NOCAUTE: IMPLACÁVEL, MARCELO COELHO, DESCE A LENHA EM FHC

 

Em geral polido e cortês, o jornalista Marcelo Coelho, membro do Conselho Editorial da Folha, dedicou a sua coluna semanal desta Quarta-feira de Cinzas ao “autoritarismo” e à “arrogância” do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

 “Aquele famoso “sabe com quem está falando?” ganha uma versão particular nos modos do ex-presidente. Em teoria, quem diz isso se coloca acima dos demais. No caso FHC, o autoritarismo é inclusivo: ‘Eu e você sabemos perfeitamente quem sou eu que está falando’. Por sermos da mesma patota, você sabe, sou eu que mando”, diz o texto.

Coelho também critica o apoio do tucano à candidatura do apresentador Luciano Huck: “Como ex-presidente, FHC poderia se colocar num plano bem elevado, o de sábio estadista. Suas considerações sobre a oportunidade de uma candidatura Luciano Huck confirmam, infelizmente, a característica que ele sempre teve: a de ser um imenso falastrão, cuja única inocência é a de achar sinceramente que é um sábio estadista”.

Leia abaixo a coluna na íntegra:

Vamos falar de Fernando Henrique?

O autoritarismo e a arrogância têm muitos disfarces. Conheço gente capaz de dizer barbaridades com um grande sorriso nos lábios, dando tapinhas nas costas da vítima. A simpatia, pensam, absolve tudo.

Não é bem simpatia: cabe mais falar num senso de familiaridade. O agressor age na certeza de que sempre foi e será apreciado.

A indulgência com que trata a si mesmo, ele a projeta nos demais. Quando esmaga alguém, não deixa de olhar para um espelho imaginário, colhendo desde logo os aplausos pela proeza.

É uma espécie de abuso patriarcal, uma bonomia do mando, uma opressão grugulejante, um babado no despudor.

Claro que muita gente cabe nesse modelo, que tem variações de sexo, idade, ofício e região do país.

Já recordei, neste espaço, um exemplo do comportamento. Bem antigo, aliás: Fernando Henrique Cardoso era candidato ao Senado, em 1978, e estava num debate com Claudio  Lembo  —que tinha a espinhosa tarefa de defender o regime militar.

Elogiando a “abertura” de Geisel e Figueiredo, Lembo resolveu citar um cientista político americano, Samuel Huntington, que destacava a função “modernizadora” do autoritarismo de direita na América do Sul.

“Huntington defende a ditadura”, cortou Fernando Henrique, com razão. Lembo quis balbuciar resposta. Com o mais simpático dos sorrisos, FHC falou grosso: “Não adianta, disso eu entendo mais do que você”.

Houve depois a famosa foto em que FHC se sentou na cadeira de prefeito, dando por certa uma vitória eleitoral que acabou sem acontecer.

Já presidente, Fernando Henrique deu entrevista coletiva pouco após anunciar um aumento pequeno do salário mínimo. Um repórter da Folha perguntou, com uma ponta de demagogia, como faria o presidente se tivesse de viver com tão pouco.

“Faria o mesmo que você”, respondeu, em tom de “ora essa!”. Queria dizer que não adianta um jornalista se fazer de “povo” quando, afinal, todos “nós”, ou seja, “eu e você”, pertencemos à mesma classe.

Simpatia do ex-presidente pela candidatura de Huck desmascara o mito do estadista e revela o falastrão

“Eu mesmo tenho um pé na cozinha”, brincou FHC ao tratar do racismo brasileiro. Era uma frase simpática, mas ao mesmo tempo escandalosa: ao usar expressão obviamente racista, ele sem dúvida tirava da cozinha o pé que dizia estar ali.

Resumindo, uma permanente sensação de estar “à vontade” disfarça em Fernando Henrique a sua profunda arrogância. Aquele famoso “sabe com quem está falando?” ganha uma versão particular nos modos do ex-presidente.

Em teoria, quem diz isso se coloca acima dos demais. No caso FHC, o autoritarismo é inclusivo: “Eu e você sabemos perfeitamente quem sou eu que está falando”. Por sermos da mesma patota, você sabe, sou eu que mando. Pode ficar quieto, já sabemos aonde você quer chegar. Só que eu cheguei antes. Já estou eleito, fique à vontade no meu gabinete de prefeito.

Como ex-presidente, FHC poderia se colocar num plano bem elevado, o de sábio estadista.

Suas considerações sobre a oportunidade de uma candidatura Luciano Huck confirmam, infelizmente, a característica que ele sempre teve: a de ser um imenso falastrão, cuja única inocência é a de achar sinceramente que é um sábio estadista.

“Ora, ora, você sabe que eu sou um estadista mesmo… Pare com esse nhe-nhe-nhem.”

FHC poderia conferir peso a propostas de reforma política ou equilíbrio nos debates sobre a Previdência; poderia moderar os embates entre o Judiciário e os políticos.

Não. Chama os holofotes para elogiar Luciano Huck.

Provavelmente, acha que qualquer um é tão inferior a ele mesmo que, entre Huck, Serra, Alckmin, Doria, Justus ou Romário, qualquer um serve, desde que ganhe.

Talvez FHC esteja mais uma vez seduzido por seu grande fetiche, o da “modernidade”, no seu modelito Jardins. Huck? Um rapaz “simples, boa figura, falei com ele outro dia no La Tambouille”.

O Plano Real, com seus grandes méritos, trouxe essa modernidade como bandeira: o câmbio baixíssimo e os juros altos permitiram nossas compras de bebida importada e nossas viagens com cartão de crédito internacional.

Dizia-se que aquela demagogia do dólar barato era na verdade uma aposta na possibilidade de renovar tecnologicamente nosso parque industrial. Entraríamos no Primeiro Mundo; quanto a você, se for um dos 60 milhões de excluídos de quem FHC fez pouco, saiba que, no Caldeirão do Huck, um arquiteto de grife redesenhará o seu barraco.

Anúncios

0 Responses to “NOCAUTE: IMPLACÁVEL, MARCELO COELHO, DESCE A LENHA EM FHC”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Anúncios

USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,110,021 hits

Páginas

fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

%d blogueiros gostam disto: