HÁ UM CADÁVER INSEPULTO NO PLANALTO, DO SITE JUSTIFICANDO

Há um cadáver insepulto no Planalto

Luis Felipe MiguelLuis Felipe Miguel
Professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília

No momento em que escrevo este texto, o Tribunal Superior Eleitoral está julgando o pedido de cassação da chapa Dilma Rousseff/Michel Temer. Após previsões em geral contrárias, que se seguiram à divulgação das gravações de Joesley Batista, as bolsas de apostas viraram e agora indicam uma vitória de Temer, por 5 votos a 2, segundo alguns, ou mais apertada, 4 a 3, segundo outros. Enquanto isso, a Comissão de Assuntos Econômicos aprovou a famigerada reforma trabalhista, também conhecida como extinção da CLT, permitindo que o governo sonhe em tê-la definitivamente acatada pelo Congresso dentro de poucos meses. Em suma, apesar da prisão do homem da mala e também de Henrique Eduardo Alves, apesar das perguntas de Janot e da certeza de que novas revelações não tardarão a surgir, apesar da impopularidade recorde e de ser rechaçado pela esmagadoria maioria da população brasileira, o usurpador estaria numa situação favorável. Estaria obtendo vitórias nos três fronts que interessam: no judiciário, com a esperada absolvição no TSE; no legislativo, mostrando que ainda pode comprar o apoio da maioria; e, sobretudo, junto ao capital, provando que é capaz de levar adiante a agenda do retrocesso nos direitos.

Mesmo que tudo isso se configure, não muda o essencial. As condições para que Michel Temer governe são muitíssimo precárias. Não estou falando de legitimidade, que essa ele – presidente às custas de um golpe – nunca teve. Mas assim que o impeachment ilegal de Dilma Rousseff se desenhou, os grupos interessados em empalmar o poder entenderam que precisariam aceitá-lo no Palácio do Planalto. Não por gosto, decerto; a impressão que fica é que ninguém, nem Marcella, nem mesmo Moreira ou Jucá, é capaz de gostar de Temer. Mas ele se impõe pela capacidade de distribuir favores ou ameaças e de estar no lugar certo no momento preciso. Seja como for, Temer ganhou o cargo como uma contingência necessária ao projeto de desmontar a Carta de 1988 e a democracia no Brasil.

Esse foi o quadro que mudou a partir da divulgação das gravações dos executivos da JBS. As razões da artilharia contra Temer e, em particular, da súbita oposição a ele pelo Grupo Globo ainda precisam ser desveladas. Mostram um agravamento das fissuras na coalizão golpista, que nunca deixaram de existir, mas que até então eram contidas em nome do “bem maior”: derrubar o governo petista, criminalizar a esquerda, revogar direitos. É nesse cenário, sem apoio mesmo dos que se beneficiam de suas políticas, que Temer tenta se equilibrar na presidência.

No jargão político estadunidense, diz-se que o presidente que não consegue se reeleger é relegado, no final de seu mandato, quando seu oponente já foi consagrado pelas urnas, à condição de lame duck – “pato manco”, o governante de jure que não tem mais condições de governar de facto. Recentemente, um cientista político conservador, que saudara com entusiasmo o golpe e o próprio Temer (que segundo ele estaria “bem postado para liderar” um “governo de salvação nacional”), classificou o usurpador de “supermanco”. Isto é, falta-lhe não apenas a legitimidade popular, que nunca teve, ou a popularidade, que sempre foi baixa e que o desvelamento de seu programa de destruição do país fez descer a níveis liliputianos. Falta-lhe também a mínima fachada de decência que a opinião pública nacional e estrangeira exige de qualquer governante, o mínimo de credibilidade e respeitabilidade, mesmo que fajutas, para conduzir as negociações inerentes ao cargo. Senta na cadeira da presidência alguém que não tem mais como fingir, a quem quer que seja, que não é um patife.

A mercê de apoios pontuais que precisam ser obtidos a preços cada vez mais elevados, descartável por seus patrocinadores assim que der um passo em falso, impossibilitado de avançar qualquer projeto pessoal, evitado como tóxico por todos os que desejam perdurar na esfera pública, Michel Temer é um cadáver político que se recusa a ser sepultado. O pior é que ele pode permanecer nesta condição até o final de 2018, pela incapacidade da coalizão golpista encontrar uma solução que a reagrupe, pela resistência à escolha de um novo presidente por um Congresso tão indigno de respeito, pelo pânico que as classes dominantes têm de envolver o povo no processo. O prolongamento da agonia de Temer arrasta consigo um sistema político já bastante combalido, expondo-o sem máscara como ancorado na pura e simples bandidagem. A única esperança de recuperá-lo é retirando o atual ocupante da presidência e dando a ele uma injeção de legitimidade popular, por meio das diretas. Infelizmente, embaladas com a ideia de alcançar os retrocessos a todo custo, nossas elites parecem desinteressadas dessa solução. Cabe à mobilização popular forçá-las a mudar de postura.

Luis Felipe Miguel é doutor em ciências sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e professor titular do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB)

 
Anúncios

0 Responses to “HÁ UM CADÁVER INSEPULTO NO PLANALTO, DO SITE JUSTIFICANDO”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,052,416 hits

Páginas


%d blogueiros gostam disto: