Arquivo para junho \30\UTC 2009

GOFFREDO DA SILVA TELLES, UM DEVIR-POLÌTICO

foto: http://www.goffredotellesjr.adv.br/

O envelhecimento” é “uma ampliação da capacidade de agir, um aumento na simplicidade e na suavidade. O envelhecimento não é uma cessação, mas, ao contrário, é uma extensão suave e apaziguada da capacidade de agir”, diz o filósofo italiano Toni Negri. Nem todos chegam ao envelhecimento, já que envelhecer não é somente uma condição bio-cronológica do organismo. Alguns morrem antes da demarcação matemática da existência. Morrem crianças, jovens. Outros chegam à demarcação matemática, mas não experimentam o envelhecer como “um aumento de simplicidade e suavidade”. Estes são os que sabotaram suas infâncias, suas adolescências e suas juventudes. Chegam ao estágio bio-cronológico ressentidos, amargurados, rancorosos e, o pior, invejosos. São eficientes sabotadores de suas existências e, ao mesmo tempo, agentes sabotadores das existências de outros. Nada fizeram, em seus percursos, para ativar a vida e criar condições existenciais de diminuição das privações que impedem os não-sabotadores de chegarem à alegria da velhice. O direito ontológico dos oprimidos que não negam a vida.

A VIDA ATIVA DO DEVIR-POLÍTICO

Goffredo da Silva Telles Junior, jurista emérito, aos 94, existia em plena suavidade e apaziguado em sua “capacidade de agir”. Não podia ser diferente. Sempre promoveu a vida. Sempre sentiu e entendeu onde havia a opressão. Onde se declarava ou se ocultava a tirania. Assim, desde jovem se engajou nos seguimentos sociais libertários. Soldado, combateu na Revolução Constitucionalista de São Paulo. Como deputado Constituinte, lutou pelas salvaguardas nacionais, e profundamente pela defesa da Amazônia. Professor da Faculdade de Direto da USP durante 45 anos, sempre esteve envolvido nas causas pertinentes às questões políticas da Universidade, dos saberes independentes distribuídos igualitariamente social entre o povo em formas de políticas e das lutas contra uma pedagogia universitária moldada nos signos alienígenas importados de países colonizadores.

Em plena ditadura militar, que se apoderou do Estado Brasileiro, Goffredo da Silva Telles Junior teve participação destacada em defesa dos valores democráticos. Enfrentou com sua suavidade jurídica e sua determinação combatente os opressores. Juntamente com seu insigne e corajoso amigo, jurista Raimundo Faoro, colocou-se em defesa dos presos políticos e dos ameaçados em suas liberdade. Foi ele quem em 1977, redigiu e proferiu em público a contagiante e conscienciosa “Carta aos Brasileiros”, ato que iniciou a emergência das reivindicações sociais sem medo do autoritarismo militar. Foi onde o povo brasileiro começo a sentir que era hora de cessar a opressão. Aposentado como professor continuou combativo como orientador de estudantes que se igualavam às suas opiniões e crenças sociais. Não havia como parar o devir-político que carregava.

Olivia Raposo da Silva Telles, sua filha, afirmou que ele “morreu de velhice como um passarinho”. Uma figura terna construída historicamente pela semiótica familiar. Mas há um signo que salta desta serenidade linguística. Goffredo não morreu de velhice, ele morreu na velhice, o que é bem revolucionário. O que compromete todo o engajamento histórico deste homem. Alguns homens e mulheres, envelhecidos, vão morrer, mas não na velhice. Vão morrer de tédio, de angústias burguesas veladas pelas vaidades, aprisionados na velhice como um estágio-prisão, cela da impossibilidade de ser, gueto de espera da morte dos sabotadores. Nada do que construiu Goffredo, com seu devir-político. Goffredo atingiu a plenitude ontológica que leva os não sabotadores a se irmanarem, em serenidade, com o filósofo, Deleuze, quando ele diz que a velhice “é uma alegria pura”. E completa: “Amamos as pessoas de fato pelo que elas são. Acho que afina a percepção. Vejo coisas que não via antes, percebo elegâncias às quais eu não era sensível. Agora, eu as vejo melhor, porque olho para alguém pelo que ele é, quase como se eu quisesse carregar comigo uma imagem dele, um percepto ou tirar da pessoa um percepto. Tudo isto torna a velhice uma arte”.

Neste ativismo dos afetos e da razão, Goffredo da Silva Telles Junior, entrelaça-se com Toni Negri, no movimento construtor da velhice: “O que me agrada é a suavidade; é o tempo; é a intelectualidade, a imaterialidade das relações”. Potência infinita do devir-político.

Anúncios

INSCRIÇÕES ABERTAS – ESTÁGIO EM NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR – PREFEITURA DE MANAUS

Atenção estudantes de ensino médio e superior. A Prefeitura de Manaus, em mandato sub judice do atual prefeito em exercício de imobilidade, depois de cumprir promessa onde demitiu os estagiários do programa Primeiro Emprego, agora anuncia que o processo seletivo para a contratação de novos estagiários em regime remunerado estão abertas.

Em se tratando desta gestão, é se inscrever e fiscalizar, a ver se as vagas serão preenchidas por critérios de ordem técnica e democraticamente, ou se predominará o mesmo “espírito público” que nomeou parentes e amigos de vereadores às vésperas da votação da emenda da meia-passagem. Neste caso, a questão é entrar no Ministério Público.

Assim, é exercer o seu duplo direito: atuar, com sua força de trabalho e criatividade para uma cidade melhor, colocar em prática seus conhecimentos, e ainda ganhar um cascalho.

Serão 1500 vagas, divididas em três instituições que irão realizar o processo:

IEL – http://www.iel-am.org.br/

Av. Joaquim Nabuco, 1919 – Centro

CEP 69020-031 – Manaus – Amazonas

Fone: (0xx92) 2125-8800 Fax: (0xx92) 2125-8838

E-mail: secretaria@iel-am.org.br

.

CIE-E – www.ciee.org.br

Endereço: RUA João Alfredo, 453 – São Geraldo

CEP: 69053-270

Telefone: 92 2101-4272

.

Conesul – www.conesul.org

Av. Eduardo Ribeiro, 520 sala 1007

Manaus Shopping Center – Centro – CEP: 69010-901

Tel: (92) 3877-1373 / 8189-3760 – Manaus Amazonas conesulam@conesul.org

.

Para participar, o estudante deve estar regularmente matriculado no ensino médio, ou no caso de ensino superior, já ter cursado 50% ou mais da carga horária total. Os candidatos também podem comparecer pessoalmente aos locais, para inscrição.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIVULGA SEGUNDA CHAMADA DO PROUNI

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (30) a lista dos candidatos pré-selecionados em segunda chamada para receber uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni). Mais de 27 mil foram convocados nessa etapa. A lista está disponível na página do programa.

Para conferir o resultado, o candidato precisa informar o número do seu CPF e o número da matrícula no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2008. A consulta pode ser feita ainda na faculdade em que o aluno disputa uma vaga ou pelo telefone 0800 61 61 61.

Os estudantes pré-selecionados devem comparecer até 10 de julho à instituição de ensino para a qual foi selecionado a fim de comprovar os dados informados na inscrição. A lista dos documentos que devem ser apresentados está disponível na internet.

Para o segundo semestre de 2009, mais de 212 mil candidatos se inscreveram para disputar uma das 91 mil bolsas que estão sendo oferecidas. Do total , 57 mil são integrais e 33 mil parciais, que custeiam 50% da mensalidade.

A partir deste semestre, o programa contará com uma segunda etapa de inscrições, entre 20 e 24 de julho. Nessa fase, podem concorrer tanto estudantes que não se inscreveram na etapa anterior, quanto aqueles que participaram mas não foram selecionados.

Mais informações na página do ProUni.

Fonte: Agência Brasil

HOJE É O ÚLTIMO DIA PARA SACAR O ABONO PIS/PASEP ANO-BASE 2007

Vamos lá, moçada! Segundo o calendário do PIS/PASEP, publicado neste bloguinho, o último dia para o saque do benefício do ano-base 2007 é hoje. Se você ainda não sacou o seu, corra para uma agência da Caixa Econômica Federal. No Brasil inteiro, são 695 mil trabalhadores que ainda não foram buscar o cascalho a que têm direito. No Amazonas, são sete mil. Neste calendário, foram identificados mais de 15,5 milhões de trabalhadores com direito ao abono.

O abono salarial é o pagamento de um salário mínimo anual ao trabalhador ou servidor que esteja cadastrado há pelo menos cinco anos. Também é preciso ter trabalhado com carteira assinada durante pelo menos 30 dias (consecutivos ou não) no ano-base (2007) e ter recebido em média até dois salários mínimos de remuneração mensal no período.

O valor do abono é de um salário-mínimo, 465 reais. Se você cumpre esses critérios, não deixe de procurar uma agência da CEF ainda hoje. Se tem dúvidas se tem direito ao benefício ou não, procure também.

NOTAS SOBRE A PASSAGEM DA CPI DA PEDOFILIA POR MANAUS E COARI

Є O senador Magno Malta (PR/ES) não sabe que a pedofilia mais incisiva e perigosa socialmente é aquela que segrega os signos de uma infância solapada, um infantilismo sequelado, fruto da ilusão dos adultos capturados pela ordem do capital, e que foram interditados em seus fluxos intensivos e potência de agir, e que estão na tevê, na internet, na moda, nos dizeres, na música, nos corporais e incorporais da sociedade de consumo, submetendo as crianças a uma infância que não é a delas. Soubesse, a sua CPI teria que estabelecer uma base de atuação perene nas emissoras de tevê, com suas Anas Marias Bragas, Xuxas, Sashas, Maísas…

Є No entanto, a CPI tem se prestado, no plano democrático, a um importante trabalho: aproveitando a comoção emocional em torno da temática a pedofilia, bem mais carregada de elementos de ordem doutrinária igrejal que de ciência e de reflexão racional, desvelando aquilo que era evidente, mas que não se atualizava como real para o plano midiático: o envolvimento de membros das chamadas esferas do poder em práticas de violência sexual e exploração de mulheres, crianças e adolescentes, não apenas no sentido da tara psicopatológica, mas na tara social: o lucro pela exploração. Tal como no Caso Wallace, Adail, apontado como o chefe do esquema de desvios de royalties do gás natural de Urucum, é chefe, mas não apareceu ainda o chefe-do-chefe.

Є O presidente da CPI da Pedofilia, senador Magno Malta, ao chegar a Manaus, afirmou ter recebido muitas pressões para que a CPI não viesse à cidade. De certa forma, não veio. Contando com apenas o presidente como membro titular, que criticou a ausência dos colegas de CPI e dos três senadores do Amazonas, os trabalhos terão de se reduzir àquilo que já estava previamente estabelecido. Malta não poderá, por exemplo, convocar para depôr ninguém além daqueles que já estavam previamente convocados, nem mesmo se denunciados em audiência pública.

Є Um déjà vu: o senador Arhur Neto, por exemplo, já atuou em defesa do Amazonas quando o assunto era exploração sexual infanto-juvenil. Foi ele quem articulou, junto com o senador Ney Suassuna (PMDB/PB), a retirada do nome de Omar Aziz da lista de indiciados da CPI da Prostituição Infantil, numa articulação que deixou boquiaberta a relatora, Deputada Maria do Rosário (PT/RS) – leia aqui e aqui. O tratamento amplamente favorável à Omar dado pela imprensa local sobre o caso fez com que o professor do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas, Gilson Monteiro, fosse agredido dentro das dependências do campus, por dois irmãos de Omar, atual vice-governador. Gilson usava a tibieza e comprometimento da imprensa local com os políticos locais como exemplo em uma aula de ética, quando uma sobrinha de Omar, debutante do curso, levantou-se e chamou o pai para defender a honra da família – leia aqui.

Є Em Manaus, a CPI tomou os depoimentos de 12 pessoas, dentre elas, Fábio Marques Martins, da agência Mega Models, Andréa Domingues de Abreu, ambos considerados agenciadores das adolescentes, e Haroldo Portela, ex-secretário de comunicação da prefeitura de Coari. Portela é considerado a peça-chave no inquérito do Ministério Público sobre os desmembramentos da Operação Vorax. Era Portela quem organizava a exploração, mantinha contatos com os agenciadores e realizava o pagamento. Uma adolescente, identificada como Brenda, supostamente vítima da exploração pela quadrilha de Coari, também foi ouvida. Os programas eram pagos sempre com dinheiro público, e discriminados como “prestação de serviços para eventos sociais”. Em Coari estão previstos mais dez depoimentos, entre eles o de Adriano Salam, ex-secretário de administração e o do ex-prefeito, apontado como o chefe da quadrilha, Adail Pinheiro. A CPI realiza hoje os trabalhos na cidade do gasoduto e da Operação Vorax.

ARTHUR NETO, DE ACUSADOR A ACUSADO

O senador amazonense, do PSDB, maior expressão partidária da direita do Brasil, ontem, segunda-feira, dia 29, subiu à tribuna do Senado para pedir investigação rigorosa sobre o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-MA), e de quebra investigação também sobre o senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

De acordo com o senador 5% “Orgulho do Amazonas”, Arthur Neto, Sarney não tem condições morais para continuar como presidente do Senado por seu envolvimento com os obscuros atos administrativos secretos que nomearam vários parentes seus com conivência do ex-diretor geral do Senado, Agaciel Maia.

Embora em seu modelo performático estereotipado de sempre, onde saltam exuberantes clichês, seu tom já não era o mesmo de semana passada, quando andava pelos corredores e salas do Senado divulgando que o ex-diretor geral, Agaciel Maia, estava fazendo chantagem com senadores, entre eles Suplicy (PT-SP), Pedro Simon (PMDB-RG) e Cristóvam Buarque (PDT-DF). O motivo era a circulação da edição da revista Isto é, trazendo matéria com declarações de amigos próximos a Agaciel Maia, e do próprio Agaciel, sobre a verdadeira causa do ódio de Arthur Neto contra ele, Agaciel, e Sarney.

A matéria da revista informa que o senador amazonense, 5% “Orgulho do Amazonas”, se antecipou nas acusações, porque fora avisado que Agaciel tinha em mãos provas contra senadores, e que, se for preciso, pela delação premiada, vai entregar todos. Nas informações, aparece a tal viagem de Arthur em 2003 a Paris, quando teve seu cartão bloqueado e precisava de dinheiro. Na versão de Arthur, quem resolveu o seu problema foi um amigo do Senado. Já na informação da revista, quem verdadeiramente resolveu foi o próprio Agaciel, que fora procurado pelo amigo de Arthur, seu assessor, Carlos Homero Vieira Nina, em pleno domingo, que insistia que o caso fosse resolvido. Como era domingo, Agaciel se sentiu impossibilitado, e então retirou de sua própria poupança e mandou para o senador amazonense. E, de acordo com Agaciel, até o momento não fora ressarcido.

Outra informação que a revista traz é a existência de funcionários fantasmas em seu gabinete. Segundo a revista, Homero tem três filhos empregados no gabinete do senador: Guarani Alves Nina, Tomas Alves Nina e Carlos Alberto Neto, este morando no exterior, mas recebendo fielmente seu salário. Além do caso do tratamento de sua mãe que, de acordo com os estatutos do Senado, a verba para tratamento de saúde é de R$ 30 mil, e de acordo com as informações, ultrapassou os limites. Foram gastos R$ 723 mil, fato que na época causou estupefação no senador Antônio Carlos Magalhães, vulgo Toninho Malvadeza, amigo de Arthur.

Entretanto, para Agaciel Maia, o que mais irritou o senador amazonense foi a demissão de Vânia Maione, esposa de Homero, do Instituto Legislativo Brasileiro, por autorização de Agaciel Maia.

Assim, no rebojo das acusações e denúncias, a se fazer as investigações severas sobre Sarney e Agaciel, como sugere Arthur, e a se realizar as ameaças de Agaciel, cabeças vão rolar. Entre elas, a de Arthur Neto.

GOLPE DE ESTADO EM HONDURAS MOSTRA QUE OS TIRANOS NÃO DORMEM

O Golpe de Estado praticado pelas forças armadas hondurenhas, apoiadas pela Suprema Corte e o Congresso, vem chamar atenção sobre as ameaças que ainda vivem as democracias nos territórios latinos. O que confirma que ainda não se encontram fortemente protegidas das ambições dos tiranos. Por isto ainda se respira odores fortes de ditaduras sangrentas que permaneceram décadas dominando as Américas Latinas. Daí que a atenção maior sobre a defesa das democracias deve ser desdobrada, principalmente com políticas que aproximem solidariamente os governos dos povos, verdadeiras fortalezas democráticas.

FORÇAS DO GOLPE

Apoiados no entendimento de que o plebiscito convocado pelo presidente Manuel Zelaya, para uma possível reforma política, que seria realizado no domingo passado, era inconstitucional, o grupo não titubeou: deu o golpe e se apossou do palácio presidencial, elegendo Roberto Micheletti para governante interino. Alegando que, embora tenham tomado o poder, vão manter o compromisso de realizar eleições em novembro.

Enquanto isso, a população protesta veemente e é reprimida com violência pelas forças armadas. Ao mesmo tempo que OEA, Organização dos Estados Americanos, e governantes de todo mundo repudiam a força tirânica que se instalou em Honduras. Por sua vez, os países que formam o Grupo de união de vizinhança da América Central, Nicarágua, Guatemala e El Salvador, cortaram todas as relações como o governo tirânico, impedindo qualquer contato por qualquer via.

A mesma posição tomaram todos os países da América do Sul e os Estados Unidos, levantando a tese da defesa da democracia.

De sua parte, o presidente deposto, Manuel Zelaya, promete voltar à Honduras ainda esta semana, provavelmente quinta-feira, acompanhado por representantes de organismos latinos.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,069,687 hits

Páginas