Arquivo para 10 de junho de 2017

SITE RBA ENUNCIA DIZERES DE LULA: “NUNCA O BRASIL PRECISOU TANTO DO PT COMO AGORA”

PT ESTADUAL SP

Lula defendeu que para sair da crise política é preciso governar para os mais pobres do país, ao participar da posse de Luiz Marinho na Assembleia Legislativa neste sábado (10)
por Redação RBA publicado 10/06/2017 14h27, última modificação 10/06/2017 21h21
 
Futura Press/Folhapress
Lula na posse do diretorio estadual do pt.jpg

Lula: desafio para o futuro governo será enfrentar uma guerra para desmontar os projetos de Michel Temer

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (10) na Assembleia Legislativa de São Paulo que a sociedade brasileira não pode ser tomada pela desesperança. “E o Brasil neste momento está precisando do PT”, disse, referindo-se à crise política. “Nunca o Brasil precisou tanto do PT como agora”, afirmou em meio a aplausos, durante discurso na cerimônia de posse Luiz Marinho, o novo presidente estadual do partido.

Lula defendeu que para sair da crise política é preciso governar para os mais pobres do país. “A gente pode ter uma sociedade mais justa, mais igual, uma sociedade onde todo mundo possa subir um degrauzinho. A gente não quer tirar nada deles, o que nós queremos é que o pobre vá subindo, vá subindo… Como é bom a gente ter emprego, como é bom a gente receber o salário do final do mês, como é bom a gente poder comprar as coisas para dentro de casa, poder comprar presente para os filhos. Não tem coisa mais triste do que levantar de manhã e não ter o que comer em casa”, afirmou. “E hoje, na rua, lá em São Bernardo do Campo voltou a ter criança na rua pedindo esmola”, destacou ainda referindo-se aos moradores de ruas e pessoas sem direitos em todo o país.

O ex-presidente também destacou que a hipótese de um novo governo popular no país terá a missão de restituir os direitos e a seguridade social ameaçada com os projetos do governo de Michel Temer. “Vamos ter que enfrentar uma guerra para desmontar a desgraceira que eles estão fazendo lá”, afirmou, referindo-se aos projetos e medidas do governo, como as reformas trabalhista e da Previdência. “Quero que vocês saibam que minha vontade de brigar é muito grande”, afirmou.

O ex-presidente falou também sobre a importância da educação voltar a ser acessível no país. Deu como exemplo o fato de que um curso de medicina em escola particular tem mensalidade em torno de R$ 6 mil, o que impede que filhos de trabalhadores possam seguir a carreira médica. “Todos deveriam ter as mesmas oportunidades e que vença aquele que estudar mais”, disse Lula. “O papel do Estado é dar oportunidade”, defendeu ainda. “Eu só quero que a filha da empregada doméstica tenha a mesma oportunidade que a filha da patroa”, afirmou.

Referindo-se à Lava Jato, o ex-presidente afirmou que “não é o Lula que está em julgamento, o que o Lula está passando é pouco diante de milhões e milhões de brasileiros”. Ele destacou que a situação de desemprego que o país enfrenta faz com que famílias inteiras estejam desempregadas neste momento. “E não há perspectiva por mais que setores da imprensa defendam que está tudo maravilhoso”, continuou.

Sobre as alegações finais do Ministério Público em seu processo na Lava Jato, Lula disse que “vocês vão perceber que se houver Justiça neste país deviam pedir a condenação dos procuradores da Lava Jato. Não pode pessoas criarem uma imagem como eles estão criando”. Ele também disse que “o que está em julgamento não é o Lula, o que está em julgamento é uma coisa que o povo julgou e aprovou, o meu governo com 87% de apoio quando eu deixei a presidência”.

MPF RECONHECE, POR ESCRITO, QUE NÃO TEM PROVAS CONTRA LULA, DO BLOG DA CIDADANIA DE EDUARDO GUIMARÃES


MPF CAPA

O Blog da Cidadania tratou da questão política envolvendo o direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de disputar a eleição presidencial de 2018. Agora, neste post, trata da questão judicial, ou seja, da razão pela qual não será possível impedir na Justiça que o pré-candidato do PT entre na disputa.

Recentemente o Ministério Público declarou, em suas alegações finais ao juizado da 13a vara de Curitiba, que NÃO TEM PROVAS CONTRA O EX-PRESIDENTE LULA. Desse modo, esta página lança um desafio: publicará qualquer prova REAL contra o ex-presidente, o que não inclui acusações sem provas de delatores que acusam para escapar da prisão.

O Blog da Cidadania afirma que não há provas contra o ex-presidente com base na afirmação do Ministério Público, que diz ao juiz Sergio Moro que como não tem provas dos crimes dos quais acusa Lula, pede que ele seja condenado com base em “provas indiciárias”, ou seja, com base em meros indícios.

Ora, para  tirar a liberdade de um ser humano é preciso muito mais do que indícios. Nenhuma sociedade civilizada pode tirar a liberdade de alguém sem ter contra a pessoa uma prova muito forte, inegável, do tipo que há contra o senador tucano Aécio Neves ou contra o presidente Michel Temer.

Sem uma prova como as desses dois, não pode haver condenação, apesar do malabarismo retórico do MPF nas páginas 52 e 53 de suas alegações finais a Moro.

Alegações Finais - FINAL

Alegações Finais - FINAL

É assustador e trágico que o MPF peça “elasticidade à admissão das provas da acusação”. Trocando em miúdos, isso quer dizer que como não há provas, que os meros indícios contra o ex-presidente  sejam “esticados” até parecerem provas, ainda que não sejam.

Aliás, os próprios fatos políticos conjunturais revelam que, ao contrário do que diz o MPF, não é tão difícil conseguir provas de verdade. No caso do presidente da República e do senador por Minas Gerais, há provas inquestionáveis.

Em não havendo provas desse calibre contra o ex-presidente Lula, o MPF não tem elementos racionais e civilizados para querer mandar um homem para o cárcere até o dia de sua morte, já que um homem de 71 anos não sobreviverá às penas a que querem condená-lo.

É inaceitável o que está acontecendo. Está na hora de divulgar ao mundo essa peça abjeta que, em um último e desesperado esforço punitivista, tenta conseguir que Lula seja condenado pela teoria do domínio do fato, que embasou o julgamento do mensalão.

Mas como condenar por ter domínio do fato, ou seja, posição de mando, se à época dos supostos crimes Lula não era mais presidente da República?

A teoria do Domínio do Fato é uma aberração jurídica em casos de corrupção, conforme afirmou seu formulador, o alemão Claus Roxin. E o MPF reconhece que ele diz isso na página 62 de  suas alegações finais:

“(…) Em que pese Roxin refute aplicação da teoria do domínio da organização no âmbito empresarial por entender que somente se amolda a organizações dissociadas da ordem jurídica, é fato que a teoria foi desenvolvida de forma autônoma tanto na aplicação jurisprudencial quanto na sua adaptação a outros países, de forma a se admitir tal possibilidade. Para Roxin, tal Teoria somente se amolda a organizações dissociadas da ordem jurídica. , visto que ninguém está obrigado a cumprir ordens ilegais, ou antijurídicas. Em suas palavras (…)”.

Trocando em miúdos: o criador da Teoria do Domínio do Fato não aceita que ela seja usada contra uma instância de governo ou da administração pública, como a Presidência ou mesmo a Petrobrás, que não são organizações dissociadas da ordem jurídica.

O alemão afirma que nenhum subalterno de uma administração formal está obrigado a obedecer ordens criminosas, de modo que não se pode atribuir aos seu superior os crimes que vier a cometer.

As explicações são complexas e, no vídeo que você verá a seguir, este Blogueiro sustenta oralmente, por A mais B, que não existe uma só prova forte o bastante para ser sequer considerada contra o ex-presidente Lula e que as alegações do Ministério Público Federal podem ser usadas para provar a perseguição injusta e ilegal ao ex-presidente Lula.

GILMAR MENDES SUGERIU OUVIR DELATORES NO TSE EM 2015. HOJE É CONTRA, REDAÇÃO CARTA CAPITAL

Gilmar Mendes decide e TSE absolve chapa Dilma-Temer

“Modéstia às favas”, como ele próprio fez questão de declarar, Gilmar Mendes é o principal responsável pela reabertura do processo de cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral. Em agosto de 2015, o ministro do Supremo Tribunal Federal e magistrado do TSE, hoje presidente da Corte eleitoral, foi o primeiro a pedir a volta da matéria à pauta.

Na noite de sexta-feira 9, ao fim do julgamento que acabou rejeitando a cassação da chapa, Mendes ficou com o voto de Minerva e definiu o destino do governo Temer. Criticado pela proximidade com o atual mandatário, não deixou de defendê-lo, como previsto, na apresentação de seu voto. “Certamente, a Procuradoria vai entrar com denúncia contra ele no STF para que ele fique impedido. E aí se faz uma eleição indireta em 30 dias. É isso que se quer? Não é uma ação de reintegração de posse”, afirmou.

Há dois anos, Mendes usava a Corte como mais um instrumento de pressão sobre o governo de Dilma Rousseff, enquanto o então vice-presidente Michel Temer iniciava sua conspiração nos bastidores para assumir o poder.

Acostumado a se reunir com o atual presidente, Mendes tem feito enorme esforço ao longo das sessões do julgamento da chapa no TSE, iniciado na terça-feira 6, para convencer seus pares a desconsiderar as delações de executivos da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura. Em debate com outros ministros, ele atacou a sanha “cassadora” do tribunal e argumentou em tom irônico que Herman Benjamin, relator do processo, teria de manter o processo aberto e “trazer as delações da JBS, e talvez na semana que vem as delações de (Antonio) Palocci”. Em seguida, Mendes classificou os argumentos de Benjamin em defesa das delações de “falacioso”.

Em 2015, Mendes era bem mais simpático às delações. Em seu voto pela reabertura do processo, o ministro defendia a verificação da proveniência de recursos de corrupção na Petrobras para a campanha presidencial. Para sustentar sua tese de que havia “suporte probatório” para tanto, ele fez referência ao depoimento de Paulo Roberto Costa, um dos primeiros delatores na Operação Lava Jato. “O depoimento do diretor da companhia, Paulo Roberto Costa, pelo menos em primeira análise, revela um viés eleitoral da conduta, pois desnecessário qualquer esforço jurídico-hermenêutico para concluir que recursos doados a partido, provenientes, contudo, de corrupção, são derramados nas disputas eleitorais.”

À época, Mendes chegou a afirmar que “o noticiário diário reforça o suporte probatório mínimo constante destes autos, pois os delatores do processo da Lava Jato têm confirmado o depoimento de Paulo Roberto Costa no sentido de que parte do dinheiro ou era utilizada em campanha eleitoral ou para pagamento de propina.” “De fato, apenas como exemplo, ressalto que os delatores Ricardo Pessoa e Alberto Youssef confirmaram terem repassado vultuosas quantias em dinheiro para o Partidos dos Trabalhadores”, declarou Mendes.

A confiança do ministro nos delatores em 2015 era tanta que ele chegou a sugerir o esclarecimento dos depoimentos de Pessoa e Yousseff  na Justiça Eleitoral. “Caso assim a relatora entenda para chegar-se a uma conclusão definitiva sobre o viés eleitoral ou não da conduta”, ponderou à época.

Em 2015, Mendes contestou abertamente o voto de Maria Thereza Moura, relatora do processo que havia rejeitado o recurso do PSDB para reabrir o processo. Segundo ele, “diante de sérios indícios de conduta com viés também eleitoral, reforçados pelo noticiário diário da imprensa sobre os referidos fatos”, negar a instrução do processo contra Dilma e Temer faria da Justiça Eleitoral “um órgão meramente cartorário”.

TORCIDA FLA DIRETAS SERÁ LANÇADA EM BOTEQUIM NO RIO, REDAÇÃO PORTAL FORUM

Trazendo de novo o movimento por eleições diretas para o mundo de futebol, no próximo domingo será lançada a torcida Fla Diretas em botequim no Rio de Janeiro. A iniciativa é do Instituto Henfil e dos fundadores da torcida do Flamengo Raça Rubro Negra.

Até onde se tem notícia, é a primeira iniciativa em defesa das eleições diretas no atual momento, mas lembra o destaque que jogadores e torcidas tiveram no movimento Diretas Já, em 1984.  Sócrates e outros jogadores da Democracia Corintiana abraçaram a causa a ajudaram a popularizar o movimento, que atingiu milhões de pessoas.

No próprio Flamengo, nas estreia do time no Campeonato Brasileiro de 1984, um grupo de torcedores que ingressou pelo setor central do antigo Maracanã estava com bandeiras da Fla Diretas, segundo o site do clube, a “primeira torcida a surgir em prol da redemocratização no período final da ditadura militar. A aparição dessa mistura irremediável de política e futebol deu as caras três meses antes da votação da Emenda Dante de Oliveira no Congresso, em abril daquele ano. Os deputados iriam decidir se o povo poderia escolher nas urnas o Presidente da República.”

Serviço – O lançamento da Fla Diretas será no próximo domingo, das 15h às 19h, no Botequim Vaca Atolada, a Embaixada Carioca, Av. Gomes Freire, 533 – Centro, Rio de Janeiro.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,016,087 hits

Páginas