Archive for the 'Devir-Minoria' Category

MAIS DE 30 MIL MANIFESTANTES EM MANAUS SE POSTARAM CONTRA A DESFORMA DA PREVIDÊNCIA E CONTRA OS DIREITOS DOS TRABALHADORES

Depois de alguns meses sem manifestações contundentes como forma de movimento político libertário, em Manaus, ontem, dia 15, data da paralisação nacional dos trabalhadores contra as violências praticadas pelos golpistas comandados pelo golpista-mor, Temer, parte dos trabalhadores tomaram conta das ruas de Manaus exercendo seu dever de produzir a democracia.

Foram mais de 30 mil manifestantes mostrando que o desgoverno Temer não se mantém diante da potência-povo. A potência-povo sabe que nenhum corpo triste, como o dos tiranos, porque tem baixo grau de inteligência, sensibilidade e ética, pode se manter por muito tempo em um topos por ele assaltado. Não há como os tiranos se manterem ilesos diante da potência-povo.

Os manifestantes, sempre alegres, já que a festa só é festa democrática com alegria, sentiram a falta da participação de outros trabalhadores que em razão de suas realidade existenciais não se fizeram comparecer. Alguns deles, já conhecidos como pelegos, se mantiveram em suas condições deprimentes de falsos trabalhadores. Principalmente a categoria que deveria se mostrar engajada por ser a responsável pelos movimentos dos saberes e dizeres: os professores. É possível que essa categoria seja a mais alienadas do estado do Amazonas, principalmente da capital. É uma categoria que vota unida com o que há de mais reacionário no estado, que ajuda a manter esse tipo antidemocrata que vem atrasando o estado ha mais de 30 anos.

Porém, deixando de lado essa especie grotesca, o pelego, o que se pode festejar mesmo foi a nova produção de desejo de transmutação que os trabalhadores que compareceram na manifestação atualizaram como potência-povo.

Aqui publicamos algumas imagens produzida pelo fotógrafo-educador, bonequeiro e ator, Alcir Madureira da Associação Filosofia Itinerante (Afin).  

DILMA, DE MULHER PARA MULHER: “AS MULHERES SABEM, A DEMOCRACIA É O LADO CERTO DA HISTÓRIA. APESAR DE TODOS ESSES ATAQUES, TENHO CERTEZA, RESISTIREMOS COM TODAS NOSSAS ENERGIAS PARA DEFENDER A DEMOCRACIA”,

Veja, ouça e analise o vídeo em que Dilma fala como mulher agenciamento coletivo de enunciação, devir-minoria, que desterritorializa a opressão para territorializar a liberdade humana como movimento ultrapassador da molaridade burguesa.

 

VOCÊ QUE É UM SER DEMOCRATICAMENTE LIVRE ASSINE ESSE MANIFESTO PRÓ LULA 2018, PORQUE LULA NÃO É SÓ “LA” É AQUI E EM QUALQUER CÁ

lula-nos-bracos-do-povo-brasileiro

               MANIFESTO PRÓ LULA PRESIDENTE 2018

Para: Luiz Inácio LULA da Silva

CARTA DAS BRASILEIRAS E DOS BRASILEIROS
Por que Lula?
É o compromisso com o Estado Democrático de Direito, com a defesa da soberania brasileira e de todos os direitos já conquistados pelo povo desse País, que nos faz, através desse documento, solicitar ao ex-Presidente Luiz Inácio LULA da Silva que considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência da República no próximo ano, como forma de garantir ao povo brasileiro a dignidade, o orgulho e a autonomia que perderam.
Foi um trabalhador, filho da pobreza nordestina, que assumiu, alguns anos atrás, a Presidência da República e deu significado substantivo e autêntico à democracia brasileira. Descobrimos, então, que não há democracia na fome, na ausência de participação política efetiva, sem educação e saúde de qualidade, sem habitação digna, enfim, sem inclusão social. Aprendemos que não é democrática a sociedade que separa seus cidadãos em diferentes categorias. Por que Lula? Porque ainda é preciso incluir muita gente e reincluir aqueles que foram banidos outra vez; porque é fundamental para o futuro do Brasil assegurar a soberania sobre o pré-sal, suas terras, sua água, suas riquezas; porque o País deve voltar a ter um papel ativo no cenário internacional; porque é importante distribuir com todos os brasileiros aquilo que os brasileiros produzem. O Brasil precisa de Lula!

SIMPLES MOSTRA DA PERSONALIDADE DOS GOLPISTAS

Resultado de imagem para imagens de temer com seu grupo

      A democracia, como devir-potência política, é um processual contínuum de produção de formas novas de existências onde a pluralidade se mostra como igualdade homológica, igualdade do discurso, e homonoia, igualdade do pensamento, como nos mostra a filósofa Barbara Cassin. Assim, o espírito da democracia resulta da composição de todas as potências como estatuto civil expressado como bem comum: direitos e deveres de todos, de acordo com o filósofo holandês Spinoza.

     Um democrata é um sujeito-social cujos atos sempre se orientam pela necessidade coletiva. Embora o ato saia de uma ação individual ele tem como observância a coletividade. Como devir-político-social a democracia tem como alma a Constituição. Todo processual de gratificação coletiva sai das leis constitutivas dessa alma. Assim, como também a potência que cria novas leis coletivas que asseguram o existir em comunidade como potência constituinte: a práxis e a poieses do novo, já que o homem é um “ser para ser ultrapassado”, como afirma o filósofo Nietzsche.

     O golpe é uma forma de terrorismo contra a democracia, já que ele obstrui o movimento do devir-político democrático. O golpe é aberração social, porque ele não visa os direitos dos cidadãos salvaguardados na Constituição. Ele visa somente os interesses exclusivos – privilégios – de indivíduos, grupos, empresas e sociedades privadas. O golpe é um degeneração pura, porque mesmo quando os golpistas se apresentem em grupos, sociedades privadas, eles procuram, em verdade, seus lucros individuais. O que significa que eles experimentam constantemente um estado paranoico, onde cada um desconfia do outro, já que o golpista é uma pura ipseidade.Nesta condição psicopatológica, o golpe, para se manter, necessita de braços que sejam cópias perfeitas de suas ambições antidemocráticas, mesmo que cada golpista desconfie do outro. Neles a democracia como sociedade dos amigos, como pensavam os gregos, não pode se constituir. 

    Daí ser ingenuidade – na linguagem amazonense chama-se leseira – esperar de golpista ato de grandeza, como alguns democratas esperam desse tipo antidemocrata. Os valores democráticos vivenciados pelos sujeitos-sociais como honestidade, probidade, sinceridade, grandeza, singeleza, alegria, leveza, bondade, solidariedade, alteridade, cooperação, compartilhamento, etc., não são vivenciando pelo golpista. O golpista é um insuportável Em-si, molar, que se alimenta da petrificação de sua vontade imobilizada pela ambição promulgada por um forte sentimento de inferioridade, como afirma o psicanalista Adler. Por tal, sua necessidade compulsiva de perseguir-perseguido o que ele fantasia de poder. Um poder subtraído de outros, como o golpe fez com a presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita presidenta da República com mais de 54 milhões de votos democráticos. 

  Para entender na prática a psicologia dos golpistas apresentamos simples demonstrativos tronados públicos.

    1 – Maria Luíza, foi nomeada secretária de Assistência Social, da Mulher e da Igualdade Racial, do município pernambucano de Bodocó. Em 2004 ela foi presa por crime racial por ofender um policial negro.

   2 – Bruno Júlio, ex-secretário da Nacional da Juventude do Governo Temer, foi demitido, porque afirmara, em relação ao massacre de presos em presídio de Manaus, que “deveria era ter matado mais”. Agora, seu substituto é Assis Filho foi nomeado superintendente da Empresa Brasileira EBC do Nordeste. Ele é acusado de enriquecimento ilícito e violação de princípios administrativos.

    3 – Pery Cartola (PSDB),presidente da Câmara dos Vereadores de São Bernardo do Campos (SP), apresentou Manual de Etiqueta para servidores públicos e vereadores da cidade. O manual manda que mulheres não usem perfumes fortes, batons, sapatos de saltos altos, colo e costas à mostra, babados e rendas, muita maquiagem, unhas longas e saias só sobre os joelhos. Ele quer transforma a manual em decreto.

    4 – Marcela, mulher de Temer, vai mudar a decoração do Palácio da Alvorada que é tombada como patrimônio histórico. Segundo o ex-responsável pela curadoria dos palácios, Cláudio Soares Rocha, Marcela não gosta de móveis vermelhos e e Temer sofás pretos.

        E por aí vai. É por isso que é preciso dissipar essa força bruta que encontra-se obstaculizando o movimento real da democracia.  

POIS É, SABE COMO É. A DEMOCRACIA É A POTÊNCIA SOCIAL E O GOLPE A IMPOTÊNCIA ANTISOCIAL. AÍ, NÃO TEM JEITO: LULA DISPARADO NA CUT/VOX POPULI

Resultado de imagem para imagens de lula 

          Quando o mouro de Trier, Marx mostrou que o verdadeiro significado de política é o movimento real. O movimento que mudas os estados de coisas estabelecidos de forma pétrea cujo corpo é representado pela classe burguesa, ele enunciou o óbvio: a vida é contínua mudança.

        Essa verdade universalmente incontestada, também é afirmada pelo filósofo Nietzsche quando ele discorre sobre seu conceito de vontade de potência materializado em seu dizer revolucionário: a vida ativa o pensamento e o pensamento afirma a vida. E olhe que Nietzsche é considerado pelos mentecaptos-cognitivos como alienado politicamente.

        Esses dizeres vitais foram bem sintetizados pelo filósofo-psiquiatra, companheiro-filosófico de Deleuze, Guattari, quando ele afirma que “antes do ser há a política”. Todos os filósofos compreenderam que a política não se resume em um plano governamental administrativo baseado em um poder constituído. Pelo contrário, eles todos afirmaram que esse plano é posterior à práxis e a poises política. O movimento vida criador das formas de existências singulares. Para o filósofo Sartre as escolhas universais do homem partidas de sua liberdade que antecede sua essência.

         Então, pode-se perguntar: Por que há sociedades em que seus habitantes sofrem em função da impossibilidade de satisfazerem suas necessidades básicas? É porque nessas sociedades o movimento real foi obstruído pela força antisociais predominantes. Às forças capitalistas. O contrário das sociedades socialistas em que o movimento real é materializado como satisfação dos habitantes, porque é a expressão da maioria produtiva-ativamente.

        Lula vem sendo paranoicamente perseguido pelas forças mais reacionárias que se apresentam como poder governamental brasileiro, uma heresia, já que em democracia quem é representatividade de fato e de direito é a potência-povo. No entanto, a paranoia institucionalizada não tem colhido nenhum fruto contra a democracia. Só fruto amargo, fruto que paranoico adora, mesmo fazendo cara feia.

     A pesquisa CUT/Vox Populi mostra, entre outras expressões do movimento real, que para 43% dos entrevistados Lula foi o melhor presidente do Brasil. E os outros como Fernando Henrique? É um mero esquecido dos que amam a vida. E 33% afirmaram que o Sapo Barbudo é o mais admirado e amado. E o pau comendo no lombo da democracia.

        Com pau ou sem pau, Lula ganha às eleições no primeiro e no segundo turno. No primeiro turno Lula tem 31% em opinião espontânea, que significa quando os nomes dos candidatos não são citados. Aécio, vulgo Mineirinho, segundo delação na Odebrecht, tem 5%, Marina, aquela que afirmou que Deus não a deixou embarcar no avião que caiu com Eduardo Campos, e depois apoiou Aécio, 4%, e Alckmin, vulgo Santo, o terror dos alunos e professores, tem 2%.

      Na pesquisa estimulada no segundo turno, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos pesquisados, é uma loucura. Lula dispara para 43% das intenções contra Aécio que fica nos míseros 20%. Contra o Santo o couro é pior. Lula tem 45% e o Santo 20%. E contra Marina? Diga lá, meu. A santa fica com 21% e o Sapo Barbudo com 42%.

       É nesse quesito que a turma do Moro, Rede Globo, Estadão, Folha de São Paulo, Band, QuantoÉ, Veja (e fique cego), Época (triste), Jovem (epígono, os que nascem com os cabelos brancos)Pan, entre outras congêneres, se arrepiam de ansiedade. A pesquisa mostrou que 96% dos entrevistados sabiam que Lula havia sido indiciado. Porém, sempre tem um porém quando a perseguição é explícita, para 56% Lula fez mais coisas certas do que erradas. É mole?

       Se algum masoquista quiser converter esses 56% para votos em 2018, pode gozar: Lula já é presidente!

       Mas a caçada continua. Só que Lula não é Lula. É uma TransLulação: a composição da potência alegre da maioria dos brasileiros que se entende como movimento real. Ou, como diz o filósofo italiano, Toni Negri, a potência constituinte que modifica o poder constituído. Ainda mais quando o poder constituído é opressor. No caso atual, constituído como golpe.

       Daí quê não há Lula lá! Há Lula na destemporalização criadora de democracia.

       E para continuar, que a democracia não para quando é movimento real, vai o Natal-Lula-Devir-Povo. 

PARABÉNS, QUERIDA! QUERIDA É DILMA!

    O filósofo Michel Serres afirma que todos nós ao nascermos somos singularidades. Antes de nós ninguém nasceu como nós. Assim, como também depois de nascermos ninguém nasceu como nós. Somos sempre únicos. Ai nossa singularidade: não termos cópia e nem simulacros. O que nos livra da alienação: não sermos a singularidade que somos.

     Mas, ao nascermos, não somos somente singularidades. Somos também individuações.  Potência incorporal que nos move como práxis e poieses criativa. Não individualidade que reflete o numeral-capturador determinado pela semiótica-jurídica do estado. A força-estratificante-paranoica.

      Singularidades e individuações movimentam o mundo como novidade contínua. Os corpos que como práxis e poieses produzem a história, visto que só é corpo histórico o que se apresenta como novo. Não basta nascer para ser tido como histórico. História não é narração de fatos. Nenhum golpista é histórico. Golpistas são quimeras: o que não tem essência e nem existência, como afirma o filósofo holandês Spinoza.

      Somos singularidades e individuações quando nascemos, todavia, nem todos processam em seus percursos esses corpos únicos produtivos e criativos. Um número muito grande de pessoas têm suas singularidades e individuações obstruídas por opressões agenciadas pelos adultos, principalmente pelos pais que são os sujeitos-sujeitados traumatizantes das crianças. Também muitas ditas escolas fazem parte dessa cruel operação opressora. Assim, como meios de comunicação manipuladores.

    As pessoas que tiveram suas singularidades e individuações obstruídas são as representantes da classe burguesa. Não há como encontrar na burguesia esses corpos produtivos e criativos do novo, já que a sua grande compulsão é manter seus privilégios adquiridos oprimindo os trabalhadores. Na burguesia a singularidade sofre a metamorfose da pluralidade-lucro: quantidade. A individuação a metamorfose força do poder: dominação. É por isso que seu caráter ímpar é a brutalidade e a irracionalidade expressadas em ódio, inveja e vingança. Como obstruídos, muitas dessas metamorfoses buscam segurança, poder de dominação e reconhecimento nos estratos concedidos pelo Estado burocrático hegeliano. Triste ilusão.

    Como a burguesia é pluralidade-lucro e força de poder dominante, ela não se move, é molar. E como tudo que é imóvel só reflete o já estabelecido, e no caso da burguesia a ambição de sua classe, e a história é “movimento real”, a burguesia não faz história. Não há burguês-histórico. Alguém poderia afirmar: Então, a burguesia é o lixo da história! Não! Na história, como produção e criação do novo, não há lixo. Não há excedente. Não há resíduos recicláveis. A história é a história por si mesmo. Mulheres e homens ativos como singularidades e individuações.

    Dilma é história! Os golpistas não. Dilma é história querida. Querida, não como adjetivo, mas como devir singularidade e individuação. Não é querida porque alguém lhe quis querida pronominal. Mas porque ela primeiro se tornou seu próprio querer. E como seu querer, se tornou querida por si mesma. O afeto revolucionário que os que lhe chamam de querida compuseram com ele. Ninguém é amada sem primeiro se tornar por si mesma querida. Querida é o afeto amor que encadeia desejos revolucionários produtores e criadores da democracia como devir-povo. A ultrapassagem contínua como existência nova.

      Só se faz querida por via da singularidade e individuação que são os afetos livres que compõem potência de agir coletivo. Sartre afirma que a existência precede a essência. O homem primeiro é livre para escolher. E não primeiro escolhe para ser livre. Aí a existência como singularidade e individuação liberdade.

   Como a singularidade e a individuação da burguesia encontra-se em estado obstruído, ela jamais poderá processar em si um querer que lhe torne querida por si mesma, para que o outro o tome como querida. Como não é querida, a burguesia se engana com o tratamento entre os seus pares: “Oi, querida! Como, vai querida? Você é muito querida! Querida você é um luxo!”. Um infinito tagarelar querida para se iludir que é querida. Daí se infere que no meio burguês não há amor, já que para o amor se fazer presença real, ontologicamente ser, é necessário que os amantes sejam em si queridos.

    Parabéns, Querida! Querida é Dilma! O povo compõe com Dilma Querida, porque ele se quis e se fez querido. Ele sabe que só há democracia quando o povo se faz querido. E ser querido é atingir o mais alto grau político da democracia. Grau que a analfabeta-burguesia jamais alcançará.

    Não cansamos: Parabéns, Querida!

MANIFESTO DOS SUÍNOS CONTRA OS QUE TENTAM IGUALÁ-LOS A GEDDEL

Resultado de imagem para imagens de porcos

             Nós, Suínos, em defesa de nossa honra e direitos democráticos, estamos através desse manifesto expressando nossa indignação contra todos os que tentam, de forma estupidamente preconceituosa, nos igualar ao golpista Geddel Vieira Lima.

         Porém, antes de expressarmos o conteúdo desse manifesto de repúdio aos apedeutas-zoológicos, queremos isentar o roqueiro revolucionário de Brasília, Renato Russo, que, ainda no colégio, foi o primeiro a usar nossa espécie como referência desqualificadora para atingir Geddel. Para tal fez uso dessa avaliação: “in-su-por-tá-vel suíno”!

      Isentamos Renato Russo, de quem somos fãs, porque na época ele ainda não tinha atingido a dimensão política que depois veio atingir. E que o levou a compor a obra prima “Que País é Este”, baseada na grande inferência que Lula fizera da Câmara Federal quando a sintetizou na enunciação “300 picaretas”. Com esse entendimento Renato Russo fica liberado por nós.

       Vamos ao manifesto. Durante muitos anos temos nos posicionados, como Suínos, contra a posição de muitos humanos, demasiados humanos em atribuírem suas frustrações valorativas aos animais. Uma verdadeira cruel antropomorfização quando atribuem sentimentos e condições humanas a nós animais.

     No que diz respeito específico a nós Suínos, ficamos preocupados quando o camarada George Orwell, uma espécie esclarecida e engajada, nos colocou em posição humilhantes em sua obra A Revolução dos Bichos quando se tratava de fato histórico eminentemente humano, demasiado humano. Nada a ver com as outras espécies. Os animais não criaram valores para direcionar suas vidas, posto que fluem em seus movimentos em suas vidas como natureza. Na natureza não há qualquer valor. Ela é em si mesma. Um convincente pensamento é oferecido pelo filósofo Nietzsche que é um destruidor de ídolos valorativos e criador da trasvaloração dos valores.

      Dois seguimentos confirmam que é impossível igualar Geddel a nós, Suínos. Um é sua gordura. A gordura dele não é a nossa e não tem a mesma consequência que a nossa tem. Ele é gordo como humano que pode ser uma consequência genética ou uma consequência de seu caráter-oral, como mostra a psicanálise. Dois, o caráter moral de Geddel. Ele é filho político de Antônio Carlos Magalhães, Toninho Malvadeza (um dos patronos da Rede Globo quando fora ministro das Comunicações), que ao perceber sua oralidade compulsiva mercadológica cunhou o dito: Geddel vai às compras. De tanto ser protegido pelos ACM escapou da CPI dos Anões do Orçamento pela mão do filho de Toninho Malvadeza. Hoje Geddel tem apoio do Neto ACM.

      Nenhum suíno foi amigo de ACM e muito menos participou do Congresso Nacional e de nenhuma maracutaia, como se expressa nosso amigo Lula. Nenhum suíno é golpista, parceiro de Eduardo Cunha, Jucá, Padilha, Henrique Alves, Genebaldo Alves, Renan, Fernando Henrique, Aécio, e do golpista-mor Temer, entre outros golpistas como a Rede Globo. Se tentam igualar Geddel a nós pelo sentido moral de lama, afirmamos que a lama, nos dois sentido, não é criação nossa. A lama é da cultura humana, demasiada humana. A lama é da urbe. Em nosso habitat não há lama. O que á água produz em nosso habita, não tem sentido de lama para nós. Não é sujeira. Esse corpo faz parte de nossas vidas que nos permite uma relação direta com os nossos dois princípios: água e terra. Nenhum significado moral.

         Para finalizar, indicamos para vocês o estudo do filósofo Nietzsche, o Anticristo, onde ele mostra o nascimento do corrupto. Para ele o corrupto é todo aquele que teve seu espírito e instinto degenerado. Todos que anularam a vontade de potência em si. Com ele vocês vão aprender que esse sentido de sujeira, lama, é próprio de quem se encontra corrompido, já que corrupto não é apenas quem se apossa de dinheiro público, como propaga a Lava Jato de vocês, mas modo de ser. Um covarde, lambaio, hipócrita, vaidoso, orgulhoso, preguiçoso, ambicioso, indiferente, calculista, narcisista compulsivo, capitalista, submisso, etc., todos são corruptos porque têm seus instintos e espíritos degenerados.

       O camarada Brecht também vacilou quando afirmou, de forma pejorativa, que “os porcos voltam para casa”, mas nós, por nossas identificações políticas com ele, soubemos desdobrar seu dito: Nós não voltamos para casa, porque jamais saímos dela.

    No mais, esqueçam de nós. Não precisamos de suas frustradas existências para viver naturalmente. Não somos nenhum Geddel.

      Porém, nos conclamamos: Suínos do mundo, uni-vos, pois não tendes nada a perder  a não ser a brasa das churrasqueiras dos humanos burgueses. Uni-vos, pois “tudo que é sólido se desmancha no ar!”.  


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,935,625 hits

Páginas

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30