PARA JURISTAS, CASO LULA DESPREZOU REGRAS, MOSTROU ARBÍTRIO E FALSO HEROÍSMO

“TERATOLÓGICO!”
Lula pode ser candidato? Não há jurisprudência eleitoral, lembra professora. Advogada criminalista critica “magistrados pueris, com fetiche de serem heróis” e ex-secretário aponta 462 gravações ilegais
por Vitor Nuzzi, da RBA.
 
                                                      VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
Sérgio Moro

Conduta de Moro foi considerada típica de magistrado ‘com fetiche de ser herói’, que resultou em sentença monstruosa

São Paulo – Professora do Departamento de Direito Público da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Eneida Desiree Salgado antecipou-se à questão para tentar responder se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá, afinal, ser candidato este ano, algo que considera possível. “Se é provável, é uma outra questão”, afirmou, lembrando que não existe jurisprudência eleitoral. Ele participou de seminário promovido pelo Instituto Lawfare, ontem (29) à noite, para avaliar o caso Lula e seus desdobramentos. Eneida observou que a Justiça Eleitoral tem cassado mais mandatos que a ditadura e “desprezado a soberania popular de maneira desavergonhada”.

Participaram do encontro o advogado Geoffrey Robertson, que representará Lula na Organização das Nações Unidas, e advogados de diferentes formações, como o ex-secretário estadual de Justiça Belisário dos Santos Jr., identificado com a área de recursos humanos, o constitucionalista Pedro Serrano, a criminalista Eleonora Nacif, Walfrido Jorge Warde Júnior (Direito societário) e o professor Reginaldo Nasser (Relações Internacionais na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, a PUC-SP), além do sociólogo Jessé Souza e o ex-ministro Celso Amorim.

Realizado no Tucarena, na PUC, na zona oeste de São Paulo, que excedeu a capacidade de 300 lugares, o ato também valeu como desagravo aos advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Martins, que fazem a defesa do ex-presidente. O seminário foi iniciativa do Instituto Lawfare, criado pelos dois em parceria com Rafael Valim.

Lawfare é termo do mundo jurídico empregado em situações de perseguição política pela via judicial. “O abuso das leis para fins políticos”, definiu Valeska. Durante as duas horas e meia de debate, a expressão foi citada várias vezes, com críticas a procedimentos usados na Operação Lava Jato e, particularmente, no processo envolvendo Lula.

Eleonora, por exemplo, não citou o nome, mas fez referência clara ao juiz federal Sérgio Moro, ao falar que o poder exercido no Direito “muitas vezes cai nas mãos de magistrados pueris, com fetiche de serem heróis”, um desejo que pode ser consciente ou não. Mas que ato heroico há em condenar alguém sem provas?, questiona. “Isso é teratológico!”, afirmou, usando uma expressão que pode ser traduzida como “monstruosidade”, mas também como uma decisão absurda do ponto de vista jurídico. Para ela – também professora da Escola Superior de Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) e diretora do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) –, não é preciso ser expertpara perceber que “nesse caso o processo está inteiramente nulo”.

Belisário falou em “cartas marcadas” e em tentativa de desprestigiar os advogados no processo. “Está se instalando entre nós um arbítrio. Temos hoje em um dos processos da Lava Jato 462 gravações ilegais de advogados conversando com seus clientes. Há um ambiência criada, por equívoco ou de propósito, em que a ilegalidade é aceita. Isso não é o Estado de direito. Eu nunca vi antes do julgamento presidente de tribunal dizer que a sentença era certa”, acrescentou, citando o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Carlos Eduardo Thompson Flores, que em entrevista, antes do julgamento pela 8ª Turma da Corte, elogiou a decisão de primeira instância. 

Advogado de presos políticos durante a ditadura, ele apontou outros problemas, como admissão de provas ilícitas e restrição ao uso de habeas corpus. “A nossa democracia não vai melhorar com a anulação da presunção de inocência. Não há julgamento justo sem respeito ao Estado de direito e aos diretos humanos, e não há democracia sem respeito aos advogados.”

Para Nasser, o caso “vai além” de Lula, do PT e do Brasil. “Devemos levar adiante essa ideia do lawfare. A luta é internacional. Devemos tirar lições e buscar novos aliados”, afirmou. 

Por lawfare, disse o ex-ministro Celso Amorim, entende-se primeiro buscar o culpado, depois encontrar o crime. Ele afirmou considerar o instrumento da delação premiada, na verdade, uma “coerção premiada”, apontando violações de direitos humanos e considerando “extremamente simbólico” o fato de, em outra decisão judicial, Lula ter sido proibido de viajar ao exterior. 

Teoria conspiratória

Simbólico porque a viagem seria a Adis Abeba, capital da Etiópia, onde até o governo Lula o Brasil não possuía embaixada – exemplo da mudança na política de relações internacionais adotada pelo Estado brasileiro naquele período. “É uma coisa quase mesquinha e sem propósito”, afirmou Amorim. Segundo ele, Lula teve “zero influência” na escolha dos caças suecos Gripen, comprados pelo Brasil.

Amorim afirmou que a reação da mídia estrangeira varia “entre a perplexidade e a indignação” com o caso Lula. Ele vê no processo algo que ultrapassa o interesse da elite brasileira, um “esforço de dominação do capital financeiro internacional, para o qual a democracia deixou de ser funcional“. Ele disse que passou a acreditar em teorias conspiratórias e citou o escritor Millôr Fernandes: “O fato de eu ser paranoico não quer dizer que eu não seja perseguido”.

Ao afirmar que “nunca deixou de haver autoritarismo, formas vis de comportamento, na história humana”, Serrano, professor de Direito Constitucional na PUC, acrescentou que agora a barbárie é praticada em “formato de civilização”. “O que nós temos hoje são medidas de exceção, barbáries, no interesse de regimes democráticos. O sistema de Justiça passa a ser o agente de exceção.”

E as provas?

Ele destacou a necessidade de provas. “Não existe jogo de interpretações, os fatos têm de ser incontroversos.” Sobre o julgamento no TRF4, considerou uma espécie de “desagravo” ao juiz Moro. “Creio que ninguém quer que o presidente Lula seja tratado além da lei, mas também não pode ser tratado aquém da lei. Ele deve ser tratado como cidadão, não como inimigo.”

Para Walfrido Warde, falta definir objetivamente o conceito de corrupção. “Os atos de corrupção são determinados por acaso, saem da cabeça do magistrado, do fígado dos promotores.” Segundo ele, o combate “inconsequente, irresponsável” à corrupção traduz-se em ataque a empresas nacionais e a recursos do país. “Me causou muita surpresa a maneira célere com que o processo foi julgado”, disse sobre o caso Lula no TRF4, com tramitação bem mais rápida do que a média daquele tribunal. 

“Precisamos debater qual é o modelo jurídico que devemos observar no Brasil”, afirmou Cristiano Zanin, para quem o processo da Operação Lava Jato dispensou a aplicação de garantias legais e de regras gerais, configurando um Estado de exceção. “No caso do presidente Lula, foram sucessivas as vezes em que vimos as leis e os direitos fundamentais sendo desprezados. Partiu-se de um conceito de atos indeterminados, a partir de um depoimento de um corréu. Não se pode condenar ninguém com algo tão frágil”.

O advogado afirmou que se trata de um caso marcado por violações não só a Lula e sua família, mas também aos advogados, como no episódio da interceptação telefônica do ramal-tronco do escritório. “Toda a estratégia (de defesa) não só havia sido ouvida, mas estava esquadrinhada em anotações da Polícia Federal. Evidente que aniquila o direito de defesa.”

Valeska disse que as 73 testemunhas apresentadas pela defesa “foram ignoradas pela mídia”, que teria 70% de suas fontes vindas da Polícia Federal, do Ministério Público e do Judiciário. “Estamos vivendo um período em que o inimigo não pode ter direitos.”

registrado em:             

Anúncios

0 Responses to “PARA JURISTAS, CASO LULA DESPREZOU REGRAS, MOSTROU ARBÍTRIO E FALSO HEROÍSMO”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,195,017 hits

Páginas

Arquivos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: