Arquivo para 18 de outubro de 2017

PORTAL FORUM: PARECER APROVADO: QUEM SÃO OS DEPUTADOS QUE VOTARAM PARA ARQUIVAR A DENÚNCIA CONTRA TEMER

Por 39 votos a 26, parecer que recomenda o arquivamento da denúncia contra Temer por organização criminosa e corrupção passiva foi aprovado. Cabe agora ao Plenário da Câmara decidir se autoriza a abertura de processo no STF. Confira aqui se o seu deputado votou para salvar Temer

Por Redação

A maioria dos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, no início da noite desta quarta-feira (18), o parecer do relator Bonifácio Andrada (PSDB-MG) que recomenda o arquivamento da denúncia por organização criminosa e corrupção passiva contra Michel Temer, Moreira Franco e Eliseu Padilha.

O relatório que sugere o arquivamento da denúncia foi aprovado por 39 votos a favor e 26 contra. Mesmo com a aprovação, será o Plenário da casa que decidirá se autoriza ou não a abertura de processo no Supremo Tribunal Federal (STF). Para que o processo seja encaminhado ao STF, são necessários 172 votos a favor da denúncia. Ainda não há data definida para esta votação.

Temer e os ministros foram acusados pela Procuradoria-Geral da República de participar de um suposto esquema com objetivo de obter vantagens indevidas em órgãos da administração pública. Com essa denúncia, Temer se torna o primeiro presidente da história a ser denunciado duas vezes em pleno exercício do mandato. A primeira denúncia, também rejeitada pela Câmara, era por corrupção passiva.

Anúncios

PAPO COM TRAJANO

LUIS NASSIF: OS PRIMEIROS ENSAIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2018

Luis Nassif

Daqui até o início da campanha eleitoral, muita água irá rolar. Não se descarta a possibilidade de um político outsider. Mas, a cada dia que passa, essa hipótese se estreita pela impossibilidade de construção de imagem a tempo de chegar pronto até as eleições, mesmos nesses tempos de redes sociais. Embora não se possa descartar figuras televisivas, como Luciano Huck.

Hoje em dia, as candidaturas postas estão quase todas sob o fogo de uma polarização intensa.

Aproximando-se as eleições, é possível uma convergência para o chamado centro democrático.

​Têm-se, portanto, três campos de polarização:

Campo 1  – O conservadorismo, sendo disputado por Geraldo Alckmin, Bolsonaro e João Dória Jr

Campo 2 – A esquerda, não se descartando candidatos do PSOL.

Campo 3 – O candidato do centro democrático.

As seis candidaturas até agora aventadas – Lula, Ciro Gomes, Fernando Haddad, João Dória Jr, Bolsonaro e Geraldo Alckmin – podem ser divididas de acordo com duas categorias.

Primeira categoria – polarização x consenso.

No grupo da polarização aqueles candidatos cujas campanhas despertariam inevitavelmente o ódio de classe. São os candidatos que disputarão o Campo 1 e 2.

No grupo do centro, os que tentam se sobrepor ao Fla x Flu, definindo novas formas de discurso e prática: modernos x atraso, gestores x velha política, visando ocupar o Campo 3.

No grupo da polarização, por razões diversas entram Lula, Dória e Bolsonaro.

No governo, a grande virtude de Lula foi a da conciliação, juntando todos os setores debaixo do seu guarda-chuva. Ao mesmo tempo, foi sua grande fraqueza, pois impediu de atacar pontos estruturais de estrangulamento, como as políticas de câmbio e juros,  a mídia e o poder das corporações públicas e do Judiciário, mesmo após a campanha do “mensalão”. Essa falta de atuação enfraqueceu o Executivo, deixando-o à mercê do PMDB.

Foi uma construção sem alicerces sólidos, que dependia fundamentalmente da bonança econômica e da capacidade política do presidente. Quando sumiram do horizonte as duas condições, o edifício veio abaixo.

Enquanto vigoraram, permitiram a Lula apresentar, pela primeira vez na história, o desenho de um país moderno, com políticas públicas relevantes, inclusão social e política.

Saindo candidato, mata a possibilidade da candidatura de centro. Juntará o Campo 2 e o Campo 3.

Já o Campo 1 – do conservadorismo – será disputado por Bolsonaro, Dória e Alckmin.

Dos três, Geraldo Alckmin representa o padrão de conservador apreciado pela classe média: duríssimo na pessoa jurídica (vide sua PM), educado e cordato na física.

Lançando-se candidato, a possibilidade maior é que engula Bolsonaro e Dória – se este não morrer politicamente pelo caminho.

No Campo 3, há as figuras de Ciro Gomes e Fernando Haddad, um ligado aos temas.econômicos, outro às políticas públicas com viés social, ambos representando o primado da racionalidade contra a velha política, mas ambos distantes da militância de esquerda e dos movimentos sociais – Ciro entrando em conflito, Haddad admitindo a contragosto.

Ciro faz a crítica do modelo por dentro.

Tenta retomar a antiga aliança entre a centro-esquerda e setores da economia real. É dele a crítica mais certeira contra o lulismo e contra os vícios do atual modelo cambial, monetário e fiscal, e o modelo do presidencialismo de coalisão. Seria um radical de centro, se me perdoem o paradoxo, um candidato de guerra, sim, mas despido dos aspectos de luta de classe que apavora a classe média e os pequenos empresários.

Haddad representa a gestão com cunho social. Foi o grande formulador das melhores políticas públicas do governo Lula, provavelmente o melhor gestor público do pós-democratização. Na Prefeitura, fez uma gestão baseada nas melhores práticas internacionais, nos estudos acadêmicos aprofundados, esmerando-se por mudar estruturalmente o futuro.

Seria, em tudo, o representante de uma elite supostamente modernizante que existe em São Paulo. Foi derrotado pelo antipetismo e por uma campanha negativa incessante da mídia paulista, superficial a irresponsável.

Segunda categoria – a imagem pública

Nesses tempos de redes sociais, a imagem pública é tão ou mais importante que a explicitação de propostas.

Nos grandes momentos de virada das ideias – como ocorreu nos Estados Unidos de Franklin Delano Roosevelt ou, no seu oposto, o país de Ronald Reagan – levou quem se antecipou aos movimentos de aggionarmento, não tendo receio de encarar a baixa receptividade inicial de suas propostas. Vão se formando ventos, que se avolumam até virar furacão. E aí, o Estadista estará pronto para cavalgar os ventos.

Obviamente há muito mais casos de políticos que cavalgaram as melhores propostas, que anteciparam as novas ideias e perderam o bonde.

Dos candidatos, Lula não conta: é ponto de referência, o astro-sol político em torno do qual se organizam todas as forças, a favor e contra, o amor e o ódio em estado puro.

Dória é o camaleão com dentes de jacaré. Conseguiu em pouquíssimo tempo, com vento totalmente a favor, com a mídia e os partidos conservadores procurando seu campeão branco, queimar na largada.

Abandonou a cidade, traiu seu criador, condenou Aécio e depois apoiou Aécio, ofendeu adversários políticos com palavras de baixo calão, e passou uma imagem de ambição desmedida, sem nenhuma visão estratégica. Um presidenciável que anda a reboque do MBL é demais!

Já Bolsonaro é coerência em estado bruto, um rinoceronte predador desde os tempos de Exército. Pela incoerência é que não se perderá.

Alckmin é o conservador civilizado. Fala pouco, pensa pouco, é discreto – e conservador ao extremo – o que o aproxima bastante do cidadão médio, incomodado com a selvageria de Bolsonaro. Mantém a imagem de médico de família, conseguindo encobrir até a do governador frio até o limite da crueldade, cujo exemplo mais ostensivo é sua Polícia Militar.

Já Ciro e Haddad, cada qual com seu estilo, são exemplos de coerência, Ciro rompante, Haddad sóbrio, mas ambos com solidez nos argumentos e na coerência.

Sem nenhuma adjetivação, não se vislumbra nas entrevistas ou artigos de Haddad, nenhuma concessão ao conservadorismo ou deslealdade a Lula.

Contra Ciro, conspira seu temperamento, ao mesmo tempo seu bem e seu mal. Contra Haddad, a falta de envolvimento político maior. De um influente ideólogo do PT, ouvi logo após as eleições: “ O povo percebe quem não gosta dele. E Haddad não gosta de povo”. Referia-se à falta de vontade de Haddad de emular o político tradicional, não às suas políticas efetivas.

Haverá tempo até o primeiro semestre do ano para que se defina o jogo, com Lula ou sem Lula.

LULA ANUNCIA ETAPA DE CARAVANA EM MINAS GERAIS: “VER ESTRAGOS A CONSERTAR”

Ex-presidente começa novo roteiro no próximo dia 23. Em entrevista a emissora de Belo Horizonte, diz que desemprego, pobreza e fome voltaram ao país: “Estamos perdendo direitos que conquistamos”
por Redação RBA.
 
RICARDO STUCKERT

Caravana de Lula, que vai até o dia 30, envolve sete regiões do estado totalizando pelo menos 14 cidades

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começa no próximo dia 23, em Ipatinga, Minas Gerais, nova etapa da Caravana Lula pelo Brasil. “Tem gente achando que governar é fácil e que sabe de tudo. Quando tenho dúvidas, pergunto ao povo brasileiro. Agora, vou percorrer Minas para conversar com o povo, saber o que fazer e ajudar o povo mineiro”, disse o petista, em entrevista à rádio Super Notícia FM, de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (18).

O ex-presidente afirma que quer ver os “estragos” promovidos pelo governo Temer. “Fui ao Nordeste e percebi que a pobreza, a fome e o desemprego estão voltando. Nós estamos perdendo os direitos que conquistamos nos últimos anos”, afirma.

Lula diz que um dos marcos de seu governo na região mineira foi a construção da ponte de Itinga, na região do Vale do Jequitinhonha, uma das mais pobres do país. “Prometi em 1993 (durante passagem da primeira edição da Caravana da Cidadania). Toda vez que eu ia à Itinga, tinha que atravessar de balsa o rio. O balseiro tinha um caroço embaixo do braço de tanto empurrá-la. Eu pensava que um dia faria uma ponte ali. Quando ganhei as eleições, foi feita a ponte, que é um orgulho do povo de lá”, conta o ex-presidente.

Ele criticou as privatizações do governo Temer, que “não entende de povo”, segundo ele. “Não quero governar o país, eu quero cuidar desse povo. Quero cuidar da soberania do país, que não pode ser vendido pelo governo Temer. Porque essa gente não vai ser dono de supermercado ou de loja de eletrodomésticos? Eles só sabem vender. Governar é fazer o país crescer, o que precisa é investimento. Estou esperançoso de consertar o país.”

caravana de Lula, que vai até o dia 30 deste mês, envolve sete regiões do estado, totalizando pelo menos 14 cidades. Na etapa nordestina, realizada em agosto, a caravana previa paradas em 28 cidades e parou em 58.

Em sua segunda agenda mineira, segundo ele, visitará Governador Valadares e a Bacia do Rio Doce. “Quero ver o estrago da lama (do rompimento da barragem em Mariana) e conversar com os pescadores da região”, conta. A viagem tem ainda no roteiro Teófilo Otoni, Itaobim, Itinga, Araçuaí, Salinas, Montes Claros, Bocaiúva e Diamantina. O encerramento está previsto para o próximo dia 30, em Belo Horizonte.

Segundo o Instituto Lula, o projeto Lula Pelo Brasil tem objetivo de recuperar transformações pelas quais o país passou nos governos petistas, contrastar com o “desmonte” dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social operado pelo governo Temer e discutir com a população projetos para o futuro.

O tema da educação tem tido destaque nas viagens do ex-presidente. A entidade cita a criação de três universidades em Minas e de 16 campi universitários, na política de interiorização do ensino público superior. Menciona também a criação de 43 novas escolas técnicas em Minas Gerais. O estado teve ainda 1,1 milhão de famílias beneficiadas com o Bolsa Família e, segundo o instituto, mais de um milhão de mineiros deixaram a extrema pobreza – o que teria contribuído para tirar o Brasil do Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas.

O roteiro da caravana em Minas Gerais

23 de outubro – Ipatinga
18h – Ato “Em defesa da soberania nacional”
Praça dos Três Poderes ou Praça do Marco Zero

24 de outubro – Governador Valadares
8h30 – Visita ao viveiro de mudas do MST
10h – Visita a Bacia do Rio Doce – Feira da Paz
17h – Chegada a Teófilo Otoni. Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri
19h – Ato em defesa da Educação

25 de outubro – Itaobim
13h – Parada no trevo de Itaobim
Transversal da BR116 na entrada da cidade
15h – Ponte de Itinga, que cruza o Jequitinhonha
18h – Araçuaí – Ato cultural do Médio Jequitinhonha na Praça do Mercado

26 de outubro – Araçuaí
8h30 – Visita ao Campus de Araçuaí do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG)
13h – Visita ao Campus de Salinas do IFNMG
15h – Ato público na Praça do Banco do Brasil em Salinas

27 de outubro – Montes Claros
16h – Visita a complexo industrial
18h – Ato público na Praça da Catedral

28 de outubro de 2017 – Montes Claros
9h – Visita a projeto de irrigação por gotejamento (Aspropem)
12h – Bocaiúva – Ato em defesa da defesa da Agricultura Familiar na Praça do Mercado Municipal
18h30 – Ato cultural do Alto Jequitinhonha na Praça da Rodoviária

29 de outubro – Diamantina
9h – Diamantina – Reunião com reitores de universidade e institutos federais na Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri
15h – Cordisburgo – Recepção com Folia dos Reis e Congada em frente ao Portal do Grande Sertão Veredas
17h – Visita ao Museu Casa Guimarães Rosa

30 de outubro – Belo Horizonte
15h – Reunião com prefeitos de Minas Gerais
18h – Ato de encerramento da Caravana na Praça da Estação ou da Liberdade

LUIS NASSIF: O DIA EM QUE O SENADO VIROU SUPREMO


or Luis Nassif

É um exercício curioso acompanhar as justificativas dos votos dos Senadores que votaram pelo “não” no caso Aécio Neves. Isto é, por não dar autorização para o STF (Supremo Tribunal Federal) investigá-lo.

​Alguns foram mais sinceros e alegaram que, se o próprio STF passou a batata quente para o Senado, agora o Senado devolveria a batata quente ao Supremo.

Muito se falou nas prerrogativas do Senado, nas suas atribuições de fazer as leis e, exagerando, de ser o verdadeiro guardião da Constituição, de ser compostos por pessoas eleitas pelo voto popular. Falou-se do risco da ditadura do Judiciário, dos diversos casos em que a Procuradoria Geral da República se precipitou, com as trapalhadas de Rodrigo Janot, e depois o próprio Supremo corrigiu.

Muitos votaram em tese, não pelo Aécio ou contra o Aécio, mas pelas prerrogativas da casa.

Tudo muito bom, tudo muito bem, não fossem dois detalhes: as conversas escrachadas de Aécio com Joesley Batista; e os 500 mil reais que o primo de Aécio levou em uma maleta. Sem contar a conversa de bêbado de Joesley com seu advogado, gravada inadvertidamente, em que diz que Aécio “é muito bandido”.

Não foram episódios soltos, mas indícios em cima de um personagem sobre o qual campeiam suspeitas muito mais graves, desde as caixinhas de Furnas até as estripulias de seu aliado e suplente com o helicoca.

Desde o início da Lava Jato, Aécio Neves, ao lado de José Serra, eram os exemplos máximos da impunidade, a prova de que o Ministério Público Federal (MPF) tinha viés ideológico, assim como o Supremo e o Judiciário em geral. A consagração da Lava Jato viria na punição – ainda que extremamente tardia – deles dois.

Agora se tem um Aécio blindado e um Serra tão à vontade que até pensa em se candidatar ao governo de São Paulo.

LULA DIZ PARA MORO TAMBÉM COBRAR DOCUMENTOS ORIGINAIS DE PROCURADORES E DELATOR

                                      Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN – Os advogados do ex-presidente Lula decidiram demandar que Sergio Moro dê tratamento igual à defesa e acusação e solicitaram que os procuradores de Curitiba sejam intimados a apresentar a versão original de vários documentos que estão sob suspeita de falsidade.

A iniciativa ocorreu após Moro determinar que Lula apresente as vias originais dos comprovantes de aluguel que juntou aos autos para atestar que não recebeu vantagens indevidas em processo que envolve a Odebrecht.

​No ofício enviado na segunda (16), a defesa de Lula pede que “seja determinado  ao  MPF [Ministério Público Federal] e ao corréu [Marcelo Odebrecht] – delator – que  informem se dispõem das vias originais dos documentos aqui contestados, juntados nos eventos 997 e 999, para que essas vias também sejam usadas na realização de prova pericial.”

A defesa reclama que uma série de documentos juntados por Odebrecht e pelos procuradores de Curitiba, às vésperas do interrogatório de Lula (ou seja, dando pouco tempo aos advogados para análise) são cópias entre si mas com algumas modificações alarmantes. Uma das provas, por exemplo, tem duas versões: uma com apenas uma assinatura, e outra exatamente igual, mas assinada por duas pessoas.

Por conta disso, a defesa quer que Moro determina uma perícia participar para verificar se os documentos foram fraudados. Os advogados alegam que o pente fino que será feito por técnicos de informática nos sistemas de registro de pagamento de propina da Odebrecht não será suficiente para resolver a questão da possível falsidade dos documentos.

“A  perícia  técnica que  será  realizada  nas supostas cópias dos sistemas operacionais  utilizados  pelo  Grupo  Odebrecht — determinada de  ofício
por este Juízo nos autos da ação penal em referência — não será suficiente para a resolução do presente Incidente.”

“Assim sendo, é necessária a realização de exames grafoscópico e documentoscópico
em relação a cada um dos documentos”, (…) para “esclarecer,  com  base  na  comparação  e confronto,  dentre  outras  coisas,  conforme  os  quesitos  a  serem  formulados,  se  (i)  os documentos  contestados  são  os  mesmos  e  (ii)  se  há  uma  versão  do  documento  com apenas uma assinatura e outro com duas assinaturas.”

O pedido está em anexo.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,069,732 hits

Páginas