Arquivo de outubro \31\UTC 2013

DILMA DIZ, NOS 10 ANOS DO BOLSA FAMÍLIA, QUE NUNCA TANTA GENTE SAIU DA MISÉRIA TÃO RÁPIDO

Nas comemorações dos 10 anos do programa Bolsa Família a presidenta Dilma Vana Rousseff, em seu discurso afirmou que a tecnologia social de transferência de renda para os mais pobres foi capaz de acabar com as práticas tradicionais do clientelismo no país. Ela também disse que os que criticam o Bolsa Família são os que carregam o velho preconceito assistencialista. O programa ajudou milhões de pessoas a subirem na vida. Segundo Dilma, na história do Brasil nunca um governo teve tão grande comprometimento com o fim da desigualdade.

“Quando criamos o Cadastro Único e colocamos os entes federados União, estados e municípios, aderimos a uma prática republicana e colocamos o Estado ao lado do cidadão comum. Conseguimos colocar todo o aparato do Estado envolvido no atendimento às famílias do Bolsa Família sem criar relações de dominação do Estado sobre os cidadãos. Esse é um fato fundamental.

O Bolsa Família não é caridade e sim uma tecnologia social de distribuição de renda e combate à desigualdade. Aí é que está a questão. Renda é poder de compra, de quem ganha o Bolsa Família que tem autonomia para decidir o que compra. À medida que o Bolsa Família transfere renda dessa forma, gera liberdade de escolha, de cidadania e de consideração da pessoa que recebe como cidadã brasileira.  

Hoje é um grande dia: comemoramos os 10 anos do maior programa de inclusão social do mundo. Nunca tanta gente saiu da miséria tão rápido: o Bolsa Família retirou 36 milhões da extrema pobreza, sendo 22 milhões desde 2011. Nunca as pessoas mais pobres foram diretamente beneficiadas: são 50 milhões de beneficiários em 13,8 milhões de famílias. Nunca tanta gente teve tanta oportunidade para subir na vida.

Nunca o país teve governos tão comprometidos com o fim da desigualdade. Nunca tantas crianças puderam mostrar seu valor: os filhos dos beneficiários do Bolsa Família têm taxa de aprovação igual e de abandono da escola menor que a média dos demais alunos do país.

O programa Bolsa Família vai existir enquanto houver uma só família pobre no país”, discursou a presidenta.

NA COMEMORAÇÃO DOS 10 ANOS DO BOLSA FAMÍLIA LULA DIZ QUE A VIDA DO POBRE MUDOU: A EMPREGADA USA “O MESMO PERFUME QUE A PATROA”

Contando com as participações da presidenta Dilma Vana Rousseff, ministros, parlamentares, autoridades, beneficiados do Bolsa Família, além do ex-presidente e continuamente metalúrgico Lula, o governo comemorou os 10 anos do programa que mais transfere renda aos mais pobres e que é a inveja maior das direitas: o Bolsa Família.

Como não poderia deixar de acontecer, durante sua fala, Lula, afirmou que o programa é o grande sucesso das políticas sociais criadas e mantidas pelo governo federal, e aproveitou – como lhe é de praxe – para tirar o velho e inesquecível sarro sobre os invejosos que dizem que o Bolsa Família é um recurso eleitoreiro para manter os pobres na miséria. Para os detratores, bolsa-esmola. Mas é tanto esmola, que fez milhões que viviam antes na extrema pobreza ascenderem de status a ponto de poderem também participar da sociedade de consumo. Fato que as classes superiores podiam realizar, mas que era negado aos pobres.

“Um programa que já atende a quase 14 milhões de famílias é tratado por alguns hipócritas como se fosse uma corrupção ou fraude sem o menor respeito. Chegaram a dizer que era bolsa-esmola, que formava mendigos, que era uma tragédia social, fácil de entrar, mas difícil de sair. Gostaria que hoje esses críticos assistissem a apresentação feita pela ministra Tereza Campello.

Vivíamos em um país para rico e para a classe média, enquanto o resto vivia em uma não-pátria, desconhecia seus direitos e sua humanidade. O programa integrou ao Brasil as pessoas marginalizadas do processo econômico, mas apartadas principalmente dos processos sociais.

Hoje sabemos que, além das perdas humanas, a guerra do Iraque consumiu US$ 3 trilhões. Com esse dinheiro seria possível a implantação de programas de transferência de renda para 1,5 bilhões de pessoas em todo o mundo.

Sei que incomoda muita gente este programa, porque os pobres estão evoluindo em Pernambuco, na Bahia, em Sergipe… estão usando uns maiôs que só parte da sociedade usava. Agora a empregada chega para trabalhar usando o mesmo perfume que a patroa, o jardineiro usa o mesmo carro que o patrão, quando chega ao aeroporto está tudo abarrotado de gente. É duro…”, disse Lula.

A ADVOGADA ROSA CARDOSO, DA COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE, ACREDITA NO JULGAMENTO DE AGENTES QUE ATUARAM NA DITADURA

Em debate sobre os direitos humanos, realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo, ocasião em que também foi lançado o livro da cientista política argentina Pilar Calveiro, pela Editora Boitempo, Poder e Desparecimento: Os Campos De Concentração na Argentina, a advogada Rosa Cardoso, membro da Comissão Nacional da Verdade, disse ser possível o julgamento e a condenação dos agentes do Estado que violaram os direitos humanos. Para ela há um clima político positivo para esse objetivo. Ela também mostrou otimismo ao falar das declarações do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, que dias passados afirmou que a Lei de Anistia não vale para crimes de lesa-humanidade. O que confirmaria a punição dos torturadores e sequestradores. Rosa Cardoso também falou sobre o fato de que há alguns anos setores do Ministério Público acreditam que o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) realizado ainda sob o regime ditatorial não obstaculiza a possibilidade de processar os agentes.

“A política sempre reserva surpresas, mas em princípio a luta por justiça sucede depois de uma luta por memória. De socialização dessas memórias. No Brasil não temos nenhuma segurança de a luta por judicialização vai funcionar, mas vejo nesse momento um cenário positivo.

Acho que é um avanço muito grande pelo ugar que ele ocupa, mas vejo também que esse movimento no sentido da punição, da judicialização dos casos em que houve crimes de lesa-humanidade já é uma posição importante dentro do Ministério Público.

A imprescritibilidade dos crimes contra a humanidade constitui norma jurídica imperativa, tanto de caráter consuetudinário quanto de caráter principiológico, do direito internacional dos direitos humanos”, analisou Rosa.

Ela também mostrou otimismo quanto ao caso do corretor de valores e ex-fuzileiro naval Edgar de Aquino Duarte, preso em junho de 1971 e não mais visto depois de 1973. Para a comissão é um caso de grande importância porque envolve o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, comandante do DOI-CODI, em São Paulo, capital, local de tortura e morte dos que se opunham ao regime militar. Ela também se referiu à família Teles e sua luta. Foi ela quem conseguiu que o Estado desse uma sentença confirmando que Ustra é um torturador.

Me perdoem se sou otimista, mas quero participar dessa luta com otimismo.

Não sei se teremos os 60 militares que o Chile levou à prisão, mas sei que a família Teles tem lutado até as últimas consequências para levar os torturadores à prisão.

Do ponto de vista de número se amplia essa rede, tem-se uma conhecimento maior do que aconteceu durante a ditadura. Aqui também tivemos lugares de extermínio e de concentração de presos. O conhecimento desses fatos vai levando à consciência de que uma forma de evitar a repetição é que sociedade diga que houve um crime que não está protegido pela prescrição e que deve ser punido”, observou a advogada Rosa Cardoso.

NEM DEUS ESCAPOU DA ESPIONAGEM DE OBAMA

Durante todos os percursos da história até o dia de hoje, vários povos reagiram teologicamente. Ou seja, de acordo com seus deuses. O que significa que cada um tinha e tem seu deus. Assim, são múltiplos os deuses: Javé, Alá, Tupã, Maíra, e assim a Terra foi se deificando.

Não é preciso ser antropólogo para saber que cada cultura cria seu deus de acordo com sua singularidade. E também não é preciso ser historiador para saber que muitos lutaram para impor seus deuses sobre os povos dominados. E alguns deles queriam que seu deus fosse o único. 

Assim, ocorreu com o politeísmo e o monoteísmo. Para os monoteístas, todas as religiões que expressam vários deuses, são falsas. No caso específico dos gregos, eles não estavam nem aí, visto que seu conceito de deus era muito diferente de outros povos, principalmente, dos hebreus. Povo que criou uma religião professando que era o primeiro e único povo escolhido por Deus. O que a Europa, de acordo com seus interesses, aceitou. Deus, Religião, Economia e Política. Estava formado o quadrado do Poder na Terra. Eis o nome deus escrito em maiúsculo: Deus.

Todos sabem que se trata de um Deus de origem hebraica e que não tem nada a ver com os deuses de outras culturas, como o caso das culturas indígenas e africanas. Se hoje é um Deus de algumas dessas culturas é em função do processo de colonização que assaltou as mentes desses povos em nome da dita civilização. Civilização dos europeus que não quer de forma nenhuma, aceitar que à Bíblia é um tratado político da formação do Estado do povo hebreu. Como diz o filósofo Spinoza. E cujo Deus Javé, lhe é Senhor. O psicanalista Freud também já explicou esse significado que envolve muitas pessoas. Sua explicação tem fundamento histórico-teológico-cultural, porque ele era judeu. Por isso, sua teoria deu no que deu.

No entendimento teológico da tradição hebraica-cristã, Deus é espirito. Espírito não como no conceito filosófico de mente, razão ou alma, faculdade sensorial e intelectiva. Não. Deus é incorporal. Mas se Deus é incorporal, como Obama O espionou. É fácil. Não que a turma de Obama tenha um aparelho ultrassensível que chega a Deus. Aí, Obama já seria Deus. O que seria péssimo para o mundo não ateu. Embora, todo poder imperialista seja uma fracassada propensão a Deus. Visto que querer ser Deus é resultado do sentido de inferioridade que o homem tem de si mesmo, diz o filósofo iconoclasta: Nietzsche.

Deus como espírito tem suas representações materiais que são seus agentes na Terra. E o principal agente de Deus é o Papa, e no momento o conterrâneo do craquaço, Maradona, o objeto da inveja de Pele. Papa Francisco, ou Chico, para os íntimos. Mas Chico não é o único ser corporal que representa o espírito Deus. Têm os cardiais, os bispos, sacerdotes, os cônegos, os padres, as madres e até os sacristãos. Mas sacristão, na ordem das cópias hierárquicas do filósofo Platão – de onde saiu o modelo de estrutura da hierarquia-institucional dos Estados – não conta como pretendente na rígida dogmática. Por isso, quase nada reflete presença Deus. Quem é presença Deus é o Vaticano.

Foi através do Vaticano que Obama, com sua política paranoica voyeur, espionou Deus.  O site da revista italiana Panorama informou que a Santa Sé e o Papa Francisco foram espionados pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos. Segundo informações, o governo Obama ainda não se pronunciou sobre a espionagem teológica. E o Vaticano, por sua vez, ficou pianíssimo. Mas o assunto já era ventilado pelo site de Assange, Wikileaks.

Há um ponto de facilidade do motivo da espionagem norte-americana sobre o Vaticano. Como nas espionagens estão sempre envolvidos sistemas econômicos, fica claro, olhando pela lógica-linguística-capitalística do governo ianque, que o fato foi impulsionado porque para ele God is Money. Deus é Dinheiro. E ele queria saber o quanto Deus estava jorrando de grana na Santa Sé.

Que pecado hein, meu!? Nem Dante imaginaria tal tipo de pecado.    

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA VAI SE REUNIR COM OS SECRETÁRIOS DE SEGURANÇA DO RIO E SÃO PAULO PARA TENTAR UMA AÇÃO CONTRA VIOLÊNCIAS NAS MANIFESTAÇÕES

Se as manifestações do mês de junho não existiram, apesar de impulsionadas pelas direitas como forma de atingir o governo Dilma, pelo menos deixou um tema para ser discutido não só pela população, mas principalmente pelas ditas autoridades de segurança do país. As violências. Violências também chamadas, ignorantemente, como vandalismo. Apesar do povo Vândalo não ter nenhum sinal de igualdade nem com os autores das violências e muito menos com os que lhe assemelham com os predadores urbanos. Os Vândalos eram entre os chamados povos bárbaros, conotação colocada pelos romanos, pois eles eram povos nômades, um povo específico. Ele conseguiu ultrapassar o Mediterrâneo. E pelo que se sabe geográfica e historicamente o Brasil não está situado no Mediterrâneo. 

Entretanto, não dando qualquer importância ao uso da conceituação “vândalos, aos predadores urbanos, que surgiram nas chamadas manifestações deixando um rastro de destruição por onde passam o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, afirmou que vai se encontrar com os secretários de Segurança do Rio de Janeiro e de São Paulo para estudarem uma ação para conter a violências. Elas sempre ocorrem durante as manifestações, mesmo quando são claramente pacíficas, mas que estes personagens aproveitam para colocar em ato suas fúrias.

“Dialoguei durante o dia de ontem e de hoje com o secretário Fernando Grella, secretário de Segurança Pública de São Paulo, e, na manhã de hoje, com o secretário Mariano Beltrame, secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro e nos parece que a situação exige que os órgãos de Segurança Pública compartilhem informações e tomem ações em conjunto.

Não quer dizer que nós devamos reprimir a liberdade de manifestação. Quer dizer que os órgãos de Segurança Pública devem fazer uma análise de inteligência, investigar e aplicar a punição da melhor forma possível às pessoas que transgredem a lei.

Buscar um afinamento do Ministério Público e do Judiciário em relação ao vandalismo nas manifestações”, disse o ministro.

LEI DE MEIOS AUDIOVISUAIS É CONSTITUCIONAL. NA ARGENTINA. NO BRASIL A GLOBO NÃO PERDE POR ESPERAR

 

Depois de uma batalha acirrada contra o monopólio de meios audiovisuais detido pela empresa de comunicação reacionária o Clarín que contou com a participação massiva da população, movimentos sociais, empresas de comunicação, os Poderes Executivo e Legislativo, ministros da Corte Suprema de Justiça da Argentina votaram a Lei de Meios Audiovisuais como constitucional. O Projeto da Lei de Meios Audiovisuais foi apresentado pelo Poder Executivo e votado, Poder Legislativo e a Corte Suprema de Justiça estabeleceu a sentença.

De acordo com a sentença da Corte Suprema de Justiça, entre as liberdades constitucionais, a liberdade de expressão é uma das mais importantes para a existência do Estado democrático. O que não vinha ocorrendo antes com o monopólio estabelecido pelo Grupo Clarín, que assim como a Fundação Globo, no Brasil, trama constantemente contra o governo popular de Cristina Kirchner. Foi uma vitória da democracia que agora concede direito de igualdade na distribuição e atuação dos meios audiovisuais.

“Do contrário, não existirá um verdadeiro intercâmbio de ideias, o que acarretara como consequência direta um empobrecimento do debate político. É evidente que através da limitação da quantidade de licenças e registros a todos os operadores de meios de comunicação se poderia evitar a concentração e isso permitiria uma maior participação e diversidade de opiniões.

Os meios de comunicação têm um papel relevante na formação do discurso público, motivo pelo qual o interesse do Estado na regulação resulta inquestionável.

Em outros termos, a Lei 26.522 não estabelece regras dirigidas a afetar um sujeito ou alguma classe de sujeitos, e não a outros. Pelo contrário, promove a liberdade de expressão em sua face coletiva, estabelecendo limites iguais a todos os titulares das licenças”, diz parte da sentença.

Agora, o Clarín – não esquecer a Globo em termos de ambição de ideologia – vai ter que se submeter às novas normas. Já não poderá mais recorrer a liminares, como fez, para escapar dos mecanismos anticoncentração. E a responsável pela adequação do Clarín será a Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual (AFSCA).

“Tínhamos razão. É uma grande notícia para democracia. Não é um triunfo do governo. É da democracia, da liberdade e do pluralismo. É um triunfo dos milhares de meios e dos trabalhadores que em todo país cobram por fazer uso de seu direito a expressar-se em liberdade sem que nenhum gigante condicione o mercado e os silencie”, observou a presidente da AFSCA, Martín Sabbatella.

EM FESTA DOS 25 ANOS DA CONSTITUIÇÃO NO CONGRESSO, COM DIREITO A FAFÁ DE BELÉM, LULA DIZ QUE NEGAR A POLÍTICA É PRATICAR A DITADURA

O ex-presidente e sempre metalúrgico, Luiz Inácio Lula da Silva, foi ao Congresso Nacional para participar das comemorações dos constituintes sobre os 25 anos da Constituição Federal de 1988. Durante seu discurso Lula discorreu sobre como se deram as discussões, debates, propostas e votações da Carta Magna do País. Ele falou da importância da política para democracia e o diálogo entre as nações e desenvolvimento. Lembrou, também, dos personagens da história do Brasil como Getúlio Vargas e JK que deveriam ter suas biografias lidas pelos que se interessam pela política. Para ele, o desconhecimento da política leva a uma errada interpretação. Assim, como faz a imprensa reacionária.

“Na história deste país, se a juventude lesse a biografia de Getúlio Vargas, de Juscelino Kubitschek e outras biografias, provavelmente não iria desprezar a política, e muito menos a imprensa ia avacalhar a política como avacalha hoje.

Não há nenhum momento da história, em nenhum lugar do mundo, que a negação da política tenha trazido algo melhor do que a política. O que aparece sempre quando se nega a política é um grupo praticando, na verdade, a ditadura.

Grande parte de todas as políticas sociais que colocamos em prática no Brasil estão contidas na Constituição. E essa Constituição continua sendo seguida pela presidenta Dilma que está aprofundando o combate à miséria neste país”, discursou Lula.

Nas comemorações, onde algumas personagens foram homenageadas com uma medalha constituinte, a cantora paraense Fafá de Belém, como grande ativista política desde os tempos das Diretas Já, cumpriu presença e foi também homenageada.

“Em 1964, eu morava em São Paulo e vi, com sete anos de idade, as tropas entrarem pela 9 de Julho; em 1984, eu voltava a morar em São Paulo e vi o povo brasileiro tomar conta de São Paulo, do Rio, do Brasil inteiro, numa grande onda verde e amarela e declarar que a democracia estava de volta”, lembrou Fafá de Belém e do Brasil.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Blog Stats

  • 3,913,142 hits

Páginas