Archive for the 'Índio' Category

LEVANTE POPULAR, MOVIMENTO SEM TERRA E ENTIDADES INDÍGENAS, REALIZARAM MANIFESTAÇÃO CONTRA A ETERNA GOLPISTA REDE GLOBO

images-cms-image-000491712

A Rede Globo é o que é: a exacerbação da inutilidade. Basta observar sem muita atenção sensitiva, cognitiva e ética para confirmar essa realidade aviltante. Sua grade de programação e seus apresentadores só confirmam. Não há um programa na TV Globo constituído de corpos democráticos que proporcionem respeito à sensibilidade, inteligência e o espírito ético dos telespectadores.

Desde sua fundação até o dia de hoje sempre foi assim: uma rede de programação voltada para a alienação e o lucro. Mas para isso foi preciso primeiro se solidificar como uma emissora voltada à bajulação dos superiores, como ocorreu na ditadura, e forte relação com os governos.

Com esse sintoma antidemocrático, a Rede Globo é useira e vezeira em matéria de golpe. É por essa síndrome antidemocrática que ela é hoje a emissora mais rejeitada pela população brasileira. Em todo canto e recanto do país sempre se ouve a entoação do que já virou hino de dignidade contra a conspiradora: “O Povo não é bobo! Fora a Rede Globo!”. “Abaixa a Rede Globo”, e outras entonações nacionalistas e progressistas.

Com essa compreensão o Movimento Levante Popular de Juventude, o Movimento Sem Terra e entidades indígenas, além de outras representações, realizaram um ato de protesto contra a useira e vezeira da conspiração contra governos populares.

Foi uma verdadeira festa!

DILMA PARTICIPA DA ABERTURA DOS JOGOS MUNDIAIS INDÍGENAS

981608-23102015dsc_8323Jogar é do homem! Jogar é dançar! Não acredito em um deus que não dança, diz o filósofo Nietzsche. O filósofo Sartre fala do jogo como elemento ontológico do humano. Claro que a filosofia não toma o jogo como uma disputa entre adversários que objetivam a vitória. A concorrência entre os que se digladiam. Mas há nesse jogar-disputa elementos do jogar filosófico que é o estar no mundo como ser atuante. E atuar é jogar. Jogar na vida é atuar como autenticidade de si: Homem Total.

“Não é possível entender a si mesmo como consciência sem pensar que a vida é um jogo.

981614-23102015-dsc_8717O que é um jogo, na verdade, senão uma atividade da qual o homem é a origem primeira, cujos princípios são colocados pelo homem e cujas consequências só podem ser de acordo com os princípios determinados? Mas desde que o homem se entenda como livre e queira usar sua liberdade, toda sua atividade é um jogo: ele é o princípio primeiro dessa atividade, ele escapa ao mundo por natureza, ele próprio determina o valor e as regras dos seus atos, e só consente em pagar segundo as regras que ele mesmo determinou e definiu.

Por isso endosso inteiramente a frase de Schiller: “O homem só é plenamente homem quando joga”. “

No Brasil foram os índios que inventaram o jogo tanto entre eles próprios e na relação com a terra em forma de agricultura, caça e pesca. Jogar é atuar em movimento. Tudo que os índios sempre fizeram. Aí eles terem muito mais em essência o princípio do jogar do que qualquer Neymar. Onde o capitalismo predomina não há jogo. Há imobilidade das atuações perpetrada e organizada pelo capital. E sem mobilidade, que é o fluxo-livre, não há jogo. Os profissionais da pelota, como Neymar, não jogam. Simulam e sumulam um jogo que o torcedor, também imobilizado pela paixão, acredita.

Palmas (TO) -  A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Roberto Stuckert Filho/PR)

Palmas (TO) – A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Roberto Stuckert Filho/PR)

Palmas (TO) - A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas (TO) – A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas (TO) - A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas (TO) – A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas (TO) - A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas (TO) – A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Mas o certo é que a presidenta Dilma Vana Rousseff, compareceu aos Jogos Mundiais Indígenas que ocorre em Palmas (Palmas para os jogadores indígenas!) e vai até o dia 1° de novembro com as participações de 2 mil atletas de 30 países. Brasil, Américas, Nova Zelândia, Rússia, Mongólia, Congo, Filipinas são alguns dos participantes.

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) -  Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Palmas(TO) – Cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Nos Jogos Mundiais Indígenas os atletas participaram de partidas, entre outras, cujas modalidades são próprias de suas culturas como arremesso de lança, corrida de toras, arco e flecha. São modalidades que afirmam a estrutura cultural desses povos e as mantém protegida da força predadora da cultura dita civilizada. Ou a cultura psicótica das organizações sociais prescritas pelo capitalismo.

LÍDER INDÍGENA GUARANI MBYA É ENCONTRADO MORTO NAS ÁGUAS DA LAGOA DOS PATOS, NO RIO GRANDE DO SUL

O cacique Inácio Lopes, ativista político e ritualista da religião guarani-mbya, no município de Palmeiras do Sul, no Rio Grande do Sul, foi encontrado morto nas águas da Lagoa dos Patos. Como líder indígena, Inácio Lopes era conhecido na região como militante da Comissão de Terra Guarani que depois passou a ser chamada de Conselho de Articulação do Povo Guarani (CAPG). Ele morava em Torres, na área indígena cedida pelo governo federal aos índios como recompensa pelas terras que eles perderam com as construções de rodovias na fronteira dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Uma violência comum contra os direitos históricos dos povos indígenas.

Quando da duplicação das estradas rodoviárias do estado do Rio Grande do Sul, que dividiram as terras indígenas obrigando os índios acamparem nas margens dessas estradas, o líder Inácio Lopes, participou grandemente na articulação das comunidades.

Por péssima ironia, o corpo do líder indígena foi encontrado nas proximidades da ilha que está sendo oferecida aos índios por fazendeiros do município de Capivari do Sul com o objetivo de compensar a terra reivindicada pela comunidade indígena. Esses fazendeiros pressionam constantemente os índios a aceitarem a mudança para a ilha.

A divulgação da morte de Inácio Lopes foi feita pelo Conselho Indígena Missionário CIMI). Ainda não se sabe qual a causa da morte. Mas uma verdade que pode ser inferida é que índio sabe nadar. E muito bem. Por essa inferência, Inácio não poderia ter morrido afogado. Salvo ele tenha tido um mal súbito ao encontra-se na água. Tirando essa inferência, ele pode ter sido assassinado e jogado na lagoa, porque ele não poderia morrer em terra em função de um mal súbito e se lançar, depois de morto, nas águas. Elementar!

Índios interditam rodovia no Ceará em protesto por demarcação de terras

da Agência Brasil

Em protesto pela demarcação de terras no Ceará, um grupo de índios de seis etnias, principalmente Tapeba, mantém interditado, desde a manhã de hoje (17), um trecho da BR-222, no município de Caucaia, região metropolitana de Fortaleza. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), aproximadamente 200 índios ocupam os dois sentidos da rodovia, que liga o estado do Ceará ao Piauí, na altura do km 17. De acordo com o presidente da Associação das Comunidades dos Índios Tapeba (Acita), Ricardo Weibe, no entanto, o número de manifestantes chega a 800. Ele disse que os índios vão permanecer no local até serem recebidos pelo governador do Ceará, Cid Gomes.

O superintendente da PRF no estado, inspetor Marco Antônio Maia, informou que durante as negociações com o grupo, mais cedo, conseguiu agendar uma reunião para a manhã desta terça-feira (18) com o vice-governador, Domingos Gomes de Aguiar Filho. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do governo do Ceará ainda não confirmou o agendamento do encontro e informou que o governador está em viagem. O líder indígena, no entanto, descartou a hipótese e reafirmou a intenção de ser recebido pelo governador.

“Não vamos sair até que ele nos receba e ouça nossas reivindicações pela demarcação das nossas terras. Não queremos reunião com representantes, com outras pessoas. Vivem no estado, atualmente, 28.985 índios de 14 etnias, em 19 municípios. Queremos ser ouvidos pelo governador e mobilizar a opinião pública”, disse Weibe à Agência Brasil.

O inspetor Marco Antônio Maia acrescentou que a manifestação é pacífica e que não causa congestionamento, já que o trânsito está sendo desviado por uma via alternativa, que passa por dentro do município. Segundo ele, há apenas lentidão próximo aos desvios.

“Eles atearam fogo a pneus, mas até agora a situação está controlada. A estrada está totalmente interditada nos dois sentidos, mas o trânsito está fluindo com pequena lentidão”, disse. De acordo com Maia, o protesto começou por volta das 9h desta segunda-feira.
Mais cedo, outro protesto interditou a BR-040, altura do bairro Liberdade, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte.  De acordo com informações da Central de Informações Operacionais da PRF, os manifestantes, que reivindicaram melhorias no transporte público da região, montaram barricadas na estrada, com a queima de pneus e entulhos.

GOVERNO E GRUPOS INDÍGENAS DO MATO GROSSO DO SUL BUSCAM CONCILIAÇÃO

Os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho,  da Advocacia-Geral da União, Luís Inácio Adams. parlamentares e grupos indígenas do Mato Grosso do Sul se reuniram hoje em Brasília em tom conciliatório buscando resolver os conflitos que envolvem os fazendeiros e os indígenas. Desde o final de maio, com a morte do terena Oziel Gabriel e um atentado contra seu primo, os conflitos vem se tornando preocupantes.  

O brasileiro Anastácio Peralta, do grupo guarani-kaoiwá , falou do avanço existente na reunião: “Hoje tivemos uma reunião bastante importante, e ficamos esperançosos de pelo menos começar o diálogo dessa discussão. Nosso país precisa muito de diálogo para discutir esse problema que não é nosso e que também não é dos produtores rurais, é um problema que o próprio Estado criou. Então o Estado precisa criar políticas e questões jurídicas que podem resolver esses problemas”.

De acordo com o o senador Delcídio Amaral (PT-MS), há uma previsão de 50 milhões de reais para indenizações neste ano e que o governo vem buscando resolver o conflito de maneira definitiva “A partir do momento em que o governo busque uma solução para indenizar as áreas, nós vamos começar já a mitigar esses efeitos, a distensionar o clima para trazer tranquilidade a todos: para as etnias, para os produtores”.

Na próxima semana haverá uma outra reunião com o governo e enquanto isto foi garantida a presença dos indígenas na fazenda. O terena Lindomar Ferreira mostrou o espírito de enfrentamento de seu grupo: “Nosso posicionamento de não sair permanece. Recuar, por enquanto, não. Infelizmente, tivemos de perder vidas de guerreiros para que isso viesse à tona, mas temos confiança e esperança de que daqui para a frente conseguiremos achar uma solução”.

ÍNDIGENAS MUNDURUKUS AINDA AGUARDA SOLUÇÃO E RECEBEM REFORÇOS

O grupo de mundurukus que ocuparam Belo Monte há uma semana continuam acampados em Brasilia aguardando resolução de sua situação. Porém eles receberam ontem um reforço dos índios Kaiapós, que outrora foram seus inimigos, mas que agora vem a somar forças pela causa indigena no país.

Espera-se que a situação dos dois grupos seja resolvida até o fim do mês. Enquanto isto há uma grande discussão envolvendo parlamentares, ruralistas e governistas na tentativa de garantir ou suprimir os direitos destes povos brasileiros milenares. Grupos fundiários da direita reacionária são os mais interessados em suprimir e “incluir”/aculturar ainda mais as populações autóctones.

ÍNDIOS QUE ESTAVAM EM BELO MONTE SE REUNEM EM BRASÍLIA

ABr040613_ANT2732Ontem pela manhã os 150 índios mundurukus desocuparam o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte ao aceitarem participar de uma reunião em Brasília. Eles embarcaram em dois aviões da FAB e se reuniram com representantes do governo, do Ministério Público Federal, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e do Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

O grupo defende o fim de qualquer projeto de grande escala na região Amazônica sem consulta dos povos autóctones, além da suspensão dos estudos de viabilidade técnica da usina hidrelétrica do Rio Tapajós e das obras nos canteiros das usinas de Teles Pires, no Rio Teles Pires, e de Belo Monte, no Rio Xingu.

Os índios se baseiam na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT),  que prevê “consulta prévia às populações tradicionais”  para aqueles empreendimentos que venham afetar o seu modo de vida.

Assim o homem branco que ama o lucro que a exploração capitalística o fornece percebe que índio não cai em sua trama deglutidora e que como brasileiros conhecedores da importância de sua potência produtiva não permitirá que sejam explorados em nenhuma forma.

JUSTIÇA FEDERAL DÁ 24 HORAS PARA QUE FUNAI RETIRE ÍNDIOS DE BELO MONTE

A Justiça Federal do Pará, a pedido da Norte Energia, deu um prazo de 24 horas para que a Fundação Nacional do Índio (Funai) faça com que os índios munduruku desocupem o canteiro de obras da Usina de Belo Monte, no Rio Xingu.

O documento judicial afirma que se até o fim do prazo os índios não se retirarem, háverá uma reintegração de posse podendo haver força policial e multa de 50 mil reais a serem pagos pela Funai caso não cumpram a decisão judicial.

O juiz federal Sérgio Wolney de Oliveira Guedes, de Altamira (PA), ainda implica a União no uso de medidas possíveis e necessárias para obter, no mesmo prazo “uma desocupação pacífica e voluntária” sem uso da força policial.

Por fim foi solicitado a Polícia Federal (PF)  que apure a possível participação de não índios, como de membros de organizações, e se há na ocupação a configuração de crime, já que esta ocupação é recorrente nestes mês de maio.

Os índios mundurukus buscam  a suspensão de todos os empreendimentos hidrelétricos na Amazônia até que o processo de consulta prévia aos povos tradicionais seja regulamentado. Assim os diversos grupos indígenas seriam consultados em medidas que afetem seus interesses.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,913,142 hits

Páginas

março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031