GOVERNO E OPOSIÇÃO VEEM TEMER COMO REFÉM DO CONGRESSO

Avaliação principal é de que Planalto terá trabalho ao recompor a base para as próximas votações. Oposição lamenta rejeição da denúncia, mas demonstra ânimo para derrubar matérias que consideram “retrocesso” para o país
por Hylda Cavalcanti, da RBA.
 
                                                                    LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
Denúncia contra Temer

Oposição, que conseguiu na primeira denúncia 233 votos, ontem conseguiu quase vinte votos a mais: 251

Brasília – O resultado da Câmara, ontem (25), foi uma vitória esperada, mas sofrida para integrantes da base do governo, que não imaginavam ter tanto trabalho para conseguir reunir os deputados aliados para a votação. A primeira surpresa foi a mobilização bem estruturada dos oposicionistas, que conseguiram fazer barulho num ato público pela obstrução da sessão. Mas o que mais chamou a atenção do Palácio do Planalto foi a determinação de vários parlamentares que apoiam o governo em se dizerem na dúvida até o final.

Estes, reclamarem de não terem tido pleito atendido pelo Executivo e insistiram em ficar ou em casa ou nos seus gabinetes. O resultado foi menor do que o esperado pela equipe do Planalto na véspera. E maior, diante do prognóstico que a base fez, já em tom de preocupação, por volta do meio do dia.

Na terça-feira (24), o Planalto apostava ter uma média de 270 a 280 votos. Entre 12h e 13h, o vice-líder do governo, Darcísio Perondi (PMDB-RS), checou tabelas no próprio plenário – para alegria dos repórteres fotográficos. Perondi deu telefonemas e confidenciou a colegas, conforme contou um peemedebista, logo depois, que mesmo com os atropelos, Temer seria salvo da denúncia com uma média de 230 a 240 votos.

O resultado foi 251 votos. Na primeira denúncia, foram 263 os votos que blindaram o presidente. Já a oposição, que conseguiu na primeira denúncia 233 votos, dessa vez conseguiu quase vinte votos a mais: 251.

“Não quero comemorar nada. Vamos ver como é que fica o dia de amanhã”, disse, logo após o término da sessão, o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), aliado de Temer, que cedeu por diversas vezes, nas últimas semanas, sua casa para jantares e almoços com os parlamentares. Sempre, na tentativa de convencê-los e negociar benefícios para que apoiassem o governo.

Reforma da Previdência

“Com este resultado o Planalto não vai conseguir nem mesmo aprovar uma lei simples, quanto mais uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que precisa de 342 votos”, afirmou o líder da minoria, José Guimarães (PT-CE), numa referência à PEC da reforma da Previdência.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou que apesar do resultado ter sido inferior ao da primeira denúncia, foi melhor do que o que

esperavam os integrantes da base no início da noite. Sem falar nas divergências que teve com a equipe política do Planalto nas últimas semanas, Maia reconheceu as dificuldades que o Executivo terá para aprovar as próximas matérias de caráter polêmico, mas disse que não tem que ser ele quem vai ensinar o presidente Michel Temer a recompor a sua base.

“Estamos falando de um presidente da República que foi presidente desta Casa por três vezes. Ele entende disso aqui bem mais do que nós”, afirmou, embora admitindo as dificuldades. Outros deputados, alguns próximos de Temer, admitiram que ficará difícil a aprovação de qualquer reforma.

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ), um dos principais críticos da prática de uso do cargo por parte do presidente para conseguir amealhar mais votos para rejeitar a denúncia, disse que o resultado mostrou uma base de sustentação do governo dividida, enfraquecida e com os aliados do Planalto “cada vez mais viciados na cultura de chantagear e pedir vantagens”.

“Prevejo um futuro complicado para o Planalto, daqui por diante”, destacou o deputado, concordando com a versão repassada por vários analistas políticos  de que Temer corre o risco de ficar “refém” dos parlamentares, daqui por diante.

Para o líder do PT, Carlos Zarattini (SP) “se a denúncia tivesse sido acolhida, além de sair do país um presidente ilegítimo, deixariam de tramitar várias propostas que estão no Congresso e que representam ameaças aos trabalhadores e ao patrimônio nacional”.

Ao mesmo tempo, Zarattini elogiou o trabalho da oposição. “Não conseguimos chegar lá, mas estamos empenhados para lutar na derrubada destas ameaças e retrocessos durante as próximas votações e o resultado desta noite provou isso”, acrescentou.

Fator PSDB

No resultado a ser contabilizado a partir de hoje (26) pela equipe de articulação política do Planalto para recomposição da base, constam, dentre votos favoráveis e contrários, a mudança de posição de 11 parlamentares. Destes, oito votaram favoráveis ao governo na primeira denúncia e contrários, ontem.

Outros três, fizeram um sentido reverso: votaram contra Temer na primeira denúncia e passaram a apoiar o governo, na votação de ontem. O grupo dos 11, no total, é formado por integrantes dos PMDB, Podemos, PRB, PSD e DEM.

Outro fator que contribuiu para enfraquecer o governo na sessão da denúncia foi a ausência de 25 deputados. Destes, 15 votaram favoráveis a Temer na primeira denúncia e o Planalto esperava contar com o voto deles. A maioria se justificou com atestados para comprovar que estavam doentes ou se recuperando de cirurgia de emergência nos seus estados. Outros, alegaram sérios problemas familiares que os impediram de comparecer à Câmara.

A grande deserção, contudo, foi do PSDB. O Planalto tentou cativar votos dos tucanos oferecendo como moeda de troca apoio à votação para salvar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no Senado, mas não conseguiu fazer os integrantes da legenda votarem unidos em favor do presidente.

Para completar, surtiu efeito contrário a indicação de um tucano para a relatoria da denúncia sem que, antes, tivessem sido ouvidas lideranças do partido. Como resultado, o PSDB se posicionou totalmente dividido, com maioria contra o governo: Foram 23 votos dos tucanos pelo acolhimento da denúncia contra 20 votos favoráveis a Temer.

Todas estas questões e dados serão checados e rechecados para reuniões de recomposição da base, por parte do Executivo, e de novas estratégias para combate às matérias em tramitação tidas como negativas, pela oposição, nos próximos dias. Na capital do país, sobretudo na Câmara, o ambiente é de cansaço. Vários deputados já viajaram ou têm viagem marcada logo mais para seus estados, depois de uma sessão que foi complicada e estafante.

registrado em:    

Anúncios

0 Responses to “GOVERNO E OPOSIÇÃO VEEM TEMER COMO REFÉM DO CONGRESSO”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,196,257 hits

Páginas

Arquivos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: