SITE VIDA LEGAL – UNIÃO HOMOAFETIVA E OS DIREITOS TRABALHISTAS

 

Advogada Linda Ostjen Couto

      Texto de Linda Ostjen

No Brasil, o reconhecimento de casamento entre pessoas do mesmo sexo, por analogia à união estável foi declarado possível pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2011 no julgamento conjunto da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n.º 4277, conferindo a união homoafetiva todos os direitos conferidos às uniões estáveis entre um homem e uma mulher.

Todavia, só após dois anos o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) decidiu que cartórios brasileiros seriam obrigados a celebrar o casamento entre pessoas do mesmo sexo e não poderiam se recusar a converter união estável em casamento.

A decisão do STF tinha força vinculante, mas não como força de lei e só em 14 de maio de 2013 com a Resolução 175 do CNJ passou a se executar efetivamente o casamento homossexual.

O caput do art. 5º da Constituição, quando garante o direito à igualdade, o faz de maneira irrestrita, assegurando a todos, sem distinção, direitos e obrigações iguais. O princípio da igualdade é para garantir tratamento e proteção igualitária a todos os cidadãos, inclusive no que tange ao judiciário, pois as leis foram criadas para que todos.

Ademais, o artigo 3º, inciso IV, da CF veda qualquer discriminação em virtude de sexo, raça, cor e que, nesse sentido, ninguém pode ser discriminado em função de sua preferência sexual.

Essa decisão demonstrou a existência de um avanço histórico no direito brasileiro garantindo tratamento igualitário entre união homoafetivas e heteroafetivas.

Caso algum cartório não cumpra a resolução do CNJ o casal interessado poderá levar o conhecimento ao juiz corregedor competente para que o mesmo determine o cumprimento, podendo ser aberto processo administrativo.

Nessa esteira, o TST em decisão pioneira em 25.09.13 decidiu que benefícios definidos em convenção coletiva podem ser estendidos ao companheiro que possui união homoafetiva desde que presente as características concernentes à união estável nos termos do art. 1723 C.C, in verbis:

Art. 1.723. É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher, configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família.

Com a evolução dos costumes o termo família passou a sofrer diversas modificações. Assim o direito vem destacar a família como relação sanguínea, jurídica ou afetiva, com a norma sendo flexível e beneficiando a todos os tipos de união.

1. DOS DIREITOS AOS DIAS DE AFASTAMENTO

1.1  Licença Gala

Com a equiparação dos direitos e deveres de casais homossexuais e heterossexuais, a união homoafetiva passou a ser reconhecida como entidade familiar, ou seja, regida pelas mesmas regras da união estável de casais heterossexuais. O mesmo ocorrendo com o casamento.

Deste modo, o art. 473 da CLT  confere o direito ao empregado a faltar 3 dias consecutivos em virtude de casamento (licença gala),  homossexual ou heterossexual.

Art. 473 – O empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário: (Redação dada pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967)

II – até 3 (três) dias consecutivos, em virtude de casamento; (Inciso incluído pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967)

A licença gala se inicia no 1º dia de trabalho subsequente ao casamento civil ou casamento religioso com efeitos civis. Isso pode ocorrer mais de uma vez para o mesmo empregado desde que o mesmo se case mais de uma vez.

1.2  Licença Nojo

Outro direito que também é conferido na união/casamento homossexual é a licença nojo, onde o empregado poderá faltar dois dias ao trabalho em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa que se encontre declarada em sua carteira de trabalho e previdência social como sob sua dependência econômica.

A duração desta licença pode ser diferente em caso de acordo ou convenção coletiva.

Com relação aos professores a previsão é de 9 dias de licença nojo e gala, nos termos do art. 317, paragrafo 3º da CLT. Já para os servidores é de 8 dias, consoante lei 8112/90.

Em resumo, tem-se que:

Servidor (Lei nº 8112/90)

8 dias consecutivos

cônjuge, companheiro, pais, madrasta ou padrasto, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e irmãos

CLT

2 dias consecutivos

cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa que, declarada em sua carteira de trabalho e previdência social, viva sob sua dependência econômica

CLT – professor

9 dias

cônjuge, do pai ou mãe, ou de filho

2. DA ADOÇÃO

A lei 12.873/13 que entrou em vigor no dia 27 de janeiro de 2013, conferindo direito aos pais adotantes à licença-maternidade de 120 dias e afastamento do trabalho. Até então, só a mãe poderia tirá-la, mas a norma esclarece que apenas um integrante do casal pode solicitar esta licença.

O objetivo da lei é o convívio familiar estreitando seus laços.

Tanto o homem quanto a mulher que adotam uma criança de até 12 anos deve requerer o salário maternidade junto ao INSS. O benefício deve ser pago durante 120 dias, a qualquer um dos adotantes e este obrigatoriamente deve se afastar do trabalho, o mesmo em caso de união homoafetiva, quando um dos companheiros/companheiras poderá solicitar o benefício.

3. DA INCLUSÃO COMO DEPENDENTE NO IMPOSTO DE RENDA E PLANO DE SAUDE

Também no caso de união homoafetiva o cônjuge ou companheiro possui o direito de ser incluído no plano de saúde, odontológico, sendo a negativa passível de impetração de Mandado de Segurança.

Outro direito que foi estendido se refere à inclusão do cônjuge/companheiro como dependente na declaração de imposto renda quando preenchido os requisitos legais, consoante se infere do parecer da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional no. 1503/10.

O parecer sustenta que inexiste vedação legal neste sentido e privilegia o tratamento igualitário e a vedação quanto a discriminação, Princípios preconizados na Nossa Magna Carta.

CONCLUSÃO

Com o passar do tempo e a evolução do conceito de entidade familiar, tornou-se inevitável à necessidade de se equiparar a união homoafetiva a heteroafetiva, conferindo os mesmos direitos.

O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana e da vedação de qualquer forma de discriminação sexual são pilares para que todos os direitos conferidos a união heterossexuais sejam conferidos a união homoafetivas.

Texto de Any Menezes de los Rios no site http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.phpn_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=18060&revista_caderno=25

 
Anúncios

0 Responses to “SITE VIDA LEGAL – UNIÃO HOMOAFETIVA E OS DIREITOS TRABALHISTAS”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,016,627 hits

Páginas

agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

%d blogueiros gostam disto: