“COBERTURA DA GRANDE MÍDIA INCENTIVOU CONDENAÇÃO DE LULA”, APONTA INTERVOZES

Coletivo fez monitoramento dos grandes jornais e concluiu que cobertura desequilibrada feriu o direito à informação

Cristiane Sampaio

Brasil de Fato | Brasília (DF)

Lula foi julgado e condenado pelo TRF-4, em Porto Alegre, na última quarta-feira (24)  - Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Lula foi julgado e condenado pelo TRF-4, em Porto Alegre, na última quarta-feira (24) / Marcelo Camargo/Agência Brasil

O comportamento apresentado pela grande mídia brasileira na cobertura do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última quarta-feira (24), serviu de motor para a campanha conservadora que pede a condenação do petista. A conclusão é do coletivo Intervozes — entidade que atua pela garantia do direito à comunicação no Brasil —, que monitorou a cobertura dos principais canais de TV e veículos impressos de circulação nacional nos últimos dois dias.

De acordo com a coordenadora-executiva do coletivo Bia Barbosa, na mídia televisiva, teve destaque, mais uma vez, a conduta das Organizações Globo. Ela realça a cobertura do canal de TV por assinatura GloboNews, que transmitiu o julgamento durante toda a quarta-feira.

Ao longo do dia, a emissora destacou as falas dos três desembargadores que julgaram o caso e, após o resultado, o posicionamento da acusação, representada pelo Ministério Público Federal, sem, no entanto, apresentar a defesa do ex-presidente. As manifestações da defesa foram ao ar somente na programação noturna da emissora.

O monitoramento constatou, por exemplo, que a primeira declaração do advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, foi ao ar às 21h08min, depois de 1h30min de duração do jornal.

Para Bia Barbosa, a conduta demonstra uma tentativa de sufocar o conflito existente em torno dos argumentos da acusação. “É inconcebível você pensar que um telejornal que vai fazer uma síntese do julgamento não traga a fala dos acusados. O único motivo que justifica eles não terem soltado essas falas [antes] é uma escolha editorial”, aponta.

Outro caso constatado pelo monitoramento é o que aponta que o ex-presidente Lula apareceu na GloboNews somente às 22h06min. O julgamento tece início às 8h30min. O desequilíbrio, segundo Bia Barbosa, fere o direito à informação, que trata de uma garantia constitucional e diz respeito ao exercício da cidadania.

“Se eu ligo um telejornal e só assisto nele o que disseram a acusação e os desembargadores e não fico sabendo os argumentos da defesa, certamente tendo a formar minha opinião aderindo às teses que foram divulgadas. Quando você recebe uma visão parcial do que aconteceu, esse direito [à informação] está sendo claramente violado”, explica.

No caso do Jornal Nacional, transmitido pelo canal aberto TV Globo no período noturno e considerado o telejornal de maior audiência no país, a cobertura se concentrou nas falas dos três desembargadores, cujo discurso esteve mais voltado para as acusações. Bia Barbosa salienta que, novamente, o jornal agiu com desequilíbrio diante do caso.

A coordenadora-executiva aponta ainda que a fala do ex-presidente veiculada pelo Jornal Nacional trata de uma declaração em que o petista afirmava que o processo carecia de provas e que, por conta disso, ele ganharia “de 3×0” no julgamento. A declaração ganhou, na leitura do Intervozes, um tom irônico diante do contexto geral da edição do jornal e da notícia mais forte do dia, que trazia um placar exatamente inverso.

“A escolha dessas aspas foi pra deslegitimar a fala dele. Ela tem um simbolismo no sentido de tratar o Lula como alguém que estava completamente ‘fora da realidade'”, critica Barbosa.

Mídia impressa

O coletivo Intervozes também realizou uma análise similar, publicada nesta sexta-feira (26), em relação a grandes jornais impressos de cobertura nacional: Folha de São Paulo, Estadão e O Globo. 

Ana Mielke, também coordenadora-executiva do coletivo, destaca o que chama de “criminalização da resistência”. Segundo ela, a assimetria de tratamento entre as partes deu o tom do debate e conduziu a cobertura não só para o sufocamento das vozes dissonantes, mas também para a criminalização daqueles que discordam do discurso oficial apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Justiça.

“O discurso dos jornais tem legitimado as decisões da Justiça como se elas fossem infalíveis e não fossem questionáveis, como se estivessem acima de qualquer suspeita. Esse discurso criminaliza a discordância e não tem apego nem mesmo entre os cientistas políticos”, critica Mielke.

Outro aspecto de realce na cobertura, segundo o Intervozes, seria a tentativa dos jornais de convencer a opinião pública sobre uma suposta necessidade de condenação de Lula para levar à estabilização da economia. Mielke aponta que tal argumentação não poderia ser considerada “concreta”.

“A grande mídia se utilizou desse argumento pra tentar gerar empatia na população, mas quais são os dados que reforçam essa argumentação? São estritamente especulativos, ou seja, vêm do mercado financeiro. São um espectro, quase uma assombração”, complementa. 

Jornalismo

O professor César Bolaño, da Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Sergipe (UFS), considera que a cobertura apresentada pelos grandes jornais em relação ao julgamento do ex-presidente Lula compromete as boas práticas do jornalismo e os próprios valores democráticos. Ele acrescenta que o problema está diretamente relacionado à alta concentração da propriedade dos meios de comunicação no Brasil.

“A informação é muito controlada. Não se tem nem uma diversidade de veículos com posições diferentes e nem uma diversidade dentro dos veículos. Estamos diante do pior dos mundos do ponto de vista da mídia hegemônica”, finaliza.

Edição: Vivian Fernandes

Anúncios

0 Responses to ““COBERTURA DA GRANDE MÍDIA INCENTIVOU CONDENAÇÃO DE LULA”, APONTA INTERVOZES”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Anúncios

USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,110,021 hits

Páginas


%d blogueiros gostam disto: