“A MISSÃO ANTI-LULA DE ALEXANDRE DE MORAES”, TEXTO DO BRILHANTE E COMPROMETIDO COM A DEMOCRACIA JORNALISTA PAULO MOREIRA LEITE

Resultado de imagem para imagens do ministro alexandre de moraes

Até hoje os brasileiros permanecem privados de explicações racionais e informações confiáveis sobre o critério real que levou Luiz Fachin a assumir a relatoria da Lava Jato, pois nem o elementar caráter aleatório de uma escolha por sorteio pode ser assegurada. Neste ambiente, a situação de Alexandre Moraes, o candidato a ocupar a vaga de Teori Zavaski pelos próximos 25 anos, configura uma situação mais grave e permanente.   

Representa uma iniciativa leviana, do ponto de vista jurídico, e irresponsável, do ponto de vista político. A finalidade escancarada é garantir proteção judicial ao governo Temer e seus aliados, em situação de risco de morte política, numa conjuntura em que as grandes empreiteiras começam a falar e Eduardo Cunha apenas começou a abrir a boca. Caso venha a ser aprovado pelo Senado — nunca é demais sonhar com um derradeiro gesto de dignidade política por parte de uma instituição que deu tantas provas de fraqueza e subserviência a interesses espúrios  — Alexandre Moraes irá cumprir a tarefa prioritária para a qual está escalado.

Não se trata de paralisar a Lava Jato, como gostam de dizer os aliados de Sérgio Moro e Rodrigo Janot, mas acima de tudo construir uma fronteira de segurança em torno das denúncias de corrupção. Desde sempre, a questão é  assegurar a permanência do caráter seletivo e dirigido contra o Partido dos Trabalhadores e seus aliados, foco que faz parte da essência das investigações, condenações e prisões desde o início.

O nome disso é anti-Lula e seu calendário é 2018.

A compreensão dessa perspectiva explica a aceitação — crescente, é preciso admitir — por parte da autonomeada elite brasileira de uma indicação que deveria ser um escândalo, mesmo que se possa lembrar que havia uma alternativa ainda pior, marcada por um pretendentes que era um rebento tardio da Inquisição e das fogueiras de intolerância.  

São 2+2= 4: por uma questão regimental, a ocupação da atual vaga do STF equivale ao direito automático de atuar como revisor da Lava Jato. O indicado poderá valer-se de todos argumentos — inclusive legítimos no plano teórico —  para salvar aqueles que não deseja enviar para a fogueira.

Em outra circunstância, com outros fundamentos e princípios, este foi um papel que, em 2012, na AP 470, Ricardo Lewandovski exerceu com grande dificuldade e resultados as vezes elogiáveis, mas insignificantes na prática. Na Lava Jato, a revisão se prestará a outra coisa: salvar aqueles que, pelos serviços prestados à ordem atual das coisas desde que os tempos de Pedro Álvares Cabral têm direito a aguardar por um lugar no bote salva-vidas  em pleno naufrágio — qualquer que seja sua culpa ou responsabilidade. É uma tarefa que exige sangue frio e nenhum pudor. Qualquer que seja a gravidade das denúncias, infinitamente maiores do que tudo o que se viu até aqui, convém não esquecer que a  fase mais barulhenta do circo midiático já passou.

Nesta conjuntura, nenhuma iniciativa será esquecida para consolidar do Estado de exceção, o que implica em transformar a mais alta corte de Justiça num tribunal pomposo na forma e vazio  pelo conteúdo.

A passagem de Alexandre Moraes pela Secretaria de Segurança Pública do governo de São Paulo foi marcada pela violência da Polícia Militar, com a criminalização crescente dos movimentos sociais. Sua permanência no ministério da Justiça jamais será esquecida em função da incapacidade de apresentar uma única proposta ideia útil para enfrentar um morticínio que sinalizou o colapso do sistema prisional brasileiro. Alexandre Moraes passou a ter direito a uma cadeira na tribuna de honra da coalizão golpista após uma declaração descarada que anunciava, com 24 horas de antecedência,  a prisão de Antônio Palocci, comportamento que motivou uma investigação da Comissão de Ética da Presidência da República que não deu em nada. Disse aos jornalistas, em tom de festejo: “esta semana, (vocês) vão se lembrar de mim”, declarou, de passagem por Ribeirão Preto, terra natal do primeiro ministro da Fazenda de Lula — hoje uma das grandes apostas para a destruição política do mais popular político brasileiro.

Anúncios

0 Responses to ““A MISSÃO ANTI-LULA DE ALEXANDRE DE MORAES”, TEXTO DO BRILHANTE E COMPROMETIDO COM A DEMOCRACIA JORNALISTA PAULO MOREIRA LEITE”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Leitores Intempestivos

Juliana em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…
Anônimo em O CASUÍSMO DE FERNANDO HENRIQU…
Zeina Miranda Correa em EMPRESA DEGELO, ASSISTÊNCIA TÉ…
Luciana do nasciment… em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…
Elizandra gomes em CONVERSA COM A MARIA PADILHA D…

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,979,603 hits

Páginas

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

%d blogueiros gostam disto: