Archive for the 'Coluna Vertebral' Category

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Os Ministérios da Saúde e das Cidades, lançam a Campanha Nacional de Trânsito, colocando como TEMA PRECÍPUO, A CRIANÇA.

Em sua política de combate à mortalidade infantil por enfermidades orgânicas, o Ministério da Saúde estendeu sua preocupação também ao combate da mortalidade infantil com causa tecnológica; no específico, o trânsito que, segundo dados levantados, em dez crianças que morrem, três, entre 1 e 9 anos, tem acidentes de trânsito como fator responsável. Razão também da preocupação do Ministério das Cidades, que busca uma forma de tornar o trânsito brasileiro menos nocivo nas cidades.

Em uma segundona TDPM – Transtorno Disfórico Pré Menstrual, nada melhor para aliviar as cólicas do que uma notícia como essa, que põe as crianças em primeiro plano.

# Procurando tratar de forma mais efetiva casos de adoção, seqüestro infantil e prostituição infantil, o Conselho Nacional de Justiça criou um programa de grupos de PROJETOS EM DEFESA DA INFÂNCIA. O programa tenta atingir todas áreas em que a política de justiça infantil encontra-se ou lenta ou ausente. O Programa, além de juridicamente colocar seu foco de atuação na proteção da Infância, tende a normalizar os direitos da criança em todas as instâncias do Estado.

# A Associação Brasileira de Psiquiatria, através de seus Ciclos de Palestras Itinerantes sobre Saúde Mental, chega a Brasília para realizar, nos dias 13, 15, 16 e 17, CONFERÊNCIAS POPULARES DE SAÚDE MENTAL com temas como depressão, ansiedade, transtornos alimentares, alcoolismo, e outros. A entrada é gratuita. Salutar empreendimento em função de uma grande número de pessoas serem acometidas dessas disfunções-afetivas, produzidas pela maior fábrica de transtornos sociais: o Capitalismo. Suas forças violadoras encontram-se no trabalho, na escola, na igreja, na família, no entretenimento, em todos os territórios em que ele possa lançar os indivíduos nas zonas fronteiriças, distantes do existir feliz.

É Rock?

Então, me foque!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Quem viveu uma ditadura militar sabe muito bem como dói SER DEMOCCRATA, como a LIBERDADE SE TORNA COMPULSIVAMENTE PRESENTE. Se viver o presente é uma ilusão que criamos para acreditarmos que o tempo parou em um instante, na ditadura até este presente ilusório desaparece com o constante projetar-se para o futuro que se pretende alcançar como liberdade. É a síndrome do SER LIVRE.

Quem viveu a ditadura militar e percorreu décadas passadas e chegou por estas bandas, compreendeu que a Democracia ainda é uma potência-futuro. Quem viveu a democracia sabe que existe uma ditadura civil cuja arma do aprisionamento da liberdade é a estupidez.

Passada a ditadura militar, Manaus, em tempo de eleição, sente a presença visível desta ditadura civil. São levas de todos tipos de profissionais submetidos à força cruel desta paixão. São todas as formas de recursos indignos usados para se ganhar uma eleição por aqueles que não carregam nenhuma nota Democrática. Cumplicidade que mostra que nada se aprendeu no regime do terror. O amanhã seremos nós foi ocultado pela força perversa da dor anti-democrática travestida de democracia vestida pelos primeiros governantes do pós ditadura militar que perdura até o momento atual. Eis porque Manaus vive sob o domínio do medo. Por que, como disse certa vez o teatrólogo Brecht, em seu Poema À Posteridade, “nós, que queríamos preparar o terreno para bondade, não podemos, nós mesmos, ser bons!”.

Segundona TDPM – Transtorno Disfórico Pré Menstrual, nos entrelaçamentos das potências democráticas, com a força da dor nós sentimos pulsar vibrante a produção da Vontade de Ser Livre.

# Na eleição para vereador, ocorreu o esperado-repulsivo: o Cassino de Jogos da Miséria contribuiu com sua parte para a formatação do corpus/deslocado da Câmara Municipal. Apresentadores e parentes de apresentadores dos programas da TV Sangrenta foram eleitos. Analistas políticos erram quando afirmam que é um mal que a TV proporciona para a democracia, pois não é a TV que elege estes candidatos sem qualquer nota democrática, sem qualquer sentido político, o que elege é o universo místico/mítico em que estes eleitores estão aprisionados. Antes da televisão, estes tipos de eleitores já eram peças chaves para os demagogos. Esta dor é histórica. Como estes apresentadores estão também escravizados neste gueto, e como existe um veículo de massa áudio/visual, como é a televisão, eles apenas transpõem seus próprios conteúdos existenciais para os canais de TV que se identificam com os dos eleitores. E como a maioria dos responsáveis pelo uso da concessão pública do sinal da TV perante o estado, é também deste gueto tirano/escravo, eles unem o inútil, a miséria, ao útil, o faturamento. Pronto! Um bom casamento infeliz. Logo, enquanto este território, com os estados de coisas se mostrar pelo enunciação da dor, com TV ou sem TV, haverá sempre este tipo de eleitor e, prontamente, estes candidatos. Aí a necessidade de ativar afetos livres para libertar estas paixões tristes para brotar a inteligência e a solidariedade.

Eu quero é Rock!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Os comentários podem ser vários SOBRE A PARADA GAY, mas há um que é fundamental: Estado de coisas para encontrar velhos e novas amigos. Amigos & Amigas não Ltda (limitada) e muito menos SA (sociedade anônima): tudo muito largo e muito bem público. Esta Vertebral marcou presença no agito colorido, que contou o arco- íris da alegria. Uma imensa molécula/social festiva. Adultos e crianças alegres em um passeio agradabilíssimo. Nessa segundona TDPM, Transtorno Disfórico Pré Menstrual, como seria maravilhoso se Manaus fosse todo momento Gay! Mas não percamos esperança, amigas & amigos, um dia o arco-íris desabará sobre nós. Manô também tem direito de fazer parte dessa infinita molécula colorida que é o Mundo Gay.

# Um caso curioso diante da compreensão do que seja lei como direito humano. Quem leu ou viu e ouviu o relato da senhora Renata sobre a relação perigosa de seu ex-marido, “Nei”, com o governador Eduardo Braga, acusando os dois de corruptos, toma ciência de atos de violência praticados pelos dois amigos, cada um contra sua esposa. A senhora Renata afirma que seu marido lhe batia, e que o governador bateu em sua esposa, Sandra. E A COMPREENSÃO DA LEI MARIA DA PENHA? As duas senhoras são detentoras de curso superior, nisso se espera que ambas conheçam seus direitos jurídicos e sociais. O que deve ser verdadeiro, principalmente para quem se mostra envolvida com o direito do público, como é o caso de dona Sandra, que trabalha diretamente com parte da população como Primeira Dama do Estado. Nós, como mulheres, ficamos confusas. Por que estas senhoras não recorreram, ao serem agredidas, se foram mesmo, à Lei Maria da Penha, que saiu exatamente das violências do marido contra a mulher que lhe deu o nome: Maria da Penha? Caso curioso: o que desperta a curiosidade por seu grau de incoerência. Mas não desespera, Maria! O degraus da Penha são muitos, mas um dia eles terão fim.

# Enquanto isso, o INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, noticia que, de julho a agosto, aumentou a devastação na Amazônia. O ministro Minc acredita que o período eleitoral pode ter influenciado, já que a fiscalização diminui.

# Atenção, eleitor Vertebral! Domingo, dia 5, é o grande dia democrático: Vamos Votar! Lembremos que o voto não é individual, individual é o título de eleitor. O voto é social. É uma escolha pessoal implicada no coletivo, e nisso está a responsabilidade e o comprometimento histórico de cada eleitor socializado. Por tal, a escolha é sempre coletiva. Se um eleitor vota em um candidato democrata, ele escolhe para sua cidade a democracia, mas se vota em um candidato tirano, ele escolhe para sua cidade a tirania, ao mesmo tempo que se rebaixa à condição de escravo. Daí quê:

CONTRA A TIRANIA,

VOTE NA DEMOCRACIA!

Este o voto Rock!

O único que dar o toque!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Em entrevista a um jornal de Manaus, o governador do Amazonas Eduardo Braga sentenciou moralisticamente que “ O POVO NÃO ACEITA MAIS O JOGO SUJO DA POLÍTICA”. Ontem, em umas ‘rodadas’ ‘empacuzadas’ (pacu é um peixe da água doce, frito, acompanhado de umas ‘rodadas é loucura’, Xuxu!), a Lauda, professora escolada nos dois sentidos, saber e engajamento, fez uma pergunta: “O que ele fez no sábado com os professores, em um festival cabo eleitoral para seu candidato Omar, é o quê? Jogo limpo? Esses caras, porque são governantes, acreditam que são o supra-sumo (porra, Lauda… supra-sumo? É gíria das antigas, nega) da retidão e honradez para dar lição de moral”. A Filó gargalhou filosofante, e começou a destroçar três conceitos da enunciação do honrado Braga: Povo, Jogo e Política. No final de seu exame democrático/lingüístico, entendeu-se que o governador, em relação aos saberes/atuações filosóficas/democráticas, encontra-se da mesma forma de quando embrenhou-se nisso que ele chama de política: virgem. Segundona TDPM-Transtorno Disfórico Pré Menstrual, professo a professante professora.

# Noticia-se que O AMAZONAS É O 4º MAIOR PIB DO BRASIL. Motivo de alegria? Não! O Amazonas, apesar de todo o ufanismo de seus governantes passados, presentes e futuros(?), é uma estado pobre, pois sua distribuição de riquezas produzidas não chega na maior parte dos municípios, tanto em forma econômica como em forma social. Um bom exemplo para os ufanistas: as constantes ondas migratórias dos interiores para a capital, Manaus. Bela capital, esculpida com patologias sociais de quem ‘séculos’ não é pensada como cidade.

# Observando a campanha eleitoral no rádio e na televisão dos candidatos Omar e Amazonino, que na sátira da Zelda, como dupla caipira, seria “Omarzonino”, O FILÓSOFO RUI BRITO, TALVEZ, DISSESSE: “ELES TODOS ESTÃO CERTOS”. Oriundos da mesma fonte, COSAMA, em uma urdida e fiel “Ação Conjunta”, as duas candidaturas tentam de todas as formas se livrar da “lama” espirrada pela alcunhada “Colama”, a mãe nutriente de muitos demagogos e aproveitadores. Nenhuma das duas candidaturas quer ser acusada de autora da privatização. Mas elas estão esquecendo(?) o que a sociedade quer saber: onde está a grana? Onde parou. Se parou. Ou como foi distribuída, se foi. Já que nos negócios públicos, o público não sentiu nem o cheiro do lamaçal financeiro.

# Acessando o bloguinho intempestivo, um blognético lendo alguns posts sobre os candidatos da direita em Manaus, mandou um comentário: “Ô povo trouxa, ainda bem que saí daí”. Observante comentário procedente. Mas a questão não é sair de Manaus. O fundante de viver em Manaus, é desfazer a trouxa, e a partir de então não mais ser enrolado, como trouxa, e nem carregar a trouxa. Para isso é preciso realizar a disjunção dos nós que ligam a trouxa, e assim fazer passar a potência produtora da democracia, que é o vigor do Kratos: povo.

Nestas eleições ninguém mostrou o Rock!

Candidatura não me toque!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Estudo realizado em seis capitais consideradas com padrão sócio-econômico de desenvolvimento maior que as outras capitais, publicado pelo Ministério da Saúde, revela que 42% DAS MULHERES GRÁVIDAS TIVERAM DOENÇAS SEXUAIS. Meninas, qual é a de vocês? Muito cuidado na transa, ainda mais quando envolve uma gravidez, a procriação de uma criança. Um descuido que pode implicar na saúde física e mental do feto.

Segundona TDPM – Transtorno Disfórico Pré Menstrual, um vacilo sexual inaceitável.

# Ainda no estudo da gravidez publicado pelo Ministério da Saúde, encontra-se uma mostragem afirmando que 49,2% das mulheres grávidas com PARCEIROS FIXOS NÃO USAM PRESERVATIVOS. Bem, se o envolvimento do casal se movimenta em cumplicidade ética, em que o modo de ser dos dois realiza um compromisso ontológico de alteridade, tem mesmo é que não usar. Agora, se na relação salta um rastro de insegurança, é obrigação usar. Que coisa, meninas! Sexo é bom, é vibrante, então porque não se preservar para poder vibrar por mais tempo? Ui, Lulu!

# A Tininha, palmeirense de papo verde, nos seus 13 aninhos, disse que ficou contente com a vitória de 1×0 de seu time contra o Cruzeiro, mas não vibrou muito: o Palmeiras começou jogando com 11 jogadores, depois ficou com 10, Leny expulso, mas o Cruzeiro começou e terminou com 1 jogador, um tal de Tenda. Eu tentei argumentar que Tenda é a marca do patrocinador do clube, e que A AUSÊNCIA DOS NOMES DOS JOGADORES DO CRUZEIRO NAS CAMISAS FAZ PARTE DO CONTRATO-MARKETING. Se colocar o nome do jogador, o nome do patrocinador perde o privilégio da visibilidade, porque na percepção do público ele se confundirá com o do jogador, que é a estrela do espetáculo, e não o patrocinador. Mas a Tininha é carne de tetéu. Queria porque queria o nome dos jogadores nas camisas, para poder lembrar dos nomes deles e sentir que seu time jogou contra vários adversários. Coisas de Tininha.

# Alguns estúpidos reacionários… Desculpe-me a tautologia! É claro, todo estúpido é reacionário. Pois então, ALGUNS ESTÚPIDOS CRÊEM QUE OS CONFLITOS QUE ESTÃO OCORRENDO NA BOLÍVIA É ASSUNTO INTERNO DA BOLÍVIA e só diz respeito ao povo boliviano junto com o governo Evo Morales. Não é não, babacas! Diz respeito a todos latinos. Principalmente os sudamericanos. Embora pareça ser um protesto autóctone, próprio dos interesses internos de alguns, não é. Tem a ingerência ambiciosa e intervencionista do império ianque na persona non grata, Bush. Faz-se premente a defesa territorial dos Estados Sul-Americanos, daí a importância do encontro na Argentina dos líderes dos governos para tratar desta ameaça via Bolívia.

O charango andino dá o toque,

E a gente faz um roque!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Enquanto O GRITO DOS EXCLUÍDOS não é só uma manifestação Téo-política-social, mas também uma ab-reação, uma liberação da fala coletiva, a enunciação coletiva de um discurso antagônico ao imobilizador o movimento livre de uma garganta antes angustiada, fechada no trauma tirânico; o grito dos incluídos é uma entropia-sonora ou afonia angustiada pela ameaça da fala/enunciação coletiva. Daí que enquanto os excluídos criam vibrações exteriores com seu grito, os incluídos guardam tensões transfiguradas como formas de segurança. Por isso, ex-excluídos, hoje incluídos, se confinam em suas indiferenças-segurança afirmando que as rebeldias passadas eram só sublimações do pavor da liberdade. Segundona/terceirada TDPM – Transtorno Disfórico Pré Menstrual em razão do belíssimo trabalho dos blogueiros intempestivos no GRITO DOS EXCLUÍDOS. Belo motivo para essa Vertebral chegar na terceirona e não na segundona.

# Participantes das Para-Olimpíadas protestaram contra a forma de abertura do evento, muito diferente do das Olimpíadas. Para eles, a abertura, com uma fraca cerimônia, surge como uma forma de discriminação.

Eles têm toda razão: as Para-Olimpíadas deixam um rastro de reparação de culpa social. Uma espécie de enunciação/remorso, ou dívida de reconhecimento: não esquecemos de vocês. Vocês também são capazes, o mundo precisa ver o talento de vocês, e somos nós que estamos nos preocupando. Pobres reativos estes que se consideram os redentores destes atletas considerados Para, os que estão ao lado, nas proximidades, como significa no grego, mas não no meio, onde se encontram os não Para, os ditos normais. Aqueles para quem as medalhas são prêmios de disputas na ordem da normalidade, por tal mais justas. Pobres, visto que não entendem que não existe deficiente, e como diz o filósofo Spinoza: tudo é apenas uma questão de composição. Um corpo poder compor com outro e aumentar sua potência de agir.

Alguém que ficou privado de uma perna deixa de compor com corpos que antes compunha quando tinha as duas. Agora, seu corpo compõe com corpos em formas física-anatômica diferentes, exemplo, o equilíbrio. Compor de forma diferente de outro não é deficiência, já que não existe forma ideal de eficiência. Alguém que é cego não é deficiente porque não enxerga. É apenas alguém cujo corpo-visual não compõe com o corpo-luz. E aí não há nada de inferior em estar-no-mundo ontologicamente.

E só para tirar um sarro dos “normais”, queríamos ver um destes executando os movimentos com a facilidade que os tais para-olímpicos executam. Um exemplo: um nadador “normal” nadar com “eficiência” com uma perna amarrada. Ou outro, um jogador de basquete jogar com “eficiência” em uma cadeira de rodas. Acertar a sesta é fácil, o difícil é compor o corpo-biológico com o corpo-máquina (cadeira), e executar com eficiência os movimentos e realizar o objetivo. Chalaça: há deficiente? Quem é o deficiente? A parada é outra: ambição capitalista. As Olimpíadas são eminentemente um evento com fins lucrativos amparado na estética da normalidade cunhada pela semiótica classificadora do Capitalismo Mundial Integrado (CMI), como fala Guattari. O resto é a ilusão da glória metalizante.

# Enquanto isso, a Madona Indomada oferece Like A Virgin ao Papa. Se os Engenheiros do Havaí ainda estiverem certos, como estavam com o antigo Papa, o Papa Bento, como pop, pode até não desconsiderar a Virgin Madona. Mas isso são questões metafísicas/sensualistas que esta Vertebral não entende.

Vem, vem, vem de Rock!

Eu sou é Pop!

Beijos e abraços Vertebrais!

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i1.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Que a LEI MARIA DA PENHA é no Brasil/Jurídico uma das mais importantes leis na defesa dos direitos humanos ninguém contesta. Defendendo juridicamente o direito da mulher, Maria da Penha desfaz a segurança da impunidade do homem para poder violentar a mulher. É uma lei que chega principalmente na família, atingindo diretamente os maridos que durante anos se consideravam verdadeiros senhores proprietários de suas esposas, exercitando até mesmo o espancamento conjugal. Principal queixa das vítimas sacramentadas no espírito judaico/cristão/burguês/capitalista.

Como antes da lei a maioria das denúncias eram provenientes de mulheres de classe baixa, embora a lei tenha tido sua origem em um ação de uma mulher da classe média violentada pelo marido, que a deixou em cadeira de rodas, depois da institucionalização da lei esqueceu-se um tanto destas mulheres da classe média que ainda são violentadas. A maioria com formação escolar superior. Aí o grande equívoco usado como argumento que afirmava que a mulher da classe baixa violentada pelo marido não o denunciava e, quando denunciava, logo tirava a queixa, por medo de novos maltratos e medo de perder a segurança que encontrava no parceiro, muitas vezes financeira. Eis que o argumento serve também para mulheres da classe média. Sabe-se que muitas delas são violentadas pelos maridos e, entretanto, não os denunciam. Principalmente quando a união sacramental dos dois, algoz e vítima, é uma referência publica. Casais tidos como harmoniosos, felizes e cristãos nos salões do glamour.

Tristes mulheres inimigas de si mesmas, e quando possuem filhas/filhos inimigos deles: para a filha, dá o exemplo da submissão a ser seguida — tudo pelas aparências familiares —, para o filho, o exemplo da tirania irracional a ser preservada e seguida. Nesta segundona TDPM – Transtorno Disfórico Pré Mentrual, prefiro subir a escadaria da Penha a ter que servir de saco de desabafo de bebezinho filhinho de mamãe edipianizado. Chupeta comigo não!

# E escrevendo sobre violência familiar, mais uma: “NETA” BATE NA “AVÓ”, só que, neste caso, nas relações de parentesco televisivo.

Segundo o IBOPE, na disputa pela audiência alienadora das manhãs de sábado, a “neta” Marina Silva, de 6 aninhos, sentou o sarrafo tele-invisível-ibopiano na “vó”, Xuxa, de 45anões/cognitivos. O programa da “neta”, Sábado Animado (que Deus tenha piedade de tal netinha perambulando neste mundo ignóbil da TV), apresentado pela TV-SBT, das 7h às 12h, teve 10% de pontos média contra 9% de pontos média da “vó”, apresentado das 10h30 às 12h.

No mundo delirante da TV infantilizada — projeção neurótica de adultos reativos —, deve-se levar em consideração, segundo os padrões, as duas emissoras, que o da “vó” é considerado super-produção, enquanto o da “neta” é simples e ao vivo. O que para a audiência é a grande força. E, para alguns “críticos” do melaço, é a demonstração da inteligência de Silvio Santos via Raul Gil, o descobridor de Marina Silva.

Uma pergunta que alguns vertebrais fazem: Isso não é exploração do trabalho infantil, e da forma mais alienadora? Se não for, todos que fazem parte de um emissora de TV não são trabalhadores, daí não terem direito a salário.

# Essa é das boas. Supremo Tribunal de Justiça diz que MOTORISTAS que causam acidentes EMBRIAGADOS NÃO DEVEM RECEBER SEGURO.

É rock? Eu vou!

Beijos e abraços Vertebrais!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,913,153 hits

Páginas

março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031