Arquivo de agosto \31\UTC 2015

DIREITAS SÓ ESPERARAM LULA AFIRMAR QUE PODE SER CANDIDATO EM 2018 PARA COMEÇAR A TRABALHAR EM SUA CAMPANHA

0823b178-ae32-48a7-9f33-08274f5df736Nem sempre quem auxilia quem precisa é verdadeiramente o amigo. Quer dizer: freudianamente, o inimigo pode auxiliar quem precisa. Mesmo que o inimigo sequer desconfie do auxílio que presta ao necessitado que ele toma como inimigo.

Em alguns momentos das existências das pessoas essa amizade do contrário, se mostra claramente. E no caso específico de política partidária ela francamente mostra sua face. É o que vem ocorrendo com Lula. Bastou o Sapo Barbudo afirmar que se for para impedir a eleição da oposição, ele se candidata à Presidência da República em 2018 para ela começar a trabalha em seu auxílio.

Lula não precisava nem de tal afirmação, mas como é um homem probo e respeita, também, o inimig, afirmou. Ele não precisava por duas realidades que se mostram no universo da política partidária. Uma Lula é o magno candidato dos que exaltam e defendem os governos populares, como já foi escrito nesse blog. Outra, como também já foi escrito nesse blog, às direitas não têm representantes partidários com dimensões políticas capazes de disputarem uma eleição contra Lula e ganhar.

Daí que já consciente que não tem candidato para concorrer à Presidência da República, as direitas só esperaram Lula lançar sua candidatura para iniciar o trabalho de cabo-eleitoral. Quer dizer: realizar campanha em favor do Sapo Barbudo. A maior riqueza do Brasil a família Marinho proprietária das Organizações Globo, não contou desgraça: entrou de cara aberta na campanha. Usou 6 minutos, segundo informações, do seu irracional JN para falar sobre Lula escolhendo o Porto de Muriel, em Cuba, para convencer seus incautos telespectadores que Lula é um grande e bem sucedido administrador. O Porto de Muriel é um corredor de riquezas que liga oceanos. Lula foi sábio em perceber essa realidade. A TV Globo não economizou elogios.

Na mesma linha seguiu a articulista da ‘massa cheirosa’ do jornal reacionário paulistano Folha de São Paulo, Eliana Cantanhêde. A ‘cheirosa’ afirmou, com arrepiante êxtase, que se Lula se candidatar ele não sairá ileso. Quer dizer: não sair ileso é ganhar, já que perder é sair como entrou, e Lula nunca sai como entra em uma disputa. Por sua vez o pai da crise hídrica em São Paulo, Alckmin, também se mostrou um exímio cabo-eleitoral. Afirmou que “hoje o tempo é de honestidade”. Como hoje o governo é Dilma, e ela vai ser a grande presença da campanha de Lula, não há qualquer sombra de dúvida sobre a candidatura de Lula, segundo Alckmin.

Enquanto isso, Lula, em São Bernardo, junto com os companheiros Mujica e Haddad, com visível vigor e entusiasmo  disse os adversários todo dia falam em seu nome.

“Você só consegue matar um pássaro se ele ficar parado. Se ele voar fica difícil. Por isso eu voltei a voar outra vez”, filosofou Lula.

Pois é! A militância ainda nem entrou na campanha pró-Lula e os reacionários já largaram em disparada para ganharem os louros da eleição do Sapo Barbudo.

Por enquanto a militância deve ficar descansando. Que os reacionários façam suas partes. Lula agradece.

PAIS, PROFESSORES, ALUNOS E FUNCIONÁRIOS SE REÚNEM PARA REIVINDICAR DIREITOS EDUCACIONAIS NA ESCOLA ARTHUR AMORIM, EM MANAUS

IMG-20150830-WA0017“Antes do ser há a política”, afirma o filósofo-psiquiatra Guattari. A política é a potência que processa a criação de saberes e dizeres que constituem o mundo das experiências necessárias à existência que posteriormente vai possibilitara a presença ontológica do ser. Sem política não mundo necessário, mas tão somente simulação de existência. A política não é um marcador de poder, porém uma potência de produção livre de formas continuamente novas de existir. Daí, porque educação é um caso de política.

Simples! Muito simples! Mas não é tão simples para os governantes, já que estes têm da política um discurso partidário como marcador de poder. Principalmente seu poder pessoal ou de seu grupo. Divorciados da política como potência criadora, os governantes tomam a educação como uma mera manutenção do discurso estabelecido pelo Estado como necessário à continuação dos corpos social e cultural que refletem, para eles, a tradição da sociedade que deve ser protegida.

Com esse entendimento, eles reduzem a educação ao investimento econômico nas escolas, visto que a educação como instituição do Estado deve funcionar através de via material, onde a política potência criadora não existe. Assim, o que se tem é uma educação como espectro, e não como devir-criador. Espectro que só confirma a redução cognitiva desses governantes em relação ao campo educacional. Não há neles o entendimento de que educação multiplicidades de corpos que ao se encadearem, como desejo, produzem outras formas de existências como necessidade de todos que se encontram como política potência criadora.

IMG-20150830-WA0016 IMG-20150830-WA0021 IMG-20150830-WA0027 IMG-20150830-WA0029Mas, no Amazonas, mormente em Manaus, nem esse entendimento espectral de educação os governantes têm. A educação como manutenção do estado de coisa já estabelecido sem perigo de mudar. A simples manutenção de escola, para que o educando, os professores, funcionários e pais possam frequentar é uma cruel realidade que avilta o sentido de experiência escolar. São inúmeras escolas em Manaus que não oferecem condições materiais para que seus agentes possam vivenciar a prática educacional.

 Entretanto, as escolas não apresentam somente carência material como falta de aparelho de ar condicionado nas salas – uma violência corporal e psíquica visto que Manaus tem temperaturas quase sempre altas em virtude de seu clima quente e úmido -, bebedouros sem funcionar, ausências de carteiras, quadros avariados, falta de merenda, prédios sem reformas; elas apresentam também ausências de professores. Faltam professores nas escolas. Não é falta provocada pelo professor, mas falta porque o estado e o município não contratam professores para as escolas. Embora tenha havido concurso, os concursados ainda não foram chamados. Então, a cena é irônica ( não para os governantes): enquanto os professores concursados esperam ser chamados, os alunos esperam os professores que não foram chamados pelos governantes.

IMG-20150830-WA0034 IMG-20150830-WA0036 IMG-20150830-WA0037 IMG-20150830-WA0039 IMG-20150830-WA0047 IMG-20150830-WA0044 IMG-20150830-WA0045 IMG-20150830-WA0012 IMG-20150830-WA0038Pois foi exatamente experimentando esse quadro deplorável contra a educação, que pais de alunos da Escola Estadual Arthur Amorim, no Núcleo 15 do Bairro Cidade Nova IV se reuniram na sexta-feira passada com professores, funcionários e estudantes para debaterem o estado de coisa agressivo à educação que vem impedindo que o processual educacional se torne realidade nesse estabelecimento de ensino.

Como resultado da reunião, ficou acordado entre os participantes um ato de repúdio ao estado de coisa que fere a educação, que será realizado em data a ser marcada para ocorrer na frente da escola com a participação da Associação Comunitária do núcleo e mais moradores das ruas adjacentes. Na ocasião, serão tiradas pautas para novas atuações e audiência com as chamadas autoridades do ensino do Amazonas.

LULA É UM CARA GOZADOR OUTRA VEZ TIRA SARRO DAS DIREITAS AO CONFIRMAR SUA CANDIDATURA EM 2018.

image_large (1)Para a TV Globo, Folha de São Paulo, O Globo, Estadão, Veja, Época, IstoÉ, todos os partidos das direitas, a questão não é Dilma. Ou melhor: o problema não é Dilma. Tirando Aécio, o vitalício ressentido, Dilma foi eleita democraticamente, nada de impeachment, nada de golpe. Golpe ou impeachment seria péssimo para o Brasil em todos os sentidos.

Para muitos seria a confirmação de que o Brasil seria a República das Bananas. Em verdade: Yes nós temos Banana! Mas a banana teria um sentido politicamente pejorativo nacional e internacionalmente. Daí que conturbação política no Brasil afastaria os interesses econômicos do capital estrangeiro e enfraqueceria as instituições e o sistema financeiro interno.

Assim, o problema para as direitas não é Dilma, mas sim, como já é sabido até pelas pedras que não rolam, por isso criam limo, como as direitas, é o Sapo Barbudo que atende humoristicamente por Lula. Para elas o perigo é tamanho que elas não cansam de inventar notícias que elas acreditam, delirantemente, poder enfraquecer ou matar a candidatura do Sapo Barbudo.

Não é por um simples acaso que os falsos institutos de pesquisas mediúnicas como Datafolha e Ibope, todo momento estão mostrando que em uma disputa em 2018 e hoje, Aécio ganharia de Lula. Como se diz na linguagem do sarro: ”Ganharia”. Aécio não ganharia nem se 2018 fosse agora.

Como Lula é um cara gozador e adora tirar sarro das direitas ele afirmou que se for para impedir que a chamada oposição ganhe as eleições de 2018, ele se lança candidato. O grande sarro é essa especulação do Sapo Barbudo: se for para impedir que oposição ganhe as eleições. Grande sarro, porque não há oposição no Brasil e se houvesse não ganharia eleição presidencial.

A alcunhada oposição não tem personagem capaz de causar interesse no eleitorado que se toma como agente-histórico dos governos populares. Esse agente-histórico como experimentador das transformações que ocorreram no país através das políticas públicas criadas e praticadas pelos governos populares Lula e Dilma, não tem interesse por qualquer representante das direitas de Aécio a Alckmin, passando por Caiado, Agripino, e outros familiares.

Salvo qualquer ocorrência contrária a existência de Lula até o ano de 2018, ele já recebeu a faixa de presidente transferida por sua companheira Dilma.

O resto, como diz aquele que não recicla, é o resto.   

LULA, MUJICA E HADDAD NO SEMINÁRO PARTICIPAÇÃO CIDADÃ, GESTÃO DEMOCRÁTICA E AS CIDADES NO SÉCULO 21. E POR AÍ AS DIREITAS SE RASGAM DE INVEJA

bca7192f-7709-4b10-a99a-23e3a91e6f06Só se inveja o que é bom. O invejoso é um sujeito que deliria ter tido uma parte boa sua roubada, mas que ele não sabe qual foi. Por isso, toda vez que ele encontra alguém diferente dele que é respeitado por outras pessoas, ele, então, dilata o delírio acreditando que foi essa pessoa quem lhe roubo a sua parte boa, que na verdade, nunca teve. Invejar o outro é para ele um conforto ilusório, visto que ele acredita que o respeito dos outros é direcionado a ele.

Imaginem como se encontram as direitas em seus poços de invejas ao constatarem as presenças de três ilustres homens em um seminário que tem como objetivo humanizar as cidades fora do conceito de humanismo laminado pelo capitalismo urbano. Não tem outra resposta: às direitas encontram-se se afogando em seu poço de inveja.

mujica12412Lula, Mujica e Haddad juntos, hoje, sábado, no Seminário Participação Cidadã, Gestão Democrática e as Cidades no Século 21. Três personalidades invejadíssimas pelos reacionários parasitas que defendem como um lacaio o capital internacional. O objetivo do seminário toca na redemocratização da sociedade através de novos conceitos do que vem a ser urbanidade com as transformações dos núcleos urbanos e da periferia. Tudo isso ocorrendo na cidade de São Bernardo.

O seminário conta ainda com a participação do especialista em Planejamento e Governança Urbana, Yves Cabannes que é membro da University College, de Londres que diante do viu em São Bernardo não economizou elogios ao Orçamento Participativo, o Plano Diretor e o Plano Plurianual Participativo.

“Vi ousadias nessas propostas. O investimento feito pela cidade permitiram articulação com temas como a educação, a saúde, o comércio, a arte e o desenvolvimento”, afirmou Cabannes.

Além do trio de ouro da política da América Latina, Lula, Mujica e Haddad, também marcarão presenças o ministro da Saúde, Arthur Chioro, ministro da Educação, Renato Janine, governador de Santa-Fé, argentina, Antonio Bonfatti e o secretário-geral da Presidência da República, Miguel Rosseto.

Na sexta-feira à noite, de passagem pelo Rio de Janeiro, Mujica, no auge de seus 80 anos de militância, muito diferente de Fernando Henrique, falou para milhares de pessoas entre elas estudantes, ao som de “Não Vai Ter Golpe”. Aplaudidíssimo como sempre ocorre quando se encontro com pessoas humanizadas, Mujica, deixou mensagem para a juventude afirmando “que temos que superar o individualismo para transformar a sociedade”.

“Tenho dificuldade para entender, no momento, o que se passa aqui, porque não me corresponde. Porém, se tenho que ser claro, aventura com o uniformes dos milicos, por favor! Golpe de Estado, por favor! Este filme já vimos muitas vezes na América Latina. Esta democracia não é perfeita, porque nós não somos perfeitos. Mas temos que defende-la para melhorá-la, não para sepultá-la”, disse Mujica.

E o público, só… “Não Vai Ter Golpe!”.

PORQUE DECIDI PROCESSAR GILMAR MENDES

16981705Por Luiz Nassif

O Ministro Gilmar Mendes me processou, um daqueles processos montados apenas para roubar tempo e recursos do denunciado. Eu poderia ter ficado na resposta bem elaborada do meu competente advogado Percival Maricatto.

Mas resolvi ir além.

Recorri ao que em Direito se chama de “reconvenção”, o direito de processar quem me processa.

A razão foram ofensas graves feitas por ele na sessão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na qual não conseguiu levar adiante a tentativa canhestra de golpe paraguaio, através da rejeição das contas de campanha de Dilma Rousseff.

Todo o percurso anterior foi na direção da rejeição, inclusive os pareceres absurdos dos técnicos do TSE tratando como falta grave até a inclusão de trituradores de papel na categoria de bens não duráveis.

Não conseguiu atingir seu propósito graças ao recuo do Ministro Luiz Fux, que não aceitou avalizar sua manobra. Ele despejou sua ira impotente sobre mim, valendo-se de um espaço público nobre: a tribuna do TSE.

“Certamente quem lucrou foram os blogs sujos, que ficaram prestando um tamanho desserviço. Há um caso que foi demitido da Folha de S. Paulo, em um caso conhecido porque era esperto demais, que criou uma coluna ‘dinheiro vivo’, certamente movida a dinheiro (…) Profissional da chantagem, da locupletação financiado por dinheiro público, meu, seu e nosso! Precisa ser contado isso para que se envergonhe. Um blog criado para atacar adversários e inimigos políticos! Mereceria do Ministério Público uma ação de improbidade, não solidariedade”.

O que mereceria uma ação de improbidade é o fato de um Ministro do STF ser dono de um Instituto que é patrocinado por empresas com interesses amplos no STF em ações que estão sujeitas a serem julgadas por ele. Dentre elas, a Ambev, Light, Febraban, Bunge, Cetip, empresas e entidades com interesses no STF.

Não foi o primeiro ato condenável na carreira de Gilmar. Seu facciosismo, a maneira como participou de alguns dos mais deploráveis factoides jornalísticos, a sem-cerimônia com que senta em processos, deveriam ser motivo de vergonha para todos os que apostam na construção de um Brasil moderno. Gilmar é uma ofensa à noção de país civilizado, tanto quanto Eduardo Cunha na presidência da Câmara Federal.

A intenção do processo foi responder às suas ofensas. Mais que isso: colocar à prova a crença de que não existem mais intocáveis no país. É um cidadão acreditando na independência de um poder, apostando ser possível a um juiz de primeira instância em plena capital federal não se curvar à influência de um Ministro do STF vingativo e sem limites.

Na resposta, Gilmar nega ter se referido a mim. Recua de forma pusilânime.

“o Reconvindo sequer faz referência ao nome do Reconvinte, sendo certo que as declarações foram direcionadas contra informações difamatórias usualmente disseminadas por setores da mídia, dentro dos quais o Reconvinte espontaneamente se inclui”.

Como se houvesse outro blog de um jornalista que trabalhou na Folha, tem uma empresa de nome Agência Dinheiro Vivo e denunciou o golpe paraguaio que pretendeu aplicar na democracia brasileira.

A avaliação do dano não depende apenas da dimensão da vítima, mas também do agressor. E quando o agressor é um Ministro do Supremo Tribunal Federal, que pratica a agressão em uma tribuna pública – o Tribunal Superior Eleitoral – em uma cerimônia transmitida para todo o país por emissoras de televisão, na verdade, ele deveria ser alvo de um processo maior, do servidor que utiliza a esfera pública para benefício pessoal.

EM CERIMÔNIA COM ATLETAS DOS JOGOS PAN-AMERICANOS DILMA DISSE QUE É PRECISO RESPEITAR O RESULTADO DO VENCEDOR. NADA QUE AÉCIO PRATIQUE

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Há sempre entrelaçamentos ou encadeamentos de códigos, signos e sinais em enunciados que parecem específicos e que acabam em si mesmos. Como se diz no conceito estruturalista em uma estrutura há estruturas intersubjetivas e micros estruturas. Há sempre passagens que tocam em outros elementos e funções que se expressam como enunciados como práxis e linguagem. Tudo que Marx sabia do capitalismo com sua verdade opressiva no sistema estrutural da força de produção e relação de produção. Cadeia que oferece fetichismos como realidade.

973283-27-08-2015_6441 973284-27-08-2015_6615 973285-27-08-2015_6925 973286-27-08-2015_6968Dilma sabe disso. Na cerimônia de homenagem aos atletas dos Jogos Pan-Americanos e Para Pan-Americanos, em Toronto, a presidenta mostrou esse entrelaçamento ou encadeamento de códigos, signos e sinais que não se reduziram nos enunciados do discurso.

Ela, ao discursar, levou ao seu pedestal a necessidade da ética nas relações esportivas. Mas essa elevação ética não ficou imobilizada na cerimônia. Foi além, tocando em outras formas de comportamentos dos homens em sociedade. Como, em um caso relativo, o comportamento de certos personagens da política partidária.

“O esporte mostra que é possível sofrer derrotas, dificuldades no caminho, mas que todo atleta levanta e segue em frente. Muitas vezes não ganha na primeira, mas ganha na segunda, ou ganha na terceira, e segue lutando para ganhar e respeitar também o resultado do outro atleta que é o vencedor,

Fiquei muito feliz em saber que o Thiago ganhou por uma medalha do cubano, ele tem 23 anos e o cubano tem 22 e aí ele é o maior atleta pan-americano. É óbvio que ele respeita o cubano que tem 22, mas á inequívoco que ele é o primeiro desta história. Essa é uma da ética no esporte: você vence, mas respeita o adversário, porque o adversário qualifica o vencedor”, discursou Dilma.

973287-27-08-2015_7176 973288-27-08-2015_7198

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff recebe as delegações que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, em cerimônia no Palácio do Planalto (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O discurso de Dilma se desdobra em outros significados. Por exemplo: político. Aécio foi vencido, mas não respeita a vencedora. Quer por força tirá-la do governo. Com a vitória “o adversário qualifica o vencedor”, afirma Dilma. Mas é exatamente isso que Aécio não quer: qualificar a vitória de Dilma. Para ele o vencedor é ele. E é só ele, como vencedor, que ele qualifica. Ninguém mais. Nem se fosse seu guru Fernando Henrique.

Para a maioria dos brasileiros ele se mostra como aquele que quer de qualquer forma que seus desejos narcísicos sejam satisfeitos, não importando o mundo objetal. Igual o menino atoleimado que chantageia os pais para ganhar todos os brinquedos. Inclusive das outras crianças. Um vazio impreenchível. 

Dilma leu o interior da estrutura. Não se iludiu com as aparências como a maioria que acredita que o salário do trabalho é real porque significa sua jornada de trabalho. Quando na verdade ele é roubado pela mais-valia.

O STF DECIDIU QUE TODAS AS DELAÇÕES DO DOLEIRO YOUSSEF SÃO VÁLIDAS. A PERGUNTA É SE VALE CONTRA AÉCIO NO CASO FURNAS

youssef_cpi_felixr_futurapress_51178883No ano de 1988, o doleiro Alberto Youssef realizou uma operação fraudulenta no Bando do Estado do Paraná através de propinas no montante de US$ 1,5 ao diretor institucional do banco. Por esse golpe ele foi julgado e condenado pela Justiça Federal do Paraná a quatro anos de prisão por corrupção ativa. Em 2003, o Ministério Público Federal fez a proposta de denúncia, mas, em virtude de um acordo de delação premiada, a denúncia foi suspensa.

Mas como Alberto Youssef é um personagem que carrega um quadro psiquiátrico visível de obsessão e compulsão para prática de atos criminosos relativos a corpo financeiro, ele voltou a atuar no ramo em que é especialista. Foi então que a Operação Lava Jato o prendeu. Ele já era conhecido juridicamente do juiz Moro. Com os novos crimes o acordo foi quebrado e ação voltou a tramitar.

Baseado nessa realidade, o advogado José Luiz de Oliveira Lima que trabalha para o empresário Erton Medeiros, executivo da Galvão Engenharia, que se encontra preso por força da Operação Lava Jato em regime domiciliar, pediu a anulação da delação premiada de Youssef já que ele havia quebrado o acordo no caso do Banestado.

Ontem, dia 27, depois de haver paralisado a sessão no dia anterior, dia 26, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que todas as atuais delações feitas na Lava Jato pelo bandido profissional Alberto Youssef são válidas.

Entretanto, no entender do ministro Celso Mello, que entende que o Supremo deve manter sua jurisprudência, disse que somente o depoimento dos delatores não é suficiente para embasar uma condenação.

“Somente esses depoimentos não podem constituir base legítima para inflição de pena para a formulação de um juízo condenatório”, disse Celso Mello.

Mas a questão referente às delações feitas por Youssef na Operação Lava Jato que tem sido levantada é a seguinte. Durante seu depoimento na Lava Jato o compulsivo-obsessivo especialista em fraude financeira afirmou que o senador Aécio Cunha estava envolvido na corrupção de Furnas. Na quarta-feira, em depoimento na CPI da Petrobrás, ele voltou a reafirmar. Fato que foi divulgado na imprensa internacional, embora aqui no Brasil as mídias de mercado e reacionárias nenhuma nota expressaram. Mas não muda o quadro real que envolve Aécio, seu quindim.

Como o STF acatou todas as delações feitas por Youssef, se pergunta: vale, para Aécio, no caso de Furnas? Ou “não vem ao caso”? Como já é comum a direita afirmar quando envolve um dos seus membros?  


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,913,251 hits

Páginas