SERRANO: “SISTEMA NÃO QUER ESTADO MÍNIMO, QUER ESTADO QUE NÃO DÊ DIREITOS”

Jurista participa de congresso da FUP, em Salvador, que teve a participação de Guilherme Boulos, João Pedro Stédile, Roberto Requião e do ex-presidente Lula, que enviou um vídeo
por Redação RBA 
 
Pedro Serrano participou de painel da Cofup na tarde desta sexta, ao lado do deputado Paulo Pimenta

São Paulo – O jurista Pedro Serrano participou, na tarde desta sexta-feira (4), do painel “Os pilares do Golpe Jurídico, Parlamentar e Midiático no Brasil”, no segundo dia do 17º Congresso da Federação Única dos Petroleiros (Confup), em Salvador. Em sua fala, Serrano afirmou discordar da interpretação de que o capitalismo contemporâneo precisa de um Estado mínimo. A força de instituições como os bancos privados, segundo ele, comprova que, ao contrário, o sistema necessita de um Estado forte, mas para garantir os “direitos” das elites. “Por que as pessoas pegam o dinheiro e põem no Itaú, e não numa instituição menor, que remunera até melhor? Porque o Estado não deixa ele quebrar, o Estado garante.”

O jurista também destacou que, conceitualmente, não se trata mais, no atual momento histórico, do chamado “Estado de exceção”, que estaria sendo colocado em execução no Brasil. De acordo com Serrano, a violência existe “no interior da democracia”. O sistema financeiro precisa do Estado forte e violento para garantir sua hegemonia nessa democracia de poucos.

“No século 21, não são Estados de exceção. É preciso manter uma aparência de democracia. O que existe são medidas de exceção ditatoriais dentro da democracia”, disse o jurista. “(O sistema) não quer o Estado mínimo, ele quer o Estado que não dê direito às pessoas.”

Para Serrano, o novo modelo do capitalismo mundial também necessita da violência para conter a violência alimentada por ele próprio. “Nesse modelo, não cabem direitos humanos, Constituição, direito das pessoas. Da década de 90 para cá, quadruplicou o número de presos no Brasil. Foi de 150 mil para 600 mil em 20 anos. Hoje temos 60 mil pessoas assassinadas por ano pelo Estado, indiretamente, e diretamente são 3.500. É a PM que mais mata e mais morre. É trabalhador matando trabalhador. É o esvaziamento do Direito.” 

Em vídeo enviado ao congresso da FUP, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou a necessidade de se recuperar a Petrobras para torná-la “uma empresa de fomento para que o restante da indústria brasileira possa crescer, gerar emprego, gerar renda e gerar cidadania para o povo brasileiro”.

“Eu não sei o que vai acontecer em 2018, não sei se a esquerda vai ter candidato, não sei se a esquerda vai ganhar, mas nós temos que ter o compromisso de que, se nós da esquerda brasileira ganharmos as eleições outra vez, e eu acho que podemos ganhar, a gente vai ter que voltar a gritar em alto e bom som que o petróleo é nosso”, afirmou Lula, que participou ontem de evento na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Pesquisa do instituto Vox Populi aponta que Lula lidera intenções de voto para presidente em 2018 e venceria em todos os cenários.

A primeira mesa desta sexta-feira debateu a conjuntura política e econômica, com a participação de Guilherme Boulos, coordenador do MTST e Frente Povo sem Medo; de João Pedro Stédile, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e Renato Rabelo, representando o PCdoB.

Temer e o “projeto de destruição”

Segundo Boulos, Temer e seu grupo estão destruindo os três grandes pactos nacionais das últimas sete décadas: o pacto estabelecido por Getúlio Vargas, que instituiu a Consolidação das Leis do Trabalho; o representado pela Constituição de 1988; e o mais recente, articulado pelo governo Lula. “Foi implementado no Brasil um programa de desmonte nacional extremamente agressivo e que não cabe na democracia, porque não admite concessão e conciliação. Esse projeto de destruição vem junto com uma crise política profunda, que aprofundou o abismo entre o povo e a representação política”, afirmou.

João Pedro Stédile defendeu a necessidade de repensar estratégias. “Temos que ajustar nosso foco, que não é mais o ‘Fora Temer’, e sim o capital financeiro – os bancos e os meios de comunicação, a Rede Globo. Eles sabem que é na crise que a esquerda cresce.”

O ex-presidente do PCdoB Renato Rabelo destacou a necessidade de “criar uma frente e um pacto político e social amplo, que tenha por base a restauração da democracia e a salvação nacional”. 

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) e o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-BA), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, participaram da abertura do congresso, nesta quinta-feira (3). O evento vai até domingo (6).

Anúncios

0 Responses to “SERRANO: “SISTEMA NÃO QUER ESTADO MÍNIMO, QUER ESTADO QUE NÃO DÊ DIREITOS””



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,080,893 hits

Páginas


%d blogueiros gostam disto: