UNE EXIGE ‘FORA, TEMER!’ E ELEIÇÕES DIRETAS, EM ANIVERSÁRIO DE 80 ANOS

Entidade estudantil comemora aniversário em São Paulo, com ato político e festival musical com as presenças de Chico César e Rincon Sapiência. “É a luta política que pode transformar as coisas”
por Redação RBA 
 
CUCA DA UNE
UNE 80 ANOS

“Jovem normalmente tem sentimentos de indignação e de rebeldia muito fortes. Cabe à UNE dialogar com isso”

São Paulo – A União Nacional dos Estudantes (UNE) completa 80 anos na próxima sexta-feira (11), quando se comemora também o Dia Nacional do Estudante, com ato político pelo fim do governo Temer e a realização de eleições diretas para presidente. 

Para a presidenta da UNE, Marianna Dias, que toma posse simbolicamente à frente da mais antiga entidade nacional do movimento social brasileiro em atividade, Temer já deu mostras suficientes que “com ele, a gente não consegue ter a universidade pública funcionando. Com ele, a gente não consegue direitos para a juventude”.

Em entrevista à RBA, Marianna conta que tem recebido relatos de professores e reitores das principais universidades federais sobre dificuldades orçamentarias que, inclusive, colocam em risco a volta às aulas, aos moldes do que vem ocorrendo com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Segundo ela, essas dificuldades financeiras são consequência de medidas adotadas pelo atual governo, como a PEC do Teto, que podem comprometer a autonomia das universidades, como reflexo da dependência financeira. 

“Esse não é o retrato do Brasil que a gente quer oferecer para o estudante. Nós vivemos uma era de perspectivas, de possibilidades de sonhar e realizar. A gente tem visto tudo isso se acabar com PECs, projetos e MPs de um governo que não se presta nem ao trabalho de dialogar com os atingidos”, destaca Marianna.

Para a presidenta da UNE, a falta de diálogo na aprovação de medidas como a PEC do Teto e a reforma trabalhista, revelam a face autoritária do atual governo. Ela comparou o governo Temer com os períodos anteriores, quando os estudantes, assim como outros setores, eram chamados a discutir em fóruns e conselhos. 

Além do protesto pelo restabelecimento da democracia no país, – a UNE avalia como um golpe a chegada de Temer ao poder – também está previsto a realização um festival de música universitária, em comemoração ao aniversário da entidade, que contará também com a presença de artistas consagrados, como o cantor e compositor Chico César, e o rapper Rincon Sapiência, que desponta na cena paulista. 

O protesto e as apresentações musicais serão realizados no Largo do São Francisco, em frente a Faculdade de Direito de Universidade de São Paulo (USP), a partir das 18h30, quando também deve ocorrer a posse das novas diretorias da UNE e da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP). As apresentações musicais devem ocorrer a partir das 21h. 

 As comemorações também devem contar com a participação de ex-presidentes e ex-diretores que passaram pela entidade, como Aldo Arantes e o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), e representantes de movimentos sociais, como o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos. 

Desde a sua fundação, destaca Marianna, a UNE foi protagonista e testemunha de diversos capítulos da história brasileira, lutando sempre ao lado da democracia e da soberania brasileira. Segundo ela, a entidade se nutre da combinação de rebeldia e esperança da juventude. 

“O jovem normalmente tem sentimentos de indignação e de rebeldia muito fortes. Cabe à UNE conseguir dialogar com esses sentimentos, e dizer para eles que é a luta política que pode transformar as coisas”, afirma a presidenta, ressaltando que a própria história de resistência da entidade serve como exemplo e inspiração. 

“Além da nossa pauta natural, que é falar sobre educação, sobre as universidades, representando os anseios dos estudantes, a UNE não se contenta em falar, única e exclusivamente, sobre isso. Sempre busca dar contribuições nas pautas ao lado dos trabalhadores, defendendo a soberania nacional, falando sobre o Brasil e o mundo”, diz Marianna. 

Fundada em 1937, a entidade nasce a partir da necessidade percebida pelos estudantes de se organizarem nacionalmente, em contexto de emergência de formas autoritárias de governo, com o crescimento das ideologias fascistas, na Europa. Meses depois, o presidente Getúlio Vargas inaugurava o Estado Novo, reforçando o autoritarismo e flertando com as potências do Eixo.

Outro momento destacado na história da entidade foi, novamente, a luta contra a ditadura inaugurada como o golpe civil-militar de 1964. A presidenta lembra que foram diversos os militantes da UNE que foram torturados nesse período, com pelos menos 46 integrantes mortos ou desaparecidos. Sua sede, no Rio de Janeiro, foi incendiada no mesmo dia em que os militares chegavam ao poder. 

Mesmo durante os períodos autoritários, a UNE seguiu organizando congressos e fóruns, exercitando a participação direta dos estudantes nas decisões da entidade. “A gente clama por democracia, e a exerce nos nossos fóruns internos”, ressalta a presidenta. Segundo ela, o papel da entidade, ao longo desses 80 anos e agora, é fazer a juventude acreditar na luta política como estratégia de transformação social. 

“A gente se inspira muito na história da UNE. Isso nos leva a compreender que esse é o papel que a gente precisa jogar, neste momento, que é o papel de resistir e também ser a esperança de que é possível vencer, passar por tudo isso, e voltar a ter um país equilibrado politicamente, que respeite os trabalhadores, a população, que não destrua a universidade pública”, diz.

Para a presidenta da UNE, um “espectro” ronda as eleições do próximo ano, com ameaça de prolongamento do atual mandato, com pretexto de unificar os pleitos municipais e geral, ou com eventual mudança para o regime parlamentarista. Nada ainda concreto, segundo ela, mas diz que serve de alerta para a necessidade de resistir para que os efeitos do golpe não se prolonguem para além de 2018. “Que não tenham a ousadia de fazer com que esse golpe, além de derrubar uma presidenta legítima, nos impeça de escolher o próximo presidente.”

Os estudantes também planejam, no próximo dia 17 de agosto, mobilizações por todo país, em defesa da universidade pública e gratuita, pelo direito da juventude e pelo restabelecimento da democracia.

Anúncios

0 Responses to “UNE EXIGE ‘FORA, TEMER!’ E ELEIÇÕES DIRETAS, EM ANIVERSÁRIO DE 80 ANOS”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,069,565 hits

Páginas


%d blogueiros gostam disto: