Arquivo para 6 de outubro de 2017

VÍDEO DE ZANIN: MORO, FAÇA A PERÍCIA!

Anúncios

OS ILUSIONISTAS DO MPF

cristSite abemdaverdade.

A realização de perícia nos recibos irá demonstrar que eles são idôneos e que foram assinados pelo proprietário do imóvel, dando quitação dos aluguéis à D. Marisa, que contratou a locação.  O questionamento do MPF é uma tática ilusionista de quem não conseguiu provar que valores provenientes de contratos da Petrobras beneficiaram o ex-Presidente Lula.

O proprietário do imóvel jamais negou que tenha emitido os recibos, tampouco levou ao processo qualquer declaração de que tenha assinado os documentos em uma única data, como se verifica na petição por ele protocolada em 28/09. Ele demonstrou ter adquirido o apartamento com recursos próprios, por meio de cheques administrativos, e não com valores de contratos da Petrobras.

A Defesa também questionou a autenticidade de documentos apresentados na ação pelo MPF por meio de incidente protocolado em 1º/09/2017, mas o juiz Sérgio Moro não autorizou a realização da perícia até o momento. De acordo com decisão proferida em 27/09, o processamento do incidente deveria aguardar a realização de outra perícia, relativa às supostas cópias dos sistemas paralelos da Odebrecht.

Espera-se que o juiz dê ao questionamento da defesa o mesmo tratamento em relação aos questionamentos da acusação, não apenas em relação à idoneidade de documentos, mas sobretudo no que tange à necessidade de demonstração do afirmado uso de recursos da Petrobras para a aquisição dos imóveis (“follow the money”).

Cristiano Zanin Martins

MOVIMENTAÇÕES DE RODRIGO MAIA E ALDO REBELO DÃO SINAIS DE QUE TEMER PODE CAIR

Nos corredores da Câmara, deputados apontam alguns indícios que poderiam revelar um clima de conspiração contra o presidente. Presente a jantar da senadora Kátia Abreu na terça, deputado diz que reunião “efetivamente discutiu a sucessão de Temer”
por Eduardo Maretti, da RBA.
 
                                                   ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Segundo interpretações em Brasília, se sentir que tem chance, Maia pode aceitar conduzir transição

São Paulo – As perspectivas do presidente Michel Temer e suas eventuais dificuldades para vencer na Câmara dos Deputados a votação da segunda denúncia do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ainda são incertas. Deputados da oposição avaliam que Temer ainda está em vantagem e tem a maioria, embora com mais dificuldades para derrubar a peça acusatória do que em 2 de agosto, quando derrotou a oposição com 263 votos contra 227.

Porém, nos corredores da Câmara, reservadamente, deputados consideram que alguns indícios podem apontar para uma surpresa. Um deles é a movimentação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que estaria dando sinais significativos. Segundo essa avaliação, se sentir que tem chance, “Maia pode entrar no jogo para valer” e aceitar ser o condutor da transição, disse um deputado à reportagem. 

De acordo com essa interpretação, Maia estaria sondando suas possibilidades de arregimentar votos suficientes para derrotar o presidente. Em caso positivo, ele poderia de fato se aventurar. Mas seu risco é muito grande. De qualquer modo, a movimentação do presidente da Câmara e primeiro nome na linha sucessória é perceptível. Sinal claro foi sua presença no jantar oferecido pela senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) na terça-feira (3).

Um deputado que esteve presente à reunião afirma que o jantar serviu “efetivamente para discutir a sucessão de Temer”. Para esse deputado, ao participar do jantar, Rodrigo Maia admite que está no jogo para comandar a transição, se as condições o favorecerem.

Já a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) afirmou que, no jantar, vários parlamentares da base do governo relataram as dificuldades que estão encontrando na relação com o Planalto. “O que uniu todo mundo lá é o reconhecimento da grave crise institucional que nós vivemos”, afirmou Vanessa. 

Outro indício importante contra o futuro de Temer como presidente é a postura do ex-ministro Aldo Rebelo, que, depois de 40 anos no PCdoB, resolveu se filiar ao PSB. Essa mudança, segundo deputados ouvidos pela reportagem, não se dá por acaso e já apontaria na direção de que Temer pode estar com os dias contados. Até porque Aldo Rebelo sustenta um discurso de apoio ao presidente da Câmara, além de ter bom trânsito entre várias correntes do Congresso, à direita e à esquerda.

Há duas semanas, o cientista político Ricardo Caldas, da Universidade de Brasília, analisando a conjuntura política, lembrou que havia em Brasília duas correntes sobre o destino da segunda denúncia de Janot. Para a corrente majoritária, Temer deve vencer e, segundo a maioria, com votação ainda mais fácil do que na primeira. Na ocasião, Caldas chamou a atenção para o comportamento de Rodrigo Maia, que é “a pessoa mais importante nesse momento a acompanhar e é a chave do processo”, segundo o analista. “Se essa visão minoritária prevalecer, à qual me filio, Maia vai começar a minar o presidente Temer”, previu.

Já para o cientista político Antônio Augusto de Queiroz, diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Maia poderia até ter desempenhado o papel de líder da transição, mas esse momento, em sua opinião, já passou, junto com a primeira denúncia. “A chance dele foi lá atrás. Ele não tem condições políticas de fazer qualquer movimento contra o governo no momento.”

PAPO COM ZÉ TRAJANO

BLOG AFINSOPHIA COMUNICA AOS ACESSANTES: O WORDPRESS USA ESPAÇO DO BLOG PARA FAZER PUBLICIDADE SEM AUTORIZAÇÃO

Colcha de Retalhos

Colcha de Retalhos. Logo da Associação Filosofia Itinerante (AFIN)

 Breve histórico-virtual. O Blog Afinsophia, corpo-virtual da Associação Filosofia Itinerante (AFIN), iniciou contrato com o WordPress no mês de agosto do ano de 2007. Portanto, há exatamente 10 anos. Tratou-se de um contrato discriminado como plano de domínio. O que significava que o WordPress não poderia exibir publicidade no espaço-virtual do blog em virtude do mesmo não ter qualquer interesse em participar do mundo enebriante da publicidade-capitalista, visto que como um englobante-filosófico acredita no escritor George Orwell quando ele diz que a publicidade é o fruto mais sujo do capitalismo.

   Pois bem, passada toda essa década o contrato foi cumprido. Porém, a partir de umas semanas para cá começou aparecer no Afinsophia propagandas sem qualquer autorização da direção do blog. Como o blog é acessado e seguido por pessoas que acreditam nos discursos expressados e defendidos por ele, como verdades necessárias para criação de novas formas de sentir, ver, ouvir e pensar,como afirmam os filósofos Deleuze e Guattari,  tínhamos a obrigação de procurar saber o motivo de tal procedimento do WordPress, porque para nós trata-se de uma violência contra o corpo-virtual-filosófico do blog que atua junto com a inteligência coletiva na produção  ontológica do existir.

    Diante de nossa inquirição o WordPress informou que as propaganda estavam sendo exibidas porque nosso plano permitia e que se quiséssemos  impedi-las teríamos que contratar outro plano. E mais, que os anúncios eram para pagar os custos. Orá, nós pagamos todo ano a taxa referente ao direito de domínio, como já foi escrito, que significa que o WordPress não oferece gratuitamente o espaço-virtual usado pelo Afinsophia. E mais do mais, o WordPress usa o espaço dos blogs que não têm plano de domínio para exibir publicidade. Para isso basta que o blog tenha um bom acesso. Um exemplo: quando no passado deixamos de pagar a taxa, logo começaram a desfilar propagandas. Quando pagamos a anualidade elas foram retiradas. 

    Como esse comunicado visa especialmente nossos acessantes e seguidores, queremos informar que estamos tomando as devidas providências, com possibilidade de acabar o contrato com o WordPresss.

                                                Abraços afinsophianados.    

DALLAGNOL PEDE PERÍCIA EM RECIBOS DE LULA, E DEFESA ALEGA TENTATIVA DE ABAFAR FRACASSO

 
Jornal GGN – A equipe liderada por Deltan Dallagnol encaminhou ao juiz Sergio Moro um documento explicando vários anexos juntados aos autos do processo em que Lula é acusado de receber vantagem indevida da Odebrecht. E, neste documento, consta o aviso de que um incidente de falsidade foi aberto pelos procuradores, para investigar os recibos do aluguel apresentados pela defesa do ex-presidente.
 
A iniciativa de Dallagnol ocorre em uma guerra de informações encampada pela Lava Jato com ajuda da grande mídia, na tentativa de desqualificar as provas que desmontam parte das acusações contra Lula. A defesa afirmou, em nota, que o incidente de falsidade só vai atestar a idoneidade dos documentos. Além disso, expõe que a operação tenta criar ilusões para esconder que não consegue provar a denúncia que fez contra o petista.
 
 
O incidente de falsidade é uma apuração para avaliar a autenticidade de qualquer documento apresentados em uma ação criminal e sobre o qual há controvérsia, explicou o Estadão desta sexta-feira (6).
 
No caso, o Ministério Público Federal lança suspeitas sobre quando os comprovantes foram assinados, após Glaucos da Costamarques ter criado a versão de que assinou os recibos de 2015 de uma só vez, em novembro daquele ano.
 
Glaucos é o proprietário do apartamento 121 do Hill House, mesmo condomínio onde vive o ex-presidente Lula. O imóvel vem sendo alugado para a família do petista desde 2003. Entre 2011 e 2016, o contrato do aluguel era assinado entre Glaucos e dona Marisa. Lula é proprietário da unidade 122 desde a década de 1990. 
 
Após depoimento a Moro, Glaucos – que decidiu colaborar com os procuradores da Lava Jato após a Receita Federal identificar repasses milionários de seus filhos em sua declaração de imposto de renda – passou a afirmar que Lula não pagou aluguel entre fevereiro de 2011 e novembro de 2015. Glaucos, porém, declarou todos os pagamentos à Receita.
 
Moro decidiu cobrar de Lula a apresentação dos recibos. Quando os documentos vieram à tona, parte da imprensa passou a fazer escândalo por causa de duas datas erradas. Glaucos, por outro lado, se recusa a dar detalhes sobre os papéis.
 
Para a defesa de Lula, a perícia nos recibos irá demonstrar que eles são idôneos e que foram assinados pelo proprietário do imóvel, dando quitação dos aluguéis à D. Marisa, que contratou a locação.
 
Em nota à imprensa, o advogado Cristiano Zanin disse que o “questionamento do MPF é uma tática ilusionista de quem não conseguiu provar que valores provenientes de contratos da Petrobras beneficiaram o ex-Presidente Lula.”
 
“O proprietário do imóvel jamais negou que tenha emitido os recibos, tampouco levou ao processo qualquer declaração de que tenha assinado os documentos em uma única data, como se verifica na petição por ele protocolada em 28/09. Ele demonstrou ter adquirido o apartamento com recursos próprios, por meio de cheques administrativos, e não com valores de contratos da Petrobras”, acrescentou.
 
TRATAMENTO IGUAL
 
A defesa ainda lembrou que pediu a Moro uma apuração sobre documentos juntados aos autos pelo MPF e pela Odebrecht, mas até hoje não obteve autorização do juiz para a perícia.
 
“Espera-se que o juiz dê ao questionamento da defesa o mesmo tratamento em relação aos questionamentos da acusação, não apenas em relação à idoneidade de documentos, mas sobretudo no que tange à necessidade de demonstração do afirmado uso de recursos da Petrobras para a aquisição dos imóveis (‘follow the money’).”

COMUNICADORES PROTESTAM CONTRA EMENDA QUE CENSURA REDES E PRIVILEGIA FACEBOOK

Segundo texto aprovado, candidatos podem ordenar retirada de mensagens “ofensivas” em 24 horas sem autorização judicial. Emenda veda anúncios em sites e blogs, mas permite “impulsionar conteúdo”
por Redação RBA.
 
LUÍS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
Câmara

Congresso promulga texto da reforma. Aberrações só podem ser barradas por veto presidencial ou recurso judicial

Brasília – A Emenda 6, introduzida no texto da reforma política aprovado pela Câmara na madrugada de ontem (5), legaliza a censura. A constatação vem de organizações e especialistas que atuam em defesa da liberdade de expressão e da democratização da comunicação. Passa por integrantes do Comitê Gestor da Internet no país (CGI.br). E encontra eco até mesmo em entidades de representação da imprensa comercial, como Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert) e Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner).

O projeto, que foi para sanção do presidente Michel Temer, permite a remoção de conteúdos sem ordem judicial, violando o Marco Civil. E proíbe o uso de fakes ou apelidos nas redes sociais para quem for realizar a veiculação de conteúdo eleitoral. “Para discutir e comentar a política, você não poderá utilizar codinomes, nicknames etc. Um dos maiores dramaturgos brasileiros, Nelson Rodrigues, que possuía uma coluna famosa com o pseudônimo Suzana Flag, seria criminalizado”, diz o professor da Universidade Federal do ABC Sérgio Amadeu.

Para o sociólogo, o texto cria contradição ao proibir campanhas pagas na mídia, mas admitir conteúdo “impulsionados”, beneficiando redes como Facebook. “O projeto aprovado proíbe propaganda paga no rádio e TV, mas não na Internet. Os políticos poderão ‘impulsionar’ conteúdos, leia pagar likes e posts no Facebook e outros mecanismos dessas megacorporações. Mas não poderá pagar anúncios em blogs”.

Diz o texto: “É vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdos, desde que identificado de forma inequívoca como tal e contratado exclusivamente por partidos, coligações e candidatos e seus representantes”. “Como likes são vendidos em leilões, o Facebook ganhará muito. Quem tiver mais dinheiro comprará mais likes e posts visualizados. Os candidatos pobres, terão seus posts bloqueados pela rede do Zuckerberg que pretende monetizar a alma dos eleitores. Defendo claramente a redução do poder econômico nas eleições. Os posts pagos (impulsionados é um eufemismo) devem ser proibidos”, enfatiza Amadeu.

A emenda estabelece ainda que publicações feitas na internet que sejam consideradas ofensivas pelos candidatos possam ser retiradas do ar em um prazo de 24 horas sem a necessidade de autorização judicial para isso. Para o CGI, que divulgou nota a respeito, a determinação cria insegurança jurídica, dificulta a tutela de direitos e garantias fundamentais e compromete o desenvolvimento da internet no país.

O jornalista Fernando Brito, do site Tijolaço, questiona se a aplicação da emenda valerá para “ódio” de qualquer tipo ou ofensa a qualquer candidato? “Nove dedos”, “Lularápio”, “Molusco”, “Anta” serão considerados ofensa pelos provedores? E se a direita e seus exércitos de robôs cibernéticos dispararem denúncias contra este blog e outros, de esquerda, denunciarem algo, isso é ofensa?”

Brito critica o relator da reforma, deputado Vicente Cândido (PT-SP), que concordou com a emenda. “O deputado Vicente Cândido, sobrenome apropriado, diz que não vê problemas se for ‘bem aplicada, com lisura e com decência’. O deputado habita alguma galáxia distante ou bota a meia na janela a esperar Papai Noel. Isso é uma estupidez e uma porta aberta para a completa ditadura da informação. E o museu da internet, onde basta um histérico para acusar. E histéricos não faltam”, observou.

Segundo o autor da emenda, o líder do SD na Câmara, deputado Aureo (RJ), o objetivo da proposta foi combater as chamadas falsas notícias na internet (fake news) e não promover a censura e cercear a liberdade de expressão. “A preocupação foi acabar com essa verdadeira guerrilha que está sendo criada nas redes sociais”, argumentou.

Votaram contra a proposta, apresentada pelo deputado Aureo, Psol, Rede e PCdoB. O coletivo Coalizão Direitos na Rede chegou a cogitar pressionar para derrubar a proposta no Senado. Mas a ação seria improvável.

Qualquer alteração implicaria em retorno do projeto à Câmara e inviabilizaria a aplicação das novas regras para 2018.

Resta a pressão para que a decisão seja vetada por Temer no momento da sanção, que teria de ocorrer até este sábado. O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), disse considerar o texto “extremamente perigoso”. O senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) afirmou não ter dúvidas de que a emenda será objeto de várias ações judiciais.

Abert, Aner e ANJ publicaram nota conjunta na qual classificaram a emenda como inconstitucional. “Esperamos que o Poder Executivo vete o dispositivo aprovado e restabeleça a plena liberdade de imprensa”, afirma documento das três entidades.

Em nota, Aureo acusou a contestação generalizada à emenda que propôs e mostrou arrependimento. “Minha intenção foi de impedir que os ataques de perfis falsos de criminosos pudessem prejudicar o resultado das eleições (…) Que fique claro: não defendo e nunca defenderei qualquer tipo de censura”, escreveu. “Entendo que não podemos correr esse risco. Por isso, procurei o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para que ele peça o veto do trecho ao presidente da República. A repercussão do caso provou que o assunto precisa ser amplamente discutido e precisamos ouvir melhor os cidadãos para construir um texto que preserve a livre manifestação do pensamento e, ao mesmo tempo, combata os criminosos que circulam nos meios digitais.”


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,069,732 hits

Páginas