Archive for the 'golpe' Category

PARA VEJA TEMER É UM ANÃO MORAL, PARA O DATAFOLHA 83% DO POVO PEDE DIRETAS JÁ, ENQUANTO GLOBO QUER CONTINUAR O GOLPE

Produção Afinsophia

O instituto das direitas, Datafolha divulgou neste sábado, pesquisa feita nos dias 22 e 23 de junho de 2017 com 2.771 entrevistados em 194 cidades. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

O recente levantamento mostra um quadro desolador para o golpista Michel Temer, o soviético da República Russa. A pesquisa diz que 83% dos brasileiros querem escolher seu substituto por eleição direta; apontam, ainda 76% dos brasileiros querem que Temer renuncie ao cargo, e para 65%, o melhor para o país é que Temer deixe o Palácio do Planalto imediatamente; o levantamento diz também que 81% da população quer que o Congresso inicie um processo de impeachment para retirá-lo do cargo; 61% avaliam sua estada no Planalto como péssimo e ruim.

Os meios de comunicação que apoiaram o golpe estão juntos. A Folha de São Paulo fazendo tudo para a manutenção do golpista, a Revista Veja divulgando desinformações porque vê que o golpe que ela chancelou está na mão do povo e a Globo abandonou Temer, mas não quer eleições diretas porque sua intenção é colocar no Planalto um timoneiro que faça o que a janela estilhaçada determine.

ROUBAR MILHÕES E ROUBAR UMA LATA DE SARDINHA EM TEMPOS DIFÍCEIS QUAL É A DIFERENÇA? COM A PALAVRA: TEMER, AÉCIO, GILMAR, DELLAGNOL, STF, OAB E MORO

A

 

Temer desiste de encontro com Gilmar e Aécio | Brasil 24/7

Produção Afinsophia

O dia 23, véspera de São João para Aécio Never foi de falsa alegria. Uma delas foi seu processo envolvido com a Odebrecht ter como relator o apolítico do PSDB, ministro Gilmar Mendes que matou no peito e disse: Deixa comigo esse trem mineirinho que essa é nossa. A segunda  alegria do indivíduo, do meliante senador afastado pelo STF foi o arquivamento do pedido de cassação feito pela Rede e pelo PSOL decidido monocraticamente pelo presidente da comissão de ética do Senado, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), que para ele, não há “elementos convincentes para processar o senador”; “me parece que fizeram uma grande armação contra o senador Aécio”, declarou o amigo maranhense, que já rendeu inúmeras reações, como do senador Lindiberg Farias do PT que trabalha com a equipe jurídica para reverter esse arquivamento intempestivo, bem como reações da OAB e outros organismo jurídicos defensores da justiça e da vida contra o medonho.

A falsa alegria do senador, do ladrão, do indivíduo Aécio Never vai rolar pelos ares a partir de segunda-feira, quando, no STF, Rodrigo Janot der entrada no pedido de processo contra o coadjuvante e arquiteto do golpe contra Dilma, Michel Temer. O primeiro dublê de presidente a se tornar réu no Brasil.

Todos os golpistas estão envolvidos em roubo. E a Polícia Federal já concluiu que as gravações de Joesley Batista não foram editadas. O equipamento silencia e só funciona mediante os diálogos. A Folha de São Paulo poderá contratar quantas técnicos quiser para descaracterizar a gravação que não descaracterizará a insolência, a falta de ética, o desrespeito que foi o golpe que esses indignos homens cometeram contra uma presidente eleita democraticamente. O que fizeram foi um assalto, um atentado terrorista, um golpe.

Acusaram a presidente de pedaladas enquanto roubavam. E como viram que era fácil roubar, decidiram implementar o golpe que era para continuarem a roubar para si e ao mesmo tempo que, a mando do sistema capitalístico internacional, atendendo interesses norte americanos e outros mais, implementavam uma série de desformas a atingir direitos pétreos da classe trabalhadora como mudanças na Previdência Social, nas leis trabalhistas e na terceirização.

Dado o golpe e a Lava Jato a investigar só os membros do Partido dos Trabalhadores, a criar crimes para Lula e Dilma, esses ladrões tinham a ideia de paralisar “essa porra” (Romero Jucá) e com isso eles ficariam incólumes, protegidos. Só que os ladrões, a falsa máfia brasileira, do cada um por si e o diabo que leve o último perderam o controle e ai a casa caiu. Bastou a prisão do caranguejo.

E a perseguição contra Lula continuou. E as provas contra o comandante nunca apareceram. Só convicções, indícios.

Enquanto provas contra os ladrões estão aos montes. Mala com R$ 500 mil. Pedido de R$ 2 milhões de Aécio feito a Joesley Batista da JBS. Compra de prédio de um Jornal superfaturado em BH para beneficiar Aécio e o crime maior, inafiançável, que foi o golpe que esses ladrões deram na jovem democracia brasileira.

Tratar desse tema não é bom. Aécio já era. Temer não vai passar. Mas temos que falar sobre os mesmos porque se fosse um pobre que roubasse uma lata de sardinha para comer e dar de comer a seus filhos a gente miúda o trucidaria, incriminaria. É essa falta de consciência de classe que permite que ladrão da classe rica permaneça impune porque o roubo deles é corrupção. Só que os bancos (Bertolt Brechet) roubam o povo com suas cobranças de juros e o povo e seus clientes não questionam. Por isso, que é importante a tomada de posições, principalmente por parte da classe trabalhadora neste momento onde o desemprego e a insegurança política, social econômica provocada por esses ladrões precisa mudar. E a mudança virá com a tomada de consciência que é necessária a prisão de Aécio, Temer, Gedel, Moreira Franco e todos os golpistas para engordar a Papuda.

 

SENADOR-GOLPISTA EDUARDO BRAGA (PMDB/AM) REAFIRMA A LÓGICA DO MEU PIRÃO PRIMEIRO: AGORA, DIZ DEFENDER OS TRABALHADORES

Resultado de imagem para imagens do senador do amazonas eduardo braga

                                                              Fazer o quê?

 

 Produção Afinsophia.

 O senador do PMDB pelo Amazonas, Eduardo Braga, faz parte do grupo-ideológico de representantes legislativos que participaram do golpe que usurpou o cargo da presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita com mais de 54 milhões. Ele, mais o senador Omar Aziz e mais os oito deputados federais participaram decisivamente na execução da violência contra a democracia que colocou no poder o dublê de presidente, o golpista-mor, Michel Temer. Golpista, que para parte do judiciário, maioria do Congresso Nacional e mídias-acéfalas tinham como necessário para levar a efeito o plano de assaltar o Estado Brasileiro como hoje vem ocorrendo. Ele foi um dos governadores que mais benefícios recebeu dos governos populares Lula e Dilma para serem aplicados no desenvolvimento do estado. Além de ainda ser indicado ministro no governo Dilma.

  Eduardo Braga é originário de família burguesa do Amazonas e começou sua escalada de “sucesso” no ramo da alcunhada vida partidária com o apoio do grupo mais reacionário que já existiu no estado. Foi apadrinhado e esteve sempre unido aos ex-governadores Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes. Foi prefeito indicado por Amazonino, depois governador e, agora, é senador. Portanto, transpira o odor do que há de mais atrasado na apelidada política brasileira. Teve encadeamentos interesseiros com os outros reacionários como ex-governadores Omar Aziz, que foi seu vice, hoje senador, e o cassado Zé Melo. Portanto, tem um currículo reacionário invejável.

  Com a cassação de Zé Melo a lei manda que haja eleições diretas. Eduardo Braga, como não podia ser diferente para seus planos, é candidato. Como candidato, pretende que não haja qualquer suspeita sobre sua consciência democrática. Daí, que como participou do golpe que vem destruindo a economia brasileira, proporcionando a situação perversa explicitada por mais de 14 milhões de desempregados, a destruição da Previdência Social e predação de outros setores da sociedade brasileira, além da nudez completa dos agentes da corrupção de seu partido, decidiu se mostrar companheiro dos trabalhadores em voto separado, ontem, dia 22, contra a Reforma (entenda-se: deforma) Trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ), do Senado. 

    “O que se tem verificado é a completa submissão do trabalhador aos interesses do empresariado. A matéria tem sido discutida de forma açodada. Em que se pese as inúmeras sugestões enviadas pelas diversas representações dos trabalhadores e da sociedade civil, não houve qualquer alteração do conteúdo do projeto de lei em exame, como se ele refletisse os anseios de patrões e empregados”, afirmou o “revolucionário” Eduardo.

    Diante do pronunciamento, alguns analfabetos políticos, antibrecheteanos, podem dizer: “Quem sabe que o Dudu não mudou?”. A narrativa do Amazonas mostra que não: ele, certa vez, simulou que iria se separar dos reacionários: ganhou o apoio de Amazonino que o indicou para o governo chamando-o de “Meu garoto”. E, teimando, os analfabetos políticos, podem continuar: “Mas quem sabe que ele, pelo menos, aprendeu a a valorizar o trabalhador”. Não. Só quem sabe do trabalhador é o próprio trabalhador, não precisa nem ter estudado Marx. E mais, Eduardo, como muitos dos representantes chamados de políticos do Amazonas, nunca vivenciaram a práxis(ação) e a poieses (criação) do trabalho, que leva o trabalhador a ser voz de si mesmo. Essa gente só teve emprego no Legislativo e Executivo. Trabalho é a práxis e a poieses que mudam a figura do mundo, como diz o filósofo Sartre, sobre ação do Para-si.

    De formas que Eduardo Braga reafirma a tradicional lógica do meu pirão primeiro. Ou, como diz Brecht: “Primeiro a barriga depois a moral!”      

SEGURA ESSA TEMER: POLÍCIA FEDERAL CONFIRMA QUE GRAVAÇÃO DE JOESLEY É VERDADEIRA

Resultado de imagem para imagens de temer

  Breve passeio com a deusa da memória, Mnemosine. O empresário, na calada da noite se encontro com o golpista-mor Temer, no Palácio do Jaburu. Como os dois já se conheciam de tempos antigos, eles se mostraram livre no encontro-noturno. Então, na livre condição, Joesley gravou a conversa que os dois tiveram.

   Durante a conversa foram tratados vários temas ligados aos interesses dos dois. Entre eles, o pagamento de propina para Eduardo Caranguejo Cunha e Lúcio Doleiro Funaro para eles se manterem em silêncio e não aceitarem fazer delação. Durante o momento em que Joesley afirma que o negócio estava em plena concretização, Temer afirma: “Mantenha isso, viu”. Só faltou completar: Viu, minino?

    Foi então, que o proprietário da JBS entregou a gravação para a Procuradoria-Geral da República e o conteúdo da gravação foi divulgado para todo o Brasil. Temer voltou a balançar mais ainda em seu já encovado-golpe. Como defesa passou a descaracterizar a gravação e o agente-gravador. Tentou alugar um perito que afirmou que a fita era adulterada, depois que o jornaleco Folha já havia também descaracterizada. 

    O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, pediu que a PF realizasse a perícia na fita para poder continuar suas ações em relação a Temer. Hoje, dia 19 – véspera do dia da prisão do Mineirinho -, a PF divulgou que a pericia realizada na fita confirmou que ela e verdadeira, sem sinal de que fora adulterada. 

     Temer treme mais ainda. Treme mais que vara verde nas margens do Rio Amazonas.

TEMER E RODRIGO MAIA E A CADEIRA MAL DITA

Resultado de imagem para imagens de temer com rodrigo maia

     Quando os brasileiros democratas elegeram Dilma Vana Rousseff com mais de 45 milhões de votos presidenta do Brasil, eles esculpiram a cadeira que ela iria sentar para governar com tranquilidade o país que seguiu suas ultrapassagens como potência-governo popular. A cadeira bem dita. A cadeira bem enunciada. A cadeira bem como espírito-superior por ser coletivamente democracia. 

     Dilma compôs com os eleitores-democratas o corpo-bom fundamental para a administração humanizada do Estado Brasileiro, a confirmação da satisfação do povo, posto que nenhum governante pode realizar a práxis-política sem a segurança de onde Estar. Estar-No Mundo protegida pelos utensílios ontológicos, diria o filósofo Sartre. Utensílios-corpos-bons produtores de aumento da potência de agir imprescindível a constituição da democracia.    

     Porém, como sempre ocorre, a cadeira bem dita, representação e materialização da potência-povo, passou a ser objeto da inveja dos andrajosos, dos dementes, dos impotentes, dos indigentes, dos crápulas que aceitavam observar a felicidade expressada pela cadeira bem dita. Então, foi consumado o golpe dos pervertidos. Como a cadeira do bem dito não serve aos mal ditos, eles não necessitaram de qualquer esforço para eleger sua cadeira mal dita. A cadeira que enuncia o mal. A cadeiral mal como espírito-inferior por ser privadamente antidemocrata. A cadeira que não expressa qualquer signo da potência-povo.

   Hoje, 90% do povo brasileiro conhece o enunciado da cadeira mal dita e luta para que ela seja fragmentada. Por onde se anda é escutada a enunciação mal dita. O fim da Previdência Social, deforma trabalhista, que tira os direitos históricos dos trabalhadores, a violência contra a aposentadoria, mais de 14 milhões de desempregados, economia escorregando em toda velocidade em sua pior posição, etc., embora a cadeira mal dita propale debochadamente que tudo vai bem. Um recurso mistificador: incorreta definição dos fatos, como afirma o antipsiquiatra Ronald Laing.

   Por enquanto a cadeira mal dita se cadaveriza. O arquiteto-mor da cadeira mal dita viajou, mas deixou seu representante maior na ordem da mal dicção: Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal investigado pela Polícia Federal onde aparece no relatório como beneficiado com dinheiro emitido pela empresa OAS, de Léo Pinheiro.

     Como a cadeira mal dita não contém estruturas filológicas como suporte significadores-reais, mas delirantes, logo, logo ela, diante do verbo-popular, ela irá se escafeder. 

EM DEPOIMENTO À PF , CUNHA DEFENDE TEMER. NADA DE ANORMAL. FAZ PARTE DE SUA MORAL

Resultado de imagem para imagens do ex-deputado eduardo cunha com temer

Em depoimento que durou uma hora e meia na Polícia Federal, o ex-deputado-golpista preso pela Lava Jato, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, Eduardo Caranguejo Cunha, defendeu seu amigo de subjetividade-criminosa, o golpista-mor, dublê de presidente, Temer.

  “Ele refutou com veemência. O silêncio dele nunca esteve a venda”, afirmou Rodrigo Sánchez Rios, um dos advogados do golpista condenado. 

    O depoimento do Caranguejo foi motivado pela denúncia feita pelo empresário Joesley que afirmara que ele recebia dinheiro pago pela JBS para manter silêncio contra Temer, e não delatá-lo. A denúncia aparece na gravação feita pelo empresário com Temer, no Palácio Jaburu na calada da noite.

    Durante o depoimento ele ainda afirmou que não conhecia a irmã do operador Lúcio Funaro, Roberta Funaro, que fora presa na Operação Patmos.

    A posição do Caranguejo já era esperada, por isso não causou qualquer surpresa em quem é constituído de consciência democrática. Prevaleceu a regra da moral dos corruptos: proteção a todos.

     Porém, o Caranguejo deixou passar um signo que lhe revela e desvela, como dizem os seguidores do filósofo Heidegger: o seu silêncio. Ele afirmou que “seu silêncio nunca esteve a venda”. Há silêncio de meditação-transcendental, silêncio de quem vivencia paz interior, e o silêncio dos corruptos. Pelo que se sabe, o silêncio do Caranguejo não reflete os dois primeiros silêncios. Seu silêncio encontra-se relacionado a sua forma de existência-malograda. Existência de quem se escolheu como um compulsivo trapaceiro. É esse seu silêncio que revela e desvela sua cumplicidade que levou-o a proteger seu amigão Temer.    

    Distante do filme: Nada de silêncio dos inocentes.  

NÃO HÁ COMO O PSDB SE AFASTAR DE TEMER: ELES SÃO IGUAIS

Resultado de imagem para imagens de temer com fernando henrique e aécio

Existem pessoas que adoram cultuar o óbvio como não óbvio: esperar o contrário quando o contrário é o mesmo. Simples. Quando um agenciamento coletivo de enunciação paranoico produz o sujeito-sujeitado não se deve esperar nada que seja contrário a esta operação sensitiva, cognitiva e ética bloqueada como imobilidade burguesa.

Os golpistas são os agentes dessa imobilidade agenciada coletivamente pela força da dogmática paranoica do estado-burguês. A subjetividade-reativa que os alimenta como inimigos da democracia. Quando eles apareceram concretamente na exterioridade como golpistas, há tempos eles já eram eles neles mesmos: antidemocratas. Em alguns momentos, só por conveniência, alguns simulavam (ser o que não) que eram democratas. Até mesmo progressistas. Mas eram só simulações: truque das aparências com o objetivo de encantar os incautos.

Quando sentiram que a expectativa de voltar ao poder jazia longínqua como meta inatingível, urdiram a trama antidemocrática usando seus territórios de atuação-trapaceira, parte do judiciário, mídia-capitalista e Congresso Nacional, e executaram o golpe usurpando o cargo da presidente Dilma Vana Rousseff eleita com mais de 54 milhões de votos-democráticos, e passaram a saquear, assaltar, depredar a identidade econômica, trabalhista e social do Brasil, assim como fizeram os seus pais, impositores da primeiras violências do capitalismo quando criaram um poder judiciário para proteger suas riquezas roubadas. Pura predação.

O PSDB, comandado por seus principais invejosos Aécio e Fernando Henrique, entraram com toda voracidade no saque contra a identidade da Nação Brasileira. Não podia ser diferente, fazem parte da mesma subjetividade como corpo da política econômica capitalista. Daí a inveja contra os governos populares de Lula e Dilma que tocavam, pelo menos tenuemente, mas tocavam, na subjetividade produtora de afetos alegres: a potência produtora de política pública.

Como se trata de golpistas, eles não têm talento e compromisso com políticas públicas e,consequentemente,práxis-ética. Dominados por essas ausências, aproveitaram o cargo e deram continuidade a suas compulsivas práticas: corrupção. Enquanto se escudavam no cargo-usurpado, jogaram as estruturas do país ao abismo da denegação política.

Como onde não há inteligência e sensatez prevalece a destruição, emergiram corpos que afetaram todos os corpos irracionais e insensíveis do quadro golpista. Aí, não deu outra: alguns golpistas passaram a simular necessidade democrática. Simularam ser de outra concepção política e ética. Todavia, sabe-se bem que não passa de trapaça com o único objetivo de resguardar seus privilégios. Como é o descarado caso da Rede Globo que se comporta contra Temer como se não fosse sua irmã de subjetividade.

É nesse quadro que se manifesta o óbvio que muitos não enxergam: O PSDB é agente da mesma subjetividade destruidora das liberdades democráticas. Mesmo que ele se afastasse do desgoverno Temer, ele continuaria ligado como igualdade subjetiva. Nada é diferente deles para eles. São a sintéticas igualdades nadificadoras. Há décadas que o PSDB expressa o que é: o nada afastado de qualquer estrutura democrática. É a insuportável consequência da subjetividade-capitalista.

   Incautamente, dizem: eles se chantageiam. Não, eles não se chantageiam. Chantagem haveria se eles se diferenciam. Não há chantagem quando não há o outro. Proteger Aécio é o mesmo que proteger Temer.  

Os golpistas são a síntese solipsista do insuportável En-si: eles são, são em si mesmos e neles mesmos, parafraseando o filósofo da liberdade, Sartre. Para os golpistas não existem distâncias e outros ontológicos.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Leitores Intempestivos

Juliana em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…
Anônimo em O CASUÍSMO DE FERNANDO HENRIQU…
Zeina Miranda Correa em EMPRESA DEGELO, ASSISTÊNCIA TÉ…
Luciana do nasciment… em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…
Elizandra gomes em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,980,001 hits

Páginas

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930