Arquivo para setembro \30\UTC 2007

*…..::: CHAGÃO! :::…..*

Chagão!

 

Θ PERDERAM, MAS COM HOMBRIDADE. Infelizmente não foi desta vez que as brasileiras venceram a Copa do Mundo de Futebol-Mulher. Na final, embora tenha havido equilíbrio, acabou por vencer o país que possui uma organização profissional para o futebol-mulher. Para o Brasil, restaram os prêmios individuais (Marta, como artilheira e melhor jogadora da competição, Cristiane ficando em terceiro lugar), e a certeza de que, num futebol homofóbico como o brasileiro, com investimento e sem a ingerência da CBF, elas podem chegar onde sequer a macharada chegou. O vice-campeonato para um país onde não há campeonatos oficiais, e a maior parte dos amadores servem como trampolim para políticos profissionais, pelo esforço das jogadoras, que o fazem pela vontade de jogar, é motivo para muita comemoração! Se as jogadoras da seleção atuassem pelos clubes no Brasileirão, certamente o campeonato seria mais bonito e bem jogado.

Θ ANFITRIÕES FATURAM O MUNDIAL DE FUTEBOL-GAY. Com transmissão pela TV, mais de 2000 torcedores nas arquibancadas que xingavam o árbitro – “seu hétero!” – quando não concordavam com as marcações, o time argentino Los Dogos venceu os ex-atuais campeões, os ingleses do Stonewall FC por 1 a 0, gol do brasileiro – um para salvar a pátria! – radicado há anos naquele país, Maicol. O artilheiro do certame foi o argentino Jorge Berdún, que garante não ser homoerótico. Como no campeonato não há a exigência de se provar o improvável – a orientação sexual – ficou a festa, que mais que competitiva, serve para discutir a homofobia e o homoerotismo como movimento afetivo-político comunica aos desinformados que o mundo é gay. O próximo campeonato mundial será realizado em Londres, em 2008. Monte já seu time!

Θ E NA EUROPA, O COURO COME… No Calcio italiano, destaque para o empate dos berlusconianos milaneses com o Catania, em casa, deixando-os em 11º lugar. Outros milaneses, os do Internazionale, venceram o bom time do Roma por 4 a 1, e lideram o campeonato. No clássico de Turim, a Juventus venceu o Torino por 1 a 0, gol de Trezeguet. Na Bundesliga alemã, o Bayern Munique venceu o Leverkusen por 1 a 0 e lidera, e ainda teve o Werder Bremen aplicando 8 a 1 no Bielefeld. O Bremen ocupa a quinta colocação. Na Ligue 1 francesa, sem novidades: o Lyon continua líder, acompanhado de perto pelo Nancy, com o mesmo número de pontos, mas com o segundo com uma partida a menos. Na Premier League inglesa, destaque para o jogo em que o Portsmouth fez 7 a 4 no Reading . O líder Arsenal venceu o West Ham por 1 a 0, e o Manchester United bateu o Birmingham por 1 a 0, golo do puto português Cristiano Ronaldo. Na Bwin Liga portuguesa, o líder Porto FC venceu o Boavista por 1 a 0, e Benfica e Sporting não saíram dos dois bocejos. Na Primera da España, com gol irregular, o Madrid venceu o Getafe e lidera isolado. Segue o Villareal, que desprezou Riquelme e venceu o Bilbao por 1 a 0. O Valência segue entre os líderes, na terceira posição, e venceu o Huelva também pelo placar mínimo. Já o Barça segue passando sem tomar conhecimento dos adversários, sendo a bola da vez o Levante, que tomou de 4 a 1, com 3 gols de Henry e um do insuperável Leo “La Pulga” Messi. Ronaldinho não jogou, mas está confirmando para o confronto com o Stuttgart, na próxima quarta-feira, pela Champions League. E falando nela, na próxima quarta-feira, dia 03, às 14:30h (Manaus), tem transmissão em TV aberta, pela Record, de Celtic X Milan, direto da Escócia.

Θ RELAXA E APROVEITA. FAST Clube dá adeus às possibilidades de se classificar para a segunda divisão do futebol nacional. Em mais uma partida válida pela 3ª fase, o time RMMiano de Ita perdeu para o ABC de Natal, no estádio Frasqueirão (RN) por 1 a 0, gol marcado por Nêgo, aos 23 do primeiro tempo. Agora o time apenas cumpre tabela até o final da etapa. Foi bom enquanto durou?

Θ SÃO PAULO CADA VEZ MAIS PENTA. No Brasileirão, o que vale é a disputa pelas vagas na Libertadores e Sudamericana. Campeão antecipado mesmo que Deus duvide, o São Paulo passeou em Porto Alegre: 2 a 1 no Internacional. Ainda mais que o vice, Cruzeiro, marcou bobeira e perdeu por 2 a 1 para o Figueirense, e agora a diferença entre os dois é de 09 pontos. O time mineiro ainda acredita. O Corinthians, que perdeu para o Sport Club por 2 a 1  em casa, visita a zona do rebaixamento, e os torcedores, que aplaudiram a entrada do dinheiro excuso da MSI no ameaçado título de 2005, agora protestam e ameaçam jogadores e comissão técnica. Até a rodada de hoje, os classificados para a Libertadores são: São Paulo, Cruzeiro, Grêmio e Santos. Os rebaixados, por enquanto, Corinthians, Paraná Clube, Juventude e América de Natal, este tão certo de cair quanto os tricolores paulistas de segurar o penta.

Θ NO APERTURA, A DISPUTA CONTINUA BRABA… Depois da antológica vitória sobre o Botafogo pela Sulamericana que respira e ainda pode ser Sudamericana, o River Plate repete a dose de adrenalina nos torcedores. O time conhecido como millionarios perdia em casa para o Rosário Central por 3 a 2 quando o avante Falcão, que já havia feito de cabeça nos descontos contra os alvinegros cariocas, novamente usando-a, empatou a partida. Aos 53 minutos do segundo tempo! Com o empate, o River vai aos 16 pontos, na nona colocação. Já o Boca des-sudamericanizado, enfrentou o Newell´s Old Boys, a uma vitória da liderança do Apertura. Perdeu por 1 a 0, gol de Salcedo. O ainda líder Independiente perdeu para o Banfield (2 a 0), e o Tigre, terceiro colocado, empatou em 2 a 2  com o Estudiantes de La Plata. A próxima rodada acontece no dia 03, terça-feira, com destaque para os jogos: Argentinos X River Plate, Boca X San Lorenzo, Independiente X Gimnasia de Jujuy e Tigre X Racing. E no próximo dia 07, tem superclássico: River Plate X Boca Jrs.

Anúncios

A CORRUPÇÃO MIDIÁTICA

Denomino corrompido um animal, uma espécie, um indivíduo, quando perde seus instintos, quando escolhe, quando prefere o que lhe é pernicioso”, afirma o filósofo alemão Nietzsche. Uma concessão pública é composta de elementos institucionais saídos dos princípios democráticos constituídos como direitos de todos. ‘Modus educantes transformador’. Desta forma, quando a Globo escamoteia, faz truncagem, altera fatos ela é apanhada pelo conceito nitzscheano de corrupção, cuja preferência pelo pernicioso direcionam suas atividades televisivas. Corrompida, ela pretende a corrupção do telespectador. Como o telespectador tem sua própria práxis de mundo, ele entra em choque com as pretensões perniciosas. Neste choque salta a sua independência sensível e intelectível impondo o fracasso a prepotência desta mídia em querer ser tida como Opinião Pública. Estúpido propósito. Corrompida não pode experimentar percepções novas, necessárias como elementos democráticos. Seu carrossel de áudio/visual é uma contínua justaposição de imagens vítreas, imagens congeladas sem força de deslocamento. O contrário da vida democrática exigente de movimento social transfigurador. Esta situação corrompida/imobilizante é facilmente compreendida quando imaginamos uma telenovela cujo tema, relações familiares, apresentam os personagens no interior da grade de programação da Globo. Eles se encontram nos programas matutinos, vespertinos e noturnos. Ou seja, interpretam nos jornais, no Faustão, Fantástico, Casseta, Casé, Galvão, Miriam Leitão, Jô… em todos os cantos, sem nunca se deslocarem. Daí, a Globo ser sua própria novela: A Corrupção Midiática. A anulação das percepções visual e auditiva e da cognição. Daí, a maior parte da população brasileira ser consciente deste fato e manter sua reflexão social autônoma. E por tal, ter votado em Lula.

DEMONSTRAÇÕES CORRUPTANTES

Ontem foi aniversário da tentativa de golpe midiático orquestrado pela Rede Globo contra um governo eleito e que, segundo as pesquisas mais pessimistas seria reeleito no primeiro turno da eleição daquele ano. Numa clara manipulação da programação de seu jornal, enquanto todas as outras emissoras davam as primeiras informações da queda de um avião da Gol, a Globo colocava em tela cheia, foto manipulada física e digitalmente do dinheiro apreendido com militantes do PT em São Paulo. O delegado Bruno (PF), que teve seus minutos de fama, foi o que entregou a foto aos repórteres, e a célebre frase que marcou a gravação do diálogo foi a de que ele pretendia que a foto fosse publicada no mesmo dia, no Jornal Nacional.

Na foto, o dinheiro foi empilhado de modo a parecer um grande bloco de dinheiro, o que na verdade caberia com sobras em uma maleta, e a foto ampliada em programa de edição de imagens. Questionado posteriormente sobre porque não ter dado cobertura ao acidente com o avião, Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globotária, e grande censor do Brasil, saiu-se com a desculpa de que não poderia ultrapassar a barreira ética e divulgar informações apressadas de um acidente de tamanha proporção. Algo no mínimo estranho para uma emissora conhecida por “urubuzear” e explorar à exaustão mortes de famosos e grandes tragédias.

O resultado da trama: a disputa pela presidência, que tinha tudo para terminar no primeiro turno, arrastou-se para o segundo. Aos poucos, a trama foi sendo revelada, sobretudo pela ação dos blogs (Vi o Mundo, do Azenha, deu o furo de reportagem com a gravação do encontro com o delegado Bruno) e da mídia alternativa (Carta Capital, com o dossiê, na semana seguinte, nas bancas, mostrando todas as etapas do golpe, desde a cadeira vazia no debate global – ao que Lula não foi – até a manipulação da imagem do dinheiro).

A mídia golpista, capitaneada pela Vênus Platinada, desde o início da campanha, dava mostras do desespero de perceber que as massas não eram suscetíveis às suas manipulações e opiniões biônicas de seus articulistas. Mas o golpe fatal, após mais de um ano de intenso bombardeio de factóides, em meio aos escombros e perplexidade dos opinionistas de cátedra vendidos ao chamado quarto poder, foi a participação firme de Lula nos debates do segundo turno, e a sua eleição, por massacrantes 61%, a despeito de todos os esforços midiáticos em contrário.

Somente esta tentativa de golpe, fartamente documentada já é justificativa para a não renovação da concessão de uma emissora que atentou contra a verdadeira opinião pública e as leis do país. E se se levar em conta a manifestação das maiorias silenciosas, sobretudo nas eleições – e que continua inclusive nas atuais pesquisas de opinião que mantém os níveis de aprovação e popularidade do presidente mesmo após as seguidas “crises” inventadas (aérea, e agora da saúde) – não é de se esperar que a não renovação da concessão seja não apenas uma possibilidade, mas um compromisso assumido no dia 27 de outubro do ano passado, data da derrota da mídia golpista no país, quando elegeu-se o presidente operário.

A DIGNIDADE DO TELESPECTADOR

Quando em uma conferência ou em uma aula, tendo como enunciação a Filosofia das Ciências Neuro-Cognitivas, se afirma que a programação da televisão é para imbecil, ou imbecilizar, uma grande parte do público presente entorta os beicinhos, esculpe uma carranca e bate os pezinhos se sentindo ofendido. Pois não acredita que a universidade da classe média, a TV, como deusa do saber, possa ser tão perversa a ponto de distribuir diploma de imbecilidade aos seus mantenedores. Mas quando o editor chefe do Jornal Nacional da Rede Globo, William Bonner, afirma que o perfil do telespectador padrão do dito JN é o mesmo do obtuso, burro e preguiçoso personagem do desenho da tv americana Homer Simpson, será que este público se sente ofendido? Ou será que ele duvida que o professor Bonner jamais ofenderia tão cruelmente seu fervoroso discípulo? Pois bem, esta afirmação mais detalhada, inclusive com a estratégia jornalística da composição do JN, encontra-se em uma matéria na revista Carta Capital (edição 371), escrita pelo sociólogo jornalista, e professor da Escola de Comunicação e Artes da USP, Laurindo Lalo Leal Filho, um dos convidados “para conhecer um pouco do funcionamento do JN e algumas instalações da empresa”.

Como se trata da insuspeita Carta Capital, uma das poucas, juntamente com a Caros Amigos, a proporcionar exercício de cidadania jornalístico, seria bom que aqueles que não conseguem ler uma frase inteira, como disse Nietzsche, os “eleitores” das revistas e jornais de salão de beleza e motel, as campeãs de venda de intriga e estupidez, fizessem um esforço hercúleo para ler essa matéria e assim, se possível, mensurar sua dignidade.

i iNDA TEM FRANCÊS QUi DiZ QUi A GENTi NUM SEMO SERO

@ DESEMPENHO DA SÃO PAULO TUCANA NÃO ACOMPANHA O RESTO DO PAÍS, é o que afirma um estudo do economista André Urani, ironicamente apresentando no Instituto Fernando Henrique Cardoso. Segundo o estudo, enquanto no Brasil a renda cresceu 13%, a pobreza caiu 25,8% e a extrema pobreza despencou 62%, na capital que ama o jeito tucano de governar, a renda caiu 6%, a pobreza aumentou 19% e a extrema pobreza cresceu 2,8%. Indícios da administração voltada para o aumento da concentração de renda, a diminuição dos serviços públicos e a subserviência ao capital estrangeiro que caracteriza os burocratas tucanos. Assim como não entendem de ética, também parecem ter pouco conhecimento dos elementos corporais e incorporais que compõem a economia não como abstração numérica e fenômeno exógeno, mas que surge a partir das relações entre as pessoas na administração dos recursos públicos. I inda tem francês…

@ NA ARGENTINA, O ESTADO É LAICO e não tem medo da igreja. Nascida e moradora da cidade de Paraná, Entre Ríos, uma menor de idade e considerada incapaz mentalmente, vítima de estupro, conseguiu o direito de realizar o aborto, que nesses casos é garantido por lei naquele país. Não sem antes ter seu corpo transformado em campo de batalha entre o Episcopado Argentino e o governo. Sob ameaça dos eclesiásticos, os médicos de Mar Del Plata realizaram a operação necessária, para que a moça, com idade mental presumida em 04 anos, pudesse voltar à casa. A igreja convocou uma marcha contra o que chamou de “homicídio pré-natal”. O ministro da saúde e o governador da província de Buenos Aires vieram em defesa da lei, afirmando que “a verdadeira intolerância é pretender impôr a obrigação de ser mãe a uma mulher incapaz e acreditar que suas convicções religiosas devam ser seguidas por todos”. Ainda existisse e pudesse usar do seu humor ácido para examinar tais situações, Michel Foucault poderia apontar o fato como a luta entre dois discursos, ambos se pretendendo proprietários e produtores de verdades inabaláveis sobre o corpo. A diferença é que, cá, ao contrário de lá, a igreja continua dando a última palavra, a despeito dos esforços do ministro da saúde, Temporão. I inda tem francês…

@ AINDA SOBRE A QUERELA DOS LIVROS DIDÁTICOS, noticiada aqui nesta coluna na semana passada (aqui ou aqui), envolvendo o censor-mor do Brasil, Ali Kamel, e o livro de Mário Schmidt Nova História Crítica – Oitava Série. Desta vez, quem pisou na bola e caiu de quatro foi o PSDB, que tentou, em seu site aproveitar a situação para mais uma vez fazer propaganda contra o governo Lula. Na nota publicada, o ex-ministro da educação, Paulo Renato, teria entrado com uma representação na Procuradoria Geral da República contra a distribuição do livro, e disse que em sua gestão, a ideologia não era levada em conta na hora da escolha do livro didático. Só tem um problema: dias depois, descobriu-se que o livro – que na gestão de Lula, a pedido da comissão neutra, está sendo retirado da lista – foi colocado na gestão do próprio Paulo Renato, o qual, parece, só se preocupou com o caráter ideológico do livro anos depois, quando (equivocadamente!) achou que convinha. Com quantos Arthur Netos e Paulos Renatos se faze um Partido partido? I inda tem francês…

@ ELES INSISTEM, ELE DESMONTA. Em visita às futuras instalações da UFABC, em Santo André, pela trocentésima vez questionado pela falta do diploma, Lula explicou que, para governar, não é necessário ter diploma, e sim se saber “de que lado está, e para que lado se está governando”. Um recado direto para os doutores que sempre se decidiram pela subserviência aos desígnios da política internacional e da economia do subdesenvolvimento. Lula sabe que, mais que quilometragem em banco de escola, o conhecimento phatico, que só é possível a quem desenvolveu a capacidade afetiva-afetante de sentir o outro no plano da comunalidade, e não entrou na ordem da subjetividade laminadora dos afetos, onde o outro é uma abstração e a existência, um engodo, é necessário para uma gestão que altere efetivamente a realidade social e econômica das pessoas. Esta, certamente, FHC também não sabia. I inda tem francês…

@ ONTEM (27) COMEMOROU-SE O DIA INTERNACIONAL DO IDOSO. Em Manaus, a data não foi aproveitada pelos gestores das políticas públicas para discutir a produção subjetiva de um modo de existir que se categorizou como terceira idade. Não se discutiu como os enunciados produzidos pela sociedade capitalística produzem o idoso, suas doenças, suas limitações, inscrevendo nos corpos uma temporalidade que não é a deles. Talvez por isso Toni Negri, filósofo velho (não idoso), e que afirma que a aposentadoria é uma incoerência, pois considera a produtividade apenas do ponto de vista da produção da mais-valia, e não leva em conta a produtividade subjetiva que os corpos-potência são capazes, não é sequer conhecido entre os especialistas na “melhor idade”. Melhor para quem? A velhice é uma outra intensidade, um outro gosto, um modo diverso de existir, para que a sabe construir. Infelizmente, a máquina de triturar corpos e de anulação do agir produz corpos dóceis e aptos para as políticas tutelares eleitoreiras que se proliferam Manaus afora. Ainda bem que existem velhos como Dona Maria da Glória, Oscar Niemeyer, Waldir Pires, Eduardo Galeano e outros que escaparam à essa chantagem da temporalidade cronos. I inda tem francês…

Vamos que vamos

Pois ninguém chegou

De onde alguém fugiu…

A VEREANÇA E AS ESCOLAS ESCOLADAS DA SEMED

Depois que o presidente da comissão de educação da CMM, vereador Brás Silva, antecipando-se a qualquer investigação, absolveu o secretário Cyrino de envolvimento no caso das escolas escoladas (cinco posts abaixo) da zona rural, o Bloguinho Intempestivo, que já mostrou outras escoladas da SEMED, conversou ontem com o vereador Waldemir José, que deu alguns esclarecimentos sobre o assunto.

EFEITO DÉJÀ VU

Segundo Waldemir, não haverá movimentação dele e do vereador José Ricardo para a proposição de uma CPI da SEMED, por entenderem que dificilmente, na atual CMM, pelo apoio maciço que os vereadores dão ao prefeito, seria aprovada, como aconteceu com a finada CPI do Transporte Coletivo (aqui e aqui). No entanto, haverá mais uma reunião na próxima segunda-feira, onde participarão o braço direito do prefeito, Dr. Marcus Barrus, Waldemir e Zé Ricardo, pela CMM, Brás pela comissão de educação e o federal Francisco Praça, na condição de cidadão. Dando continuidade a um trabalho que já vem sendo feito pelos vereadores petistas, o objetivo da reunião será propor uma discussão da política de reformas e manutenção das escolas do município. Segundo Wal, algumas situações existentes na administração da SEMED deveriam ser explicadas.

O FINO DA FOSSA

É sabido pela população que, pela ausência de um sistema de saneamento básico, em Manaus, o uso nas casas de fossas sanitárias é comum. O fato também é observado nas escolas. Na zona leste, as escolas Júlia Barjona Labre (São José) e Francisco Guedes (Tancredo Neves) tiveram problemas com suas respectivas fossas, sendo a SEMED informada pelos respectivos gestores. No entanto, na primeira escola citada a reforma foi feita, mas nada foi feito em relação à desobstrução da fossa. Já no Francisco Guedes, por três vezes a fossa foi reformada, e no entanto já houve diversas ocasiões em que as aulas tiveram que ser suspensas devido às constantes quebras, resultado de manutenção ineficiente.

DETALHES TÃO PEQUENOS… SÃO COISAS MUITO GRANDES!

O valor da reforma padrão de uma escola, segundo o vereador, é o mesmo gasto na construção de uma nova. Considerando que a média de alunos por sala de aula nas escolas do município é de 45 a 50 alunos, seria mais eficiente uma política de reformas e manutenções que possibilitasse o uso desta verba para construção de novas escolas, ao invés das constantes reformas nas já existentes. Além disso, não há nas escolas nenhum tipo de recurso ou equipe de manutenção para dar conta dos pequenos reparos que surgem no cotidiano da escola, como torneiras quebradas, fechaduras emperradas, fazendo com que estudantes e professores convivam durante muito tempo com este tipo de situação. Outro problema apontado por Waldemir seria que as reformas executadas pela SEMED nas escolas seguiriam uma padrão pré-definido, e não levaria em conta as reais demandas de cada escola, o que evidencia o distanciamento da administração pública dos interesses da coletividade.

AS ESCOLAS DE AREIA

Em audiência pública realizada na CMM, com representantes do CREA, do curso de engenharia da UFAM, comissão de educação e SEMED, o vereador Waldemir José questionou o porquê de nos últimos 15 anos, as reformas das escolas terem se intensificado e ocorrerem em pleno período letivo. As respostas foram esclarecedoras. A SEMED responsabilizou as comunidades/estudantes, que, segundo a mesma, depredariam as escolas, pichando e obrigando a SEMED a realizar constantes reformas. Já a coordenação do curso de engenharia da UFAM afirmou que o problema estaria na própria estrutura das escolas, que estariam sendo construídas de forma a necessitar de reformas num curto prazo.

Como já mostrado aqui neste bloguinho, a secretaria costuma usar material de construção sem qualidade na construção das escolas, o que interessa às empreiteiras, que teriam vantagem tanto na economia do material usado quanto na certeza de que estas escolas, em pouquíssimo tempo, necessitarão de reparos que em outros tipos de construções levariam anos.

O bloguinho intempestivo continuará acompanhando este caso de irregularidade na gestão dos recursos públicos, e se o leitor intempestivo tem algum relato de escolas que se encontram na mesma situação, pode contactar pelo emeio e participar desse rizoma-comunalidade.

A GLOBO E AS ILUSÕES PERCEPTIVAS

A IMAGEM. Apenas os decalques da manipulação e a teratogenia do flash sucessivo, tentando capturar o olhar a partir do enviscamento meu bem aprisionador. Não veja e libere sua percepção para novas imagens.

O SOM. A ecolalia do enunciado tentando consolidar o imperativo categórico do signo significante autoritário, que pretende a universalização, a partir da palavra de ordem, da verdade despótica. Não ouça e permita a construção de outros ritornelos existenciais pulsantes.

A REPETIÇÃO. A destituição do sujeito de enunciação e sua singularidade, tornando-o sujeito de enunciado, apenas repetidor do texto constituído. Não faça propaganda, transportando o texto constituído; direcione os dizeres e a práxis para a coletividade democrática.

Macacos me mordam se eu ainda ligar na Tv Globo!

A PSICOLOGIA, A MORAL E OS LIMITES

Adolescentes, irmãs, brigaram por dinheiro. Uma delas agride a outra com um pedaço de vidro. Conselheiro tutelar acredita que o caso é de polícia. Jornal sem fatos que gerem notícias vendáveis procura qualquer coisa que, bem espremida, pingue o sangue lucrativo nas bancas de jornal. Senso comum. Noticia a agressão. Para dar um verniz de seriedade, pede a opinião de uma psicóloga. Esta, carregada do senso comum e da confusão entre moralismo e psicologia que impregna as faculdades Manaus e Brasil afora, afirma em quadro que a questão da agressão passa pela falta de limites que os pais deveriam impor aos filhos.

AGENTE DA MORAL

A psicóloga entende a palavra limite como uma limitação moral, imposição de uma ordem social, imperativo que define (e limita) os corpos na sua expressividade coletiva. Apenas trabalha com as palavras na ordem em que foi inserida no senso comum da profissão. O psicólogo é constantemente dentro do seu campo de trabalho chamado a exercer seu ofício como se fora um agente da moral, um propagador da ordem que restabelecerá a tranqüilidade e a calma. Assim é na escola, onde o psicólogo atua com os alunos problemáticos para que possam se adequar às normas da instituição. Assim também o é, na maioria das vezes, na área clínica, onde os fluxos “anormais” que se expressam como sintoma são trabalhados de modo a se tornarem inócuos dizeres da ordem do capital. Inclusive no tocante aos investimentos sentimentais.

EXCESSO DE LIMITES: ESTRATÉGIA DISCIPLINAR

O que a companheira de profissão dos mais de 1500 psicólogos do Amazonas não conseguiu alcançar ainda, é que a palavra limite, no plano das relações sociais, tem íntima relação com outra, a disciplina. Ambas não devem ser tomadas como expressões da moral, mas como palavras que definem uma estratégia de Estado, através dos saberes e da subjetivação, que ao contrário do que pensam psicólogos, pedagogos, psicopedagogos e outras categorias que não saíram da moralidade inscrevem nos corpos uma limitação e um modo de ser extremamente limitado e pobre. Quais enunciados compõem o quadro existencial de uma família? E o chamado indivíduo: limitado no uso do seu corpo pela moral, pela igreja, pelas condições econômicas, pelos enunciados das chamadas ciências, pelo consumo, pela midiotização, pela educação amortizante, pelo entretenimento alheante, pelo trabalho estupidificado, todos limitadores da potência de existir das pessoas, o que se expressa pela violência aparente ou pela violentação institucional à qual se somam alguns indivíduos patologizados pelo excesso de limites ao existir que este modo de socialidade sustenta.

Assim, uma psicologia que não ouse investigar a genealogia desta moral, que continue a confundir-se e a tomar o efeito pela causa está fadada a reverberar essa mesma moral que captura os corpos e insere-os na ordem da limitação. Não se diferencia da linha policialesca do jornal, do conselheiro tutelar, da escola, da inexistência de uma comunalidade/afetividade onde este tipo de comportamento seja desnecessário.

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Quer linha de corte? Este é esquizo. Acesse:

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4,051,453 hits

Páginas

setembro 2007
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30