Archive for the 'Covardia' Category

CIRO VALORIZA FALA DEPALOCCI, CONTRA LULA, E REAFIRMA O BURGUÊS QUE SIMULAVA SER PROGRESSISTA

Resultado de imagem para imagens de ciro gomes

Produção Afinsophia. 

 O falastrão e canastrão Ciro Gomes, sentindo que sua candidatura só sairá de seu partido PDT, mas não chegará ao Palácio do Planalto, segundo afirmações das pesquisas, resolveu deixar de lado a simulação e se mostrou claramente o bom e velho reacionário que sempre foi. Não esquecer suas forte ligação com Fernando Henrique e a a turma do PSDB, principalmente seu conterrâneo Tsso Jereissati.

  Embora tenha tentado durante todo esse tempo apresentar uma face de aproximação com Lula, jamais deixou de não mostrar sinais de inveja e sentir que o Sapo Barbudo era o seu grande obstáculo rumo à presidência da República. Seu sonho dourado, mas que jamais vai se concretizar. Diante dessa certeza, deixou de lado os poucos pruridos democráticos e passou a agredir Lula. Aproveitou o delírio do ajoelhado Palocci diante de Moro e lhe deu o voto de confiança para tentar atingir Lula e o Partido dos Trabalhadores.

      “Fere o centro da narrativa de Lula e do PT, de que há um inimigo externo ao PT promovendo, via judicial, uma perseguição injusta contra o presidente. Na medida em que um braço direitos de Lula faz isso, fica difícil sustentar a narrativa e atribuir a inimigo”, se explicitou Ciro.

     Em sua inveja incontrolável, Ciro tenta mas não muda a certeza da maioria do povo Brasileiro de que há um complô nacional e internacional para inviabilizar a candidatura de Lula em 2018, porque eles sabem que o eterno metalúrgico já se encontra eleito. Enquanto seu anseio já deu Chabu. 

 

Anúncios

JANOT E GLOBO SOB A PÁ DE CAL, QUEM ACREDITA NELES? NINGUÉM DO MUNDO DOS VIVOS

Resultado de imagem para imagens da globo e janot

  Produção Afinsophia.  

   Uma pessoa acredita que seus atos são decorrentes de sua vontade. Ledo (Ivo) engano. O mundo é quem lhe comanda. Com se diz: eu não fumo o cachimbo é o cachimbo quem me fuma. Eu não analiso o objeto é o objeto quem me analisa. Há quem, em mais delirante narcisismo paranoico, acredite que é amado por seus atos. Pura falta de singularidade. Todos que procuram aprovação são os tipos que perderam ou nunca tiveram singularidade. É dessa indigência existencial que nasce a crença de que os atos são produtos de sua vontade.

     Os indigentes de singularidades sempre procuram as instituições para se protegerem contra essa indigência. Eles não suportam carregar sozinhos suas indigências. Amparados nas instituições eles podem simular ser o que não são: se sentirem fortes e importantes. Vistos e reconhecidos além de suas indigências que se encontram encobertas por suas posições institucionais. 

     O ledo (Ivo) engano desses tipos sofridos, é que suas perspectivas encontram-se fixadas no ponto que eles tomam como referências para seus narcisismos delirantemente paranoico. Como estão obliterado por essas perspectivas não têm o olhar oblíquo. O olhar que escapa do campo definido como harmônico-perceptivo. Eles só percebem o que encontra-se nesse campo que concede a harmonia ilusória do olhar. Daí serem tristemente entes das hierarquias. Como o que se encontra no campo oblíquo não pode ser hierarquizado suas ilusões se desfazem diante do real.

      O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot e a Rede Globo são desses tipos de crentes mandantes do mundo. A Globo segue confiantemente o enunciado da teoria da comunicação que acredita que a informação é para ser acreditada, cumprida e propagada. Ela precisa acreditar nesse dogma da teoria da comunicação. É um caso de crença que extrapola as indicações reais. Ela crê que é a alma do receptor. Assim, como o que sustenta o emissor como o medium da existência social. Ela crê que produz opinião pública. Ou que confunde a opinião pública em seu próprio benefício. O benefício delirante de que é importante para o Brasil.

    Na verdade, a Globo não acredita que, em sua sordidez-comunicacional, controla o receptor. É por isso, que ela continuamente lança invectivas contra Lula e o PT. Há nela a certeza de que não pode jamais atingir Lula. Se ela continua sua tara paranoica é para manter a ilusão que existe. Nem que seja em forma de delírio. Ela sabe que a maioria do povo brasileiro não acredita em sua fé. O que lhe alimenta mesmo, são seus semelhantes. Os que também odeiam e invejam o que Lula simboliza distribuído entre a maioria do povo brasileiro. 

     A Globo não carrega em si qualquer corpo humaniora, como diz o filósofo Kant, a íntima empatia universal entre os homens que lhes proporciona o sentido de humanidade. A Globo não tem qualquer dimensão humana.

      Quanto a Janot, o jurista Eugênio Aragão já o exibiu com detalhes para a sociedade brasileira. Exibiu suas formas de tratar as pessoas que lhe serviriam de subida em sua ambição institucional. Exibiu como ele, Janot, tratou José Genoíno, incluindo-o no chamado “mensalão” depois de várias vezes encontra-se com ele em alguns momentos gastronômicos. Agora, recentemente, Aragão, explicitou sua ambição e irresponsabilidade que comprometeram profundamente no Ministério Público.

     Como a Globo, Janot, sob a pá de cal, tentou desviar a atenção sobre si do caso com a JBS, mas, como ocorre com o sem singularidade, piorou sua situação. Ao pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquéritos contra Lula, Dilma e o PT, seu ato, delirado como se fosse sua vontade, foi entendido pela maioria da sociedade como uma recurso próprio dos que viram o espelho de suas vaidades se estilhar e sua imagem se transformar em micros estilhaços incapazes de serem reunidos para uma outra aventura virtual.

    Em síntese, a Globo e Janot não têm qualquer reflexo. Não se refletem no mundo das singularidades. São catástrofes: o que se enrola em si mesmo. Perda de energia: grau zero. 

JANOT, MORO, DELLAGNOL E O POWERPOINT DA ESTUPIDEZ: A LAVA JATO JÁ ERA MANÔ!

Produção Afinsophia

O golpe de Estado que a democracia brasileira sofreu com a perda do mandato da presidente Dilma teve a participação direta do judiciário, do legislativo, do executivo, da mídia, de grandes empresários, coxinhas e pessoas das direitas que os apoiaram.

Mas as tramas, os roubos, propinas estão vindo a lume e “magistrados” estão em polvorosas. Ângela Calmon dizia: as denúncias vão chegar ao judiciário. O que Ângela vaticinava está acontecendo. E atinge diretamente quem é o guardião da democracia, da Constituição Federal, a PGR e seu Procurador Geral, Rodrigo Janot. Os ministros do STF se movimentam. Querem que os nomes sejam citados porque coloca a Suprema Corte sob suspeição.

A Lava Jato é uma operação comandada pela PGR. Uma operação  “vaca louca.” Toda essa operação deveria ter como polo central Brasília. Não foi o que aconteceu. Por isso surgiram os Procuradores do Paraná e o tendencioso juiz Sérgio Moro cujo objetivo principal é prender Lula e torná-lo inelegível em 2018. Já fizeram um estrago na economia do país atendendo exigências do capital internacional e o país enfrenta desemprego de mais de 15 milhões de trabalhadores, ataques aos direitos trabalhistas, desforma da previdência social, venda da amazônia, aeroportos, portos, casa da moeda, da Petrobras.

A entrada dos donos da JBS na Lava Jato foi interessante. Ninguém falava neles. Só se dizia que a Friboi era do Lulinha. Quando eles aparecem já tinham prestado depoimentos, tinham garantias e agora descobre-se toda a trama da PGR. Acabou Janot. Acabou Moro. Vocês não são confiáveis. Aliás,  no capitalismo, seus defensores nenhum  é confiável. Janot e Marcelo Milet. Moro, Zucoloto e Tacla Duran.

Rodrigo Janot e Sérgio Moro só têm, junto com os ladrões da República um destino: a Papuda. Temer, Cunha, Aécio, Gedel e todos os criminosos golpistas que possuem provas robustas  não adianta comemorarem a desgraça de Janot e Moro. Crime é crime e mais provas estão aparecendo contra os golpistas. Um alento para os democratas. As provas coletadas nas delações continuam válidas.

A Lava Jato como operação já era! Feita para prender Lula, contra este não conseguiram  provar nada e as provas contra os acusadores de Lula são tantas que Dellagnol  deve  preparar um novo powerpoint com Janot no centro irradiador da corrupção.  

E não adianta, agora, Janot enquadrar Lula, Dilma, Gleisi e o pessoal do PT. O tiro de misericórdia para querer se dar bem com a mídia golpista vai sair pela culatra.

MARADONA MANDA RECADO AOS NORTE-AMERICANÓFILOS : “ESTOU PRONTO PARA DEFENDER A VENEZUELA”

 Resultado de imagem para imagens de maradona

Produção Afinsophia.

  Maradona não é daqueles jogadores cuja inteligência ficou nos pés, e as vezes no crânio. Não confundir: crânio não é mente. Como são os casos de milhares de jogadores espalhados pelo inteiro com grande contribuição de muitos brasileiros cujo ideal maior são as miríades do capital.

     Maradona incomoda muitos brasileiros porra-loucas, mentecaptos, alienados não por ser o excelso craque que é. Não, ele incomoda exatamente por ser um atleta que pensa. Um atleta que foi além das gramas. Maradona é em verdade um homem político na acepção da palavra. Daí porque não se preocupa com adjetivações endereçadas a ele pela s aberrações filo e ontogenéticas.

      É um homem comprometido com seu tempo, por isso sempre esteve junto dos grandes líderes mundiais como Mandela, Lula, Fidel, os homens invejas dos escravos que se tomam como livre, mas só replicam o que seus senhores mandar. Diante das contínuas ameças à democracia da Venezuela, tanto por parte de antipatriotas como como,principalmente, pelos Estados Unidos, ele decidiu mandar sua mensagem de solidariedade ao povo venezuelano e ao governo Maduro.

      “Somos chavistas até a morte. E quando Maduro ordenar, estou pronto e vestido de soldado para uma Venezuela livre, para lutar contra o imperialismo e contra os que querem se apoderar de nossas bandeiras, o que temos de mais sagrado. Viva Chávez!!! Viva Maduro!!! Viva a revolução!!! Que vivam os venezuelanos de verdade e não os interessados e envolvidos com a direita”, escreveu Maradona.

      As direitas se mordem de ódio. Maradona não tem responsabilidade delas serem cobiçosas e covardes.

O FILÓSOFO NIETZSCHE PERGUNTA, AOS BRASILEIROS INDIFERENTES, EM QUE ERA VIVEM

Resultado de imagem para imagens de nietzsche

Produção Afinsophia.

 O filósofo Nietzsche, afirma que os homens agidos são aqueles que não agem só reagem. Por tal, são os niilistas. Os que cultuam o pessimismo como forma de impedir o movimento da Vontade de Potência. São homens cujo nascimento já os trouxe como epígonos: os que nascem com os cabelos brancos. Para quem a vida é sofrimento eterno.

   Imobilizados, eles se apegam as ilusões que suas perspectivas ressentidas lhe proporcionam. Sua luta é se manter longe dos embates da vida como florescimento do viver. São homens enfermos, mas que essas ilusões lhes deposita satisfaçam como se fossem a representação da saúde. Ao contrário da vida ativar o pensamento neles e o pensamento afirmar a vida, neles o que predomina é a existência sem vida ativa e pensamento confirmador.

    Nesse quadro mórbido, inimigo da vida, eles não poderiam se arrastar de outra forma, a não ser como macabros indiferentes. São eles os que no momento atual, em que o Brasil passa pela maior dor de sua história, onde o pessimismo vem se consagrando como o rumo necessário, em forma espectral, que curvam as cabeças em uma dor lânguida como forma de se desvencilharem da vida. 

      Eis a pergunta de Nietzsche.

     “A mais nobre virtude. – Na primeira época da humanidade superior a valentia é considerada a mais nobre das virtudes; na segunda a Justiç, na terceira, a moderação, na quarta, a sabedoria. Em que era vivemos? Em qual vive você?”.  

SENADOR-GOLPISTA OMAR AZIZ (PSD/AM) AO VOTAR CONTRA OS TRABALHADORES CONTINUA REAFIRMANDO QUE NUNCA FOI DO PC do B. ELE APOIA UM CANDIDATO AO GOVERNO

Resultado de imagem para imagens do senador do amazonas omar aziz

Produção Afinsophia.

No período da ditadura, e também no pós ditadura, apareceram dois tipos de personagens, que se tomavam como revolucionários, sem ter qualquer signo que revelasse a concreta consciência-transformadora, mas que foram se alojando nas verdadeiras frentes de lutas democráticas. Tudo em função de suas verborragias-estéricas e simulações que conseguiram engabelar incautos.

Esses dois tipos apresentavam (ainda existem muitos pelo mundo), para as pessoas que vão além das percepções-condicionadas, as pessoas que percebem além das aparências, duas formas claras de procedências. Uma mostrava os visíveis conflitos edipianos não resolvidos que deixam as pessoas em estado de exasperação-irracional a tudo que simbolicamente represente autoridade. Com diz Freud/Lacan: a lei. E outra que pretendia aproveitar a onda que gerava um certo charme de esquerda e possibilitava futuros ganhos.

  Essas duas personagens proliferaram pelo Brasil inteiro. E como o Amazonas faz parte do Brasil, não deu outra: os falsos esquerdistas se desdobraram. Principalmente, no começo da década de 80 com a chamada abertura política, a redemocratização do país com as diretas Já! O Amazonas foi um dos casos excepcionais junto com alguns que ocorreram no Brasil. O ex-governador Gilberto Mestrinho, que havia sido cassado pela ditadura, não por motivos esquerdistas, e que passou seu exílio no sul maravilha, especificamente no Rio de Janeiro, foi eleito o primeiro governador da pós-ditadura. Junto com ele trouxe aquele que seria seu sucessor Amazonino Mendes. O tal que se tomava por comunista. Foi uma festa. Esses dois tipos de personagens deitaram e rolaram.

  Com a reorganização dos partidos, e inclusive os proscritos, alguns indivíduos (indivíduos no sentido solipsista: aquele que só trata do seu pirão primeiro, nada de coletivo) se filiaram em chamados partidos de esquerda como o PCB e PC do B, PT. E é aí no PC do B que Omar Aziz entra. Em seguida se candidata a vereador, é eleito, e, em outro em seguida, deixa o partido e passa para o partido mais reacionário que mantinha a força no estado e que iria se fazer como a verdade reacionária que já dura mais de 30 anos como perverso atraso. E, novo em seguida, deslancha: é deputado,  secretário, governador e, agora, senador. Porém, jamais expressou fundamentado conhecimento marxista sobre o que o trabalhador e o trabalho produtivo, produzido pelo real trabalhador que produz a riqueza de uma nação e que a burguesia em sua indiferença psicopatológica usufrui.

     Omar participou do golpe que assaltou o Brasil e afastou a presidenta Dilma Vana Rousseff do governo popular que mais de 54 milhões de eleitores democratas outorgaram ao País. Ontem, dia 11, defendendo sua coerência, votou contra os direitos dos trabalhadores ajudando outros golpistas comandados pelo golpista-maior Temer a massacrar a história do trabalhador brasileiro. 

    Omar é um dos representantes do Amazonas investigados pela Lava Jato por determinação do ministro Fachin. Omar apoia um candidato ao governo que também faz parte da subjetividade golpista. Fica claro para o eleitor-trabalhador o que representa esse apoio.

     

EUNÍCIO MANDOU APAGAR A LUZ E SOM DO SENADO E DEPOIS AFIRMOU: OS TRABALHOS SÓ DEPOIS QUE A DITADURA DEIXAR”. LUZ, SOM E DITADURA SÍMBOLOS FORTES

Fotos de Lula Marques.

 Produção Afinsophia.

  As senadoras Regina Souza, Lídece da Mata, Gleisi Hoffmann, Fátima Bezerra e Vanessa Grazziotin realizavam suas defesas da democracia se posicionando contra a deforma trabalhista provocada pelos estúpidos e embrutecidos direitistas inimigos dos trabalhadores, quando o acusado de corrupção, senador Eunício de Oliveira, presidente da Casa, arbitrariamente, como lacaio do capital personificado partidariamente no golpista-mor Temer, arrancou agressivamente o microfone da senadora Fátima Bezzera e mandou cortar o som e apagar as luzes.  logo, em seguida, afirmou que os trabalhos só seriam reiniciados quando “a ditadura deixar”. Ele o próprio ditador.

  O desprezível Eunício, tentou se passar por Deus mandando apagar as luzes e cortar o som. Fiat Lux!, Faça-se a Luz! Não! Não faça-se a Lux, mas não se faça a luz. Ele delirou ser o Senhor do Universo. Mas, logo em seguida vem o velho Freud e afirma que toda pessoa que sofre de delírio de onipotência carrega um grande recalque causado por forte frustração libidinal. Ou seja, é um impotente em relação ao mundo objetivo, porque sua libido narcisa voltou (introversão, diz Jung) contra si mesmo por não encontrar referente no mundo exterior.

 Quer dizer: Eunício delirou, porque a luz continuou e o som também. Não só as luzes projetadas pelos celulares, mas as luzes do saber das senadoras. Luzes que nenhum tirano pode apagar. Aqui a luz não é um símbolo. É o real. O saber que nenhum golpista é traspassado. Diferente do quadro expresso pelos golpista pintado pela estupidez, a brutalidade, a insensibilidade, indigência epistemológica e a atrofia ética. É o quadro quase que geral do Congresso Nacional se não fossem as presenças de poucas deputadas, deputados, senadoras e senadores progressistas e, por tal, democratas. 

  Em sua brutalidade de direitista impulsionada pela moral burguesa, Eunício, mostrou que é ignorante da cultural mundial e regional. Não viu que estava diante de um movimento feminista no específico molde da peça do grego Aristófanes, Lisístrata, mulheres que lutam por seus direitos. E no movimento da expressão nordestina de Gonzagão: “O candieiro se apagou, o sanfoneiro cochilou e a sanfona não parou e o forró continuou”.

   Nada a surpreender, as direitas são subproduto atrofiados filo e ontogeneticamente. 

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,036,483 hits

Páginas

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930