DIÁRIO DA INCLUSÃO SOCIAL – “CONHECENDO A PARALISIA CEREBRAL (PC)”, ARTIGO ESCRITO PELA PSICÓLOGA TALITA CAZASSUS

paralisia-cerebral-infantil_a

De acordo com o Departamento de Neurologia Infantil da Universidade de São Paulo (2007), a Paralisia Cerebral (PC) é uma das patologias neurológicas mais comuns na infância, acarretando grande impacto social. Embora exista dificuldade em estabelecer parâmetros de diagnóstico uniformes, estima-se que haja uma incidência de cerca de 26 mil novos casos por ano no Brasil, com sete casos a cada mil nascimentos (Lima; Fonseca, 2004).
Segundo Hansen (2003), a paralisia cerebral é a sequela de uma agressão encefálica que se caracteriza primordialmente por um transtorno persistente do tônus, da postura e do movimento, que surge na primeira infância. Deve-se não só a esta lesão não evolutiva do encéfalo, mas, também, à influência que a referida lesão exerce sobre a maturação neurológica.

Embora a PC seja incurável, é essencial que a interação entre paciente, familiares e profissionais seja estabelecida precocemente, para que a adequada orientação aconteça na intenção de prevenir e minimizar as sequelas deixadas pela lesão, interferindo assim, positivamente, no desenvolvimento físico e emocional da pessoa acometida (Nobre; Montilha; Temporini, 2008).

hip-cerebral-palsy

Em 1843, o ortopedista inglês William Little fez os primeiros relatos de uma encefalopatia crônica da infância que afetava crianças nos primeiros anos de vida. O mesmo identificou diferentes causas e características, principalmente por rigidez muscular, em especial nos membros inferiores, e em menor grau nos membros superiores, tendo relacionado estas alterações com fatores determinantes para lesões cerebrais irreversíveis. A maioria das crianças analisadas havia nascido prematuramente ou por partos complicados que ocasionavam hipóxia perinatal, ou seja, a pouca oxigenação danificaria tecidos cerebrais responsáveis pelos movimentos. Tal condição foi denominada “Síndrome de Little”, atualmente descrita como Diplegia Espástica (Diament, 1996).

Leia também:

Quem são as pessoas consideradas pessoas com deficiência?

Experiências com a inclusão escolar

Leite e Prado (2004) afirmam que foi Freud, médico e fundador da psicanálise, que durante seus estudos sobre a Síndrome de Little, sugeriu que a doença poderia ocorrer também antes do nascimento e que as dificuldades durante o parto poderiam ser os primeiros sintomas e não necessariamente a sua causa. E, embora tenha sido Freud quem sugeriu a expressão “paralisia cerebral infantil”, segundo os autores, mais tarde foi Phelps, médico responsável por desenvolver um dos primeiros programas para a paralisia cerebral nos Estados Unidos, quem generalizou o termo para diferenciá-lo de paralisia infantil, nome dado à paralisia causada pelo vírus da poliomielite.

Na literatura encontramos várias definições para paralisia cerebral. Ferrarreto e Souza (1998, p. 5) propuseram o seguinte conceito aceito pela Sociedade Internacional de paralisia cerebral:

Paralisia Cerebral é o termo usado para designar um grupo de desordens motoras, não progressivas, porém sujeitas a mudanças, resultante de uma lesão no cérebro nos primeiros estágios do seu desenvolvimento.

Uma definição que defende a condição de hereditariedade para a paralisia cerebral, é a de Schwartzman (1993, p. 53):

A Paralisia Cerebral é definida por um prejuízo permanente do movimento ou da postura que resulta de uma desordem encefálica não progressiva. Esta desordem pode ser causada por fatores hereditários ou eventos ocorridos durante a gravidez, parto, período neonatal ou durante os dois primeiros anos de vida.

Outra definição é a formulada por Eicher (1993 apud Hansen, 2003, p. 24):

A Paralisia Cerebral é a sequela de uma agressão encefálica, que se caracteriza primordialmente por um transtorno persistente, porém não invariável, do tônus, da postura e do movimento, que surge na primeira infância e que não é somente secundária a esta lesão não evolutiva do encéfalo, mas se deve também à influência que a referida lesão exerce sobre a maturação neurológica.

Estas definições procuram estabelecer as características básicas do que entendemos por PC. Pode-se perceber que o termo paralisia cerebral tem sido empregado para se referir a um grupo muito heterogêneo de condições, tendo como etiologia causas múltiplas. A causa manifesta-se, principalmente, por uma desordem do movimento e da postura. Este prejuízo motor é o que predomina dentre os sintomas e sinais apresentados pelos pacientes, porém quase nunca é o único.

cpiadeparalisiadocerebro1Embora o termo paralisia cerebral tenha se tornado clássico, Costa (2005) o considera inadequado, uma vez que significaria uma ausência total das atividades físicas e mentais. Segundo o autor, para que não haja nenhuma associação com a capacidade intelectual do indivíduo, desde os anos 80 um novo termo passou a ser bastante utilizado no meio médico: Incapacidade Motora Cerebral (IMC). No entanto, como o nome paralisia cerebral ainda é muito popular e com esta denominação surgiram vários trabalhos acadêmicos, sociedades, livros, escolas e instituições, ainda se justifica a sua permanência.

Texto retirado do livro “Famílias com crianças em situação de deficiência: desafios e possibilidades” das autoras Ana Paula Pertussati Teperino, Maria Alexina Ribeiro e Erenice Natália Soares de Carvalho da Paco Editorial/2016.

Por Ana Paula Pertussati Teperino

 

Anúncios

0 Responses to “DIÁRIO DA INCLUSÃO SOCIAL – “CONHECENDO A PARALISIA CEREBRAL (PC)”, ARTIGO ESCRITO PELA PSICÓLOGA TALITA CAZASSUS”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 3,997,308 hits

Páginas


%d blogueiros gostam disto: