Archive for the 'Ano Novo' Category

CUT/VOX POPULI: MATEMÁTICA 2018 PARA GOLPISTAS – LULA TEM 45% CONTRA 35% DOS GOLPISTAS EM TRÊS CENÁRIOS. O COMANDANTE GANHA NOS 2 TURNOS, É MOLE? QUER MAIS? ESPERA!

      O instituto CUT/Vox Populi realizou pesquisa entre os dias 6 e e 10, em 118 municípios de todos os estados e Distrito Federal, com 2000 pessoas com mais de 16 anos, e margem de erro de 2 para cima e para baixo. A pesquisa, divulgada hoje, dia 18, mostra uma terrível, pavorosa, realidade para os golpistas de todos os naipes, matizes e facetas: o comandante Lula, apesar de Moro, procuradores, falsos parlamentares, falsos empresários, Rede Globo, Estadão, Folha, IstoÉ, Veja, Época e congêneres, vence as eleições de 2018 para presidente da República nos dois turnos contra qualquer enxerido. O comandante Lula só perde para um candidato: ele mesmo. Coias de louco, meu e minha.

    De saída a pesquisa mostra que Lula tem entre 44% e 45% de intenção de votos contra a somatória de todos os candidatos que chega a 32% e 35%. O que significa que o comandante Lula não consegue enxergar ninguém na frente dele, e muito menos atrás. Coisa de louco, meu e minha!

     Em tempo de listas, vejamos as listas de Lula contra os que não se mancam buscando consideração com o eleitor, mas que o eleitor sacal não concede qualquer pelota.

    – Comandante Lula 44%, subiu de dezembro a abril 7%. Aécio, o Mineirinho-Tarja, 9%, antes tinha 11%.

    – Comandante Lula 45%, antes tinha 38%, subiu 7%. Alckmin, vulgo, ou Opus Dei, 6%, antes tinha 10%.

    – Comandante Lula 45%, folclórico-janota, Dória, 5%. 

    A pesquisa contou com os nomes, também, de Marina, Bolsonaro e Ciro.

   No segundo turno o couro continua:

    – comandante Lula 51%, Mineirinho tarjado, 17%.

   – Comandante Lula 51%, santo Opus Dei, 17%.

   – Comandante Lula 49%, Marina, a evangélica ressentida, 19%.

   – Comandante Lula 53%, folclórico-janota, Dória, 16%.

    Na pesquisa do voto espontâneo, aquela que o pesquisador, ou pesquisadora, pergunta, sem mostrar a tabela, em quem “você votaria”, o comandante Lula dispara: tem 36% os outros de 5% para baixo, é mole ou quer mais? Depende do masoquismo.

      Ainda teve aquela manjada história de perguntar “qual o melhor presidente do Brasil?” para aparecer a manjada resposta: Lula com 50%. Também teve a questão da admiração de Lula, apesar da Lava Jato da turma do Moro: os que lhe admiram passou de 33% para 35%; os que admiram e gostam muito de Lula passou de 33% para 35%. E, como não poderia ser diferente, os que não admiram e não gostam (certamente os analfabetos políticos filiados do golpe) caiu de 37% para 33%. Até o dia da vitória final, em 2018, se eles participarem de um curso de formação política, é possível que mudem. Caso contrário só a psiquiatria materialista.

     Diante dessa democrática realidade, temos que aceitar e lamentar o desespero das direitas e extremas-direitas, já que não podem mudar o futuro que a Deus pertence. Um Deus-Lulista, posto que Deus é democrata. Pelo menos seu Filho, J.C. é socialista!    

     Enquanto a festa já se faz, vamos a Curitiba, no dia 3, quando Lula vai prender Moro. Veja o vídeo.

MANAUS A NÃO CIDADE REFLETE SEUS POLITICOFASTROS E VIVE COM A BÁRBARIE: NOVAS DECAPITAÇÕES NO PRESÍDIO DO PURAQUEQUARA

Manaus é uma não-cidade, onde a violência parte dos seus senadores, com exceção de Vanessa Grazziotin e de todos os deputados federais que votaram a favor do golpe que depôs Dilma Vanna Rousseff, eleita com 54.501.118 votos.

Amazonino Mendes, o finado Gilberto Mestrinho e todos os seus prefeitos, junto com a classe empresarial nunca se preocuparam com o povo. A não cidade reflete essa dicotomia entre o poder público, o privado e seu povo.

A Zona Franca de Manaus foi a grande atração econômica criada pela ditadura para promover o desenvolvimento da região. Ficou só em Manaus. Não desenvolveu a cidade,  os municípios e nem os outros Estados da região.

A não-capital, despreparada, sem ordenamento nem políticas planejadas teve que conviver com os êxodos, com a chegada de muitas pessoas de todas as partes do Brasil, principalmente da própria região norte.

No período de 2003 a 2016 o governo federal com Lula e Dilma investiram muito no Estado do Amazonas e na não cidade. O que se construiu de moradias, de investimentos em educação foi tudo com verbas federais. Mas sem contrapartida do ente federado, temos a violência nas ruas e nos presídios. Isso coloca Manaus como uma das cidades mais violentas do mundo resultado da falta de políticas públicas dos governos que por aqui passaram e permanecem.

Manaus é uma não-cidade violenta. Cai por terra a ideia de que o brasileiro é cordial, hospitaleiro defendida por historiadores. Manaus é uma brutitude real. No primeiro dia de Janeiro, dia da paz,  a não cidade  brindou o país com um massacre na penitenciária Anisio Jobim.

Ontem, sexta-feira, dia 7 de Abril, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) divulgou que seis detentos da Unidade Prisional do Puraquequara foram mortos dentro da unidade e que a policia estava no local para reforçar a segurança. 

O que motivou as mortes ainda não foram esclarecidas. A Seap informou que uma vítima foi enforcada e a outra, decapitada.

Manaus virou a cidade da decapitação. Decapita-se presos nas penitenciárias e nas ruas desmembram corpos e colocam em sacos.

Se vê com isso a banalização da violência e o Estado e a prefeitura como não fizeram políticas de valorização da vida agora tem que conviver num permanente estado de guerra, colocando em risco a vida da classe trabalhadora.

Reafirmamos, Manaus é uma não-cidade, onde a violência toma proporções nazi-facistas e os dirigentes nos comandos políticos não tem políticas públicas para resolver a situação. Enquanto isso, o trabalhador tem que conviver com a certeza do assalto e da morte que regozija programas e jornais da manhã com sensacionalismo e falta de respeito pela vida.

A terra de Ajuricaba não merecia esse fim. Uma não-cidade onde os buracos são covas para enterrar seus filhos decapitados em presídios e nas vias públicas.

.

AFIN DISTRIBUI CESTAS DE NOVO ANO PARA FAMÍLIAS DO NOVO ALEIXO

DSC00173

A AFIN como é de conhecimento público é uma entidade sem-fins lucrativos que atua a 11 anos em Manaus. Com seus vetores a Afin carrega temas sociopoliticosestéticosfilosoficos a serem debatidos com as diversas comunidades.

Sendo assim, A Afin nunca teve um interesse assistencialista ou filantrópico. Obviamente sempre houve uma preocupação com as questões sociais e com o bem comum pois filosoficamente todos estão no mundo para ser feliz e não para passar privação, pois esta não é uma condição da vida. Assim sem nenhum sentimento da culpa cristã ou a Afin em seu envolvimento existêncial com as comunidades. Além dos vetores já tradicionais como o cinema, o teatro maquínico a Afin possui atividades pontuadas como natal, dia das crianças, festa juninas, entre outras onde distribui brinquedos, roupas e outros objetos. Tudo com o intuito festivo e produzir relações de comunalidades propícias para a discussão da existência.

Os três reis mag(r)os e a distribuição de cestas

DSC00150

Desta forma a Afin recebeu em dezembro 10 cestas natalinas do empresário Roberto do Restaurante Good Gula, localizado na Rua Marquês de Santa Cruz no Centro de Manaus, ao lado do Prédio da Alfândega e do PAC Porto.

Este empresário conhecendo o trabalho da Afin doou as cestas com intuito de distribui-las para os comunitários. As cestas foram distribuidas no começo de janeiro e levaram mais do que uma ajuda alimentícia as famílias, pois ampliou ainda mais a relação afinada e propiciou um encontro alegre nos lares que fomos recebidos.

DSC00146

DSC00152DSC00172

DSC00175

E os afinados foram assim como os reis magos visitando as casas dos simples moradores do Novo Aleixo e deixando/recebendo sorrisos, abraços e cestas. A presença afinada no Bairro há pelo menos 7 anos produziu relações alegres de comunalidade que propiciaram os moradores afinados produzirem outras relações com o mundo pela arte, pelos debates e também pela alegria e disposição aos encontros.

Por isso os reis magros da Afin foram durante uma noite dominical tecendo novos encontros afinados e deixando uma cesta recheada de modos de relação atuantes e que aumentam de forma contagiosa a potência de agir de todos os moradores, pais, mães e crianças afinados.

DSC00180

OFERENDAS E BARQUINHAS PARA IEMANJÁ POR UM BOM ANO NOVO DE 2013

Imagem 119

Em uma bela noite de cruviana a Prainha da Ponta Negra em Manaus recebeu diversas famílias, frequentadores das religiões afro e simpatizantes para que vieram fazer oferendas e pedir um bom ano para a rainha das águas e mãe de todos orixás Iemanjá e a dona das aguas doces Mamãe Oxum.

E a areia ficou enfeitada com o colorido das flores, das velas, dos pratos, da fé, dos pontos cantados e das barquinhas que foram oferecidos para Iemanjá. E na festa a nossa mães das águas todos se purificam e renovam assim como o ano novo que logo mais chega.

Eu fui lá na beira da praia,
Para ver o balanço do mar,
Eu vi um retrato na areia,
Me lembrei da Sereia,
Comecei a chamar,…
O Janaína, vem, vem,
O Janaína, vem cá,
Receber estas flores,
Que eu venho te ofertar.

Imagem 172

Imagem 050Imagem 116

ele jurou bandeira
ele tocou clarim
com seu exercito branco
ele lutou por mim
na beira da praia
ogum sete ondas
ogum beira-mar

Imagem 111

Imagem 053

Imagem 056

Caminhando pela prainha vimos alguns babalorixás e ialorixás conhecidos deste bloguinho como a mãe Valkíria e o pai Belmiro, e nestes encontros praianos descobrimos a ausência de algumas casas que não estiveram pelas areias da Ponta Negra neste ano.

Mesmo assim os tambores e os pontos cantados pelos presentes mostraram toda a força que este encontro com oferendas  e agradecimentos possui. E para deixar a festa ainda mais bonita diversas entidades como o Caboclo Ubirajara, Cabocla Herondina, seu Joãozinho, Dona Mariana estiveram presente para oferendar Yemanjá.

Imagem 072

Imagem 034

Imagem 181

Imagem 061

Meus amoriê, Meus amoriá
 
Na linha de umbanda

quem versa, quem manda

são os orixás

Ogum mora na lua

Xangô lá na pedreira

Oxossi na mata virgem

Mamãe Oxum na cachoeira

Imagem 084

Imagem 107

Imagem 105

Imagem 074

Imagem 041

Imagem 098

Imagem 029

Os pontos e orações se renovavam e eram cantados com a força das entidades presentes. Assim as oferendas para Yemanjá presente em cestas, barquinhas, buquê de flores eram enfeitadas e recebiam as velas, presentes e essências destinadas a rainha do mar.

Eu vi chover, eu vi relampejar
Mas mesmo assim o céu estava azul!
Firma seu ponto na folha da jurema
Que oxóssi é bamba no maracatu!

Imagem 174

Imagem 103

Os pontos continuaram durante toda a noite, e com o cair da madrugada as barquinhas estavam prontas para levar as oferendas para Mamãe Oxum e Iemanjá.  Os pedidos, graças, e oferecimentos  também foram feitos para que o ano novo seja repleto de muito axé e que Iemanjá nos banhe com suas águas.

Aos poucos os barquinhos que estavam com na areia foram arrastado para as águas e cada grupo presente levava aos poucos suas preces e objetos para os braços das duas mães, dágua  doce e d’água salgada.

Imagem 135

Imagem 137

Oh que barco tão lindo que vem

Sobre as ondas do mar  

Ele traz as vibrações de nossa

Mãe Yemanjá    

Yemanjá ,Yemanjá

Ela é a rainha do mar

Imagem 141

Imagem 148

Imagem 156

Imagem 151

Imagem 165

Odoyá Odociá minha mãe Yemanjá, Ai-iê-ieu mamãe Oxum

Imagem 198

Imagem 195Imagem 190

Imagem 184

Imagem 216

E assim o mar ficou repleto de oferendas que coloriram e iluminaram um ano novo repleto de bençãos, realizações e muita fé para todos, e ainda um caminho onde a intolerância e preconceito religioso, que acontece muitas vezes com as religiões afro, possam ser superados.

Imagem 241

Imagem 267

Após as oferendas a alegria continuou na areia e os tambores continuaram durante a madrugada prenunciando um bom ano novo de 2013 com muita paz, saúde, realizações e com as bençãos de nossa mãe Iemanjá.

Imagem 231

Imagem 094

Os únicos que tentaram macular esta bela festa foi o prefeito Amazonino Mendes e a prefeitura de Manaus que não se contentam em terminar este (des)governo com as ruas cheias de buracos, e deixaram a escada, atualmente o único meio de acesso a Prainha, sem manutenção e cheia de burados,o que coloca a vida de centenas de idosos e crianças, religiosos e visitantes em risco fatal.

A prainha, que fica a uma grande altura da rua, poderia ser palco de alguma fatalidade, mas pela força de Iemanjá e dos orixás, tudo ocorreu bem.

Imagem 272

Imagem 282

Imagem 276

LUZES DE MUITOS NATAIS NO AMAZONAS

Ontem, dia de Reis terminaram os festejos de final de ano. São 21:11. Estamos descendo o rio Amazonas. Vamos dentro de 10 minutos aportar em Itacoatiara. Alguns afinados, na segunda-feira dia dois também fizeram esta viagem. Dela resultará alguns relatos como este. Fazemos este trajeto sempre. Mas em 1977 não observávamos no beiradão do Amazonas o que vemo hoje. Ele está repleto de árvores de Natal. Nenhum governante neste país conseguiu fazer isso. Generais, sociólogo formado na Sorbone trouxe a esse pessoal Luz. Lux e Tenebris, né, Bertolt. Um trabalhador conseguiu isso. Luz para Todos. Luis Inácio Lula da Silva e a nossa atual presidenta na época ministra das minas energia desenvolveram uma política jamais imaginada por políticos fisiológicos. Nem eu imaginava aqui do meio rio postar pela internet um texto desse. A energia trouxe ao povo do baixo Amazonas e de todo o Brasil mudança radical de vida. No nosso caso, temos um rio rico em peixes de diversas espécies. Como não havia como conservá-lo o caboclo salgava, daí um alto índice de pessoas com pressão arterial alta devido o consumo de peixe salgado com vinho de bacaba, por exemplo. Nosso beiradão está iluminado, não é mais uma imensidão tenebrosidade. Agora temos lux in tenebris. Estamos saindo de Itacoatiara. 

FESTA AFINADA NATALINA EM MAIS UMA CRIAÇÃO DOMINICAL

Neste último domingo a Afin realizou junto com as crianças e toda rapaziada do Novo Aleixo uma grande festança pós-natalina com muita alegria, presentes e um delicioso jantar que incluia Vatapá, Bacalhau, Frango assado, Bolo e outros doces.

Porém a festa começou mesmo com a projeção cinematográfica com o vídeo do Projeto Quatro Cantos com a música brasileira natalina “Bate o sino” cujo video já postamos aqui neste bloguinho.

Durante a festa várias brincadeiras e adivinhações foram feitas mostrando o sentido lúdico do fazer-a-festa e que envolveram até os pais que estavam presentes.

E com a chegada do novo ano já começou na própria festa um esquenta da tradicional Bandinha do Outro Lado, que há quatro anos cria o movimento dionisiante pelo bairro do Novo Aleixo. O talentoso percursinista Rian mostrou que está com o batuque pronto para o carnaval, acompanhando algumas marchinhas no atabaque sem sair do ritmo.

Do ritmo carnavalesco para a música bailante de um ballet, que a sempre afinada Bia veio da Cidade Nova para apresentar-se para as crianças e deixou muitos olhos em sua sapatilha, mostrando na sua disposição e talento como uma jovem artista um deslocamento da vida já constituida.

Após mais algumas brincadeiras e jogos chegou o momento tão esperado… a distribuição dos brinquedos. Para fazer uma entrega mais democrática cada criança recebeu uma senha aleatória que correspondia a um número colado em algum brinquedo. Como os outros acasos desta vida a entrega poderia propiciar algo inesperado como um menino ganhar uma boneca ou um conjunto de fogãozinho e panelinhas. Só que como cada recebeu pela ‘graça do destino’ seu presente, caberia somente a ele decidir se trocaria com outra criança, ficaria com o presente, ou daria a alguém.

Assim conforme os acasos dos números foram sendo intregue os brinquedos e fazendo a alegria de todas as crianças. Cada novo brinquedo que era distribuido era celebrado e caso a criança desejasse trocar com alguém se conversava e assim recebia seus brinquedos.

Aderson mais conhecido como Vizinho mostraseu presente trazido pelo acaso: uma boneca

O jovem Yuri recebe afinadamente uma flauta para compor novos sons em sua vida.

E assim continuou a distribução até a última senha com todas as crianças presentes ganho seu brinquedo para neste novo ano poder com seu talento e criação, brincar e ter outras formas de se relacionar.

Por fim foi distribuido os deliciosos desbrocantes natalinos com bacalhau, vatapá,frango, arroz e muitas outros comes e bebes que celebrou a criação artística afinada de um novo ano realizador por todos nós.

E a partir deste domingo, o kinemasófico começa sua programação com a eleição feita pelas crianças e projeção dos melhores cinemas do ano de 2011 e que muitas imagens novas e produtivas continuem kinemasofikando nós crianças.

OFERENDAS E BARQUINHAS PARA IEMANJÁ POR UM BOM ANO NOVO

As margens deste novo ano em uma bela noite se reuniram na Prainha da Ponta Negra diversas famílias, frequentadores das religiões afro e simpatizantes para fazer oferendas para a rainha das águas Iemanjá e a dona das aguas doces Mamãe Oxum.

Eu fui na beira da praia pra ver
O balanço do mar
Eu vi o retrato da areia
Me lembrei da sereia
Começei a chamar

O Janaina vem ver, O Janaina vem cá
Receber estas flores
Eu vim lhe ofertar!

As barquinhas repletas de flores e oferendas tomaram a areia enquanto se cantava e faziam as homenagens a Iemanjá. Em toda a praia as famílias e religiosos agradeciam as bençãos recebidas e pediam um novo ano de bastante realizações.

Vindo se juntar aos presentes diversas entidades espirituais afro como caboco, preto velho, ciganas, erês para também fazer oferendas para Iemanjá e trazer axé para o este mundo e mensagens de novo ano.

A cigana Rosa da linhagem deAngola deixou uma mensagem para todos os praticantes da religião afro.

Na lua de hoje, eu Cigana Rosa, rainha dos ciganos não está aqui como exú, está aqui como ciganas na qual fizemos esta mesa com ajuda dos filhos para trazer fartura, caminhos abertos, pra felicidade e pros amores que é o que se tá faltando neste mundo de pecado, no mundo da religião. Pai de santo quer ser melhor que pai de santo, casa de santo quer ser melhor que outra casa e isto não existe. Espirito nenhum é melhor o problema é a mentalidade dos filhos, e este é o nosso pensamento de cigana aça pedinto isto: paz, felicidade e união. Por que a união faz a força; uma corrente quando se quebra um elo não se tem força. E é isto que nós invisíveis, pé-de-vento cobramos deste povo do santo ultimamente. União, fé e humildade por que a humildade e a fé está acima de tudo. Não existe religião, candomblé sem fé, humildade e união.

Caminhando pela Prainha encontramos Pai Anderson que estava junto com alguns outros trazendo algumas oferendas e cantando em seus pontos para Iemanjá o desejo de muito axé para todos .

Olha o navio é negreiro nas ondas do mar

Vamos Saravá nossa mãe Iemanjá

Azul e Branco minha mãe é a cor do céu

Aí quem me dera senhora mãe o seu lindo véu 

“Odoya Odocia minha mãe abençoe todos seus filhos com esta água pura e cristalina assim tirando a impureza deste mundo, a malevolência, a perseguições dos inimigos carnais e espirituais. Odoya mãe Iemanjá, venha trazer paz espiritual para todos. Traga realizações a todos”

Nosso bloguinho conheceu Pai Belmiro de Oxossi que realizou uma portentosa oferenda para sua mãe Oxum e pedindo um ano própero.

Ogum mora na lua

Xangô lá na pedreira

Oxossi na mata virgem

Mamãe Oxum na cachoeira

“Hoje fizemos uma homenagem a minha senhora Oxum Iapondá que é dona das águas doces. Nós festejamos todos os anos Iemanjá, mas na verdade nossa referência tem que ser a Oxum que é dona de nossas águas. Mas como já é tradição trazemos um presente pra Iemanjá, um pra Oxum que é a minha mãe pedindo prosperidade, caminhos abertos, sorte, que ela nos traga paz para o Mundo”

Encontramos também as entidades ligadas ao mar como o seu Joãozinho que também dançaram, cantaram pontos para  e fizeram oferendas a Rainha das águas Janaina.

Eu quero ver quem vem.

Eu quero ver quem é.

Eu quero ver caboco bom.

É no balanço da maré.

Ela não tem medo de andar no mar

Ela só tem medo senhor meu pai

Desta barca virar.

Oh que barco tão lindo que vem

Sobre as ondas do mar  

Ele traz as vibrações de nossa

Mãe Yemanjá    

Yemanjá ,Yemanjá

Ela é a rainha do mar

A beleza da festa continou durante toda a noite com uma grande diversidade de grupos ligados a religiões afros e outros simpatizantes que se uniram em pedir um novo ano melhor.

Caboca Mariana que também estava presente, na cabeça de Mãe Valkíria, deixou uma mensagem de fé e axé para  o mundo inteiro.

“Que este ano que faz 2012 ilumine a gente o caminho dos pecadores, que dê muitos anos de vida, que traga muito axé, muita prosperidade,  muita paz e compreensão, que é o que o povo não tá tendo no mundo do pecado. Nós cabocos estamos oferecendo nossas oferendas e pedindo muita paz e que este ano seja de muito axé, axé e axé. Nós pedimos isto por que todos estes anos que nós passamos foi muita tragédia no mundo do pecado, muita violência. Eu, Caboca Mariana deixo um voto aos pecadores que pecam a Deus que busquem primeiro a Deus, que o resto a gente leva aqui em baixo. E também pedir muita paz, prosperidade, caminhos abertos, muito axé, dinheiro.”

Pai Geovano de Oxagiã também estava presente com os filhos de sua casa e recebeu diversos cabocos. Com muito entusiasmo e vibrações os ogans levaram os pontos nos tambores e atabaques que eram entoados por todos da casa que se refestelavam na alegria de Iemanjá.

Até que no alto da festa recebeu o caboco Sibamba que sempre com sua alegria e bom humor também conversou que este bloguinho sobre o próximo ano.

Este ano que vem vai ser de muita confusão, de muita falsidade, de um se jogando pro outro pra ser a mesma merda. As crianças vão tentar passar um doce, um bom pro povo, pros políticos, principalmente pra estes safados. O Amazonas está fudido por todo mundo. Quem manda ser burro e fuder o Amazonas assim. Mas vai ter muita coisa boa, mas também tem bastante coisa ruim que o povo faz. Quase tudo vai dar certo se o povo saber quem escolhe os políticos e se eles souberem escolher tudo vai dar certo. A política é que nem amor: se você souber escolher com certeza vai certo. Caboco Sibamba

 E pela madrugada as barquinhas foram sendo trazidas ou arrastadas para o rio e entrege a Iemanjá como gratidão e pedido por um ano melhor

Joguei minha barca n’água
Eu quero ver navegar
Peço licença primeiro
A Nossa Mãe Iemanjá.
Oh, Iemanjá! Oh, Iemanjá!
Quem manda nas ondas d’água

Sibamba também abençoou os presentes com seus banhos e com chapagne para passar um ano bom de muitas realizações, e muito axé

E a festa continuou durante a madrugada toda com diversos cantos à Iemanjá, mas também aos invisíveis cabocos, preto-velhos e ciganas, para que este novo ano seja construtor de novas formas de existência na transformação do mundo.


Sentinela das águas do mar
A mãe d’água mandou avisar
Que hoje não pode pescar
Pois hoje tem festa no mar

Iemanja ela é a rainha do mar

No mar tem flores

 Tem rosário de Nossa Senhora 

Aroeira de São Benedito 

Cabocla Herondina, chegou nesta hora

Oh embala, embala, embalaô, cabocla Herundina embala se só,

Ela embala se na rede cipó,


Ela não tem amor na terra,

Ela não tem por quem chorar,

A sua mãe foi muito ingrata,

Atirou-lhe em alto mar


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,935,409 hits

Páginas

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30