VIOMUNDO: GLOBO FOI AO RATO DA BEIJA-FLOR, MAS NÃO AO TUCANO DE TUIUTI

A emissora fez uma descrição minuciosa do desfile da Beija Flor, justamente o que faltou no caso da Tuiuti; o rato mereceu grande destaque, mas o tucano sumiu.

por Luiz Carlos Azenha

O telespectador que assistiu ao desfile da Beija Flor, na madrugada desta segunda-feira, embalado por um belíssimo samba, notou que os encarregados de descrevê-lo na TV Globo fizeram com a escola de Nilópolis o que deixaram de fazer no domingo, com a Paraíso do Tuiuti.

O enredo desta era claro: Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão? Uma pergunta que deveria conduzir à resposta que a emissora não deu, ao menos em sua plenitude.

Uma das formas de escravidão moderna a Tuiuti explicitou de maneira absolutamente cristalina: a perda dos direitos trabalhistas no Brasil, fruto de um golpe promovido por patos e paneleiros. A presidí-la, o vampiro com faixa presidencial. Estava tudo lá, para quem quisesse ver. A Globo não viu — ou fez que não viu.

Já o enredo da Beija Flor, Monstro é aquele que não sabe amar, baseado na figura de Frankenstein, requeria explicações que a Globo deu desde o início do desfile, com ênfase em argumentos que às vezes refletiam muito mais as prioridades dos próprios comentadores.

Logo na primeira intervenção, um dos repórteres deixou claro, bem ao lado de um carro alegórico, um rato gigante à frente: “Os ratos tomaram conta da Petrobrás, segundo a visão da Beija Flor aqui na avenida. É a crítica social, a crítica política no desfile da Beija Flor”, sublinhou.

Nas arquibancadas, uma entrevista ecoou: “Eu achei uma crítica em favor do povo brasileiro, que tá tão sofrido”, respondeu uma senhora, ao que o repórter acrescentou: “Isso aqui é bonito: samba, cultura e consciência”.

Mais adiante, noutra intervenção: “É uma crítica social forte que a Beija Flor está trazendo para a avenida”.

Um dos comentaristas lembrou que a escola denunciava também a “carga tributária que é uma das maiores do mundo”. O “peso dos impostos nos ombros de todos nós”, segundo um narrador, não seria compensado por serviços à altura.

Ora, se a Beija Flor estava ali para denunciar injustiças, seria necessário ao observador — honesto ou ao menos bem informado — lembrar que a carga tributária no Brasil incide justamente sobre os mais pobres.

Seria demais esperar que fosse dito que os irmãos Marinho, donos da Globo, pagam relativamente ao seu patrimônio menos impostos que os moradores de Nilópolis.

Mais adiante, a interpretação dada por um comentarista global ao carro alegórico que trazia o prédio da Petrobrás foi de que as favelas seriam “consequência dessa corrupção”.

Ora, talvez a explicação dada pela própria Tuiuti faça muito mais sentido: os descendentes de negros libertos, abandonados depois da escravidão, é que formam o grande contingente populacional das favelas, hoje submetidos a novas formas de escravidão.

E, se a corrupção é um grande flagelo, o que dizer da imensa desigualdade de renda?

Mas, é Carnaval! Cobrar explicações sociólogicas da Globo sobre cada fantasia ou carro alegórico seria um absurdo.

Cabe notar, do ponto-de-vista estritamente jornalístico, que a Globo se esforçou para explicar o enredo da Beija Flor de uma maneira que não fez com a Paraíso do Tuiuti — com entrevistas e comentários.

Quando figurantes da Beija Flor apareceram de guardanapo na cabeça, Fátima Bernardes contextualizou: “Fazendo referência àquela cena em que o ex-governador Sérgio Cabral foi fotografado com amigos no Exterior, em Paris, com guardanapos enrolados na cabeça”. Foi o que faltou fazer, por exemplo, com a ala Manifestoches, da Tuiuti.

Observações in loco de repórteres sobre os carros alegóricos da Beija Flor não foram feitas a respeito dos da Tuiuti, especialmente o Neo Tumbeiro, que trazia no topo o vampiro e mãos gigantes manipulando figurantes vestidos com a camisa da seleção brasileira.

Não houve, assim, registro contextualizado da presença dos paneleiros, dos patos da Fiesp e nem do tucano engaiolado, outra fina ironia da Tuiuti que a Globo sonegou a seus telespectadores.

Como tudo isso ficou de fora não só da transmissão, mas também do resumo do desfile exibido segunda-feira e de todos os telejornais da Globo (com exceção de uma frase um tanto vaga noJornal Nacional), sabemos que não foi por acaso

Anúncios

0 Responses to “VIOMUNDO: GLOBO FOI AO RATO DA BEIJA-FLOR, MAS NÃO AO TUCANO DE TUIUTI”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Anúncios

USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,110,015 hits

Páginas

fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

%d blogueiros gostam disto: