNIDADE… A REZA E A MAGIA DO PAJÉ!
NA ALDEIA COM FLAUTAS E MARACÁS
KUARUP É FESTA, LOUVOR EM RITUAIS
NA FLORESTA… HARMONIA, A VIDA A BROTAR
SINFONIA DE CORES E CANTOS NO AR
O PARAÍSO FEZ AQUI O SEU LUGAR
JARDIM SAGRADO O CARAÍBA DESCOBRIU
SANGRA O CORAÇÃO DO MEU BRASIL
O BELO MONSTRO ROUBA AS TERRAS DOS SEUS FILHOS
DEVORA AS MATAS E SECA OS RIOS
TANTA RIQUEZA QUE A COBIÇA DESTRUIU

SOU O FILHO ESQUECIDO DO MUNDO
MINHA COR É VERMELHA DE DOR
O MEU CANTO É BRAVO E FORTE
MAS É HINO DE PAZ E AMOR
SOU GUERREIRO IMORTAL DERRADEIRO
DESTE CHÃO O SENHOR VERDADEIRO
SEMENTE EU SOU A PRIMEIRA
DA PURA ALMA BRASILEIRA

JAMAIS SE CURVAR, LUTAR E APRENDER
ESCUTA MENINO, RAONI ENSINOU
LIBERDADE É O NOSSO DESTINO
MEMÓRIA SAGRADA, RAZÃO DE VIVER
ANDAR ONDE NINGÚEM ANDOU
CHEGAR AONDE NINGUÉM CHEGOU
LEMBRAR A CORAGEM E O AMOR DOS IRMÃOS
E OUTROS HERÓIS GUARDIÕES
AVENTURAS DE FÉ E PAIXÃO
O SONHO DE INTEGRAR UMA NAÇÃO
KARARAÔ… KARARAÔ… O ÍNDIO LUTA PELA SUA TERRA
DA IMPERATRIZ VEM O SEU GRITO DE GUERRA!

SALVE O VERDE DO XINGU… A ESPERANÇA
A SEMENTE DO AMANHÃ… HERANÇA
O CLAMOR DA NATUREZA
A NOSSA VOZ VAI ECOAR… PRESERVAR!

 

ATO SACRO-DEMOCRÁTICO DO GRITO DOS EXCLUÍDOS INCLUI MAIS DE 5 MIL PESSOAS EM MANAUS

IMG_5304.JPG

Neste 7 de Setembro de 2016 realizou-se em todo o Brasil mais um Grito dos Excluídos e das Excluídas com o tema principal, “Vida em primeiro lugar.”

Na não cidade de Manaus o ato sacro-democrático incluiu  mais de 5 mil pessoas na caminhada daquela que um dia foi a Santa Casa de Misericórdia de Manaus até a Praça do bairro de São Raimundo. Falamos daquela que um dia foi um hospital. Uma casa de saúde. Casa de Misericórdia. Hoje é só abandono. O prédio é históricos mas as iniciativas governamentais são farsas. Entra governo estadual, municipal, fazem inúmeras reuniões, nomeiam o comendador para administrar a  Misericórdia e o hospital não funciona. O resultado é o que manifestantes falaram. A Saúde em Manaus vai bem. O que não vai bem é o atendimento aos doentes. Falta hospitais, atendimento e já foi decretado estado de calamidade pública. Do jeito que está é melhor o doente permanecer em casa do que procurar socorro médico hospitalar.

IMG_5291.JPG

O ato que é coordenado pela Arquidiocese de Manaus e pela Cáritas Arquidiocesanas e contou com a participação de pessoas das diversas denominações religiosas. Tinha católicos, batistas, adventistas, metodistas, evangélicos, umbandistas, candomblecistas, muçulmanos, budistas, dentre outras manifestações religiosas. Contou ainda com a participação de várias entidades, indígenas e seus representantes que tem como política a defesa da vida contra a morte.

IMG_5266.JPG

No trajeto os coordenadores faziam paradas para refletir sobre determinados temas como: Falta de moradias, expulsão de locais onde famílias residiam há vários anos e indenizações irrisórias. Expuseram temas como a falta de saneamento básico na cidade de Manaus. Continua faltando água em vários bairros da não cidade bem como a inexistência do serviço de tratamento de esgoto. Denunciaram uma cidade cheia de buracos-crateras, transporte coletivo desumanizante.

IMG_5326.JPG

Por se tratar de um ato sacro-democrático em vários momentos da caminhada o povo gritou em uníssono: Fora Temer, Fora Golpista, Diretas Já, Dilma Guerreira do povo brasileiro. Aproveitaram também para escrachar outros políticos e partido golpistas.

IMG_5283.JPG

Foi dada oportunidade para crianças se manifestarem. Uma delas, uma menina falou das dificuldades vividas com a exploração do trabalho infantil e o convívio com violência sexual e o estupro praticado muitas vezes pelos próprios pais das meninas. Por se tratar de um grito, isso é muito sério e a sociedade não pode esconder esse mal que além de pais envolve políticos da não cidade de Manaus.

IMG_5321.JPG

IMG_5322.JPG

IMG_5295.JPG

IMG_5261.JPG

IMG_5288.JPG

img_5246

img-20160908-wa0057 img-20160908-wa0059 img-20160908-wa0056 img-20160908-wa0060 img-20160908-wa0058 img-20160908-wa0053 img-20160908-wa0061 img-20160908-wa0051 img-20160908-wa0055 img-20160908-wa0052

IMG_5306.JPG

IMG_5275.JPG

IMG_5274.JPG

O ato foi encerrado na Praça de São Raimundo em frente da Igreja católica com apresentações teatrais, manifestos, celebrações e a leitura do poema do prospecto da mais nova produção do Teatro Maquínico da Associação Filosofia Itinerante – AFIN, “A farsa da verdade golpista” que diz no seu grito às margens do igarapé de São Raimundo o seguinte:

Respeitável público

Vamos contar uma história

Que fala de verdade e mentira

Onde a mentira se diz verdade

Mas a verdade não se retira

Porque sem verdade

A democracia não respira

“Política”, “Justiça” e “mídia”

Unidas em golpe e corrupção

Feriram a democracia

Em seu corpo Constituição

Ao afastarem a presidenta

Porque ela não protege ladrão.

Mas o povo não concorda

Com essa cruel armação

Quer de volta a presidenta

Que ele escolheu na eleição

Por isso quer os golpistas fora

Julgados, condenados  na prisão.

IMG_5303.JPG

LEVANTE POPULAR, MOVIMENTO SEM TERRA E ENTIDADES INDÍGENAS, REALIZARAM MANIFESTAÇÃO CONTRA A ETERNA GOLPISTA REDE GLOBO

images-cms-image-000491712

A Rede Globo é o que é: a exacerbação da inutilidade. Basta observar sem muita atenção sensitiva, cognitiva e ética para confirmar essa realidade aviltante. Sua grade de programação e seus apresentadores só confirmam. Não há um programa na TV Globo constituído de corpos democráticos que proporcionem respeito à sensibilidade, inteligência e o espírito ético dos telespectadores.

Desde sua fundação até o dia de hoje sempre foi assim: uma rede de programação voltada para a alienação e o lucro. Mas para isso foi preciso primeiro se solidificar como uma emissora voltada à bajulação dos superiores, como ocorreu na ditadura, e forte relação com os governos.

Com esse sintoma antidemocrático, a Rede Globo é useira e vezeira em matéria de golpe. É por essa síndrome antidemocrática que ela é hoje a emissora mais rejeitada pela população brasileira. Em todo canto e recanto do país sempre se ouve a entoação do que já virou hino de dignidade contra a conspiradora: “O Povo não é bobo! Fora a Rede Globo!”. “Abaixa a Rede Globo”, e outras entonações nacionalistas e progressistas.

Com essa compreensão o Movimento Levante Popular de Juventude, o Movimento Sem Terra e entidades indígenas, além de outras representações, realizaram um ato de protesto contra a useira e vezeira da conspiração contra governos populares.

Foi uma verdadeira festa!

HOJE, DILMA HOMOLOGARÁ AS TERRAS INDÍGENAS ARARA DA VOLTA GRANDE, NO PARÁ, E MAPARI E SETEMÃ, NO AMAZONAS

rsf_dilma-rousseff-assina-mp-do-salario-minimo_0276612Hoje, dia 20, a presidenta Dilma Vana Rousseff, dando continuidade a política de seu governo de demarcação das terras indígenas, assinará o decreto que estará homologando 232,5 mil hectares de terras indígenas correspondentes a quatro etnias, Arara do Volta Grande do Xingu e Mapari e Setemã, nos estado do Pará e Amazonas.

A ação do governo foi divulgada em nota pela Presidência da República.

“O governo federal recebeu representantes da Articulação Nacional dos Povos Indígenas, e o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Miguel Rosseto, reafirmou o compromisso com os direitos dos povos indígenas”, diz parte da nota.

Entre as boas notícias proporcionadas pelo governo federal nessa semana, há a notícia de que o Ministério do Planejamento vai publicar no dia 22, quarta-feira, a autorização para realização de concurso para agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai). Serão 220 vagas.  

RELATÓRIO DO CONSELHO INDIGENISTA MISSIONÁRIO (CIMI) MOSTRA QUE, NO ANO DE 2013, 53 ÍNDIOS FORAM ASSASSINADOS

É simples e cruel. A terra brasileira era dos índios, mas o capitalismo mercantil chegou e se apossou de grande parte desse território e a partir de então começou a mandar. Alguns índios acreditaram outros não. Depois vieram as capitanias mais do que hereditárias e confirmaram de vez o saque do território indígena. De lá para cá os personagens principais são os latifundiários representantes do agronegócio que encampa milhares e milhares de terras, muitas delas tomadas dos índios descendentes dos que não acreditaram que a terra brasileira pertencia aos invasores.

A resistência foi formada. Os índios, muitos, desamparados pelo Estado tentam de toda forma resistir ao invasor, explorador saqueador pós-moderno. E nessa resistência algumas pequenas conquistas são comemoradas, mas que não contribuem para diminuir a dor pela perda violenta de seus irmãos.

É nesse quadro irracional onde a força do dinheiro mata sem qualquer constrangimento, já que a alma do capitalista é o lucro, como diz Marx, que o Conselho Indigenista Missionário (CIMI) divulgou o relatório que mostra a violência contra os povos indígenas brasileiros indicando que só no ano de 2013, 53 índios foram assassinados. Só no Mato Grosso do Sul, área mais violenta do Brasil, 33 índios foram mortos. Em 2012, 60 índios foram assassinados. Embora tenha ocorrido uma diminuição, entretanto, como se trata de ser humano, a realidade era para que nenhum índio fosse assassinado em função da ambição dos predadores capitalistas.

O relatório mostra ainda a quantidade de ameaças de morte a muitas comunidades indígenas. Mostra também, 10 casos de crimes sexuais contra índias. Dos 896.917 índios do Brasil, segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, 8.014 índios sofreram violências por falta de ação do Poder Público. A ausência do Poder público nas terras indígenas é visível através da ausência de escolas, assistência de saúde, falta de políticas públicas que inibam a disseminação do álcool e outras drogas que impulsionam alguns índios ao suicídio.

Para o bispo do Xingu e presidente do CIMI, Erwin Kräutler, esse quadro é decorrente do descaso que o Poder Público faz da causa indígena e que coloca em perigo a vida desses povos. O CIMI disse ainda que dos 30 processos demarcatórios relativos a áreas já identificadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai), 12 dependem apenas da publicação, pelo Ministério da Justiça, de Portaria Declaratória. E 17 áreas esperam a homologação presidencial e cinco processos estão na dependência da aprovação da Funai.    

ÍNDIOS PROTOCOLAM QUEIXA-CRIME CONTRA OS DEPUTADOS LUIZ HEINZE E ALCEU MOREIRA POR INCITAREM VIOLÊNCIA CONTRA SEUS POVOS

916615-seando%20_camara_7

As comunidades indígenas estão durante essa semana realizando algumas manifestações em Brasília tentando salvaguardar alguns de seus direitos adquiridos constitucionalmente constantemente ameaçados pela voracidade capitalista dos grandes proprietários.

Na terça-feira essas comunidades estiveram no Congresso Nacional onde realizaram manifestações sobre suas causas. No dia de ontem, 28, elas participaram de uma audiência pública como parte da mobilização que defende, de forma firme, as terras indígenas.

Durante as manifestações na frente do Congresso Nacional, os índios apresentaram uam queixa-crime contra os deputados Luiz Carlos Heinze (PP/RG) e Alceu Moreira (PMDB/RG), que defendem as causas latifundiárias, por incitação à violência contra seus povos. Em declaração, os dois deputados cooptados pela exploração latifundiária, afirmaram que gays, lésbicas, quilombolas, índios representam “tudo que não presta no Brasil”.

A representante da Articulação dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, disse que a representação da queixa-crime contra os deputados foi feita na Procuradoria-Geral da República (PGR) pela frente parlamentar dos diretos humanos. Após a entrega do documento no Supremo, os índios realizaram na Praça dos Três Poderes, o ritual da pajelança. Estão certíssimos. É preciso recorrer a todas as potências para se proteger contra os poderes do capitalismo. Principalmente de seus representantes mais irascíveis.

“Esse discurso deles é o que incita a violência da sociedade, dos pequenos produtores, contra as nossas populações, por isso que a gente vem protocolar no STF, pedir que eles nos deem um posicionamento.

Estamos no Congresso onde a cada dia temos nossos direitos atacados, onde está a maior ofensiva contra os direitos dos povos indígenas”, disse Sonia Guajajara.

ÍNDIOS TENHARIM PODEM RECEBER BOLSA FAMÍLIA. UMA SOLUÇÃO ANTI-INDÍGENA

Para evitar a cobrança de pedágios nas rodovias que atravessam a reserva indígena dos habitantes da floresta, da etnia Tenharim, fator que colocou moradores da região e caminhoneiros em confronto com os indígenas, e que resultou nos desaparecimentos de três homens, o grupo de trabalho formado pela Força Nacional de Segurança, Exército, as polícias Federal, Rodoviária, Militar, como também representantes dos governos federal, estadual e municipal, que visitou ontem a comunidade, decidiu que uma forma de acabar com o impasse é o governo federal determinar o benefício do Bolsa Família às famílias indígenas.

“Há o sentimento de que temos de encontrar uma solução para que os indígenas tenham recursos necessários para sua manutenção. É exatamente isso que estamos sugerindo”, afirmou o vice-governador do Amazonas, José Melo.

Enquanto essa indicação não se concretiza, o grupo de trabalho vai prover a comunidade indígena de medicamentos e alimentos, elementos básicos que eles muito necessitam para a preservação de suas saúdes depois que foram alienados de suas terras pela a cultura dominante branca. São elementos introduzidos em suas existências a partir do momento em que eles foram violentados pela cultura-dominante branca. Antes os indígenas eram autores de suas próprias alimentações, médicos e farmacêuticos de suas próprias enfermidades. Mas com o choque cultural opressor, eles passaram a depender da cultura branca-alienígena. Da mesma forma que tiveram que cobrar o pedágio, posto que tiveram suas terras violadas. A cobrança do pedágio é uma forma criada pelo capitalismo da sociedade dita letrada. Os índios nunca precisaram do capital para existirem em suas sociedades.

Dois sentidos podem ser observados nesse caso dos Tenharim. Um, que aparece como componente político mais implicante responsável pelo que vem ocorrendo, é que o vice-governador, José Melo, é um personagem que sempre se situou nos quadros dos poderes governamentais. Originado nas benesses da ditadura, se manteve muito bem acolhido, como personagem de atuação, em todos os governos pós-ditadura. Ou seja, os governos reacionários formados por grupos direitistas que dominam o cenário chamado de político no estado do Amazonas. O que significa que Zé Melo, como participante de governos como dos ex-governadores Gilberto Mestrinho, Amazonino, Eduardo Braga, e, agora, Omar Aziz, bem poderia ter lembrado, junto aos seus pares, durante todas essas décadas, das condições em que se encontrava a comunidade Tenharim. Se de fato tivesse lembrado, esse conflito teria sido evitado, e não teria chegado a esse grau de violência. A degradação da sociedade Tenharim que vem ocorrendo paralelamente com os tempos percorridos por Zé Melo como indivíduo de poder.

Mas trata-se de um passado que não poderia ser diferente. Zé Melo participou de governos que abandonaram os municípios, um dos fatores da migração para Manaus e o aumento de sua população, além do aumento da pobreza em função da falata de emprego. Ora, se esses governos não se preocuparam nem com os municípios, como iriam se preocupar com sociedade indígena? Se não entendem nem de política administrativa, como vão entender de antropologia cultural?  

O outro sentido é o já banal. Toda vez que ocorre um impasse em um estado, os governos estaduais e municipais pedem socorro ao governo federal. Ineficaz para encontrar uma solução política, econômica e antropológica para o caso da sociedade Tenharim, o governo do estado do Amazonas, na figura do governador Omar Aziz, recorre ao Programa Bolsa Família do governo federal. Mais um fato para confirmar a ineficácia administrativa desse governo. Se não houvesse as políticas sociais do governo federal, o estado estaria caotizado. As únicas políticas públicas que funcionam com concretude são as políticas dos governos Lula e Dilma.

Nesse mesmo quadro de dependência do governo federal, encontra-se a administração municipal do prefeito de Manaus, Arthur Neto, do partido da burguesia-ignara paulistana, PSDB. Arthur Neto tem reclamado, publicamente, que o governo federal não tem auxiliado sua administração. Na verdade, uma das piores nos últimos mandatos em Manaus. Da reclamação de Arthur salta o óbvio: a campanha contra Dilma. Dilma é candidata a reeleição – embora já tenha sido reelegida, e as direitas já saibam que o ano de 2015, já começou -, e Arthur, acreditando que pode ajudar o candidato do PSDB à Presidência, vai fazer uso de todos os recursos que acredita serem eleitoralmente viáveis e compensadores. Inócua empreitada.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,935,625 hits

Páginas

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30